História Escrito nas Estrelas-Ruggarol - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Luna Valente, Matteo, Matteo Balsano, Simón
Tags Amor, Escrito Nas Estrelas, Karol Sevilla, Lutteo, Matteo, Ruggarol, Ruggero Pasquarelli, Simon, Sou Luna, Soy Luna
Visualizações 515
Palavras 3.069
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 22 - Capitulo 22


Fanfic / Fanfiction Escrito nas Estrelas-Ruggarol - Capítulo 22 - Capitulo 22

Karol


Estava em casa deitada na cama de pernas pro ar olhando para um relógio em meu criado mudo. Passei o dia todo em casa, e nunca prestei atenção como as horas passam tao devagar quando ele nao estar por perto... Porque a unica coisa que estava em minha cabeça era ele. Queria estar perto dele nem que fosse somente para sentir os seus braços ao meu redor... Ceus, como é possível sentir tanta falta de uma pessoa assim?

Levantei e fui tomar um banho rapido, pois ja estava na hora de jantar... Assim que desci, minha mãe estava sentada na sala folheando uma revista, que por acaso,  eu estava na capa. 

-Oi mae. Boa noite! Disse assim que sentei do seu lado.

-Oi filha, boa noite! Como voces esta se sentindo? Passou o dia praticamente todo dentro daquele quarto. 

-Eu gosto do meu quarto mae! Respondi apenas, pois nao queria dizer que nao parei de pensar no italiano nem em um so momento. 

Ouço a   campainha tocando e Levanto pra ir ver quem é...

-MIKE... gritei assim que o vi do outro lado da porta, nunca fiquei tão feliz com uma visita... Lhe dei um abraço tao apertado que ele nao conseguia parar de rir.

-Ai baixinha, voce vai me matar enforcado! Disse ainda sorrindo... Voce sentiu minha falta como senti a sua? Termina assim que sentamos no sofa...

-Claro que nao... Porque sentiria sua falta? Brinco e ele finge mágoa. - voce sabe que eu te amo!

-Boa noite Caro! Mike fala com minha mae e lhe dá um abraço apertado.

-Boa noite filho!  Vou pedir um jantar especial, para nós tres, porque nao fiz nada... Ela Disse e saiu com o telefone na mao. 

- Como você está Ka? –  perguntou, assim que minha mae se afastou.

-Estou melhor agora que voce esta aqui comigo. Respondi com um meio sorriso . -Voce falou com Ruggero? Terminei e ele tentou segurar o riso... Mas nao liguei, so queria saber alguma coisa dele.

–  conversamos hoje de manhã... E sim ,  foi sobre voce.  falou, e abriu um de seus sorrisos. 

 - eu estou a ponto de enlouquecer Mike. Falei e deitei minha cabeça em seu colo.

-Nao deveria, sinto que tudo vai dá  certo! Disse e parecia que ele estava omitindo algo...

-O que voce nao esta me contando? Levantei uma sobrancelha desconfiada.

-Como o que estou escondendo? Nao há nada... So sinto aqui no fundo do meu coraçao.... Diz colocando a mao no peito...-que as coisas vao se encaixar na hora certa! Termina mas nao me convenceu.

-Agora conta como foi a viagem... Falou e parece que estava tentando mudar de assunto.

-Foi com muito trabalho, mas tambem foi muito divertido..

-Imagino que sim...  Ele Sorrir e me abraça pelo pescoço.

-Aconteceu uma coisa... Voce nao vai acreditar. Falei e cruzei as pernas em forma de meditaçao.

-Conta.

-Passei toda a viagem sonhando com o Ruggero... Um sonho estranho no qual ele pedia pra nao desistir dele... E na nossa volta pra casa, ele disse exatamente as mesmas palavras pra mim... Termino e ele nao pareceu surpreso... Muito pelo contrario, ele estava sorrindo enquanto balançava a cabeça em sinal positivo.

-Ka, voce e Ruggero estão ligados... O sentimentos de voces são mútuo. 

​-Porque voce esta falando isso?

