História Escolha - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Oi...
Gente, desculpa, eu postei o capítulo cinco e não percebi que não havia postado o quarto, tô postando agora e o próximo, provavelmente vocês já vão ter lido.
Espero que gostem ❤️❤️❤️

Capítulo 5 - Cap 4


Fanfic / Fanfiction Escolha - Capítulo 5 - Cap 4

Hoseok não entendia o porquê de caminhões de mudança estarem passado de um lado para o outro.

Os caminhões iam em direção ao sul, mas para lá, só haviam três fazendas, duvidava muito que os Lin estivessem se mudando, os donos se orgulhavam muito das terras para as venderem assim. Também não acreditava que a senhora Johnson estivesse indo embora, a estrangeira havia se mudado para lá antes mesmo de Hoseok nascer, justamente por amar aquele lugar, só restava a fazenda mais distante, a dos Min.

Hoseok negou com a cabeça, Yoongi nunca iria embora sem o avisar.

O rapaz entrou em casa e foi para o quarto, quando foi fechar a porta, parou e ficou olhando as centenas de fotos que tinham presas nela, a grande maioria eram fotos com Yoongi, umas mais antigas, quando o namorinho deles havia começado a alguns anos, quando Hoseok ainda era um pré adolescente. As mais recentes eram do último aniversário de Hoseok, que como presente de quinze anos, foi para a cidade vizinha com os pais e namorado para jogarem em um fliperama. A cidade vizinha também era pequena, mas haviam mais opções de diversão por ser turística.

Hoseok passou o dedo por cima de uma onde Yoongi sorria e Hoseok acabou sorrindo também antes de suspirar e ir até a cama se deitar.

O menino dormiu por algumas horas, quando acordou já eram quase cinco da tarde. A barriga roncava de fome.

Hoseok saiu do quarto na intenção de ir para a cozinha, mas ao chegar na sala, ele parou para cumprimentar a visita, que Hoseok sabia muito bem que se estava alí, era para fofocar com a mãe dele.

A senhora Johnson era uma velhinha que não perdia a chance de falar da vida dos outros, e a mãe de Hoseok também não ficava atrás.

-já ficou sabendo, meu filho? – Hoseok sorriu, sabia que era fofoca.

-eu acho melhor deixar o Hoseok ir comer, deve estar com fome – a mãe de Hoseok levantou e pois a mão nas costas do filho, tentando fazer o menino ir para a cozinha.

-mas eles são amigos, o Hoseok deve estar muito triste – Hoseok franziu o cenho.

-não estou sabendo de nada – Hoseok falou sem entender.

A mãe de Hoseok suspirou, sabia que não seria fácil para Hoseok saber a notícia.

-os Min estão se mudando – Hoseok negou com a cabeça.

-não, o Yoongi teria me contado.

-ele foi na frente, parece que os pais estão vendendo a fazenda para irem para Seul – a velhinha falou sem maldade.

Tirando os pais dos garotos, ninguém mais sabia do namoro, para todos, os Meninos eram só amigos. Hoseok ficaria mal falado por estar namorando sendo tão jovem, principalmente se soubessem que os meninos namoram desde os doze anos.

Hoseok olhou para mãe, que abaixou a cabeça sem conseguir dizer que era verdade.

-não... Não... O Yoongi não faria isso... – Hoseok saiu rapidamente da sala.

-Filho! – a mãe de Hoseok foi atrás, mas o menino já corria em direção ao portão.

Hoseok correu para a estrada, queria ver com os próprios olhos se os Min estavam indo embora.

O menino corria pela estrada de terra, como se realmente fosse fácil chegar até lá, mesmo sabendo que a distância entre as fazendas era muito grande.

Hoseok corria deixando as lágrimas caírem, a poeira da estrada de terra sujava as roupas e o rosto molhado do menino.

O barulho da caminhonete e a buzina não fizeram Hoseok parar.

O pai de Hoseok parou a caminhonete e correu para segurar o filho.

-Me deixa, pai – o menino pediu chorando – eu quero ver...

-para, filho – o pai segurava o menino pelos ombros – eu te levo lá, ok? – Hoseok concordou com a cabeça.

-eu sei que é mentira, o Yoongi não me deixaria sem falar nada, ele não me deixaria, eu sei.

...

Yoongi sorria, estava ajudando a mãe a limpar a pequena casa que eles haviam alugado.

-seu pai deve chegar amanhã – a mãe do menino limpava a cozinha – tá arrumando as coisas da mudança e providenciando a venda da fazenda – a mulher tinha a voz triste.

-obrigado, mãe – Yoongi abraçou a mulher.

-é o seu sonho, então não desista – a mulher acariciou o braço do filho.

-não vou, eu juro – Yoongi falou sorrindo.

Os país haviam largado tudo para trás para poder apoiar o filho assim que souberam que a empresa havia aceitado ele.

Tiveram dois dias para arrumar tudo e abandonar uma vida toda, mas queriam que o filho realizasse o sonho dele.

Mesmo que Yoongi fosse passar a maior parte do tempo na empresa, inclusive dormir lá, os pais queriam estar por perto.

O celular que a Namjoon deu ao menino, despertou, indicando que era a hora dele esperar Namjoon ir o buscar para ir a empresa.

Seria o primeiro dia oficial de treinamento e Yoongi estava muito nervoso.

Não demorou muito para Namjoon chegar e o menino se despedir da mãe.

Namjoon conversou com o menino e explicou que ele iria conhecer a professora de teatro, que não só serviria para caso o rapaz se tornasse ator, como também para ajudar o rapaz a perder a postura retraída e o medo do público.

