História Escolha do destino - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens August Wayne Booth (Pinóquio), Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), Daniel, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Neal Cassidy (Baelfire), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Amor, Drama, Emma Swan, Killian Jones, Once, Once Upon A Time, Ouat, Regina Mills, Romance, Swan Queen, Swanqueen, Tragedia
Visualizações 147
Palavras 1.987
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


s2 s2 Boa leitura...

Capítulo 5 - Sim


As férias haviam chegado, Regina estava animada para voltar para casa por um longo período, pensava em rever Emma e quem sabe, esta, aceitaria reatar o relacionamento.

No dia anterior à volta para casa, Kathryn, Regina e Killian foram ao cinema e depois comer algo, assim iam se despedir.

- Me deem licença Loves, vou conversar um pouquinho com a Anna. - Killian disse indo para uma das mesas onde estavam as outras amigas.

- O que pretende fazer nas férias Regi? - Kathryn perguntou.

- Ah nada demais, estou com saudades de casa, desde que viemos para cá só voltamos uma vez e nem moramos tão longe.

- Saudades de casa é?! - falou sendo sarcástica. - acho que essa saudade tem um nome.

Regina sorriu com o comentário. Nos últimos meses, Kathryn tinha se tornado a melhor amiga que Regina tinha na faculdade, em uma das conversas que tiveram, falaram sobre coisas do passado, como Kathryn comentou sobre uma garota que ela gostava, Regina também resolveu falar sobre Emma. Kathryn também havia confessado a amiga seus sentimento, mais que a respeitaria totalmente se ela nunca estivesse pronta para ficar com ela.

- Deixa de ser boba Kath! Eu só quero ir para casa. - deu um sorrisinho sarcástico.

- Eu não te conheço a muito tempo, mais eu sei perfeitamente quando você está tentando me esconder algo. - Riu - Eu sei que você quer ver a Emma, pode me falar... tudo bem... - Regina a olhou desconfiada - ...mesmo!

- Tá! Eu quero vê-la, mais isso não significa que vai acontecer alguma coisa.

- É claro que vai! Vocês se amam, só que ela é um pouco burrinha né por ter terminado com você mas.... - deu de ombros.

- Não vou mentir que eu quero, mais não acredito que vai acontecer, nas últimas conversas que tivemos ela estava estranha, deve estar “desgostando” de mim, ela não é a mesma pessoa, talvez eu não consiga mais me relacionar com essa nova Emma.

- Hahahaha, existe essa palavra? - Regina também a olhou interrogativa - Não quero dar a minha opinião e você sabe porque. - apertou uma das mãos da amiga que sorriu de leve - Só espero que aconteça o que for melhor pra você querida. - Kathryn lhe deu um beijo no rosto.

- Killian chegando... - disse o rapaz voltando à mesa - ... se continuarem a explodir corações e arco-íris aqui eu vou vomitar, então parem!

- Não estamos fazendo nada Kill - Kathryn respondeu.

- Porque a Regi não quer!

- Pode ser por isso e porque a Kath me respeita, você é venenoso sabia! - Disse um pouco sem graça.

- Regi, não dê ouvidos à ele, até mesmo porque ele nos trocou no meio do nosso encontro de despedida pra falar com outra - Killian deu de ombros - Já está tarde, vamos embora?

Pediram um táxi e menos de 20 minutos já estavam chegando.

Eles moravam em um condomínio pequeno, e a casa de Kathryn ficava a poucas quadras de onde os amigos moravam. Eles pediram para o taxista deixá-los na portaria, assim poderiam ir andando e desfrutando mais da companhia que tinham.

- Kath eu te levo até sua casa, Regi pode entrar...

- Não precisa Kill, dá pra ver minha casa daqui, eu vou sozinha, obrigada - disse sorrindo para dispensa-lo - pode entrar... se quiser.

- Ok - respondeu entendendo - Até o próximo mês Love, mande fotos e mensagens sobre suas férias. Vou morrer de saudades - abraçou Kathryn e entrou em casa.

- Então... - Regina estava sem graça.

- Só quis que ele entrasse pra poder ficar um pouco mais com você - sorriu vendo a amiga corar - Eu só quero um abraço, posso?

