História Escolhas - Capítulo 16


Escrita por: e Redstar

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jikook, Namjin, Taegi, Vhope, Vkook, Yoonmin
Visualizações 27
Palavras 7.736
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá!

A partir de hoje manteremos o pov do Suga, pois ele é muito importante!

Boa leitura!

Capítulo 16 - Min Yoongi


Ao dizer aquilo meu coração se partiu.

 

Dá a mão do meu irmão ao ruivo foi à única solução que eu achei...

 

O olhar de Namjoon me queima assim como o de Hoseok e Taehyung... Mas eu não poderia deixa-lo casar com o idiota do Kai.

 

-Isso é um absurdo!- o representante do clã Kyuwn gritou. -Dois ômegas! Os clãs não podem juntar dois ômegas!

 

-Claro que pode! Onde é que tá escrito que não pode dois ômegas juntos?- Mark, o representante do clã Kim, falou.

 

-Não está escrito, mas não a voz de comando entre os dois!- o outro gritou.

 

-Isso não é importante- falei. -O clã Kim aceitou. Assim que retornarmos ao clã anunciarei a decisão.

 

-O conselho não vai aceitar!- o loiro disse, eu podia ver ódio em seus olhos.

 

-Yoongi... Ele tem razão. O conselho não vai aceitar- Moombin tocou meu braço. -Desista dessa ideia! Agora!- ele falou.

 

Seria tão absurdo essa ideia?

 

Eles realmente não iriam aceitar!

 

Meu irmão passaria vergonha! Seria uma vergonha para o clã Jung... Ainda é tempo de volta atrás em minhas palavras...

 

-Eu...

 

-Eu aceito!- Taehyung e Hoseok falaram ao mesmo tempo silenciando a sala.

 

-Yoongi você não pode permitir isso. O conselho não vai deixar... É errado!- Moonbim disse.

 

Dois ômegas. Dois ômegas é errado...

 

-Hoseok eu acho que...- olhei meu irmão... Ele estava um pouco pálido...

 

O que eu ia dizer mesmo?

 

-Seu clã vai ser desvalorizado Jung- o representante do clã Kyuwn disse chamando minha atenção. -Sim for pra unir o clã Kim ao clã Jung. Que seja você senhor Min a casar com o senhor Kim.

 

Eu? Eu casaria com Taehyung?

 

Sinto minha cabeça confusa... Eu iria casar com Taehyung?

 

-Senhores isso é decisão para se tornar depois- Namjoon falou sério. -Iremos assuntos mais urgentes a se resolver.

 

-Isso mesmo! E os dois já aceitaram Kiryu, só aceite bofe- Mark falou. -E se precisam de uma voz de alfa... Taehyung faz muito bem esse papel- sorriu para o líder que corou levemente.

 

-Yoongi! Não! Você não pode deixar!- Moonbim falou seriamente. -Desfaça essa confusão agora...

 

Tenho que desfazer essa confusão...

 

Hoseok não pode casar com Taehyung! Não pode!

 

-Eu retir...

 

Espere! Estou fazendo isso por meu irmão! Para protegê-lo!

 

-Eu mantenho a minha palavra... O clã Jung se juntará ao clã Kim... Através do casamento de Taehyung e Hoseok! Essa é a minha palavra final- digo firme.

 

Moonbim me encara com raiva um enjoo me toma fazendo-me soltar do seu aperto e por a mão em minha boca, tentando conter a ânsia... Tudo a minha volta gira...

 

-Suga? Tudo bem?- ouço Taehyung pergunta.

 

Minha cabeça roda... O que estava acontecendo?

 

-Vem Yoongi!- Moonbim me apoia pelos ombros me erguendo. -Peço uns minutos na todos.

 

Sinto-me ainda pior com seu toque em mim... É tão estranho... Sinto tudo ficar ainda pior...

 

Apoie-me no moreno como pude... Sinto-me tão mal...

 

-Yoongi...- sinto o ruivo ao meu lado...

 

- Vou cuidar dele senhor Kim. Pode deixar- Moonbim disse gentil...

 

Sinto que vou vomitar a qualquer minuto... Tudo ainda roda...

 

Moonbim começou a me guiar para fora...

 

-Pode deixar Moonbim eu cuido dele- sinto as mãos de Hoseok me apoiar...

 

Suspiro em alívio ao sentir seu corpo em contato com o meu...

 

-Senhor Hoseok eu posso...

 

-Fiquei aqui Moonbim!- ele diz seriamente. -Nós já voltamos!

 

O moreno não diz nada, mas sinto que ele não gostou... Tudo girou com mais rapidez ao meu redor...

 

Hoseok me ajudou a sair...

 

Ele me senta no primeiro degrau a escada... E abaixa minha cabeça entre as pernas... Pondo a mão na minha nuca.

 

-Force minha mão- faço o que ele diz... Sinto uma pressão ali com isso...

 

Aos poucos a tontura que me acometeu vai passando...

 

-Você comeu hoje?- ele pergunta preocupado.

 

-Sim- digo baixinho. Comi de manhã... Mas nos outros dias não sentir vontade.

 

-Porque mente pra mim Yoongi!- engoli em seco. Eu nunca conseguiria mentir pra ele.

 

-Hoseok eu...

 

-Porque anda distante? Fiz algo errado?

 

-Hoseok eu...

 

-Porque essa decisão agora? Você que deve se casar com Taehyung- ele diz...

 

O enjoo volta com força...

 

-Respire!- ele diz alisando minhas costas.

 

Faço o que ele diz... Lentamente o enjoo vai embora...

 

-Fiquei aqui! Vou busca água pra você- ele se afasta.

 

Eu respiro lentamente. Como explicar minha decisão?

 

Vejo Moonbim vim em minha direção...

 

-Esta melhor Yoongi?- ele pergunta.

 

-Sim! Como estão todos?

 

-Kai tá discutindo com Taehyung- riu levemente.

 

Ele se senta ao meu lado. Meu peito se aperta de uma forma estranha.

 

-Porque isso agora Yoongi? Essa decisão sem comunicar ninguém?

 

-Moonbim essa era a minha única chance. Taehyung é forte ele é considerado um líder honroso por cuida dos ômegas... Ele cuidará do meu irmão- digo sincero.

 

-O conselho não irá aceitar- ele toca minhas mãos. -Por favor, Yoongi desista dessa ideia.

 

Desistir?

 

-Será melhor pra todos! Case-se com Taehyung e deixe Hoseok livre- ele diz me olhando nos olhos...

 

Seria uma boa ideia desistir dessa ideia?

 

Hoseok ficaria bem assim? Eu ficaria bem assim? O clã ficaria bem?