-Digamos que eu ja ouvi isso duas vezes, e sei que nao é so uma coincidência. 

-Voce é tao maluco Mike... Disse sorrindo

- Você não faz ideia... Ele respondeu, com o mesmo sorriso, que fazia, todas as vezes que sabia de algo, que as outras pessoas não faziam ideia.  

-Desisto de voce! Falei revirando os olhos... -Vamos assistir um filme?

Depois que o filme acabou, Mike resolveu ir embora, pois ja estava ficando tarde. Fui pro meu quarto, tomei um banho e dormi como uma pedra!

Eu mal acordei no domingo, e minha mente ja estava no Ruggero... Pensei porque ele nao me ligou ou mandou mensagem... Sera que ele esta com Candelaria? Ou desistiu de nós? quanto mais o dia passava,  mas eu sentia que ficaria louca de tanta ansiede.

Sento na cama e meu celular toca.

-Se arruma que estou indo te buscar... É oMike!

-Pera ai, o que? Perguntei mas ele desligou antes de me responder...

Vou matar ele! Aliás,  vou nao... O meu dia ta tao chato, quem nem minha mãe quiz ficar em casa...

Corro pra tomar um banho , visto uma roupa e lembro de mandar uma mensagem pra minha mae, pra avisar que estou saindo com o Mike... Depois de uns cinco minutos ouço buzinas... 

Corro pra la e Mal entro no carro e ele ja da partida.

-Pra onde estamos indo?

-Pra minha casa! Responde e lembro que ele mora no mesmo prédio que Ruggero! Sera que...

-Ele nao vai estar la! Responde e parecia que lia meus pensamentos.

-Serio, tenho Medo de voce! Respondi e ele gargalhou. 

– Ele não falou com você ainda, não foi? Perguntou, voltando sua atenção para o transito.

 – Nao!  deve ter voltado com a namorada dele... Respondi, e passei a encarar minhas mãos 

- Tenha paciência baixinha..., você pode se surpreender... Disse com aquele mesmo sorriso de ontem.

-Voce definitivamente, esta me escondendo alguma coisa.

– So posso dizer que quando voce menos esperar, ele vai aparecer!  Falou e ligou o som bem alto.... Tenho certeza que ele fez isso para nao conversar mais.

Quando chegamos em seu apartamento, ele foi direto pra cozinha fazer pipoca. 

-Liga ai a Tv e põe na netflix que vamos assistir a maratona de "O Reinado"... Gritou.

-Tabom senhor mandao!

Ele volta com dois baldes de pipoca e duas latinhas de refrigerante e sentou do meu lado no sofa.

-Obrigada por me salvar de um dia de solidao... Ate minha mae saiu com as amigas dela... Disse sorrindo.

-Nao precisa agradecer! Vamos fazer companhia um pro outro.​..

Depois disso, nosso dia ficou focado na série . E finalmente consegui espairecer minha cabeça sem pensar tanto no Ruggero. .. Quando deu 7 horas, minha mãe apareceu para me buscar, como tinha combinado por mensagem...   Assim que eu cheguei em casa, só tive tempo de tomar um banho e vestir um pijama quente, já que eu estava quase tombando sono.

Mais uma vez , acordo com o barulho do despertador do meu celular avisando que minha rotina ja tinha voltado ao normal... Hoje temos que gravar a ultima cena do curta Lutteo no estúdio Disney . Eu estava muito animada porque enfim ia poder vê-lo .

Fui direto para o camarim me vestir e fazer a maqueagem da Luna para logo depois ir pro terraço onde seria gravada a cena.... Assim que subi, ele ja estava pronto lendo o script de cabeça baixa. Nao consegui falar com ele porque fui interrompida por Jorge.