- Claro que sim! - Kathryn a abraçou apertado, um abraço que durou minutos mais Regina se sentia muito confortável e retribuiu igualmente.

Após se desvencilharem do abraço Kathryn beijou o pescoço e o rosto de Regina delicadamente, e esta, lhe deu um beijo no rosto.

- Vou sentir sua falta! - Kathryn dizia segurando as mãos da amiga.

- Também vou sentir a sua, mais vamos nos falar todos os dias... vai passar rápido.

- Você quer que essas férias passem rápido? - Regina entendeu que era sobre Emma que ela se referia.

- Às vezes eu penso que seria melhor e desejo que passem... - olhou para Kathryn  - ... estou confusa.

- Você terá tempo o suficiente pra pensar. Um último abraço... - falou a abraçando novamente - Eu amo você - sussurrou no ouvido de Regina.

- Kath...

- Não precisa dizer nada, se um dia você puder, você me diz, meu sentimento não vai mudar quanto a isso. - Kathryn beijou o rosto da amiga mais uma vez. - Agora estou indo, desejo que suas férias sejam incríveis! - Gritou enquanto corria para casa sem dar chances de Regina lhe desejar o mesmo.

 

***

 

Zelena, a irmã e Killian quiseram voltar para casa de ônibus, disseram que a viagem seria mais divertida.

Marco, o pai de Killian foi até a parada mais próxima para buscá-los.

- Olá meus jovens! Disse o homem sorridente. - Estava com saudades...- abraçou o filho e as meninas -... fizeram boa viagem?

- Sim pai, foi ótima!

- Ótimo, vamos então? - Partiram em direção ao carro do homem seguindo direto para a casa das meninas.

- Assim que chegaram, Cora e Henry as receberam com um belo café da tarde.

- Hm, que delícia esse bolo mãe! - Regina comentou - Senti falta disso!

- Só disso? - Cora perguntou.

- Claro que não né! Estava com saudades do meu quarto também. -Respondeu irônica e a mãe deu um tapa leve em seu braço. - Ei, brincando, senti muita falta de vocês! - Sorriu.

- Acho bom!

- Bem, hoje iremos em um jantar, não sei se o Marco comentou com vocês...

- Ele não disse nada, onde vai ser? - Perguntou Zelena.

- Na casa dos Swan. - Regina sentiu seu coração gelar.

- Certo... - Zelena olhou para a irmã e continuou - ... posso levar o Robin?

- Claro, iremos às 8pm.

- E pai... esse jantar é pra comemorar alguma coisa?

- Não sei ao certo, David disse que seria uma surpresa para Emma. – Henry comentou e mudou de assunto. – Combinamos de encontrar alguns amigos no clube, já está pronta Cora?

- Sim, só vou pegar minha bolsa, pode me esperar no carro. – Respondeu. – Meninas, não iremos demorar, se precisarem nos liguem. – Falou para as filhas e as mesmas concordaram.

Após os pais saírem, as irmãs estavam assistindo um filme e Regina resolveu quebrar o silêncio.

- Zel... o que você acha que é essa “surpresa” para Emma? Não é o aniversário dela nem nada.

- Não faço a menor idéia. - Zelena respondeu. – Você não quer ir?

- Eu quero, preciso ver a Emma, mais acho que essa surpresa não será algo agradável. – Comentou dando de ombros, mais a irmã percebeu quanto ela tinha ficado tensa com esse jantar.

 

***

 

Horas mais tarde, já estavam todos reunidos na casa de David. As meninas se encontraram depois de vários meses longe, porém, Emma não aprofundou muito os assuntos, estava com medo da reação de Regina quando soubesse que Neal, agora, era seu namorado e tentava manter isso em sigilo, mais que não duraria por muito tempo.

- O mauricinho chegou. – Robin comentou baixo com a namorada e a cunhada.

Ambas olharam para a porta e viram que Neal estava chegando junto com os pais. Essa chegada não seria novidade, visto que os pais de Emma eram amigos da família do rapaz, o que Regina achou estranho, foi quando o rapaz cumprimentou Emma com um selinho e esta, não tentou desviar.

