1. Spirit Fanfics >
  2. Escolhendo o Próprio Destino >
  3. Promessas, Presentes e declarações

História Escolhendo o Próprio Destino - Capítulo 47


Escrita por: CarlaPaixone2

Notas do Autor


Notas Iniciais: É meus babys, chegamos ao penúltimo capítulo ( finalmente E NOVAMENTE rsrs)


🎶A música que toca nesse capítulo é Lost In Love do Air Supply, acredito que a letra tem muito a ver com tudo!🎶

Capítulo 47 - Promessas, Presentes e declarações


Fanfic / Fanfiction Escolhendo o Próprio Destino - Capítulo 47 - Promessas, Presentes e declarações



⚯͛ 🦁⃝⃒⃤♆⌁☍♔🦡⃝⃒⃤△ ⃒⃘ 🦅⃝⃒⃤➵❾¾🐍⃝⃒⃤⚯͛


E foi naquele momento que Minerva pensou que aposentadoria não seria uma ideia tão ruim!

Ron estava tão concentrado no seu discurso de despedida que pensava que os olhares chocados que estava recebendo eram por suas grandiosas palavras. Foi só quando ele viu Blaise mordendo os lábios da forma sensual que só faziam quando ambos estavam a sós e NUS, que se ligou que algo estava errado.

PELADO, PELADO...

NU, COM A MÃO NO...


Enquanto Molly Weasley desmaiava de um lado e Minerva quase infartava do outro, a maioria dos adultos (incluindo os aurores que trabalhariam no treinamento dele) estavam totalmente em choque vendo o ruivo peladão.

Os alunos e familiares estavam todos em silêncio tentando segurar a risada e o surto devido ao choque de ver o Ruivo ali do jeitinho que veio ao mundo. Para a sorte de todos, ali só tinham maiores de idade.

E o que é um peido pra quem tá cagado mesmo?

Foi justamente isso que Ronald Weasley pensou quando encheu seu peito de ar, levantou a cabeça e mandou seu olhar de vencedor sem se deixar abalar!

Ele continuou seu discurso andando tranquilamente de cabeça erguida pelo salão indo em direção a saída como se nada estivesse acontecendo.

A caminhada da vergonha era acompanhada com choque por todos aqueles que não conseguiam acreditar no que acontecia e com muito humor pelo grupinho de amigos que tentavam de tudo para segurar as risadas.

E quando estava quase finalizando o discurso e próximo a saída, passou perto da mesa onde Blaise se encontrava e aquele olhar que o moreno dava em si começou a fazer um efeito muito "acordado" em seu corpo.

E foi justamente quando levou um tapa na bunda vindo do namorado seguido de uma piscadinha cheia de intenções que Ron resolveu acelerar o passo e finalizar ali mesmo!

-Obrigado a todos pela GRANDE atenção que me deram, foi um ENORME prazer poder proporcionar a todos esse maravilhoso discurso! - falou super rápido quando virou de costas para as grandes portas do salão fazendo uma reverência lenta e dramática antes de sair dali praticamente roxo de tanta vergonha.

-O PRAZER É TODO MEU! - o grito animado de Blaise se fez presente.

E assim que ele Ron saiu foi possível ouvir a gritaria no salão seguido por um mar de gargalhadas.

-Eu.. eu tô... eu morren.. - Jorge não conseguia completar a frase de tanto que ria.

-Nem eu passei tanta vergonha assim - Harry tirava os óculos para limpar as lágrimas que desciam.

-Passou sim amor, passou sim! - Draco tentava recuperar o fôlego.

-Mas que visão do inferno! - Gina se abanava tentando voltar a respirar devido ao ataque de risos que teve.

-Se aquela era a visão do inferno - Blaise se levantou sorrindo de orelha a orelha - Me dêem licença, pois eu sou o capeta! - Saiu correndo em direção a porta indo a procura do SEU ruivo.

