História Escola de Deuses e outras criaturas (Interativa) - Capítulo 150


Escrita por:

Visualizações 55
Palavras 1.780
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 150 - O nome das fadas part 3


Fanfic / Fanfiction Escola de Deuses e outras criaturas (Interativa) - Capítulo 150 - O nome das fadas part 3

Linha do tempo nº147

909 Mundo deste universo

Localização:Biblioteca da escola.


 

(Seline)-Sério?!...então tu sabes com quem a rainha e o rei das fadas pediram ajuda?

(Fox)-Sim...pediram a minha.

(Yuki)-...eu já devia ter adivinhado.

(Seline)-Podias nos contar o que aconteceu?

(Fox)-Alunos a crer uma aula de história ao sábado...é porque não...deixa-me ver...naquela época o mundo foi invadido por uns...monstros se assim o podemos chamar..nós o dávamos o nome aos seres do norte de White Blues porque eles eram pálidos e tinham olhos azuis...eram criações do vazio que lutaram na grande guerra do lar e foram presos no norte e por algum motivo tinham conseguido fugir...eu lembro-me que no inicio da guerra eu estava na Gália ou França como preferirem...para ser mais preciso na ilha de Avalon...eu lembro que estava bem ocupado….


 

Linha do tempo nº147

909 Mundo deste universo

Localização:Ilha de Avalon

Num cimo de uma colina verde rodeada por floresta várias criaturas mágicas andavam um lado para o outro atarefados havia gigantes,troles,duendes,grifos,unicórnios, gobelis etc todos eles estavam a trabalhar em um construção que parecia um castelo mas ainda estava inacabado.

(Fox)-Olha para isto Lobi...este vai ser o melhor castelo que este mundo já viu!!

(Lobi)-Sim de facto está a ficar muito bom mas...não achas que devias ajudar um pouco?

Fox está deitado na sombra de uma árvore a beber um somo encanto Lobi carregava no ombro dois enormes pedras retangulares.

(Fox)-(bebe o somo)...claro que estou trabalhar...estou a administrar a obra.

(Kit)-Ha isso é que não estás seu preguiçoso!!!

Kit aprece com um capacete azul e com várias plantas (de obra) na mão.

(Kit)-Quem está com esse trabalho sou eu e se tivesses 1% do meu trabalho não estavas ai a dormir….EI TU ESSA PEDRA NÃO É PARA AI!!! (vai se embora).

(Fox)-Ok...sou eu que faço a matemática.

(Owl)-Isso sou eu…

(Fox)-Ok prontos sou eu que pago essa treta…se eu pago aos outros para trabalhar por mim porquê tenho de trabalhar?

(Lobi)-(pousa as pedras)...Boa ética?

(Fox)-Que se foda a ética!...eu tenho dinheiro!

Um gobelin chega perto deles.

(Gobelin)-Senhor Grey...temos visitas.

(Fox)-Visitas?...em Avalon...isso é novo….diz-lhes que eu não estou.

(Gobelin)-Desculpe senhor mas eu não posso fazer isso.

(Fox)-….Eles já estão aqui não é?

(????)-Então estes são os Grey?...pensava que seriam mais civilizados...conviver com tais criaturas que nojo.

(????)-Se acalme meu amor...eles nos podem ajudar.

Sai-dos da floresta saem duas fadas, o primeiro era o rei das fadas, era alto e bem magro, usava roupas de ceda caras de predominante cor verde, ele era loiro e de rosto bonito e tinha uns belos olhos azuis, estava a usar um lenço na boca e fazia ar de nojo a ver outras espécies a trabalhar no castelo. Ao seu lado estava um bela mulher de cabelos longos e escuros como a noite, era do tamanho médio e era magra, seu rosto e corpo deviam ser um dos mais belos que há tão belo que podia por no chinelo muitas deusas do amor, tinha um sorriso bem gentil mas os seus olhos castanhos como a madeira tinham uma enorme tristeza sobre eles.

(Aran)-Eu sou o rei Aran do grande reino das fadas e esta é minha esposa Aine! Nós solicitamos um encontro com vosso líder conhecido por Deus cinzento!!

Os trabalhadores param de trabalhar mas logo voltam a trabalhar.

(Aran)-(fica em fúria) MAS QUE É ISTO?!! QUE FALTA DE RESPEITO….EU PEDI UM ENCONTRO COM O VOSSO LÍDER!! (continuam a não o ligar) MAS O QUE É ISTO?? SERÁ QUE NINGUÉM FALA A LÍNGUA CIVILIZADA?!!!

(Fox)-...(suspira)...tem calma perninhas finas.

(Aran)-Perninhas finas?

