História Escolhida por um Malfoy - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Argo Filch, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Bellatrix Lestrange, Carlinhos Weasley, Daphne Greengrass, Dino Thomas, Dobby, Draco Malfoy, Fenrir Greyback, Fílio Flitwick, Fred Weasley, Gina Weasley, Gregory Goyle, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Katie Bell, Lilá Brown, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Merlin, Minerva Mcgonagall, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Pansy Parkinson, Personagens Originais, Pirraça, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Severo Snape, Theodore Nott, Tom Riddle Jr.
Tags Comensaisdamorte, Doislados, Dracomalfoy, Dramione, Escolha, Harrypotter, Hermione, Hogwarts, Severosnape, Tomione, Vingança, Voldemort
Visualizações 52
Palavras 2.391
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Caros e lindos e maravilindos leitores(as) , eu estou morta de tanto escrever , tive que reler essa história duas vezes para ver se esse capítulo está coerente para vocês . Depois de muito revisar ( por uma semana) , está ai o capítulo e se não entenderam por favor me falem eu irei tentar revisar novamente e mudar alguma palavra ou sei lá .

Capítulo 11 - Capítulo 11


Aquela noite fria e chuvosa representava bem o que eu estava sentindo , sorrir e falar que estava tudo bem não era bem o que eu queria dizer para todos que me olhavam de esguelha ou cochichavam ao meu respeito . Quando voltei para Hogwarts , Draco não quis falar comigo e me ignorou e eu tentava inutilmente me acalmar e falar para mim mesma que era normal e que ele estava confuso com tudo que aconteceu mas no fundo eu sabia que não era isso . Quando fiquei na sala precisa sozinha eu percebi na burrada que eu fiz , eu estava feliz no passado , já tinha me acostumado a viver naquele mundo , onde tecnologia não existia ou muito menos novas poções e feitiços tinham sido criados .

Ficar naquela sala me lembrou de toda minha trajetória até aqui , posso lhe dizer que não foi fácil conviver com todos mas também não foi impossível amar aqueles que me julgaram , acho que meu maior problema é amar demais e receber o de menos , mas eu não ligo . Se eu não ligo então por quê ? Porque é tão difícil de tentar me entender no meio deste mundo farto em magia ?

Quando saí da sala precisa eu tentava entender o porquê de estar tão aborrecida com minha volta mas ao mesmo tempo eu entendia o motivo . Desci a grande escadaria e fui no gabinete do diretor , eu sei muito bem que eu iria ouvir coisas horríveis pela boca de Dumbledore mas eu precisava concluir meus estudo se eu quisesse ficar e conquistar tudo que eu perdi por uma burrada minha . Alguns alunos me olhavam espantados e outros ficavam em sinal de ataque mas eu apenas andava prestando atenção nos meus passos .

Estava destruída por dentro mas não deixaria que me destruíssem por fora se não , eu apenas seria mais uma vez uma casca vazia sem sentimentos mundanos como Riddle me ensinou a ser . Riddle , eu sentia uma forte empatia por ele , jurei amá-lo mas o que eu fiz foi deixar-lo nas mãos de Hermione e vi o que eu fiz , eu estava mudando ele , ele estava se tornando uma pessoa normal para os conceitos básicos da humanidade mas foi apenas sair do seu lado que aquele Tom Riddle se tornou novamente Voldemort . Falei a senha que por incrível que pareça continuava a mesma e subi um degrau deixando a escada me levar até o meu destino .

_ Menina Granger , vejo que conseguiu voltar . – Proferiu o velho com um óculos meia lua  na face.

_ Me perdoe por não me despedir , quando aquela menina foi pro passado eu vi uma brecha no espaço tempo, então eu viajei no tempo mas vejo que eu voltei em 1996 e não 1993 . Me perdoe .

Algumas coisas aconteceram quando eu estava no passado sendo uma boa menina da Grifinória e tentando converter Riddle em uma pessoa boa . Eu jurei lealdade a Dumbledore e tudo que ele ordena-se eu executaria perfeitamente . Eu era uma traidora pro círculo íntimo e Tom lutou contra todos que diziam aquilo de mim , mas no final de tudo , todos aqueles que estavam contra mim estavam certos . Mas posso dizer uma coisa , acham mesmo que terei piedade pra matar esse velho ?

_ Me conte as novidades criança , sei que você tem . –Provocou o velho .

_ O senhor me conhece tão bem . – Rio com meu comentário ._ Mas eu temo que sua vida corra perigo meu protetor , aquela mulher quer sua cabeça e essa horrorosa missão foi dada a mim .

_ Em tão pouco tempo já me trouxe a notícia de minha morte ?! Vejo que ficar presa no tempo não lhe fez mal . Mas eu penso que não é só isso que você tem a me dizer .

Me sento em uma cadeira e me sirvo chá , minhas conversas com Dumbledore sempre eram assim , nós dois queríamos  algo em troca mas ninguém sabia o que . Mas será mesmo que Hermione pensou que eu era apenas uma menina apaixonada?! Bom eu não ligo , mas conviver com Riddle me ensinou algo . Amar demais não leva ninguém pra frente apenas destrói e corrói sua alma .