A única coisa que o pai de Blaise pode fazer foi balançar a cabeça negativamente enquanto era abraçado pela mãe de Pansy que não conseguia conter a risada. O mais velho tentava descobrir de onde seu filho tinha herdado tanto fogo no rabo assim, mas no fundo estava feliz... sabia que ele amava aquele ruivo como nunca amou ninguém em sua vida e se para o filho ser feliz teria que presenciar cenas como aquela todos os dias, ele faria aquilo sem problema nenhum!

A sorte de Ron é que todos que estavam no salão já eram maiores de idade, inclusive os parentes não-mágicos de alguns alunos. Esses tentavam entender se aquilo era um tipo de ritual normal que era realizado nas despedidas dos alunos ou se eles tinham surtado mesmo!

O único menor de idade ali era Teddy que além de não entender nada, teve sua inocência salva pois no momento estava apagado no colo de Andrômeda.

⚯͛ 🦁⃝⃒⃤♆⌁☍♔🦡⃝⃒⃤△ ⃒⃘ 🦅⃝⃒⃤➵❾¾🐍⃝⃒⃤⚯͛

Depois de muito constrangimento e gargalhadas, finalmente o grande salão voltava ao seu "normal" após Minerva deixar bem claro que ela iria para Azkaban se mais algum aluno enlouquecesse e resolvesse aprontar mais alguma surpresa.

Harry tinha saído do local há alguns minutos dizendo que precisava resolver um último assunto no castelo antes que fosse embora dali de vez.

-Chega a ser estranho olhar para todas essas pessoas reunidas felizes e lembrar que há um ano atrás tudo estava totalmente diferente - Draco comentou sentado em seu lugar onde conseguia observar todas aquelas pessoas misturadas.

-É bom né? - Luna sorriu ao lado do amigo fazendo um carinho em fofinho que no momento tinha a forma de uma doninha avermelhada - Ver todas as casas unidas deixando para trás toda a rivalidade, faz bem né?

-E como faz - Draco sorriu - Eu já disse que te amo hoje? - se virou para a loira que aumentou o sorriso e negou com a cabeça - Pois bem, eu te amo "De Lua" - Arrastou a cadeira para mais perto e beijou seus cabelos - Você é incrível garota! - confessou.

-Eu fiz um presente pra você - retirou um pequeno cordão do bolso e mostrou para o loiro - Quero que fique com isso e se lembre que sempre haverá uma luz em meio a escuridão.

Draco pegou o cordão que tinha uma corrente bem fina dourada, o que mais chamava a atenção era o pingente feito a mão por Luna. Era um pequeno recipiente transparente e por dentro dele tinha um palito de fósforo.

-Luna isso é lindo - O sorriso de Draco era tão genuíno que poderia encantar qualquer um - Um presente bem Luna, muito obrigada!

-Fico feliz que tenha gostado - A loira se levantou e foi até as costas dele para colocar o cordão.

-Pode ter certeza que sempre estarei com ele - abaixou a gola e sorriu ao sentir as mãos quentes da amiga em seu pescoço - Te comprarei o melhor presente...

-Dragão, o melhor presente que você poderia me dar é a sua amizade - o abraçou beijando sua bochecha e depois voltou para sua cadeira - isso pra mim já é o suficiente.

Ficaram ali sozinhos por mais alguns minutos em silêncio, sorrindo e observando tudo o que acontecia.

-Me desculpem interromper - Gina apareceu - Terei que roubar sua amiga por alguns minutos, Draco - sorriu se virando para a namorada - Amor da minha vida, gostaria de dançar comigo? - estendeu a mão para Luna que sorriu com o gesto.

-Como negar um convite tão fantástico desses? - Segurou a mão da ruiva de forma delicada e ruborizou ao receber um beijo carinhoso em cima da sua mão - Já volto, não deixe o fofinho comer os morangos! - encarou o animal que estava com uma feição triste.

-Não fica me olhando com esses olhos esbugalhados - Draco se virou para o animal que começou a se esfregar em sua mão e acabou não resistindo a tanta fofura - Tá, mas só um entendeu bem? - olhou para trás para ter certeza que Luna não estava vendo, pegou cinco morangos e juntou em um pratinho na frente do bichinho que parecia sorrir animado - Se você não se comportar, nunca mais te dou nada! - advertiu o animal que já estava rolando no prato.