(Fox)-Aqui toda a gente fala a tua língua...eles só não gostam da maneira que falas com eles.

(Aran)-E porque não gostaram?

(Fox)-Simples meu rei...por tu falas-te como se fosses superior a todos eles.

(Aran)-E eu não sou superior deles? Eles não passam de insetos comparados a mim.

(Fox)-...entendo tu és um falso rei então (volta a se sentar)

(Aran)-Um falso rei?

(Fox)-Tu és uma pessoa ignorante elas tem tendência a serem falsos reis.

(Aran)-Hum e o que tu saberias?

(Fox)-Acredita eu sei.

(Aran)-Muito bem eu vou mostrar minha simpatia e poupar sua vida por esse insulto.

(Fox)-Oh mas que gentileza a sua...me pergunto cantas pessoas já receberam essa “simpatia” sua.

(Aran)-Muito poucos por isso fique orgulhoso.

(Fox)-Não se preocupe eu vou sentir.

(Aran)-Então agora me podia dizer onde está seu líder.

(Fox)-Oh sim claro me desculpe (se levanta e se põe ao lado dele a explicar o caminho) é muito simples está a ver aquela grande árvore ali? Então ande até lá depois vire há direita depois ande em frente até a um monte de pedras depois esquerda e nunca mais voltes.

(Aran)-O quê?...mas o pesas que tu és…

(Aine)-Por favor se acalme meu rei...(se vira para Fox)...por favor (faz uma vénia perante ele) Nós realmente precisamos da ajuda do deus cinza...várias vidas dependem disso.

(Fox)-?!!!...(sorri e vai ter com ela) erga a cabeça minha rainha (põe a mão no queixo dela e levanta devagar) me diga você não tem problema em baixar a cabeça para mim?

(Aine)-Se isso ajudasse o meu povo eu beijaria os seus pés se fosse necessário.

(Fox)-Entendo...antes de apresentar ao senhor Grey eu preciso de saber o motivo de estarem aqui...ele é um homem ocupado não o posso interromper por cal-quer coisa.

(Aran)-Nós estamos aqui para lhe pedir ajuda contra os monstros do norte.

(Fox)-Os monstros do norte...já ouvi deles...mas isso significa que querem senhor Grey entre na guerra...devem saber que Grey não entra em guerras dos outros.

(Aran)-Sim..mas também sabemos que os Grey ajudam em troca de tesouros...nós oferecemos 100 baús de ouro e joias.

(Fox)-(fica com cara de aborrecido)….lamento mas isso não basta….

(Aran)-Nós podemos oferecer mais...estou certo que falamos com o senhor Grey ele…

(Fox)-O senhor Grey já tem muito ouro e joias não precisa de mais meu rei.

(Aran)-Mas então…

(Fox)-(se aproxima da rainha)...Rei já devia saber que (mexe nos cabelos da rainha) nem todos os tesouros (encosta o rosto ao pescoço dela) são de ouro e joias (cheira o pescoço dela) Não concorda minha rainha (sorri).

(Aran)-Desgraçado o que pensas que estás a fazer?!!!

Fox se afasta da rainha.

(Fox)-Peço desculpa não queria perder o respeito...bom sinto muito em dizer mas o senhor Grey vai recusar o seu pedido.

(Aran)-O quê? E quem é você para recusar isso?

(Fox)-Oh sim pois...erro meu...eu sou Fox Moon Grey...também conhecido pelo Deus cinza.

Os reis ficam surpresos.

(Aran)-(se ajoelha) Desculpe pela falta de respeito...eu...nós…

(Fox)-(faz sinal para ele se calar)...afinal tu sabes te ajoelhar...quando queres alguma coisa...lamento mas tenho um castelo para construir...podem acampar na floresta hoje há noite se assim desejarem...mas de manhã quero vos ver fora daqui.

(Aran)-Mas meu senhor…

(Fox)-(olha com eles com ar zangado e olhos negros) Eu acredito que já falei.

Aran cai para trás de medo-

(Fox)-….(os olhos voltam ao normal)...ainda aqui estão?

O rei se levanta e pega no braço da rainha com força e arrasta até a floresta.

(Fox)-...Lobi só para confirmar...tu também sentiste o cheiro dela certo?

(Lobi)-Sim.

(Fox)-Hum….

A caminho da Floresta.

(Aran)-Como ele se atreve!? Nunca passai tanta vergonha na minha vida…mas precisamos da ajuda dele...(olha para sua mulher e pára de repente) JÁ SEI!!! (agarra a mulher pelos ombros) Tu vais para a tenda dele esta noite!!