- Zel... – chamou a irmã que a olhou imediatamente ao ver a cena. - ... mais o que é isso? – Regina já estava com um nó na garganta.

- Ahn... – Zelena não sabia o que dizer. - ... ele deve ter pego ela de surpresa Regi!

- Não me pareceu surpresa. – Disse meio irritada e virou para a irmã. – Acho que vou embora.

Robin percebendo que a cunhada estava um pouco aflita resolveu perguntar.

- O que foi Regina? Tudo bem aí?

- Sim Robin... é aquele assunto que falamos outro dia lembra? – Zelena respondeu.

Regina tinha decidido contar à Robin sobre seu relacionamento com Emma à algum tempo atrás.

- Sim mais... não entendi porque você está assim Regi... – O rapaz não tinha visto Neal beijar Emma, então estava alheio ao que estava acontecendo. Assim, Zelena explicou o que tinha acabado de acontecer. – Hmm... se você não estiver confortável podemos ir. – Respondeu.

- Preciso falar com a Emma antes...

- Não, você não vai! – Zelena a impediu. – Vocês combinaram de contar o que estava acontecendo em suas vidas não foi? – Regina assentiu. – Então, se ela quissesse que você soubesse sobre Neal ela teria contado, deve ter sido um mal entendido, você sabe que ele sempre deu em cima dela.

- E se ela não quiser mais que eu saiba. Eu também não falei nada sobre a Kathryn, só disse que ela é minha amiga.

- Mais ela é sua amiga não é?

- Sim, mais... você sabe que ela...

- Eu sei, mais não aconteceu nada entre vocês... ou aconteceu e você não me contou?

- Não Zel, não aconteceu nada, somos apenas amigas mesmo.

- Então, não há mais nada para contar à ela sobre sua amiga. Vamos comer alguma coisa, estou com fome. – Zelena falou levando a irmã e o namorado com ela.

- Você acha mesmo que foi um mal entendido? – Robin perguntou à namorada em um tom que só ela ouvisse.

- Isso está estranho e eu acho que não. – Zelena respondeu disfarçadamente para que a irmã não ouvisse.

Depois que o Neal chegou, Emma não voltou à falar com a amiga, tentou se manter um pouco mais afasta para tentar evitar explicar o que estava acontecendo.

Killian havia chegado também e estava comendo alguns petiscos perto da piscina junto com os outros jovens da casa, exceto Emma e Neal.

- Love, onde está a Emma? – Perguntou para Regina.

- Estava lá dentro com o Neal... Kill, ele a beijou e ela não desviou.

- Não acredito, ela detesta aquele cara. Deve ter sido sem querer!

Mal acabou de falar e ouviu David os chamando para irem à sala, precisava dar um comunicado. Quando todos já estavam presentes, Neal chamou a atenção de todos e começou um pequeno discurso.

- Boa noite à todos, agradeço por terem vindo à esse jantar. Hoje é um dia muito especial para mim e com a ajuda do meu sogro... – Regina arregalou ao ouvir a palavra “sogro” e Killian segurou em seus ombros. - ... um dos meus sonhos vai se tornar realidade. – Fez uma pausa colocando as mãos no bolso, se aproximou de Emma e a olhou nos olhos. – Emma querida, eu nunca escondi o amor que sinto por você, agradeço por ter me dado uma chance e agora, diante de toda nossa família e amigos eu gostaria de saber... – Ele sorriu. – Você aceita se casar comigo? – Falou retirando do bolso uma caixinha com um anel de diamantes.

Emma não conseguia expressar nenhuma reação, David vendo que a filha estava mesmo surpresa, resolveu interferir.

- Mais é claro que sim! – Disse com um sorriso largo. – Emma, responda ao seu namorado. – Olhou para a filha e em seguida para Regina que já segurava o choro. Emma percebendo que o pai a ameaçava não encontrou outra saída.

- Sim. – Falou abaixando a cabeça. Neal colocou o anel em seu dedo e selou seus lábios.

- Eu preciso sair daqui. – Regina sussurrou para Killian.

- Claro, so vamos avisar nossos pais. – Abraçou a amiga e a conduziu para a porta principal.

 


Notas Finais


bjoss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...