1. Spirit Fanfics >
  2. Escolhas >
  3. Capítulo 01 - Estela Araújo

História Escolhas - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Eu peço desculpas desde já se de alguma forma eu ofender alguém. E estou super disposto a ouvir criticas construtivas e que me ajudem a melhorar

Capítulo 1 - Capítulo 01 - Estela Araújo


Estela Araújo

Sabe quando você sente que tudo está acabando? Eu sinto isso o tempo todo.

Bem eu me chamo Estela Araújo. Eu tenho 36 anos de idade, e estou saindo de um relacionamento de 13 anos. É difícil, mas quem perde é ele. Eu me doei completamente pra esse relacionamento durar.

Mas cara, eu sou linda. Bem sucedida. E quem é ele pra me tratar daquele jeito? Um bosta daquele?

Bem, meu relacionamento começou ainda na faculdade. Eu tinha 23 anos, e ele 25. Ele era lindo. Alto,musculoso, com olhos verdes brilhantes que me deixavam louca. E acima de tudo, era inteligente. Eu detesto homens burros. Isso é um dos requisitos que eu procuro em um cara, que saiba conversar. Não só sobre futebol, mas sobre tudo.

Eu comecei a conversar com ele. Era um dia de chuva, e eu estava ensopada. O meu ônibus não passava e como sempre, como acontece nos clichês, ele veio com o guarda-chuva e me ajudou. Ali eu senti seu calor e sua intensidade. Mas me contive, não ia ceder assim tão fácil. Eu tinha meus princípios, meu orgulho.

---- qual o seu nome? Acho que mereço saber já que te ajudei.

Disse ele. Com o olhar de garoto levado.

 Na hora já fiquei com um Pé atrás. Garotos levados são, na maioria, imaturos e inexperientes. Mas eu não me contive e disse.

---- é Estela. E valeu pela ajuda. Veio na hora certa.

Se nada rolasse, eu pelo menos faria um amigo.

Ele disse.

---- eu queria te conhecer melhor. Tipo, eu sei que você me olha de vez em quando. Eu te acho uma puta gata, então me da uma chance?

Eu me espantei. Que rápido. Mas não dei ousadia. Não queria um moleque no meu pé. Mas ainda assim, sentia que ele era mais que isso.

---- anota meu numero. Mas me chama se tiver um papo interessante. Se for pra falar dos meus peitos nem me chame.

Então meu ônibus chegou.

Ao chegar em casa, fui direto para o quarto.

Fiquei um tempo esperando o celular tocar. Mas nada. Então desisti e fui tomar um banho.

Ouvi meu celular tocar. Fui apressada, ainda nua ver o que era.

Era minha amiga. Ana. Ela disse.

---- cadê você? Não me respondeu o dia inteiro.

Eu me deitei na cama.

---- não deu tempo. E você tá bem?

Ana demorou um pouco para responder.

---- mais ou menos. Eu queria te ver. Posso ir ai?

Eu pensei por alguns segundos. Da ultima vez que Ana veio aqui, minha mãe quase bateu nela.

---- pode vir. Mas vem logo. Minha mãe saiu e não quero brigas de novo.

Após 1 hora, Ana chega. Ela veio usando uma calça jeans, e uma camisa normal. Ela é morena, seus cabelos são negros e seu sorriso é lindo.

---- olha só. Cheguei em boa hora.

Eu apenas respondi.

---- você é idiota.

E ambas rimos.

Eu ainda não tinha vestido roupa alguma. Porque demoro muito para me arrumar. Penteio o cabelo, que é longo. E fico de toalha um bom tempo. As vezes durmo sem roupas mesmo. Minha mãe odeia esse habito.

---- eu preciso te contar uma coisa, Estela. É urgente. Eu fiz merda, de novo.

Ela parecia tão consternada que eu apenas disse.

---- ok. Conte então. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...