 

Acho que sim... Todos ficariam bem dessa forma...

 

Um enjoo violento me fez virar para o lado e vomitar o chão de madeira... Namjoon não ia gosta disso...

 

-Yoongi!- Hoseok de alguma forma me apoiava, eu não tinha percebido ele voltar.

 

Quando aquela ânsia passou eu me apoiei no maior... Me sinto fraco e desorientado. Mas porquê isso está acontecendo? E logo agora?

 

-Você não está bem! Vamos cancelar essa reunião! O que faz aqui Moonbim? Não mandei esperar lá dentro?

 

-Desculpe sr. Hoseok eu queria saber como Yoongi estava- ele disse.

 

-E pelo que ver meu jovem nada bem não?- ouço a voz de Jinhee.

 

Sinto sua mão em meu ombro e outra ânsia toma conta de mim... Realmente... Namjoon não vai querer sair daquela sala agora...

 

Ela se afasta e Hoseok continuava a me apoiar... Quando tudo passar, percebo que Moonbim já não está mais ali...

 

-Vou levar você para o quarto! Você não está bem Yoongi- Hoseok fala aflito.

 

-Não! Precisamos decidir tudo hoje! Já estou melhor!- minto.

 

Nada seria atrasado por minha causa! Queria resolver tudo o mais rápido possível e da um jeito de esconder Hoseok... Mesmo que ele fosse casar...

 

-Nada disso! Você não está bem! Podemos decidir isso depois!- ele diz preocupado.

 

-Hoseok...

 

-Yoongi...

 

-Ok chega crianças!- Jinhee falou chamando a nossa atenção. Seu olhar era sério em minha direção, o que me causou um arrepio. -Yoongi- outro arrepio. -Desde quando está passando mal?

 

-Começou na reunião- Hoseok fala por mim.

 

-E antes não sentia nada?- perguntou.

 

"Além dessa dor em peito?"- penso triste, mas não posso manter essa linha de pensamentos, não agora.

 

-Não. Eu estava bem até a reunião- respondo sincero...

 

Ela era quase como Hoseok, se eu mentisse ela saberia... Kyo também é assim... Acho que todos anciões são assim... Mas Jinhee ainda podia prever o futuro...

 

O clã Kim é uma droga!

 

Primeiro Namjoon, depois a Jinhee e... Deuses! Taehyung! Tinha Taehyung também...

 

Porque os deuses deram um poder desse a alguém tão sem juízo e lerdo como Kim Taehyung?!

 

Ainda não sei se eu rio ou choro com essa novidade...

 

Ela se aproxima chamando minha atenção, suas mãos quentes tocam as minhas geladas...

 

-Calma filhote... Tudo isso vai passar- ela diz seriamente. Tudo volta a girar mesmo eu estando sentado. -Só respire.

 

-Par... Pare...- digo ofegante... Minha respiração trava... Tudo girar com mais intensidade...

 

O que é isso? Porque meu corpo está reagindo assim?

 

Sinto as mãos de Hoseok me afastarem das de Jinhee...

 

-Calma Yoongi!- ele diz aflito. -Respire devagar- ele diz o mais calmo que pode.

 

Meu irmão segura meu rosto e o ergue levemente fazendo-me encara-lo... Um lampejo prata passa por seus olhos... Suas mãos antes meio frias se tornam quentes... E isso me acalma um pouco...

 

-Isso mesmo... Respire devagar... "Bem devagar"- ele quase sussurra...

 

Com custo faço o que ele manda... O mundo se estabilizou ao meu redor, o que agradeço, pois já estava enjoado novamente.

 

-Yoongi!- puta merda! É melhor ela parar de me chamar pelo nome, esse arrepios não são bons. -A decisão do casamento foi sua- ela pergunta seriamente.

 

-Sim... Mas espere como...

 

-Deu pra ouvir os gritos revoltosos do quarto- ela riu sem humor. -A ideia foi só sua... Sem influência de ninguém?

 

-Sim! Eu decidir tudo hoje de manhã- falo estranhando sua pergunta.

 

-Fiquem aqui, já volto!- ela sai em direção à sala de reuniões...

 

O silêncio que se formou entre mim e Hoseok foi estranho...

 

-Também senti um arrepio quando ela chama seu nome?

 

-Sim...

 

-Ela da medo às vezes...

 

-Todos dão- digo e ele concorda.

 

Logo caímos na risada...

 

Os anciões vivem mais de 200 anos... Para eles somos filhotes que acabaram de nascer... E por vezes nos tratam assim... Quando nossos nomes são chamados por eles é tão estranho, pois ele nunca nos chamam assim...

 

Essa beta tem muitos segredos e mistérios e aposto que o cabeça de fósforo não sabe nem um terço deles... Ainda mais sendo lerdo do jeito que é.

 

-Esta melhor?- ele pergunta assim que cessamos as risadas...

 

-Estou sim!- eu realmente me sentia melhor...

 

-Yoongi por que...

 

-Pronto! Yoongi se tiver melhor a reunião vai começar novamente- Jinhee aparece interrompendo meu irmão.

 

-Tudo bem estamos indo- falo e me levanto... Sinto um pouco de tontura mais logo passou.

 

-Yoongi... Tem certeza?- ele pergunta preocupado.

 

-Tenho sim! Vamos!- seguro sua mão e o puxo para a sala, Jinhee não veio com a gente.

 

Quando entramos percebo que algumas pessoas mudaram de lugar... Estranhei isso, mas não falei nada... Moonbim estava entre Taehyung e Mark, Jimin agora estava do meu lado...

 

-Yoongi está melhor?- Namjoon pergunta. Sinto sua preocupação em sua voz...

 

-Estou sim! Podemos continuar- digo.

 

-Como comentado na outra reunião... A o prenúncio de guerra!- Namjoon começou.

 

-Já disse que não acredito nisso- Yoon disse.

 

-Acho melhor acreditar- SanHa se pronunciou. Ele era um bom alfa e amava muito seu ômega. -Eu acredito em você Kim... Ainda mais depois do que aconteceu com Hoseok e Taehyung. Qualquer coisa pode contar comigo.

 

-Obrigado SanHa- Namjoon agradeceu pelo apoio.

 

-Ainda acho que esses ômegas- Kai ditou. -Porque começariam uma guerra agora?

 

-Não sabemos Kai! Mas precisamos ficar em alerta!- o loiro fala... Ele não gosta de Kai assim como eu.

 

-E se isso não passar de uma mentira- Yoon falou. -E se alertamos a todos e nada acontecer?

 

-A essa hipótese querida!- Mark se pronunciou. -Mas acho melhor todos levarem essa hipótese em consideração.