-Karol, que bom que voce chegou... Olha essa cena vai ser tranquila. O Ruggero esta com a maioria das falas! Ruggero vem aqui, por favor! Ele chama com um movimento de dedo... Assim que nossos olhos se encontram o traidor do meu coração dá sinal de vida... Parecia uma hipnose,  nao conseguia parar de olhá-lo.  -Voce vai chegar com um buquê de flores na mão e encontrar a karol que vai estar olhando a vista do terraço de costas. E assim que chegar perto dela, vai dá um beijo em sua bochecha... E voce Ka, faz cara de susto e surpresa ao vê-lo. Depois disso, voces colocam em pratica as falas do roteiro!

-Ok! Ruggero falou e me olhou novamente... Eu so queria ficar sozinha com ele por um instante... Saber o que aconteceu. 

A gravação não poderia demorar muito, já que Ruggero teria outra cena pra gravar com o elenco, onde eu nao estaria presente, pois estaria em uma outra com os meus pais da ficção,  Monica e Miguel. 

O roteiro da cena correu tudo bem, ate chegar a parte do beijo, que infelizmente era so um selinho... Tivemos que da esse selinho umas dez vezes, pois Jorge queria mostrá-lo de vários ângulos.  

E o jeito que ele me encarava, parecia que sabia tudo o que eu estava sentindo. Literalmente tudo!  Assim que ele abriu um de seus sorrisos lindos, eu simplismente precisei me controlar para nao correr pros seus braços em um beijo apaixonado... Eu realmente precisava me controlar mais.

-Perfeito meus meninos! Agora Ruggero pode ir trocar de roupa pra cena com os outros la dentro... Ele me deu aquela olhada novamente e saiu. Acho que todo mundo que estava ali percebeu como fiquei frustrada.

O resto do meu dia foi em uma reunião com o elenco e a equipe de produçao de sou luna. Decidimos algumas coisas para a terceira temporada... Claro que minha troca de olhares com o Ruggero foi constante... Eu estava tao irritada por ele nem ter feito um esforço para ficarmos sozinhos.

***  

A minha sensação era que o tempo estava passando mais rápido que o normal,  e ja tinham tres dias que nao falava com Ruggero... Estava pra matar aquele italiano. Ele nao me dirigiu a palavra, desde que voltamos da viagem...  cheguei nos estúdios e, mais uma vez, eu não o encontrei ... Sentei na cadeira de frente para o espelho em meu camarin e Vi um video que ele postou falando da nova temporada e as mudanças... Falou do meu cabelo, Tive que clarear um pouco para começar a gravar a terceira temporada e parece que ele tambem gostou da mudança.

-Oi... Ouço essa voz e levanto o rosto o mais rápido que consigo.

-Ruggero? Olhei pra ele ai da sem entender.

- Como você está? – Ele perguntou e fechou a porta.

–Estou bem!  Respondi e voltei a olhar pro espelho.  – E você?

- Bem. Respondeu e se inclinou na cadeira onde eu estava sentada... Com velocidade levantei e fui para o canto do camarim... Ainda estava furiosa com ele por me ignorar todos esses dias.

-Karol... Ele disse se aproximando novamente e dessa vez nao tive pra onde correr...

-Eu sei que nao tivemos tempo de conversar, mas eu gostaria de que fizéssemos isso esse final de semana... Terminou e colocou as mãos em minha cintura.

-E sua viagem? Perguntei sem conseguir encara-lo. 

-Eu preciso! Disse e roçou seu nariz no meu, me fazendo fechar os olhos. -Mas quando voltar, vamos conversar... Terminou e puxou de leve meus labios com os dentes. Ceus, porque ele fazia isso? Ele Sabe  que isso é minha perdição.  

Ele saiu logo após,  me deixando desesperada por mais. Minha vontade foi de correr atrás dele e esquecer do mundo em sua boca... Mas me contive! Nao posso demonstrar meu desespero. Primeiro preciso saber o que ele quer de verdade.

***

- Você poderia ao menos, tentar disfarçar. Ela falou assim que chegamos em casa. -  você sabe que isso, é por culpa do contrato.  Ela completou, e tirou o celular da minha mão, e o bloqueou.

- Será mesmo?