_ A rainha de Riddle está grávida e terá um sequestro no mundo mágico para chamar a atenção de Harry mas não entendo o propósito disso . – Digo finalmente pensando ao respeito ._ Tem algo em mente ?

_ Grávida ? Bom eu conheço ela a mais tempo que você e com certeza ela não iria contar algo de sua vida pessoal em uma reunião com os comensais da morte , tão abertamente como está me dizendo . – fala pontuando o óbvio ._ E sequestrar pessoas no mundo mágico para chamar a atenção de Harry não é inteligente , algumas pessoas ele não conhece .

_ Pensei a mesma coisa e. – Minha fala é parada bruscamente com a presença sanguinária , e eu conhecia muito bem ou eu pensava conhecer aquela presença .

_ Como vai Dumbledore ? Senti saudades de suas belas palavras em todos os anos e você.– Apontou para mim._ Senhorita Granger foi um fracasso em sua missão . Tínhamos plena certeza de sua submissão mas não achávamos que seria tão burra em vir aqui depois de uma reunião .

Pensei que seria Voldemort mas estava enganada , sua áurea maligna preenchia o gabinete do diretor com tamanha densidade e aquilo já estava me sufocando , aquele poder , aquele cheiro de sangue derramado me dava calafrios involuntários em meu corpo . Sentia medo e era a primeira vez que vi o que medo realmente significava .

Dumbledore tentou tirar a varinha das mãos da Riddle mas foi em vão , com apenas um balançar de varinha o mesmo já estava atravessando a janela . Foi em um piscar de olhos e neste mesmo piscar , sua varinha já estava apontada pra minha jugular .

_ Quem é você ? E o que fez com a Granger ?! – Disse entre dentes .

_ Eu sou a Granger , o que você está dizendo ?

_ Não se faça de sonsa garota , eu sei muito bem das cartas , das mentiras proferidas a mim e ainda mais do seu envolvimento com Dumbledore . Agora me diga , onde está a Granger .

_ Eu estou na sua frente , o que você está fazendo ?!

_ Se não vai ser por bem , que seja , mas será por mal . Crusius !

Sentir aquela dor agonizante dentro de mim novamente foi algo horrível mas eu percebi que ela não queria aquilo , ela ainda tinha sentimentos dentro de si mas se eu falasse algo , ela não teria a mesma piedade que estava tendo .

_ Irei lhe contar como descobri sobre você , lembra das cartas que sempre enviava para os "nossos" pais ? Eu pensei bastante sobre isso e cheguei a uma conclusão, como você poderia enviar cartas para nossos pais estando em 1944 ? Claro que você me explicou sobre o armário mas quando você estava em 93 eles não sabiam sobre você .–Proferiu com desdém  ._ Mas você os conheceu , não nesta forma juvenil mas conheceu eles e lhe jogou a maldição Imperius . Como ? Eu não sei , são apenas suposições .

_ Por favor .– Digo tremendo .

_ Por favor ? Claro que irei aumentar a minha tortura mas agora quero você em perfeito estado , iremos começar o interrogatório. – Se sentou na mesa com a varinha apontada pro meu ser ._ Como usou a maldição Imperius em longa distância ?

_ Eu não sei o que você está dizendo .– Digo pensando no pior .

Hermione aumenta mais a densidade do Crusius e meus suspiros viraram gritos de súplicas . Eu não sabia o que estava acontecendo . Será mesmo ?

_ Realmente você enviava cartas para os meus pais , mas antes de eu chegar no passado, as cartas mudaram e elas apenas tinham feitiços e palavras distorcidas e com muito estudo , podemos dizer assim , descobri que aquelas palavras era a maldição Imperius . Fui enviada pro passado para salvar a noiva de Voldemort mas quando cheguei lá a mesma me deu seu amor de mão beijada , foi estranho mas compreendi o que estava tentando fazer . – Suspirou tentando se conter na força do seu feitiço._ Então pare de enrolar e fale logo .

O sangue já escorria da minha boca então sem alternativas começo a falar mas como eu sabia realmente daquilo ? Minha mente está tão confusa .

_ Você está certa , realmente conheci Nagine e Evan em uma situação de vida ou morte de seu pai . Fui eu que contei para Dumbledore sobre a criança deles e sobre o que iria acontecer . Ele te sequestrou e lhe entregou .– Respiro sentindo cada costela minha reclamar ._ Para os Granger's, mas sua segunda cópia fracassada foi pro passado e se tornou novamente noiva de Voldemort  mas foi morta por Dumbledore .

_ E por que ela foi morta ?

_ Porque Dumbledore não queria que Tom Riddle tivesse uma vida pacífica como qualquer humano tem . Ele queria guerra e ainda quer para conseguir as relíquias . Ele iria conseguir se não fosse a Granger de cair em 1941 e recomeçar tudo novamente mas antes de Riddle pedir aquela Hermione em casamento você apareceu . – Falo contendo o meu grito de dor em minha garganta .