 

-O que peço é que retornem aos seus clãs e fiquem alertas! Reforcem a segurança e qualquer coisa estranha avisem aos outros clãs imediatamente- Namjoon falou.

 

O silêncio dominou a sala... O peso de uma guerra destrói muita coisa... Até a paz de uma pessoa imagine uma vila...

 

-Faremos isso Kim- SanHa falou. -Qualquer coisa avisaremos.

 

-Por minha parte também priminho!- Taehyung disse... Mas sua voz saiu meio nervosa...

 

Nesse momento um estralo veio a minha mente... Ele teve uma visão com seu clã... Ele se machucou porque foi atrás deles... Mas o que ele tinha visto que o deixa tão nervoso?

 

-Da nossa parte também- Hoseok disse. Só concordei.

 

-Informaremos qualquer coisa Namjoon-Jungkook falou com um sorriso neutro. Ele estava nervoso.

 

-Também!- a voz de Jimin falou ao meu lado.

 

-Qualquer coisa eu te protejo delicia- Mark soltou fazendo o castanho rosnar em sua direção. -Calma! Calma é brincadeira!

 

Todos suspiraram...

 

Encaramos Kai e Yoon só faltavam eles dois...

 

-Tudo bem! Mas se nada acontecer Kim não vou lhe perdoar por nos por nesse estado de tensão- Kai disse.

 

-Por mim tudo bem. Mas acho isso ridículo- Yoon falou...

 

-Obrigado pela colaboração de todos! Reunião encerrada!- Namjoon falou por fim.

 

-Sr. Yoongi todos saberão da sua decisão absurda- o representante do clã Kyuwn disse antes de sair.

 

Só dei de ombros pra isso e seguir para o quarto.

 

-Yoongi!- Moonbim me parou antes que eu saísse. -Tem certeza dessa decisão?

 

-Sim! Você pode informar a todos!

 

-Eles não vão aceitar!

 

-Foda-se!- ok! Estou andando muito com esse ruivo desbocado. -Hoseok ainda é o líder de vocês... E sou eu que assumirei então é melhor eles obedecerem!- digo seriamente.

 

-Tudo bem! Irei comunicar sua decisão!- ele diz. Sinto que fui muito duro com ele.

 

-Moonbim desculpe! Mas essa é a única solução e já foi tomada!

 

-Eu entendo Yoongi- ele disse, mas sinto que suas palavras não são sinceras. -Estou voltando para o clã. E irei comunicar tudo que houve hoje.

 

-Tudo bem! Voltaremos amanhã pela tarde!

 

-Sim! Cuide-se!

 

-Você também!

 

E mais uma vez sinto meu peito apertar ao vê-lo se afasta... Aconteceria algo com ele?

 

Não!

 

Moonbim é mais forte do que parece!

 

Suspiro e vou para o meu quarto... Antes que o cabeça de fósforo venha me encher de perguntas!

 

(...)

 

O jantar foi um pouco silencioso.

 

Na casa só tinha ficado eu, Hoseok, Taehyung, Mark, Jungkook, Jimin, Jinhee, Namjoon e Jin.

 

Quando eu desci por incrível que pareça Taehyung não me perguntou nada, e essa atitude era bem estranha vindo dele.

 

Comemos eu um quase silêncio... O peso da guerra não tinha sido tão enorme quando agora...

 

Depois que comemos Jinhee chamou todos na sala pra contar histórias... Mesmo estando cansado eu fui, não a como discutir com ela, ainda mais com um Taehyung gritando eufórico.

 

Alguns se acomodaram no sofá... E outra no chão mesmo...

 

Namjoon puxou Jin para mais perto de si quando Mark fez menção de se sentar com ele no sofá, mas o loiro desistiu e sentou-se ao lado de Jimin... Que tinha um Kim Taehyung bem folgado em seu colo...

 

O que deu nesse menino?

 

Hoseok ao meu lado se remexeu desconfortável... Assim como Jungkook...

 

A mais velha começou a contar lendas antigas, mas eu não prestei atenção... Meu olhar era de Taehyung para Jimin...

 

Os dois ômegas prestavam atenção na história...

 

Jimin estava rodeando a cintura do ruivo com carinho e tinha apoiado o queixo em seu ombro enquanto o mesmo estava relaxando contra si...

 

Algo naquela cena me incomodou...

 

Mas eu não devo sentir isso... Ele se casaria com Hoseok... Os dois seriam felizes... A união do clã seria perfeita.

 

Todos amam Hoseok e no clã do Kim todos o amam... Todos seriam felizes!

 

-...Teve uma vez que os dois estavam no rio- a voz de Jinhee chamou minha atenção...

 

-Vó!- Namjoon e Taehyung exclamaram ao mesmo tempo.

 

-Eles gostavam de nada pelados... Era tão bonitinhos!

 

-Vó por favor!- o ruivo falou em desespero...

 

-Bom...- ela continuou ignorando a cara dele. -Nesse dia ele nadaram para uma parte diferente do rio... E quando olhei vejo os dois voltaram correndo e agarraram minha saia- ela riu. -Demorei para acalma-los, mas quando conseguir perguntei o que aconteceu...

 

-Vovó isso é passado- o loiro tentou para-la.

 

-Eles disseram que tinha uma cobra no rio e que estava atrás deles, eu fiquei preocupa e fui ver... Mas na realidade era uma galho de árvore submerso...

 

E todos riram... Tentei me conter mais foi muito engraçado...

 

-Ah! Teve uma vez também que o V tomou muito café e não conseguimos para-lo... Ele saiu pelado pela rua do clã cantando uma música infantil... Todos na vila lembram disso....

 

Mais risadas explodiram... O rosto de Taehyung já estavam da cor de seus cabelos...

 

-Namjoon até um pouco antes de assumir a liderança dormia com um ursinho e chupava dedo- ela falou...

 

-Ele ainda dormi com aquele urso Jinhee- Jin falou e ninguém aguentou...

 

Todos já choravam de ri...

 

-Num aniversário de Taehyung... Ele fez um escândalo achando que Namjoon comeu o bolo dele, sendo que o mesmo estava no prato ao seu lado... Quando ele percebeu... Ele tacou o prato em Namjoon foi uma briga para separa-los depois...

 

-Vó por favor!- o ruivo disse corado...

 

Tão lindo!

 

-Teve uma vez...- a voz de Hoseok chamou a atenção de todos. Não! Ele não faria isso! -Que eu disse ao Yoongi para não comer nada em cima da cama, pois juntava formiga...

 

-Hoseok! Não faça isso!- falo desesperado...

 

-Cala a boca doce de jiló... Você riu de mim... Agora eu quero ri de você- o ruivo resmungou causando risos...