Draco voltou a observar o ambiente vendo todas aquelas demonstrações de carinho que vinham de todos os lados.

Sorriu ao ver Hermione e Pansy dançando animadas e com certeza apaixonadas, por mais que as duas não estivessem juntas era óbvio o sentimento puro e genuíno que existia entre elas. Draco torcia para que no futuro elas finalmente se acertassem, mas sabia que para isso acontecer Pansy precisaria aprender a se valorizar primeiro. Aquilo estava acontecendo aos poucos e ele sabia que Hermione não teria pressa e que quando sua grande amiga finalmente estivesse segura de si, a outra estaria lá pronta para demonstrar todo o amor que sentia por sua amiga.

Próximo a elas era possível ver Lino caindo na gargalhada vendo Ron furioso ao ter Blaise "roubado" por Jorge para fazerem uma dança esquisita juntos.

Em uma mesa afastada Simas, Dino, Duda e Carlinhos pareciam bem animados com algum assunto.

Gui e Percy estavam disputando a atenção de Teddy que tentava escolher com qual deles iria brincar, Fleur observava a cena junto com Motty, ambos achando graça do acontecido enquanto Andrômeda estava no salão tentando acompanhar os passos de danças engraçados de Teófilo que parecia empolgado demais com a comemoração.

Alice Longbottom parecia mais uma vez estar em algum tipo de discussão sem pé nem cabeça com Lucius, Hanna estava sendo arrastada por Neville para longe da discussão e aproveitava para roubar vários beijos do namorado, enquanto isso Narcisa e Frank riam de como seus pares pareciam crianças briguentas toda vez que se encontravam.

Quem diria que um dia veria seus pais felizes assim?

Arthur e Molly ( agora já recuperada do grande susto) pareciam estar em uma batalha de dança contra o ministro e Petúnia que tentava com todas as forças acompanhar aqueles passos "estranhos" do seu par.

Surpreendentemente Hagrid e Olímpia eram o casal mais sincronizado no meio de todas aquelas pessoas, os únicos que pareciam competir com eles eram Filch e Promfrey, ao que parece os dois estavam bem "animadinhos" depois de misturarem vários tipos de bebidas trouxas. Já Flitwick e Trelawney não conseguiam se levantar de suas cadeiras de tanto que suas mentes rodavam por causa das misturas de bebidas, os outros professores eram quem estavam se certificando que eles não cairiam de cara no chão, Pomona já começava a preparar rapidamente uma mistura de raízes para tentar ajudar aqueles dois.

Para onde olhava via alegria estampada no rosto de todos.


A música tocava em um volume tão aconchegante que por um momento Draco fechou os olhos para aproveitar a sensação de paz.

Quando uma música trouxa romântica começou a tocar, seus olhos se abriram e como se fosse mágica se encontraram diretamente com os de Harry que estava do outro lado do salão próximo a entrada, em pé o encarando, o moreno começou a andar em sua direção e naquele momento onde os dois se olhavam parecia que tudo estava em câmera lenta e existiam apenas eles dois ali.

🎶 I realize the best part of love


Eu noto que a melhor parte do amor


is the thinnest slice


é a fatia mais fina


and it don't count for much


e isso não conta muito


but I'm not letting go


mas eu não abandonarei


I believe there's still much to believe in


Eu creio que ainda há muito em que acreditar


So lift your eyes if you feel you can


Então levante seus olhos se você sente que pode


reach for a star and I'll show you a plan


Alcance uma estrela e eu lhe mostrarei um plano


I've figured it out what I needed was someone to show me


Eu entendi que eu precisava era de alguém para me mostrar🎶


-Draco Lucius Malfoy, Me daria o prazer dessa dança? - Harry parou de frente para o loiro e estendeu a mão sorrindo.