- Você confia em mim? – Ela perguntou, e eu apenas confirmei com um gesto de cabeça. Claro que eu confiava nela, que pergunta mais tonta.

-Amanha vamos para um hotel spar, relaxar e voce vai tirar da cabeça essa viagem do Ruggero que vai ser amanha tambem! O que  acha? Perguntou com um sorriso no minino estranho no rosto.

-Tudo bem! Isso é melhor que enlouquecer ne? Disse e me joguei no sofa encarando o teto.

 –Filha, nao fique assim...   quando voce menos esperar, tudo o que você sonhou, pode se tornar real. – Completou e subiu a escada em direção ao seu quarto.

No outro dia, fiz minhas malas e fomos para o hotel spar que minha mae reservou ... Ela estava se esforçando em me fazer esquecer o Rugge . primeiro fizemos uma massagem com pedras quente, depois tomamos um banho em uma hidro com agua morna... O almoço nos foi servido em um lindo jardim... Pra falar a verdade,  estava amando esse lugar... Mas quando vi no Instagram que ele tinha postado uma foto com a Cande na beira da praia, ai meu mundo afundou mais uma vez ... 

-Filha, vou sair com algumas amigas, vamos assistir uma apresentação de dança espanhola la embaixo. Voce vai comigo! Disse digitando alguman coisa no celular.

-Eu nao quero ir mae. So quero ficar aqui no quarto e descansar.

- Claro que você vai Karol, vamos aproveitar essas férias . – Ela repetiu

- Eu não quero. – Falei e me joguei mais uma vez na cama. – Eu já tenho quase 18 anos, posso ficar muito bem sozinha. 

-Ok! Entao Mike vem ficar com voce! Falou mas ainda nao olhava pra mim, so conversava com alguem no celular. Ela sabia me irritar!

-Mae, eu realmente so quero ficar sozinha... Nao quero ficar com ninguem! E alias, como o Mike vem pra aqui? Estamos um pouquinho afastados da cidade... Perguntei erguendo uma sobrancelha de desconfiança.

-É...é.... Ele ja estava aqui perto em uma festa com alguns amigos. Entao pedi que ele ficasse um pouco com voce, ate eu chegar..

Eu suspirei  e cobri o meu rosto com um travesseiro, por mais que eu amasse aquele Mexicano , eu não queria ter a companhia de ninguém, naquela noite. Precisava descarregar minha tristeza sozinha. 

Fui tomar um banho e coloquei um pijama e deitei novamente ouvindo algumas músicas de sou luna...

-Filha, ja estou indo, mas Mike disse que chega aqui em cinco minutos... Falou e me deu um beijo na testa.

Fechei meus olhos me cobri!

-Ouvi dizer que voce estava precisando de socorro... Ouvi a voz de Mike e abri os olhos!

-Oi amigo... Senta aqui comigo! Disse sentando na cama.

-Nao senhora! Vista uma roupa que preste que vamos sair.

-De novo isso? Eu ja disse que nao quero ir pra lugar nenhum! Disse ja um pouco irritada.

-Coloca esse vestido e esses sapatos! Ele disse mechendo em minha mala e parecia que nao tinha ouvido o que acabei de falar.

Ele jogou em minha cama um vestido jeans que imitava uma camisa de botão e um scarpim preto.

-E sem mais karol! Pega a roupa, veste e volta! Falou mandão e sei que nao iria adiantar questioná-lo...  Eu so Torcia para que ele não me levasse para nenhum lugar movimentado.

-Estou vestida! Satisfeito? Pra onde nós vamos? Pergunto com as mãos na cintura.

-Nao se preocupe! Voce vai gostar... Respondeu com aquele mesmo sorriso misterioso. -Apenas confie em mim.

-Voce sabe que confio! Lhe dei um abraço apertado.

Saimos do roll do spar e ele me guiou em direção a uma área reservada para casais... Porque tinha o spar e do outro lado tinha pequenos chalés para casais... Eles eram lindos, pareciam casas de boneca. Alem de muito românticos. 