 

-Mas ele não me ouviu- meu irmão continuou. -Quando foi no meio da noite ele me acorda chorando... Seu corpo estava todo vermelho de mordidas das formigas que dominam sua cama por dois dias... Ele teve que dormi comigo esse tempo... Nossos pais acharam que ele era muito doce... Por isso as formigas o morderam...

 

Todos riram...

 

Fazia tanto tempo que eu não ouvia a risada espontânea do meu irmão que agora... A escutando depois de anos... Eu também ri... Rir porque esse era um momento feliz...

 

E quando eu percebi só tinha eu e Hoseok rindo feito dois palhaços... Os outros só nos observavam...

 

O olhar fixo de Taehyung em nós me fez corar... Assim como Hoseok também... Com isso paramos de rir... Aquele olhar firme me causou um reboliço no estômago... E juro que vi seu olhar lampejar em vermelho mais uma vez...

 

Minha cabeça doeu...

 

-Bom crianças é melhor irmos dormi- Jinhee fala...

 

Aí... Minha cabeça parece que vai explodir...

 

-Yoongi tudo bem?- Hoseok pergunta...

 

Ele tinha percebido também?

 

-Sim. Eu vou me deitar!- falo e levando rapidamente.

 

Minha cabeça agora dava pontadas e eu tive que conter o gemido de dor com aquilo...

 

-Boa noite a todos!- falo apressadamente e saiu.

 

Entro no meu quarto e me jogo na cama... Minha cabeça lateja... Fecho os olhos e tento dormir...

 

A dor aumentar me fazendo gemer incomodado... Nossa! Que dor!

 

Tento respirar mais não dá... Dói...

 

Dói...

 

Dói muito...

 

Muito...

 

E todo se apagou!

 

 

Sonho/Pesadelo

 

Tudo estava escuro... Muito escuro... Sentia o corpo pesado... A cabeça doía levemente...

 

Onde estava?

 

De repente todo clareou e viu uma mulher loira conversando com um homem de cabelos cinza... Era tudo embaçado, mas conseguia distinguir as sinuetas...

 

Não entendia o que eles falavam... Era como se fosse uma tv muda... Tudo era tão estranho... Eles estavam em uma floresta!

 

Não estava mais na casa de Namjoon?

 

-Não vou fazer isso! Ele não gosta de mim!- a voz doce da mulher preencheu seus ouvidos... Seu corpo se arrepiou com isso...

 

-Ele gosta sim Mirín... Ver como ele te olha!- o homem falou...

 

-Não! Ele já o tem! Porque ia me querer?- ela estava desesperada...

 

Podia sentir várias coisas vindo dela... Irritação... Medo... Raiva... Desejo... Desconfiança...

 

Todo misturado e confuso...

 

-Você é muito melhor que ele...- tocou as mãos da loira em carinho. -Converse com ele!

 

-Tudo bem... Mas só porque eu quero tirar isso a limpo- se soltou e saiu... Perdendo o sorriso maligno que o homem deu...

 

Tudo se apagou de novo!

 

Quando tudo clareou...

 

Viu a mesma mulher só que agora ela conversava com um homem moreno... Ela chorava quando ele se foi...

 

Sua cabeça doeu...

 

Ele já tinha visto aquilo antes...

 

Tudo mais uma vez se apagou...

 

Seu corpo doía... Assim como sua cabeça... Porque estava vendo isso? O que na realidade era isso? O que estava acontecendo?

 

Quando tudo clareou... Teve que piscar... Via tudo embaçado...

 

Via uma cachoeira... Estava chovendo... Sentia as gotas tocarem sua pele... Sentiu lágrimas escorrem de seus olhos...

 

Piscou confuso e olhou pra baixo...

 

E se arrependeu...

 

Em seus braços via a sinueta de um homem, mas reconheceu os cabelos rosas... E olhos prateados...

 

O primeiro ômega... Sabia que era ele pelos cabelos, pois não via seu rosto direito.

 

Piscou com atenção... O ômega está sangrando...

 

Sangue saia de sua boca ao falar... Mas ele não ouvia... Sangue e mais sangue estava por seu corpo esbelto e moreno...

 

E isso lhe assustou... O ômega estava morrendo!

 

-Me perdoe!- sua boca se abriu e sua voz saiu... Mas não era sua voz... Era a voz doce da mulher loira... -Eu não tive culpa!

 

-Mirín... Você sabe a verdade... A culpa é sua...- a voz doce do ômega falou pausadamente. -Mas a culpa é... Minha também... Eu que não... Percebi...

 

-Não fale! Você vai ficar bem!- disse desesperado (a).

 

-Você não tem... Esse poder... Não mais...- ele sorriu. -Fuja! Ele logo estará aqui! E sua... Raiva... Cairá sobre... A terra... E sobre... Vocês... Queria ter... Tempo para... Impedi-lo!

 

-Eu...- mais lágrimas caiam de seus olhos...

 

-Vá! Agora!

 

E seu corpo se moveu... Correndo para longe do ômega ferido...

 

E tudo ficou escuro...

 

Sentia-se preso naquela escuridão... Sua cabeça latejava de dor... O que tinha sido aquilo? Aquelas imagens era verdadeiras?

 

"Sim! É tudo verdade"- uma voz ecoou na escuridão...

 

-Quem é?- sua voz saiu baixa demais a seus ouvidos...

 

"Só temos essa chance Yoongi! Se não consertamos tudo agora, será o fim!"

 

-Quem é?- repetiu desesperado.

 

"Você sabe quem sou... Não preciso lhe dizer..."

 

Seu corpo tremeu... Ele sabia quem era?

 

"Só temos essa chance... Não cometa o mesmo erro... Desça vez farei o certo! E ninguém irá me impedir! Nem você Yoongi"

 

Sua respiração falhou com isso.

 

"Se você escolher o caminho errado... Eu assumirei tudo"

 

-Como assim?

 

"Se você escolher o caminho é isso que acontece!"

 

Tudo clareou!

 

Suas pernas vacilaram o levando ao chão ao ver a cena a sua frente...

 

Ele se via... Segurando Hoseok... Tão ensaguentado quando o primeiro ômega... Tinha sangue em si também... Tudo tremia ao redor... Sentia a raiva e a força de um alfa... Ele estava com raiva... Ele ia destruir tudo...

 

Só sentia... Não via o alfa só sentia...

 

Mas seus olhos não desgrudavam de si e de Hoseok... Morto!

 

Hoseok estava morto!

 

-Não... Não! NAO!

 

Sonho/Pesadelo off

 

Acordou ofegante!

 

Seu coração batia acelerado, um suor frio cobria o seu corpo...

