História Escola Flutuante - Capítulo 5


Escrita por: e AnaCheshire

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Fantasia, Horror, Luta, Magia, Miticismo, Mortes, Romance, Sobrenatural, Terror
Visualizações 6
Palavras 584
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Fantasia, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi gente, aqui é a Ana! Hoje passei quase o dia todo fora e descobri que não tinha escrito nada. Então, como não queria deixar pra postar amanhã, eu literalmente acabei de escrever o capítulo, então, me perdoem qualquer erro.
Boa leitura! :3

Capítulo 5 - Nova vida


Fanfic / Fanfiction Escola Flutuante - Capítulo 5 - Nova vida

 Mesmo sem entender absolutamente nada, me mantive quieta desde o momento em que a mulher me puxou para dentro da escola. 

  Percebo que todos os olhares da escola se voltam para a minha pessoa, acho estranho, pois pra mim quem têm aparência estranha são eles, já que muitos possuem escamas, tentáculos e tudo ou mais.

  Paramos em um corredor.

- Espere aqui, vou acompanhar ela até seu dormitório. Ah, e meu nome é Nublina.

  Olho para a garota da qual estava se referindo. Era loira e bonita até. Porém não troquei nenhuma palavra com ela.

- Ei. - olho para trás e vejo uma garota de cabelo castanho quase preto. - É nova aqui? Qual o seu nome?

- Sim, sou nova. E meu nome é Amanda. Mas Nublina disse que sou Obscura, então não sei qual é meu nome.

- Obscura?! Filha do rei Céus? Caralho!

- É...

  Nessa hora, Nublina apareceu novamente, me puxando desta vez para dentro da sala da diretora.

- Obscura? - disse a diretora quando entramos em sua sala. - Imagino que uma carta de nuvem tenha te atingido, certo? - assenti concordando. - Meu nome é Cristalina. Diretora daqui, e irei fazer um teste para ver se você é mesmo a princesa Obscura, mesmo que eu não tenha dúvidas sobre isso.

  Apesar do medo de qual for esse teste, fiquei calma. Não quero ser pessimista, vai que é apenas uma coisinha de nada.

  Eu estava tão concentrada em olhar cada detalhe do local, que nem percebi que Cristalina havia perfurado uma espécie de cetro em meu pulso até sentir a dor. Faço de tudo para não soltar um berro gigante, diversas linhas azuis surgiram sobre cada canto de meu corpo, uma gosma dourada que não era nem um pouco sangue saía de meu pulso.

- É ela. Bem-vinda, Obscura. Caso não saiba, é filha de Céus, rei do reino flutuante, ou seja, ele governa cada área por aqui, e você e sua irmã, Solaria, quando nasceram, foram jogadas no mundo humano, longe de qualquer tipo de magia, você é uma deusa, governa sobre as noites calmas já sua irmã domina o sol da tarde, entendeu?

- Sim, acho que sim. - apesar de ter falado rápido demais, acho que sim.

- Perfeito. Nublina estará te esperando lá fora. Irá te guiar até os corredores dos dormitórios.

- Ok...

...

  Quando chego perto de meu dormitório, vejo a garota de cabelos acastanhados quase escuros de antes só que com outro garoto  me observando pela porta.

- Ei, você é a Obscura mesmo? - o garoto me perguntou fazendo reverência assim que cheguei no dormitório com um símbolo de nuvem escura, quando me aproximei, o lugar me trazia tranquilidade, e era todo negro, quase nem dava para enxergar nada, mas minha visão voltou rapidamente.

- Sim... acho que sim.

- Desculpe por espalhar a notícia. Tomara que não fique incomodada. - disse a garota de antes. - Meu nome é Darkina, mas pelo amor de Céus, me chame de Dark. E esse é o meu irmão mais novo, Darko.

- Sabe onde está sua irmã Solaria? - perguntou o garoto.

- Não, na verdade, eu nunca falei com ela na vida.

- Ela tá falando sério? - sussurrou para Dark.

- Não sei, Darko. Então, melhor irmos pro refeitório. O sinal já tocou faz alguns minutos. Pode comer com a gente, se quiser.

- Por mim tudo bem.

  É surreal ver como minha vida mudou em questão de minutos. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...