-Harry, eu não sei dançar esse tipo de música - Continuava encarando aqueles olhos tempestuosos querendo se perder neles.

🎶You know you can't fool me


Você sabe que não pode me enganar


I've been lovin you too long


Tenho te amado há tempos🎶


-Scared Malfoy? - Provocou com um olhar competitivo.

-You Wish! - Segurou na mão dele e seguiu ao seu lado para o meio do salão onde todos estavam dançando.


🎶It started so easy, You'll want to carry on

Começou tão fácil, você vai querer seguir em frente🎶


Mesmo sem saber ao certo o que fazer, Draco segurou firme na mão de Harry e com a outra mão enlaçou seu pescoço aproximando seus corpos, por mais que amasse ter o controle de tudo, naquele momento se deixou ser guiado por Harry que parecia flutuar com aqueles passos lentos e sincronizados e mais uma vez Draco sentiu como se apenas ambos estivessem ali naquele momento.


🎶Lost in love and I don't know much

Perdidamente apaixonado e eu não sei o quanto


was I'm thinkin loud and I fell out of touch

Porque eu estou pensando em voz alta e eu me sinto fora de mim


but I'm back on my feet and eager to be what you wanted

Mas eu estou com meus pés no chão de novo e ansioso para ser o que você queria🎶


Quando seus olhos se encontraram novamente ambos conseguiam sentir o que se passava dentro do outro, aquele olhar era uma conexão que passava não só os sentimentos do seus corações, ele também transmitia toda a alegria de suas almas, como se naquele momento ambos soubessem que foram destinados para amarem um ao outro, que independente do que acontecesse, eles terminariam juntos.


🎶So lift your eyes if you feel you can

Então levante seus olhos se você sente que pode

reach for a star and I'll show you a plan

Alcance uma estrela e eu lhe mostrarei um plano

I've figured it out what I needed was someone to show me

Eu entendi que eu precisava era de alguém para me mostrar🎶


Draco era o caminho da felicidade de Harry

Harry era a Luz em meios às trevas de Draco

Draco era o único céu de Harry

Harry era a única estrela no céu de Draco


Os dois estavam tão concentrados um no outro enquanto dançavam romanticamente pelo salão que nem perceberam que naquele momento, todos estavam parados observando aquela cena.


🎶You know you can't fool me

Você sabe que não pode me enganar

I've been lovin you too long

Tenho te amado há tempos

It started so easy, You'll want to carry on

Começou tão fácil, você vai querer seguir em frente🎶


Era possível ver a emoção no olhar de todos ali, enquanto Harry e Draco dançavam aquela música lenta sem desgrudarem seus olhares, todos continuavam ali felizes, encarando dois dos grandes responsáveis pela união que acontecia no momento.


Não existiam mais apenas Lufa-lufa, Corvinal, Sonserina e Grifinória.

Existiam pessoas totalmente unidas, mas de casas diferentes


🎶Lost in love and I don't know much

Perdidamente apaixonado e eu não sei o quanto

cos I'm thinkin aloud and I fell out of touch

Porque eu estou pensando em voz alta e eu me sinto fora de mim

but I'm back on my feet and eager to be what you wanted

Mas eu estou com meus pés no chão de novo e ansioso para ser o que você queria🎶



-Draco Malfoy dançando uma música romântica trouxa e se deixando ser conduzido por mim? - Harry sorriu juntando suas testas - Já temos aqui a próxima matéria do Profeta diário.

-Então vamosfazer a foto valer a pena, não é? - riu baixinho e selou os lábios de Harry com um beijo carinhoso, tão cheio de sentimentos que fez metade só salão suspirar ao ver a cena.


-EU TE AMO - falaram juntos ao finalizarem o beijo.


🎶You know you can't fool me

I've been lovin you too long

It started so easy, You'll want to carry on

(carry on)

Lost in love and I don't know much

cos I'm thinkin aloud and I fell out of touch

but I'm back on my feet and eager to be what you wanted🎶


E ali eles continuaram dançando, transmitindo o grande amor que sentiam um pelo outro deixando com que tudo no momento não fosse importante além deles dois ali.