 

"Que tipo de sonho foi esse?"- pensou assustado.

 

Passou as mãos pelo rosto e percebeu que elas tremiam...

 

"Merda! O que foi isso?"

 

Levantou-se e decidiu beber água. As imagens passavam por sua mente mais não conseguia junta-las corretamente.

 

A casa de Namjoon estava silenciosa. Isso porque a maioria dos líderes tinha ido embora.

 

Entrou na cozinha e encheu o copo de água e bebeu rapidamente. Seu coração ainda batia acelerado...

 

"Calma! Foi só um sonho!"- pensava.

 

Abriu a geladeira e encontrou um pote de sorvete... Não gostava mais sentia vontade de comer...

 

Sentou-se na mesa e começou a comer... Até ouvir passos...

 

Namjoon...

 

-Yoongi porque está acord...- o loiro se interrompeu ao ser encarado por um par de olhos azuis.

 

-Namjoon o que foi?- o moreno perguntou.

 

Ele tinha parado de falar e agora lhe encarava de um jeito estranho.

 

-Desculpe... Eu... Eu posso me sentar?- perguntou aflito.

 

Yoongi não tinha percebido...

 

-Claro!

 

O loiro sentou-se de frente ao alfa... Os olhos azuis do outro não desgrudavam de seus movimentos.

 

Aquele olhar tão firme lhe causava arrepios, era como se outra pessoa lhe encarasse através daqueles olhos... E o moreno não percebia isso...

 

"O clã Min não foi dizimado atoa!"- chegou à conclusão.

 

Hoseok e Yoongi eram a chave de tudo.

 

Tinha que protege-los.

 

-"Sim!"

 

Uma voz ecoou na cabeça do loiro ao concluir seus pensamentos.

 

Um arrepio desceu por seu corpo ao perceber que era encarado e analisado por aquele par de olhos que pareciam brilhar.

 

-Tudo bem Namjoon? Você tá pálido!- perguntou preocupado.

 

-Estou sim! Deve ser impressão sua- respondeu.

 

Deuses!

 

Era a postura de Yoongi! Era a sua voz! Era seus cabelos e sorriso simples! Era sua face seria, mas aqueles olhos... Aqueles olhos não pertenciam ao Min.

 

Aqueles olhos azuis não eram de Min Yoongi!

 

-"Não irá contar a ninguém que me viu acordado não é"- perguntou.

 

A voz de Yoongi saiu numa mistura que arrepiou todos os fios de cabelos do Kim.

 

Foi à voz do moreno, mas no fundo tinha uma voz doce e firme falando também.

 

-Não! Será segredo! Eu prometo!- falou o mais sincero que pode.

 

-"Que bom!"- respondeu sorrindo.

 

E quando o moreno piscou novamente seus olhos já eram castanhos de novo.

 

Namjoon soltou um suspiro de alívio. Era o alfa novamente.

 

-Tem certeza que está bem?- perguntou preocupado.

 

Namjoon estava agindo estranho desde que chegou a cozinha. Será que ele tinha previsto algo?

 

-Tenho sim. O que faz aqui a essa hora?- perguntou relaxando o corpo.

 

-Não consegui dormi- mentiu. Não queria envolve ninguém em seus assuntos.

 

Ainda mais quando não tinha certeza do que viu nos sonhos.

 

-Por isso tá tomando sorvete?- perguntou risonho.

 

Agora que Yoongi tinha percebido que estava realmente tomando sorvete. Largou a colher enjoado.

 

-Pensei que ajudaria- falou só pra disfarçar.

 

"Não era ele que queria!"- pensou.

 

Era muita informação até para si. Primeiro Hoseok sendo o primeiro ômega, depois o caminho de Taehyung que estava mais embaralhado do que tudo e agora Yoongi.

 

Havia tantas lendas envolvendo o lobo branco. Não sabia qual ele seguia para manter a realidade, mas uma hora irá descobrir.

 

-Acho que vou me deitar. Amanhã vamos embora Namjoon.

 

-Eu sei. Tente dormi Yoongi- falou calmo.

 

O moreno levantou-se e começou a sair mais na porta se deteve...

 

O olhar azulado e firme em sua direção o paralisou totalmente.

 

-"É melhor manter sua promessa Kim Namjoon"- disse suavemente.

 

-Eu manterei- respondeu.

 

O moreno sorriu e saiu da cozinha, fazendo o loiro solta o ar que tinha prendido.

 

-Tenho que conversar com Jungkook- sussurrou levantando.

 

Os problemas só estavam começando.

 

(...)

 

Acordei com dor de cabeça.

 

Meu corpo dói... Assim como minha cabeça...

 

Tento evitar as imagens daquele sonho estanho, mas elas vem... Mais são tão embaçadas que não sei o que estou vendo...

 

Tomo um banho e desço para a cozinha onde encontro Jin comendo...

 

-Bom dia!- falo por educação.

 

Tenho um péssimo humor de manhã.

 

-Bom dia!- ele respondeu.

 

-Onde estão os...

 

Passos apressados me interrompem.

 

Hoseok!

 

Meu coração dispara ao lembrar-se do meu irmão coberto de sangue...

 

-YOONGI! Temos que sair daqui! Agora!- ele fala desesperado.

 

-Ei! O que foi?- me aproximo e seguro suas mãos que tremiam...

 

-Yoongi...

 

Gritos começam a ecoa pela vila... Gritos de mulheres e crianças... Ouço rosnados e o cheiro de alfas me invadi...

 

Namjoon aparece aflito...

 

-Saiam daqui! O clã está sendo atacado!

 

Me desesperei ao ouvir aquilo, puxei o braço de Hoseok o trazendo pra mais perto de mim, eu precisava defende-lo, vi Namjoon correr pra perto de Jin e me lembrei do ruivo.

 

-Hoseok, cadê o Tae? - meu coração estava acelerando, eu precisava proteger meu irmão, mas não conseguiria largar o ruivo ali.

 

-Eu não sei, ele não estava no quarto quando acordei, fui atrás dele e senti a presença de alfas e ouvi o clã ser atacado- minha cabeça girou algo gritava pra mim que eu precisava tirar Hoseok dali, mas eu não podia deixar Taehyung para trás.

 

-Yoongi, tire seu irmão daqui! - Namjoon falou autoritário, Jin estava abraçado a ele. -Você precisa proteger Hoseok, vai agora! - ele quase gritou e eu peguei o braço do meu irmão tentando correr dali.