Ao chegar lá, Yoongi falou com os meninos, outros treeners que ele havia conhecido nos últimos dias.

Os rapaz entraram na sala e a professora tinha uma aparência doce, quem olhasse a acharia fofa, mas os meninos sabiam que não era bem assim.

A professora olhou Yoongi de cima abaixo, a aparência do menino era agradável, isso já era um ponto a favor dele, as pessoas iriam gostar da menino de aparecia meiga.

-não é o mais bonito, mais tem alguns pontos positivos – ela tocou no rosto do menino, analisando.

Yoongi se encolheu com o toque da mulher e os outros meninos arregalaram os olhos, sabiam que ela odiava essa postura retraída, dizia que as pessoas não gostavam disso, o público queria pessoas alegres e extrovertidas e não um bichinho assustado.

A mulher respirou fundo e de modo indelicado, levantou o rosto do rapaz, segurando o queixo dele.

-nunca mais faça isso, se estiver com vergonha, pode dar um sorrisinho tímido, as pessoas gostam, acham fofo – Yoongi concordou com a cabeça.

-desculpa – a mulher bufou e saiu andando até o meio de sala.

-como eu disse, as pessoas gostam de coisas fofas, vamos treinar!

...

A caminhonete do pai de Hoseok foi se aproximando da fazenda dos Min e era possível ver um caminhão sendo fechado e saindo antes da caminhonete se aproximar da casa.

-acho que acabou, o último caminhão acabou de sair – o pai de Yoongi estava ao telefone quando Hoseok se aproximou dele.

-vocês vão embora? E o Yoongi? – Hoseok chegou falando, sem se importar de estar interrompendo o homem.

-depois te ligo para resolver o negócio do celeiro – o homem desligou a chamada que era feita por um telefone de satélite, já que celulares comuns não pegavam naquela área – Oi, filho – o senhor Min, colocou a mão no ombro de Hoseok e sorriu triste para o menino.

-vocês vão para alguma outra fazendo por aqui, né? – Hoseok perguntou com a voz chorosa e os olhos cheios de lágrimas. O rosto e roupas do menino estavam sujos da terra da estrada.

-não, meu querido – o homem tinha a voz de lamento – estamos indo para Seul.

Hoseok colocou as mãos sobre o rosto e começou a chorar copiosamente.

-por quê? – o pai de Hoseok se aproximou e perguntou, enquanto puxava o filho para um abraço.

-o Yoongi conseguiu uma chance de se tornar um cantor, não daria para ficar indo e voltando para cá, então a mãe dele e eu decidimos abrir mão de algumas coisas pelo sonho do nosso filho – o pai de Hoseok concordou com a cabeça, mas o olhar deixava claro o descontentamento.

-por quê ele não me falou? – Hoseok olhou para o Min.

-acho que ele tinha medo de qual seria a sua reação – o pai de Hoseok riu debochado.

-então ele achou melhor ir embora sem nem dizer um adeus – ele negou com a cabeça – era essa reação que ele não queria ver? – o homem apontou para filho, que soluçava - não teve coragem de encarar as consequências das escolhas dele, mas tudo bem, só não quero que o seu filho se aproxime mais do meu.

O pai de Hoseok segurou a mão do menino e saiu puxando ele para a caminhonete.

O homem tinha Hoseok como seu xodó, ver como o filho estava mal, fez o sangue do homem ferver, não deixaria Yoongi machucar seu bebê novamente.

...

A mulher se levantou bruscamente da cadeira e andou pesado até Yoongi, que se encolheu todo.

-NÃO É POSSÍVEL QUE VOCÊ NÃO CONSIGA FAZER A MERDA DE UM AIGO! – ela gritou com Yoongi.

-eu estou tentando – ele falou baixinho.

-NÃO ADIANTA TENTAR! TEM QUE CONSEGUIR! – a mulher agarrou os cabelos de Yoongi com brutalidade e levantou a cabeça do menino, o obrigado a olhar para ela – FAZ!

Yoongi tinha os olhos cheios de lágrimas, mas mesmo assim tentou fazer algo fofo, mas não adiantou.

A mão da mulher foi em direção a bochecha do menino, dando um tapa estalado que fez com que os outros meninos se encolhessem.

-AMANHÃ TENTAMOS DE NOVO! – a mulher saiu da sala e bateu a porta com força.

Yoongi se sentou no chão e colocou a mão sobre a bochecha enquanto chorava.

Alguns meninos olhavam com pena, mas todos ali já sabiam como funcionavam as coisas.

-Tem gelo no dormitório – Yoongi concordou com a cabeça e se levantou – eu sempre deixo uma bolsa com água gelada na geladeira – o menino de cabelos loiros colocou a mão nas costas de Yoongi e saiu da sala em direção a saída da empresa.

-ela também te bate? – Yoongi perguntou acanhado.

-não mais, mas acontecia muito no começo. Guardo mais por causa dos novatos.

-o quê você fez para ela parar? – Yoongi perguntou, o menino não queria mais apanhar.

-acho que melhorar foi importante, mas acho que tem jeito mais fácil, quer dizer, pra mim funcionou.

-qual?

-agradar um dos poderosos – Yoongi franziu o cenho.

-não entendi.

-os poderosos, os caras influentes da empresa, donos e sócios, se você colar com alguns deles, sua vida vai melhorar muito, não só dentro da empresa, como também fora. Você é bonito, tem uma aparência delicada, com certeza algum já deve estar de olho em você, eu só aconselho que você escolha um, antes que outro te escolha.


Notas Finais


Desculpa o erro.
Espero que tenham gostado ❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...