E assim eram Draco Malfoy e Harry Potter, duas forças opostas atraídas uma pela outra e que sempre se completavam, eles eram:

Yin e Yang


O Início e o Fim


O Dia e a Noite


O Sol e a Lua


O Céu e o Inferno


O leão e a Cobra


🎶Now I'm lost

Agora eu estou perdido

Lost in love

Perdidamente apaixonado

Lost in love

Perdidamente apaixonado

Lost in love

Perdidamente apaixonado🎶


E quando todos acharam que morreriam de amores pelo casal, foi que mais uma confusão se iniciou quando fofinho "cheirado" de morango se tornou uma enorme lula gigante no meio do salão e começou a tentar pegar todos os seus amigos pelos tentáculos para fazer um carinho bem melecado em cada um deles.

-Dragão, falei pra você não dar nenhum morango pra ele! - Luna corria segurando a mão de Gina, fugindo junto com aquela enorme "gangue" que tentava fugir do abraço gosmento do animal que já tinha conseguido capturar Simas, Dino, Hanna, Neville, Jorge, e Lino.

-Tinha que ser a maldita Doninha sem cérebro! - Ron gritou enquanto pulava por cima de um dos tentáculos que quase o capturou.

-Pelo menos não temos como perder mais pontos agora! - Hermione se abaixava puxando Pansy que quase foi capturada - Talvez eu não vá sentir tanta saudades de vocês assim!

-Merlin, eu imploro que os próximos anos sejam tranquilos, amém! - Foi tudo o que Minerva disse após se sentar e virar um copo de Hidromel - Não é possível que os próximos sejam piores do que esses!

E enquanto aquele grupo fugia para longe do castelo, o restante dos alunos que tinham parentes não-mágicos os "tranquilizavam" dizendo que aquele era só mais um dia normal na vida de um bruxo.


⚯͛ 🦁⃝⃒⃤♆⌁☍♔🦡⃝⃒⃤△ ⃒⃘ 🦅⃝⃒⃤➵❾¾🐍⃝⃒⃤⚯͛


E após conseguirem despistar fofinho que continuava "animado" correndo pelo castelo carregando os outros pelos tentáculos, o grupo "sobrevivente" se reuniu na casa dos gritos que agora não era mais tão bagunçada e assustadora como antes. O local tinha virado sede do clube secreto dos pestinhas que adoravam fugir de madrugada do castelo e passarem a noite ali brincando, jogando conversa fora e até mesmo estudando.

-Eu nem tô acreditando que vocês ficarão tanto tempo longe! - Luna fazia um biquinho triste enquanto recebia um abraço apertado de Gina.

-Loira nem me lembra que entrarei em abstinência sexual por um período tão grande assim! - Blaise lamentava puxando Ron para mais próximo de seu corpo - Como irei viver sem meu ruivinho?

-Não se preocupa, o que mais tem na nossa família é ruivo se quiser pode pegar o Jorge emprestado com o Lino de vez em quando - Gina gargalhou com os amigos ao ver a cara de bunda que Ron fez pra si.

-Do que adianta ter todos os ruivos do mundo se o único ruivo que tem o meu coração vai estar tão longe de mim? - lamentou dramaticamente recebendo um beijo de Ron.

-Pra minha sorte poderei ver a Mione sempre que ela quiser! - Pansy sorria animada fazendo um carinho na cabeça de Hermione que estava deitada em seu colo de olhos fechados aproveitando o toque dela em seus cabelos.

-Será que dá pra vocês pararem de lembrar que ficarei dois anos longe do meu loirinho? - Harry estava sentado no meio das pernas de Draco, com a cabeça encostada em seu peito - Eu não sei se consigo sobreviver sem esse abraço - apertou mais os braços do loiro em volta de si.

-Você conseguiu sobreviver a maldição da morte, claro que consegue ficar uns dias sem mim! - Draco respondeu fingindo não se importar.