 

-Hoseok... - eu parei com o coração acelerado, atrás de mim vinha Taehyung, acompanhado de Jinhee e Mark. -Você está bem? Está machucado? - ele correu e abraçou meu irmão, depois colocou as duas mãos em seu rosto o analisando com preocupação, meu coração se apertou com a cena mais eu não tinha tempo pra isso.

 

-Chegou a hora, precisamos nos esconder- Jinhee disse nos encarando séria, meu corpo se arrepiou com a forma que ela nos olhou.

 

-Nam, meu irmão... - Jin perguntou aflito, ele tinha as mãos em volta dos ombros do alfa, enquanto o mesmo pousava uma mão na barriga do ômega e a outra nas costas.

 

-Eu não sei dele Jin, mas não se preocupe, Jungkook sabe se defender e provavelmente ele saiu daqui com Jimin antes do ataque, agora o importante é proteger você e nosso filhote- ele puxou o ômega, mas Jinhee parou em sua frente.

 

-Não meu neto, você precisa exercer seu papel como líder, vá defender seu clã- o loiro a olhou desesperado.

 

-Vó... - ele segurava Jin como se o ômega fosse de vidro, meu coração doeu com aquilo, eu precisava proteger meu irmão, mas não podia abandonar meus amigos, então vi Jinhee olhar para Mark.

 

-Chegou sua hora filhote, não nos decepcione... - Namjoon o olhou apavorado e abraçou seu ômega de forma possessiva.

 

-Não... - ele segurava Jin como se fosse protege-lo do mundo e Jinhee o tocou, o loiro soltou algumas lágrimas e olhou pra Mark. -Eu vou confiar em você, por favor, não me faça arrepender disso-  ele beijou Jin como se fosse a última vez. -Fique bem amor, eu vou encontrar você e nosso filhote depois, mas me prometa que vai ficar bem- Jin também chorou e abraçou o alfa mais uma vez e Mark o puxou para correr dali, mas Namjoon segurou o alfa antes que eles saíssem. -Eu estou confiando a minha vida a você...

 

-Você sempre soube que eu morreria pelo Jin- Mark o olhou sério. -Te prometo que vou protege-los com a minha vida, você  tem minha palavra- ele puxou Jin e os dois correram para fora da casa.

 

-Agora você Yoongi - a voz de Taehyung me chamou atenção. -Tire Hoseok e minha avó daqui, proteja os dois... - eu senti uma pontada na cabeça, algo gritava dentro de mim pra proteger Hoseok, mas eu não conseguia deixar Taehyung para trás.

 

-Não V, você vai conosco- Jinhee disse firme, sua voz estava um pouco diferente e fazia minha cabeça doer mais.

 

-Não, mas é claro que não, o clã está sendo atacado, essas pessoas precisam de ajuda, não vou me esconder enquanto crianças estão morrendo-  ele disse autoritário e se virou para o alfa. -Venha logo Namjoon, seu clã precisa da nossa ajuda, não podemos continuar perdendo tempo...

 

-Taehyung! - a voz de Jinhee me arrepiou e ao olhar pro ruivo vi que ele prendeu a respiração, era a primeira vez que eu ouvia sua avó o chamar pelo nome. -Você não pode ficar aqui, precisa se proteger junto de Hoseok e Yoongi- a cada palavra um novo arrepio tomava conta do meu corpo, senti Hoseok incomodado do meu lado. -Namjoon, chegou a hora meu filho, seja forte, porque apenas começou, vá logo... - ele enxugou as últimas lágrimas e correu para fora da cozinha, mas a voz do ruivo o parou.

 

-Eu vou com você, não vou deixar que matem pessoas inocentes enquanto eu me escondo- Taehyung tentou correr, mas Namjoon o empurrou em nossa direção.

 

-Você não vai! - ele gritou usando sua voz de alfa, Jinhee se encolheu atrás de mim, mas Taehyung continuou firme o encarando. -Yoongi, tire Taehyung e Hoseok daqui agora! Você precisa proteger os dois- um estrondo ecoou pela casa eles já estavam aqui dentro.

 

-Não! Eu não vou fugir... - o ruivo não pareceu se abalar com a ordem do alfa e correu em direção ao barulho, mas eu fui atrás dele.

 

-Vem logo cabeça de fósforo, a gente precisa sair daqui- eu o puxei pela cintura e nós vimos Namjoon se transformar e correr em direção aos barulhos que já ecoavam pela casa.

 

-Me solta Suga, eu preciso ajudar- ele se debatia contra meus braços e era forte, se eu não colocasse toda minha força não conseguiria segura-lo. -Que porra Yoongi me larga, tira Hoseok e minha avó daqui caralho, eu preciso ajudar o Namjoon... - ele me acertou algumas vezes e eu quase o soltei, estava praticamente impossível segura-lo, nunca vi um ômega tão forte.

 

-Por favor Tae, vem logo... - Hoseok pediu com uma voz aflita e o ruivo pareceu se abalar com aquilo, pois parou de se debater contra meus braços.

 

-Yoongi! - Jinhee me tocou e eu estremeci. -Você sabe por que precisamos proteger Hoseok, mas é muito importante proteger você e Taehyung também, venha logo... - senti outra pontada na cabeça, então Hoseok me tocou e um brilho prateado passou por seus olhos, e eu senti minhas forças voltarem, foi como se viesse em dobro.

 

Puxei Taehyung com força e o joguei sobre meu ombro, se ele não viesse por bem, viria por mal, mas eu tinha que tira-los dali.

 

Jinhee pegou na mão de Hoseok e o guiou por dentro da casa, eu os seguia com um ruivo doido se debatendo em meus ombros gritando palavrão, com certeza aqueles socos ficaram roxos depois, mas eu não ia solta-lo, meu coração gritava que Taehyung também precisava ser protegido e eu não o deixaria pra trás, mesmo ele sendo maior do que eu dificultando bastante as coisas pra eu continuar correndo.

 

-YOONGI! -o grito do ruivo foi mais forte e ele se jogou do meu ombro me derrubando, foi muito rápido, quando me virei Taehyung estava em sua forma lupina e pulava no pescoço de um lobo cinza que tentou me atacar pelas costas.

 

Levantei-me as pressas procurando com os olhos por Hoseok e Jinhee que tinham continuado a correr pela casa, e os vi parados próximo à porta dos fundos nos esperando, Hoseok parecia aflito, mas algo estranho me fez reparar em seu rosto, um brilho incomum nos olhos castanhos, ele encarava algo atrás de mim como se pudesse ver outra vez e quando me virei, o lobo vermelho vinha em nossa direção com a boca ensanguentada, deixando o corpo do alfa já sem vida no chão.

 

Taehyung saiu da sua forma lupina e me encarou, o brilho vermelho em seus olhos foi mais forte dessa vez e uma pontada na cabeça me desequilibrou, mas antes que meu corpo tocasse o chão, as mãos do ruivo me ampararam.