(Aine)-Mas meu senhor…

(Aran)-Tu viste como ele olhava para ti...e aquela conversa do tesouro…ele quer te ati...tu vais para a tenda dele hoje a noite e vais dormir com ele.

(Aine)-….Sim meu senhor.

Já no meio da noite na tenda de Fox.

(Fox)-Zzzzzzzz

(Aine)-(fica a porta da tenda)...senhor Grey.

(Fox)-Zzzzz...hum? Rainha.

(Aine)-Desculpe o acordar mas posso entrar?

(Fox)-Sim.

Aine entra na tenda.

(Fox)-Então em que posso ajudar?

(Aine)-….(Começa a se despir e fica completamente nua e com suas asas à mostra)….por favor.

(Fox)-…..(sorri)...então te pões nua por ordens do teu rei?

(Aine)-Não...eu me ponho nua pelo meu povo.

(Fox)-Entendo (se levanta da cama e esta de tronco nu apenas vestido umas calças assim em tronco nu dá para ver que tem uma tatuagem do circulo da lua em suas costas com o yin e yang no centro)...pelo povo?

(Aine)-Sim…

(Fox)-(põe a mãos em seus ombros)...e que mias faria (desliza as mãos até pés de forma suave e devagar) pelo seu povo?

(Aine)-O que desejar…

(Fox)-(sorri)...(olha para as asas) mas que bonitas...são tão belas como uma borboleta.

(Aine)-(vermelha)Por favor não olhe muito…

(Fox)-E porque não?

(Aine)-As nossas asas...são muito importantes para nós...para nós é mesma coisa de mostrar as nossas partes intimas.

(Fox)-...Desculpa então.

(Aine)-Não tem problema…

(Fox)-(olha para os olhos dela)….uns olhos tão belos...mas ao mesmo tempo tão tristes...me diga...você ama o seu rei?

(Aine)-Sim claro…

(Fox)-(sorri)...lamento mas a mentira não resulta em mim.

(Aine)-…..

(Fox)-(seus olhos ficam branco e aproxima os lábios dela e a beija)...(pára de beijar)….entendo.

(Aine)-(fica confusa)...fiz algo de errado?

(Fox)-Não...fiz...(se senta na cama e seus olhos ficam normais)...tu já amas outra pessoa não é?

(Aine)-Eu…

(Fox)-Mentiras não resultam.

(Aine)-…

(Fox)-Se fosse para roubar o seu coração ao rei eu faria isso...mas roubar o seu coração ao homem que ama isso já não faria...me diga ele essa pessoa que ama...é pai dessa criança?

(Aine)-(põe a mão na barriga)...como é que sabe?

(Fox)-(toca no nariz) O olfata não engana.

(Aine)-Por favor não conte ao meu rei.

(Fox)-Não se preocupe...eu sei guardar um.

(Aine)-...desculpe mas…

(Fox)-Queres a minha ajuda com a guerra.

(Aine)-...por favor...eu não quero que ela cresça no meio da guerra.

(Fox)-Nem tu nem ninguém.

(Aine)-Eu faço cal quer coisa.

(Fox)-Dá para ver...muito bem eu ajudo( encanto fala ajuda Aine a se vestir)...mas tenho algumas condições….primeiro eu não sou responsável pela mortes desta guerra...segundo eu quero um pedaço de terra do teu reino...o suficiente para construir três mansões...terceiro quero cinco baús cheios de ouro.

(Aine)-Sim claro…

(Fox)-Mais uma coisa...eu quero conhecer o homem que ganhou seu coração.

(Aine)-...posso saber porquê?

(Fox)-Não te preocupes...é apenas curiosidade.

(Aine)-...muito bem.

(Fox)-...(olha para as asas)...é um pena não poder velas mais (Aine fica vermelha)...(cobre as asas)...muito bem...(suspiro) lá vamos meter guerra...por favor me dê a mão (pega na mão da rainha) Eu Fox Moon Grey juro perante a rainha de Aine das fadas que irei vencer a guerra contra os White Blues em troca irei receber um pedaço de terra mais cinco baús cheios de ouro,que este juramento seja marcado, pois a palavra de uma raposa é palavra comprida!!!!!!

Logo que Fox disse isso uma luz intensa sai das mãos de Fox e quando a luz se apaga e Fox retira as mãos ele tem uma tatuagem de asas de Borboleta atrás do seu pescoço e Aire tem uma raposa cinzenta em suas costas.

(Fox)-Prontos...agora temos de manter a nossa promessa.

(Aine)-...sim

(Fox)-Muito bem (pega em seu sobretudo que estava pendurado e sorri) Vamos para a guerra.

Fim do capitulo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...