-Eu consigo passar pela morte quantas vezes for necessária por que sei que no final sempre te encontrarei, agora pensar em ficar sem você por tanto tempo me faz querer desistir de ser auror, só pra não ter que me afastar de você!

-Harry Potter seu idiota! - deu um tapa de leve na testa dele - Pode parar de me deixar constrangido na frente dos outros? - Enfiou a cabeça no pescoço do mais baixo escondendo o rosto avermelhado - Tô tentando fingir que sou forte, não quero desmoronar na frente dos outros! - falou baixinho só para ele ouvir.

-Malfoy, se você continuar fazendo essa carinha de doninha sem dono o Harry realmente vai desistir de virar auror! - Ron advertiu rindo.

-Nem pense em fazer isso testa rachada - Draco levantou o rosto o encarando sério - se você der uma de maluco eu juro por Salazar que vou chutando sua bunda daqui até o outro lado do mundo até que você se encontre com sua turma de treinamento.

-Escamoso como um Dragão! - Luna disse.

-Carinhoso como um cavalo! - Hermione completou.

-Falando em cavalo! - Harry levantou tão rápido que seus amigos chegaram a se assustar - Draco preciso que venha comigo! - puxou o loiro pela mão sem dar chances dele questionar - Por favor, avisem aos outros que amanhã nos encontraremos todos no ministério para um último abraço ok? - sorriu para os amigos se retirando com o loiro.


⚯͛ 🦁⃝⃒⃤♆⌁☍♔🦡⃝⃒⃤△ ⃒⃘ 🦅⃝⃒⃤➵❾¾🐍⃝⃒⃤⚯͛


-Harry, onde você pensa que vai?- Draco o acompanhava confuso enquanto entravam mais na floresta proibida - Temos que voltar para o salão, você precisa se despedir de todo mundo!

-Não, não preciso! Eu já me despedi de todos e amanhã nos encontraremos com eles novamente no ministério - Respondeu ainda puxando o loiro - No momento eu preciso me despedir apenas de uma pessoa... - parou se virando de frente para ele - de você - deu um beijo rápido em seus lábios e vou a andar - Vamos dar um passeio rápido!

Andaram mais alguns minutos até se aproximarem de uma clareira, assim que Draco colocou os olhos naquele grande animal que estava ali descansando, ele entrou em Pânico.

-Eu não vou subir nessa coisa! - Draco começava a se afastar - Essa galinha me odeia! - deu um pulo para trás ao ouvir o som insatisfeito vindo do grande animal que agora estava em pé se aproximando.

-Não chama ele de galinha! - Harry passou a mão na asa do animal tentando acalma-lo - O bicuço não vai com a sua cara por que você foi um idiota com ele!

-Eu? - perguntou chocado - Essa coisa quase me matou e eu que fui um idiota? - cruzou os braços em sinal de protesto.

E mais uma vez o grande animal se agitava, era óbvio que ele não ia nem um pouco com a cara do loiro e estava doido para bicá-lo.

-Draco! - Harry o repreendeu - Para de agir como uma criança mal educada e se desculpe agora! - exigiu.

-Mas.. mas... - tentou protestar.

-Mas nada! - aquele olhar sério de Harry desestabilizava Draco de uma forma que ele não sabia explicar - Se desculpe agora ou então te deixarei sozinho aqui com ele! - ameaçou.

-Está bem! - soltou os braços se dando por vencido - Me desculpe Gali.. - parou de falar ao ouvir um novo barulho insatisfeito da ave - Me desculpe Bicuço, eu fui um idiota com você e mais do que mereci a sua patada - disse sincero encarando a ave.

O hipogrifo estava em silêncio encarando Draco como se estivesse lendo todos os seus pensamentos e reações. Quando a ave começou a se aproximar ainda desconfiada, Draco deu alguns passos para trás assustado, mas ao ver a expressão tranquila no rosto de Harry, respirou fundo e voltou a olhar para o animal.

Continuaram assim por mais alguns segundos até Draco tomar coragem, respirar fundo e dar um pequeno passo para frente ainda sendo observado pelo grande animal.