 

-Você está bem doce de jiló? - ele parecia preocupado, mas era eu que deveria fazer aquela pergunta.

 

-Venham logo crianças, as coisas aqui só vão piorar- Jinhee nos chamou. -Eu preciso esconder vocês três e não é fácil chegar lá, vocês precisam ser rápidos... - aquilo parecia muito estranho, era como se Jinhee já estivesse planejado nos tirar dali.

 

-Pra onde você vai nos levar vó? - Taehyung pareceu ler meus pensamentos com aquela pergunta, mas o mais importante foi perceber que ele finalmente aceitou sair dali.

 

-É um lugar seguro, mas eu preciso que você preste muita atenção ao que eu digo e seja rápido- Taehyung concordou com a cabeça e se transformou novamente em um lobo vermelho. –Você consegue nos acompanhar Hoseok? - ele confirmou com a cabeça e ela subiu nas costas do lobo vermelho. -Fiquem junto de nós... - foi só o que ela disse antes que o lobo vermelho corresse porta a fora.

 

Hoseok e eu corríamos lado a lado por aquela floresta, mesmo estando com Jinhee nas costas, Taehyung era muito rápido, ela parecia conversar com ele por pensamentos o guiando por entre as árvores, eu estava preocupado, Hoseok era rápido, mas mesmo em sua forma lupina era cego, as árvores acabavam sendo obstáculos para o lobo preto ao meu lado, foi quando um cheiro forte de alfa nos atingiu, Hoseok sentiu primeiro, e tentou avisar.

 

-Alfas... - sua voz soou dentro da minha cabeça. -E são quatro...

 

-Devem ter nos visto fugir e nos seguiram, precisamos despista-los- eu encarei meu irmão ao meu lado, Taehyung estava um pouco distante, mas eu precisava avisa-lo. - TAEHYUNG! ALFAS! - eu tentei gritar em sua mente e o vi parar, Hoseok correu em direção a ele, era como se o visse perfeitamente no meio daquele mato.

 

-Protejam o Hoseok! - Jinhee disse como se tivesse ouvido nossa conversa. -Agora! - e em um piscar de olhos um lobo marrom pulou por cima de nós derrubando Hoseok.

 

Eu pulei em cima daquele lobo, que tentava matar meu irmão e o joguei longe, mas quando me levantei já tinha outros três nos cercando.

 

Jinhee desceu de cima do lobo vermelho e se colocou atrás de nós, eram quatro lobos grande a nossa frente, todos alfas e eu tinha dois ômegas e uma beta anciã para defender, Taehyung deu um passo  se colocando a frente de Hoseok, era evidente que o ruivo tentava proteger meu irmão, mas eu não deixaria que ninguém tocasse em nenhum dos dois.

 

Um dos alfas começou a andar devagar cercando ainda mais Taehyung, enquanto o outro vinha sorrateiro para meu lado, os outros dois permaneciam parados a nossa frente, era evidente que queriam nos separar, Taehyung podia ser forte, mas não tinha chance defendendo sua avó e Hoseok contra três alfas, então o que estava ao lado do ruivo atacou, e eu não sei o que aconteceu comigo, só sei que voei por cima do ômega e o joguei no chão, ele tentava me morder me dando patadas e contorcendo o corpo, então eu fui mais rápido e mordi seu pescoço, mas não foi o suficiente, ele me empurrou e quando eu caí, vi os outros três indo pra cima de Taehyung e Hoseok, pulei na frente deles, e senti uma mordida forte na minha barriga.

 

Eu soltei um uivo alto e vi o vulto de um lobo preto ao meu lado, Hoseok atacou o lobo que me mordeu e o afastou, mas em seguida o mesmo acertou meu irmão o jogando no chão, a imagem de Hoseok morto em meus braços me atingiu com força, a sensação de estar dentro daquele pesadelo veio com força e um ódio tomou conta de mim, ninguém machucaria meu irmão, eu não ia deixar, foi como se uma chama acendesse dentro de mim e se alastrasse por minhas veias incendiando meu corpo com labaredas de fogo, eu pulei no pescoço do lobo que acertou meu irmão e cravei os dentes até sentir minha boca se fechar e o som de seu pescoço se quebrando, depois voltei meu olhar furioso para o outro lado atrás de Hoseok e pulei sobre ele, mordi sua barriga o jogando no chão, e afundei os dentes naquela ferida, o seu uivo saiu como um urro de dor quando arranquei suas entranhas com os dentes, me virei furioso para os outros dois, eles cercavam Taehyung e Jinhee, o ruivo estava perdido sem saber pra onde ia, parecia irritado, mas não atacava por que não queria largar sua avó sozinha, eu caminhei devagar em direção a eles e vi os alfas recuarem me encarando, os dois foram caminhando para atrás da beta como se avisassem que qualquer movimento a atacariam, Taehyung rosnou para eles, os dois cercavam a anciã a separando de nós, eu senti uma leve fraqueza nas pernas, mas me recompus rapidamente, então o inesperado, o lobo atrás de Jinhee pulou sobre Taehyung, enquanto o outro aproveitou meu susto e foi pra cima de Hoseok, eu me senti perdido por um momento, sem saber qual dos dois ajudar, mas meu coração gritou mais alto e eu corri para meu irmão deixando o lobo vermelho se virar sozinho.

 

Pulei por cima daquele lobo e o joguei com força contra uma árvore, ele uivou de dor, mas não tive tempo de parar para olha-lo, na minha frente o outro alfa já tinha imobilizado Taehyung, ele segurava o rosto do ômega com uma pata e o corpo com outra e estava prestes a atacar para mata-lo quando eu pulei sobre ele, senti seu corpo rolar e parei na frente de Taehyung o defendendo, então senti minhas pernas fraquejar de novo.

 

-Desista Min - a voz de um dos lobos ecoou na minha cabeça, os dois pararam de frente pra nós nos cercando. -Você não vai dar conta de nós dois, já está machucado- nessa hora eu gelei, não tinha percebido que estava machucado, olhei pro lado e vi meu pelo branco coberto de sangue.

 

- Taehyung! - eu chamei o ruivo que parou ao meu lado me encarando preocupado com aqueles enormes olhos amarelos. -Tire Hoseok e Jinhee daqui agora, e não pare, nem volte independente do que ouvir, vai logo...