-Para Mike... Disse parando no caminho com um sorriso. -Voce nao esta pensando em me pedir em casamento ne? Terminei ja sem aguentar de rir e ele gargalhou.

-Porque nao Minion? Ele respondeu enquanto me puxava pelo braço para que eu começasse a caminhar novamente...

Eu acho que nunca tinha rido tanto na minha vida, como ri nesse momento. Ele estava me guiando a cada passo que eu dava, e erguia minha mão, para que eu cumprimentasse as pessoas, por quem passávamos. 

-​-voce sabe pra onde estamos indo Mike?  Nunca andei tanto na vida.

-Calma bicha preguiça, estamos chegando.

–Pronto! Chegamos rainha do drama! Ele disse parando em um chalé que tinha algumas luzes fracas acesas. .. -Voce entra primeiro! Disse e destrancou a porta mas nao chegou a puxar o trinco.

Olhei pra ele com os olhos estreitados e ele revirou os olhos.

-Entra logo!

Neguei com a cabeça e puxei o trinco... No minuto em que a porta se fechou atrás de mim, eu arregalei os olhos. .. Vi algumas velas acesas e sentado em uma cama estava Ruggero com o violão no colo. Eu já não comandava mais, o meu coração naquele momento. Quando nossos olhos se encontraram, ele abriu um de seus sorrisos lindos e começou a cantar a musica siento... Essa cançao era o começo do amor de Luna e Matteo, e quem compôs ela foi o Ruggero a pedido do Jorge. 

Me aproximei dele ainda sem acreditar que tudo isso era verdade e parei bem em sua frente.

- Ruggero...

- Não. – Ele falou levantandoo da cama e colocou o dedo em meus lábios. - Eu ja entendi tudo.   Disse, enquanto começava a acariciar meu rosto. Céus, eu ia acabar tendo um infarto. – Você sempre me encantou, sua maneira de ser, sua personalidade e muitas outras coisas, que se eu tiver que listar todas, vamos passar o resto do ano aqui. – Disse, e eu soltei um riso nervoso. – Mas, eu nunca percebi, o quanto você me afetava tanto ate aquela cena do curta Lutteo onde voce estava naquele lindo vestido branco. .. Voce me fez sentir tanta coisa... 

- O que eu estava te fazendo sentir? Perguntei ja com a voz embargada.

–Voce Me fez sentir amor... E agora eu estou completamente maluco por voce.

Quando ele terminou de falar, começou a me beijar. E eu podia jurar, que a única coisa, que eu conseguia escutar, era a batida de nossos corações. Mas, quando eu pensei que ele fosse aprofundar, parou e encostou nossas testas.

 – Eu preciso de voce Karol Sevilla... Eu nunca seria tao vivo sem voce ao meu lado.  senti as primeiras lagrimas escorrerem. – E se você aceitar namorar comigo mesmo ainda existindo esse contrato, que infelizmente nao posso quebrar,  eu com certeza vou ser o italiano mais feliz desse mundo. 

- Eu seria uma mexicana louca, se não aceitasse. .. E eu também estou completamente maluca por voce.  Completei, e selei nossos labios novamente, e sem duvida foi o beijo mais especial ate agora, pois estava exposto nele todo nosso sentimento.

-Porque voce me fez esperar tanto Ruggero Pasquarelli? Perguntei e juntei nossas testas.

-Queria te fazer essa surpresa! E mama turbo e Mike me ajudaram. Respondeu e sorri.

-Aqueles traidores! Por isso que eles estavam estranhos.

- Eu queria que fosse especial. – Ele respondeu e passou a beijar meu pescoço... Deus do céu, eu quero tanto esse homem. 

- E foi.  Respondi ainda de olhos fechados. 

-Io te amo.  falou em sotaque italiano me olhando nos olhos.

- Yo también te quiero mucho. – Respondi, sem conseguir deixar de sorrir.

E mais uma vez senti o gosto fresco da sua boca.  Eu estava disposta a fazer qualquer coisa desde que fosse com ele, como ja estava escrito nas estrelas!

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...