Se sentia um louco e imaginava que perderia o braço de uma vez por todas mas não conseguiu resistir a vontade de querer fazer um carinho no bico do Hipogrifo. Levantou o braço devagar levando a mão em direção ao pássaro que se mexeu um pouco desconfiado, mesmo assim Draco não desistiu e aos poucos encostou sua mão trêmula no bico do animal que ainda o observava com confiança.

-Você é tão lindo! - Os olhos de Draco chegavam a brilhar - Me desculpe por ter sido um completo idiota com você!

E após os pedidos sinceros do loiro, Bicuço abaixou a cabeça e se aproximou quebrando de vez a distância entre eles aceitando o carinho, aquilo era a forma do grande animal deixar claro que aceitava suas desculpas e que o passado tinha ficado para trás.

-Ótimo, agora que são amigos já podemos ir! - Harry cortou o momento pegando o loiro de surpresa e literalmente jogando em cima do animal.

-Potter cassete pera aí! - Draco estava desesperado - Você não pode simplesmente sair me ...

-Se segura em mim e não puxe as penas dele ok? - Harry se sentou na frente do loiro e antes que o outro conseguisse assimilar, levantou vôo.

-Potter seu idiotaaaaaaa! - Gritou Com todas as forças enquanto tentava se manter em cima do animal que voava em uma velocidade descomunal - A GENTE VAI MORRER! - fechou os olhos se agarrando com todas as forças na cintura de Harry.

E enquanto cortavam o céu que já começava a dar adeus a luz do sol, Harry ria e gritava sua alegria se sentindo livre e feliz de uma forma que não conseguia explicar. Voaram rapidamente até chegarem acima das nuvens contemplando alguns raios de sol que já estava se pondo.

O Hipogrifo agora parecia flutuar acima das nuvens, ele voava tão tranquilamente que era como se seu corpo fosse levado pelas suaves brisas que passavam por eles.

-Abre os olhos Draco - Harry sussurrou fazendo um carinho nas mãos do loiro - Veja só como é lindo a visão de um milagre.

-Isso é tão... - seus olhos se abriram devagar e aquela imagem tão linda, tão viva o deixou sem palavras. Apertou mais ainda o abraço na cintura de Harry e sussurrou em seu ouvido - Obrigada por me trazer luz quando eu estive na escuridão.

-Obrigada por me mostrar que mesmo na escuridão, eu poderia encontrar a minha luz! - respondeu beijando seu rosto carinhosamente.

-Obrigada por ser a Minha Luz! - Harry respondeu sorrindo.

Seguiram acima das nuvens por mais alguns minutos observando todo o lindo caminho que faziam até sabe-se lá onde Harry queria levá-lo.

Quando o Hipogrifo aterrissou em um quintal de uma casa em um bairro trouxa, Draco ficou confuso.

Ele desceu do grande animal que se afastou, o loiro continuava olhando ao redor tentando descobrir onde eles estavam e quando se virou para Harry se surpreendeu ao encontrar o moreno sorrindo com a bendita caixa de presente que ele havia lhe dado meses atrás.

-Nem acredito que você se esqueceu dela por algumas horas! - Se ajoelhou pegando Draco de surpresa e abriu a caixa.


ϟ 9¾ ♔ ⚯͛ △⃒⃘ ➵ ♆∞ ϟ 9¾ ♔ ⚯͛


⚯͛ 🦁⃝⃒⃤♆⌁☍♔🦡⃝⃒⃤△ ⃒⃘ 🦅⃝⃒⃤➵❾¾🐍⃝⃒⃤⚯͛


Notas Finais


Notas finais: E é isso galera, mais um capítulo e fim de Escolhendo o Próprio Destino, vocês não imaginam o prazer enorme que foi estar com vocês do início ao fim! Agradeço imensamente o carinho e a presença de todos, saibam que cada comentário sempre estará guardado no meu coração ❤️❤️❤️

Não quero chorar, mas tá difícil demais!😭😭😭


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...