 

- Pra que dificultar as coisas Min? Se entregue logo, aí a gente promete te matar rápido- aquela voz não me era estranha, mas eu não conseguia lembrar onde tinha ouvido. -Não se preocupe, vamos cuidar bem dos seus ômegas, seu irmãozinho já tem dono, mas a gente faz questão de tratar muito bem o seu namoradinho, já tá mais do que na hora de acabar com essa praga de videntes e só falta esses dois aí pra matar- ele apontou com a cabeça pra Taehyung e Jinhee e meu coração se apertou, será que Namjoon? Não, ele deve estar blefando.

 

- Taehyung sai logo daqui! - eu ordenei mais uma vez na mente do ruivo.

 

- Não! nós não vamos te deixar sozinho! - era a voz de Hoseok, firme e autoritária.

 

O lobo preto se colocou ao meu lado rosnando para os dois alfas e logo em seguida o lobo vermelho estava ao lado dele

 

- V, você precisa proteger o Yoongi também... - era a voz de Jinhee, eu não entendi porque precisava ser protegido, mas não tive tempo pra pensar, senti minhas pernas fracas outra vez, e quando olhei pro lado Taehyung e Hoseok pularam em um dos lobos a nossa frente, foi muito rápido, o outro estava indo pra cima deles e eu o puxei pelo pescoço e o arremessei longe, consegui ouvir o uivo de dor, então corri pra perto dos dois ômegas que lutavam com aquele alfa, e os dois estavam vencendo, ele tentava acertar o rosto de Hoseok com as patas, mas Taehyung o empurrava fazendo o lobo preto desviar de suas investidas, e os dois também estavam mordendo, então ele caiu e Taehyung o segurou no chão, eu fui me aproximando devagar olhando bem no fundo daqueles olhos que falavam a minha mente.

 

- Você nunca vai tocar nos meus ômegas... - então eu cravei os dentes no pescoço dele o matando e quando ele saiu de sua forma lupina, nós vimos que era o representante do clã Kyuwn que tinha proposto casamento ao Hoseok no dia anterior.

 

O outro se levantou cambaleando e tentou fugir, mas Jinhee disse pra não deixar ninguém escapar e Taehyung deu um fim nele.

 

Na hora de voltar a caminhar os dois saíram da forma lupina, eles queriam ver se eu estava bem, Hoseok insistia que eu estava com muito cheiro de sangue, mas eu não deixei que me tocasse, realmente a ferida era grande, mas se eu saísse da minha forma lupina, não ia conseguir voltar, o que ia demorar mais tempo pra chegar onde Jinhee nos levava, e se caso aparecesse mas alfas, eu não teria como lutar.

 

Os dois não pareceram satisfeitos, mas aceitaram, o ruivo já não corria, mas mesmo assim estava difícil de acompanhar, Hoseok não saiu do meu lado nem por um segundo, mas eu senti as pernas fracas de novo e uma forte tonteira que me fez cair e sair da minha forma lupina, Hoseok parou ao meu lado, também voltando a sua forma normal, mas não chamou Taehyung, e quando percebeu, o ruivo já tinha sumido pelo mato.

 

- Droga Yoongi, porque você tem que ser tão teimoso? Tem hora que é pior que o Tae- meu irmão reclamou me puxando pelos braços pra me levantar e eu não deixei.

 

- Não me compara com aquele cabeça de vento... Ai... - eu reclamei e já estava gemendo sem perceber.

 

Hoseok me deu um tapa na cabeça.

 

-Pois saiba que por sua teimosia estamos perdidos- eu olhei pra frente e nada de ver aquele cabeça de fósforo. -Vem sobe nas minhas costas e sem reclamar, se não vai apanhar de novo.

 

Eu pensei em recusar, mas lembrei daquela mão pesada na minha cabeça e resolvi deixar ele me carregar, ele me colocou nas costas e eu tentava guia-lo por entre as árvores, estávamos sentindo o leve aroma de laranja nos guiar, mas as costas de Hoseok já estavam cobertas de sangue, do meu sangue e ele decidiu parar.

 

- Você tá perdendo muito sangue Yoongi, não posso continuar te carregando assim, me deixa ver essa ferida- eu confesso que nem eu tive coragem de olhar, parecia sério e doía muito, mas eu não queria preocupa-lo.

 

- Não se preocupe, não foi nada demais, foi só uma mordida- tentei acalma-lo, mas seu rosto ficou pálido quando me tocou e eu gemi de novo.

 

- Pelos deuses Yoongi, isso tá enorme- então ele retirou a camisa e a apertou na ferida tentando estancar o sangue, e eu não aguentei e gemi ainda mais alto.

 

- Não se preocupa Hobi, o cabeça de fósforo é lerdo, mas vai sentir nossa falta e vai voltar pra nos buscar- ele tinha feito um curativo com a camisa, Hoseok sempre foi bom nessas coisas.

 

- Hobi? Você tá muito engraçadinho pra quem tá morrendo Suga- eu ri, não tinha mais nada que eu podia fazer.

 

Estava perdido no meio do mato, com uma ferida na barriga, meu irmão cego e vários alfas nos caçando e só pensávamos nos apelidos ridículos daquele ômega maluco.

 

- E você tá andando muito com aquele desbocado, até exagerado como ele... - ele riu, mas depois abaixou a cabeça e pareceu pensar.

 

- Porque você fez isso? - ele me olhou. -Porque deu minha mão pra ele? - meu coração disparou, eu sabia que uma hora ou outra os dois iam me questionar sobre aquilo, mas eu não estava preparado naquele momento.

 

-Pra te proteger, eu fiquei sabendo do casamento com o Kai um pouquinho antes da reunião, e foi a melhor solução que eu achei, não ia deixar aquele idiota machucar você, e eu sei que o Taehyung, mesmo sendo doido, nunca faria isso.

 

- Eu quero te perguntar uma coisa, e preciso que você seja sincero comigo- aquilo não parecia bom, não parecia nada bom. -Você está apaixonado pelo Taehyung?

 

Então a voz de Jinhee nos chamou me livrando daquela pergunta, eu nunca me senti tão feliz por alguém ter interrompido uma conversa minha com meu irmão.

 

- Acho que já está na hora de irmos filhotes...

 

- Cadê o Tae? - Hoseok se levantou a encarando.

 

- Ficou na casa xingando todos os palavrões que ele conhece porque eu não deixei ele vir atrás de vocês-  ela parecia tão calma, nem dava pra dizer que tina acabado de ver uma luta feia no meio do mato.

 

- E porque você não deixou ele vir- Hoseok perguntou.

 

- Porque ele iria ouvir a conversa de vocês dois... - meu irmão me olhou assustado, ela realmente da medo as vezes. -Vamos logo, a gente tem que cuidar desse machucado.

 

Então Hoseok me carregou até uma cabana de madeira no meio do nada e eu apaguei assim que entrei lá.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...