1. Spirit Fanfics >
  2. ESCOLHIDA (Romione) >
  3. Ilustre

História ESCOLHIDA (Romione) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Hello, e aí como vocês estão?
Espero que estejam se cuidando e respeitando a quarentena.
E nada melhor do que um cap novo para passar o tempo né?
Boa leitura ❤️
Enjoy!

Capítulo 3 - Ilustre


Fanfic / Fanfiction ESCOLHIDA (Romione) - Capítulo 3 - Ilustre

A luz entrava timidamente pela janela, a cortina tinha uma leve fresta por onde a iluminação da rua invadia o quarto onde um ruivo estava deitado olhando para o teto, ceifadores não dormiam mas ele gostava da sensação de deitar e tentar adormecer, de alguma forma se sentir o mais humano possível, ele tinha um cargo difícil ser ceifador não era uma boa função, ele tinha uma grande carga consigo, ele era a primeira figura com quem as almas recém mortas tinham contato era muito complicado ter que dar o caminho final que a alma seguiria, e ainda tinha o fato de que não se lembrava de absolutamente nada de sua vida antiga, a única coisa que sabia era que tinha feito algo muito ruim para ter recebido a penalidade de ser um ceifador, porque sim era uma punição se tornar o que ele era. Outra coisa que era comum no cotidiano de um ceifador eram as mudanças de casa, eles precisavam de um lugar para ficar mas não podiam permanecer por muito tempo no mesmo lugar era perigoso pra eles, não podiam ser descobertos, por isso ele tinha se mudado para aquele edifício, e para sua surpresa ele tinha encontrado talvez um empecilho de ficar ali, antes de começar a mudança ele havia encontrado uma Ilustre, como chamavam as pessoas capazes de ver almas e ceifadores com seus objetos de camuflagem, e para a total surpresa dele ela também morava no edifício onde iria morar, ele já tinha encontrado outras pessoas com esse dom mas aquela garota tinha algo a mais, aquele olhar ele nunca tinha visto em mais ninguém, aquilo estava tomando conta de todos os seus pensamentos, porque ele sentia que ela era mais que uma Ilustre? Ele viu a luz a luz do sol se intensificar, olhou em sua lista de almas do dia e viu que teria trabalhar logo, levantou-se e pegou sua jaqueta de couro que era seu objeto de camuflagem que o deixava invisível para humanos, saiu do apartamento e saiu em busca de guiar a primeira alma para o caminho que deveria seguir. Depois de fazer sua missão ele retirou sua jaqueta e seguiu para um café, sentou-se à uma mesa e pediu um capuccino, sempre fazia aquilo o café estranhamente o ajudava a relaxar, a cafeína não fazia efeito nele e tinha um efeito reverso o acalmava e o fazia pensar sobre tudo, principalmente sobre uma certa ilustre que com seu olhar penetrante tinha feito todo o seu cérebro se focar apenas nela, estava tão absorto entre seus pensamentos que não percebeu alguém estava parado ao seu lado, era uma figura não muito alto tinha um cabelo bagunçado e usava óculos, seus olhos verdes estavam focados no ruivo que bebericava seu capuccino aéreo a tudo ao seu redor. _ Esse lugar está vago? - indagou para Rony que só aí percebeu que tinha alguém ao seu lado. _ Quem é você? - perguntou Rony olhando o moreno de cima a baixo. _ Harry Potter, posso sentar aqui? Tenho que algo para lhe contar, tenho certeza que você vai querer saber - disse ele sentando na cadeira em frente a Rony sem esperar a resposta do ruivo. Rony permaneceu sentado no mesmo lugar após tudo o que Harry disse, mais confuso do que nunca, estranhamente tinha ficado ainda pior quando todas as coisas de suas vida anterior foram esclarecidas, no fim de tudo Harry Potter a pessoa que dizia que ia lhe explicar tudo o confundiu ainda mais. Harry havia dito que era seu anjo da guarda, ele sabia que existiam esses protetores só não esperava que ele tinha um desses, ceifadores não precisavam de proteção, foi aí que Potter disse que ele não era apenas um ceifador.

[...]

Hermione havia tido um dia calmo, tudo havia ocorrido muito bom, agora ela estava sendo arrastada por Gina para uma boate. "Você precisa se divertir por isso hoje nós vamos sair, encher a cara e dar uns beijinho"

E agora ali estava ela, se mexendo juntamente a Gina na pista de dança, todos os seus amigos estavam ali, rindo e se divertindo, ela gostava daquilo de se sentir leve e completamente normal, ou o mais normal que podiam ser seus amigos.

_ Vamos tomar alguma coisa – Gina mais uma vez puxou-a dessa vez para o bar.

Sentaram-se nos banquinhos e pediram seus drinks, riam da dancinha cômica de Draco e Dino, os passos eram desengonçados e arrancavam risos não só das amigas mas também das pessoas ao redor.

Hermione estavam tão envolvida na risada que nem notou que um certo ruiva sentou-se ao lado dela, Gina que não deixava nada passar despercebido notou, a ruiva sabia quem era e olhando de perto ele não parecia nada assustador e era na verdade bem bonito, por isso ela sorriu para o ruivo e se virou para Hermione.

_ Olha quem tá de olho em você – ela apontou com a cabeça.

Hermione olhou na direção que era apontada por Gina e seu coração deu um leve solavanco, era ele o ceifador do seu prédio, ela engoliu em seco quando os olhares se cruzaram, e foi profundo como todas as outras vezes.

_ Aproveita tá – disse a ruiva dando uma piscadela para a amiga e saindo com seu drink na mão indo se juntar aos amigos.

Rony se aproximou lentamente e sentou-se no lugar onde antes era ocupado por Gina, Hermione sem querer prendeu a respiração, ele tinha um cheiro bom que só agora fora notado por ela, Granger deu uma boa olhada nele, era forte e robusto, alto e tinha pequenas sardas espalhadas por seu belo rosto, era bonito de fato, mas o que mais chamava a atenção de Hermione eram os belos olhos azuis penetrantes, eram tão profundos que Hermione se perguntou se ceifadores podiam ler a mente dos humanos.

_ Eu sei o que você é – disse Hermione tomando um porco de seu drink.

Ele soltou uma leve risada soltando ar pelas narinas, e sorriu de canto.

_ E o que eu sou? – indagou se inclinando para frente ficando mais perto dela.

_ Quer mesmo que eu diga aqui na frente de todo mundo? – ela respondeu.

_ Pode dizer, mas diz baixinho – pediu ele.

_ Um ceifador – respondeu ela baixo como pedido por ele.

_ Muito bem, vejo que você é realmente uma ilustre – disse ele.

_ Não sou apenas uma ilustre – disse Hermione.

_ Você é a escolhida – disse ele – Por que você acha que eu vim falar com você?

Hermione olhou-o levemente assustada, então ele sabia, bom se sabia que ela era a escolhida talvez soubesse para que era escolhida.

_ Então você sabe para que sou escolhida? – indagou curiosa o suficiente para fazer ele notar.

_ Eu sei – ele sorriu de canto mais uma vez.

Ela sentiu mais uma vez seu coração acelerar, finalmente saberia qual sua missão, mas no meio da felicidade sentida ela lembrou do que Ermo disse, seria ele o ser de quem ela deveria fugir?


Notas Finais


Harry apareceeeeeuuuu e no próximo cap terão mais respostas sobre a vida passada do Rony e a ligação dele com Hermione.
Me digam o que acharam okay?
Até o próximo cap, se cuidem e cuidem de quem vocês amam ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...