História Escrito nas Estrelas-Ruggarol - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Luna Valente, Matteo, Matteo Balsano, Simón
Tags Amor, Escrito Nas Estrelas, Karol Sevilla, Lutteo, Matteo, Ruggarol, Ruggero Pasquarelli, Simon, Sou Luna, Soy Luna
Visualizações 482
Palavras 1.103
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Capitulo 17


Fanfic / Fanfiction Escrito nas Estrelas-Ruggarol - Capítulo 17 - Capitulo 17

Ruggero
 


         Quando estava pronto pra sair e ir buscar a Karol, ouço batidas na porta... Quem sera? Espero que nao seja Aldana ou Jorge com notícias ruins, como por exemplo, desistindo de ter nos liberado para sair...

-Caro? Digo surpreso assim que abro a porta.

-Oi filho, podemos conversar? Ela pergunta com um sorriso. 

-Claro mama turbo, entra! Dou espaço e ela entra sentado no safa comigo.

- Como você está meu amor? 

- Estou muito bem. – Falei sorrindo. Caro é como uma mãe pra mim... mas estou estranhando sua pergunta e expressão.  

- E com a Cande? –  perguntou, enquanto me encarava . – Ainda estão naquela loucura?  Terminou e a encarei lhe analisando... O que ela queria mesmo saber?

– Estamos do mesmo jeito mama. Respondi e suspirei. – Mas sinto que estou me encontrando. Falei e segurei sua mao...  – As coisas entre nós mudaram e nao sei se tem mais jeito! Eu decidi que quero ser feliz!  Falei e ela ficou triste.

 – Voce é tão novo pra ja passar por isso... 

-Nao se preocupe mama turdo. Eu estou bem! Mas obrigado por seu cuidado, voce é um anjo na minha vida... Terminei e ela passou a mão nos olhos... -Nao chore! So estou falando a verdade...

-o Anjo aqui é voce meu filho... Obrigado pelo sacrifício que esta fazendo pela minha filha...  Voce ja contou pra ela?

-So contei que meu namoro com a cande é so em publico e mais nada.

- Mas, aposto que você não contou tudo. – Ela disse, com um pequeno sorriso no rosto

–É, nao falei! Na verdade nunca contei pra ninguem... So quem sabe é voce, Mike, Aldana, Jorge e Cande. Falei e  soltei um longo suspiro... -Sera que estou fazendo alguem sofrer com isso mama?

- Claro.   Por que, assinar um contrato, onde diz que pelo menos até o final do ano, você tem que ficar fingindo uma relação romântica, com a sua ex-namorada e algo completamente egoísta. Falou e deu uma pausa com um longo suspito. – Filho, eu sei que voce é o que mais ta sofrendo com tudo isso... Jorge so pediu que voce assinasse esse contrato pra proteger sua imagem e a da minha filha. Os atores da Disney que nao podem cometer erros... Porque as pessoas maudosas iriam culpar minha karol pelo fim do relacionamento de voces... E como mae dela, sei que ela iria sofrer muito. .. A cande deixou bem claro que so estava fazendo isso pra nao passar por idiota na frente do publico. Mas voce pensou em minha Karol tambem... Eu nem sei como posso ser mais grata! Terminou e me deu um abraço apertado.

-Eu faria tudo outra vez se fosse necessário. Disse ainda abraçando ela.

-Voce tem um carinho muito grande por minha menina ne? Ela pergunta se soltando e me observando.

-muito mama! Respondi olhando um ponto fixo em minha frente... O que sinto por ela ja passa da linha do carinho!

-Bom, eu ja vou! Va se divertir e cuide da minha filha ta? Diz se levantando indo pra porta.

-Prometo! Respondi e ela me deu um beijo na bochecha antes de partir.

      Eu poderia passar a noite toda aqui passando e repassando cada palavra que Caro me disse... Eu sinto que la no fundo, ela sabe o que sinto pela Karol. .. Assim que sai do quarto, fui buscar a Karol. Tive que rir quando vi ela com um blusao de capuz...

-Porque voce esta rindo Mauricinho. 

-De sua roupa... Vc é tao minion que esse blusao fica grande em voce! Digo tentando segurar o riso.

-Eu vou te acertar um tapa Pasquerelli. .. Pensei que a ideia fosse a gente se disfarçar. Diz apontando pra si mesmo com o dedo.

-Calma baixinha, eu estou brincando... Voce esta linda! Disse e lhe dei um abraço apertado... -Vamos? A solto estendendo minha mão pra ela.

- Vamos... Respondeu sorrindo, e aceitando minha mão cruzando nossos dedos. 

     Enquanto caminhamos, encontramos uma fãs que nos reconheu, Tiramos uma foto com ela, e seguimos caminhando ate achar um carrinho de sorvete em uma pracinha.

 -De qual sabor voce quer Ka?

-Humm, baunilha com cobertura de morango. Respondeu e sentou em um banco.

Peguei o meu igual o dela e juntei com ela no banco.

Me diverti tanto, principalmente quando Karol deixou cair sorvete na roupa e na tentativa de limpar acabou sujando mais...

-Espera, espera, eu te ajudo... Eu disse passando uma toalha de papel na blusa.

-Nao Ruggerito, voce esta piorando as coisas. Diz gargalhando segurando minha mao E nao percebe que o sorvete estava em sua mao que mela toda minha bochecha... Isso so faz ela colocar a mão na barriga gargalhando ainda mais alto.

-Karol... Voce é uma Minion muito desastrada...

-Nao, nao... Espera que eu limpo. Ela levanta ficando em pe entre minhas pernas... Segura meu rosto com uma mao e com a outra passa o papel... Eu fecho os olhos com seu gesto que faz meu coraçao disparar e seguro sua cintura pra me mater parado.

-Pronto! Esta limpo. Diz e me abraça pelo pescoço. Minha cabeça fica na altura de seus seios e nao pude deixar de sentir o cheiro inebriante que ela tem... Ceus, eu vou perder o controle aqui em público!  Cada dia que passa fica mais dificil controlar meus sentimentos...

-Vamos pro hotel? Digo e levanto devagar...

***

Voltamos parecendo duas crianças brincando de pega e com karol pegando carona nas minhas costas.

 –Eu nao estou com sono... Ela disse assim que chegamos.

- Nem eu! Sorri e me encostei no elevador trazendo ela pra mim. – O que você quer fazer? 

–Nao sei! Mas voce pode vir pro meu quarto e pedimos hamburgueres, pipoca e suco! 

-E filme? Digo animado estalando o dedo como se tivesse tido uma ideia...

-Voce nao cansa dos filmes ne Baloo? Diz sorrindo.

-Nao! Ainda mais se for de terror! Termino segurando um sorriso.

-Ai, voce nao presta Baloo. Fala dando um sorriso gostoso que me fez suspirar!

- Vou trocar de roupa e volto. Digo parando em frente ao seu quarto.

-Nao demora! Ela beija minha bochecha e entra.

     Coloquei uma calça moletom e um blusao cinza e corri pro quarto da Ka antes que ela dormisse...     

Bato na porta porta e ela abre na terceira...

-Entra... Ja coloquei na netflix e ja pedi a comida!

-Voce ja pensou em tudo menina delivery... Digo com um sorriso me jogando na cama dela.

- Céus, Pasquarelli, voce é um safado... Ela diz e revira os olhos.

–Nao consegui evitar... Falei sorrindo mais largo. 

- Você tem a mente mais poluída que eu conheço. ... 

 

          

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...