_ E o que você fez ?

_ Realmente ela mandava cartas para eles, mas uma semana antes do seu aparecimento eu capturei a menina e comecei a mandar cartas para os seus pais com a maldição Imperius e eles caíram direitinho mas você chegou e acabou com nosso plano . Então tive que agir rápido e escondi a menina mas você colocou aquele pirralho em seu raciocínio perfeito então estava tudo em paz .

_ Como pode ter tanta certeza ? Você não estava aqui .

_ Quem lhe iludiu ? Acha mesmo que passei anos dentro daquele armário ? Menina acorda , foi a sua missão que foi fracassada . Você não salvou a noiva e ela morreu . Mesmo sendo a mesma pessoa de anos diferentes , você fracassou . Aceita que dói menos .

_ Então essa é verdade ? Eu fracassei em minha missão , deixei meus pais serem manipulados , vivi uma mentira a minha vida toda e achava realmente que tudo estaria perfeito por ser do futuro e já saber dos acontecimentos que iria acontecer e agora você me diz que fracassei . Certo .– Proferiu triste e abaixando a varinha .

Sorri vitoriosa mas foi por pouco tempo .A mesma ria de se contorcer , a forma histérica de se vangloriar me lembrava de Bellatrix mas eu não sabia o que estava acontecendo .

_ O que ouve ?

_ Acha mesmo que eu não sabia disso ? Como eu lhe disse eu tinha suposições e com " bastante estudo" eu cheguei nesta conclusão . Obrigada por me contar de coisas que eu já sabia.

_ O que você está fazendo ?

_ Eu ? Apenas sendo uma louca feliz , não acha atraente ? Realmente eu cheguei tarde para salvar aquela Hermione mas você se esqueceu que eu sou do futuro e meus pais sempre terão um filho e neste espaço tempo eles tiveram . – A mesma caminha até a porta e abre a mesma ._ Por favor querida entre .

_ Titia ? Por que pediu para Harry me chamar ?

_ Por favor Hermione não comece com suas perguntas . Quero lhe mostrar algo .

_ Hermione ? – Digo com a voz falha .

_ Sim , Hermione Rosier , filha de Nagine e Evan Rosier , sobrinha de Hermione e Tom Riddle . Namorada de Draco Malfoy , melhor amiga de Harry Potter e Ronald Weasley .

_ Você previu tudo , realmente devo ter sido uma idiota mas onde está o velho ?

_ Está falando de Albus Dumbledore ? Eu matei ele a três meses atrás com ajuda de Draco . – Proferiu a Rosier .

_ Como ? – Digo com dificuldade.

_ Bom você já está morrendo mesmo , irei lhe contar , cópia fracassada minha .– Riu Rosier .

_ Você pode não ser a Granger que tanto procuramos , mas sempre terá o nome de Hermione . Somos cópias fracassadas do espaço tempo e cada vez que tentamos voltar no passado ele coloca uma no lugar , em minha jornada vi várias Hermione's mas todas tiveram o mesmo destino , assassinadas por Dumbledore . Apenas nos três sobrevivemos neste ciclo sem fim .

_ Mas se é sem fim , sempre terá mais Hermione's .– Digo me sentindo péssima por ter sido descoberta .

_ Você ainda não entendeu ? Se você morrer o ciclo acaba . Porque você é a primeira Hermione , a verdadeira  noiva de Riddle , a mulher que tinha que ter sido assassinada pelo Dumbledore mas você fugiu e acabou se aliando ao seu assassino .

_ Como ?– Pergunto para Riddle mas meus olhos estavam em Rosier .

_ Antes daquele velho ser morto por mim eu retirei suas memórias a força e bom foi algo interessante .– Proferiu Rosier.

_ Então esse tempo foi mudado ?!

_ Sim , Dumbledore foi morto mas terá um sequestro para matarmos Harry por motivos que você não precisa saber . Sua volta ao futuro foi algo bom para nossa causa . Adeus noiva de Voldemort , você me deu muita dor de cabeça nesses anos e pensar que eu terei o prazer em lhe matar sem meu marido saber .

_ Por favor não me mate . – Digo tentando me levantar mas sei que seria em vão.

_ Sabe  aquele Dumbledore que  estava conversando com você?! Era apenas uma pessoa qualquer com a poção Polissuco e sendo manipulada como uma marionete por mim . Por favor me elogie e diga mais uma vez que foi traída .

_ Nunca , prefiro m..– As duas não deixaram eu continuar .

_ Xiuuu , não precisa falar isso , você precisa se sentir em casa . Por favor querida sobrinha leve a traidora para nossa masmorra e peça para tortura-la no nível 0 .

_ Ela vai acabar morrendo titia . Tem certeza disso ? Nenhum dos meus brinquedinhos aguentaram essa tortura .

_ Então que Merlim a proteja, mas quando ela estiver sendo tortura por favor conte suas façanhas , talvez isso acalme seu coração antes de morrer .

_ Com todo prazer .

Foi a última frase antes de sucumbir no inferno chamado nível 0.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...