1. Spirit Fanfics >
  2. Espectral - KNY ANOTHER >
  3. Capítulo 2

História Espectral - KNY ANOTHER - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Eae, ces tão bem?

Capítulo 2 - Capítulo 2


O ser que se auto intitulava de "Lua Superior" tinha a pele acinzentada, com várias "marcas" azuis passando pelo seu corpo. Seus olhos tinham a cor amarelada e o olho direito tinha o kanji "três" marcado nele. Ele vestia uma curta jaqueta rosa, que deixava praticamente todo o seu peito aperto, uma calça branca e um círculo de "bolas" em cada calcanhar

Shinobu, após ouvir a declaração do se estremece, mas não perde a postura

Shinobu-Podeira me dizer seu nome? Senhor Lua Superior Três - Perguntava com um sorriso no rosto

???-Claro dama... Eu sou Akaza, Lua Superior Três

Os dois se entre-olham um pouco, mas logo começam a se mover. Era nítido a diferença de velocidade de Akaza para Shinobu. A Hashira mal conseguia acompanhar e desviar dos ataques de Akaza

Shinobu-Rápido demais... - Pensou enquanto desviava dos ataques

Shinobu pega distância para tomar fôlego 

Akaza-Estamos só começando! - Dizia partindo pra cima novamente 

Sem ficar para trás Shinobu avança também 

Shinobu-Mushi no Kokyū: Seirei no mai: Fukugan rokkaku - Dizia após puxar ar pela sua boca

Shinobu então desfere seis ataques com sua espada em Akaza: No coração, no tronco, nos pulmões, no bíceps direito, na mão esquerda e no nervo ciático esquerdo. Os ataques não surtiram muito efeito por conta do formato da espada de Shinobu, que lembrava muito um ferrão 

Hidetaka-Mas que diabos de espada é essa!? - Pensava Hidetaka, enquanto tentava se levantar - Não surtiu efeito algum!

Akaza-Era pra isso fazer alguma coisa? - Perguntava em deboche

Shinobu-Debochar do oponente em campo de batalha não é uma boa idéia - Dizia tranquilamente enquanto andava até Hidetaka 

Akaza-Mas que diabos!? - Perguntava enquanto tentava se mexer - Oque tu fez comigo!?

Shinobu-Segredinho... - Dizia dando uma piscadinha para Akaza e colocando Hidetaka nas costas

Shinobu então começa correr o mais rápido possível com Hidetaka nas costas

Hidetaka-E-Ei senhorita... 

Shinobu-Diga garoto... - Respondia de maneira doce

Hidetaka-Oque era aquele homem? - Perguntava ainda em choque

Shinobu-Não acho que pode-se chamar um oni de homem, pequeno

Hidetaka-O-Oni!? I-Igual os das histórias!? Aqueles que devoram pessoas!? - Perguntava ainda mais em choque

Shinobu-Exato, e ele é- Os dois são jogados para trás 

Akaza-Eu ainda quero saber oque você injetou em mim senhorita... - Dizia caminhando até os dois jogados no chão 

Shinobu-O-Oque!? Tinha veneno o suficiente pra matar 100 homens no sangue dele! - Dizia desesperada em seus pensamentos 

Shinobu tenta sacar sua espada, mas checar a sua bainha percebe que a espada não estava ali

Akaza-Esse aparentemente é o fim pra você... Foi uma ótima luta, adeus Kocho Shinobu

Akaza então agarra a mulher pelo pescoço e aponta o braço direito no coração dela. Hidetaka vendo a situação entra em desespero, ele olha pro lado e vê a espada de Shinobu. Sem pensar duas vezes ele a pega e a aponta para Akaza

Hidetaka- Supekutoru kokyū: Saisho no keishiki: Akumu!

Hidetaka fez a mesma coisa que a Shinobu, puxou ar para os pulmões com a boca. Só que diferente dela, o ar era pesado e gélido. Após ele fazer isso a espada de Shinobu é destruída instantaneamente

Akaza e Shinobu olham para o garoto após ele dizer as palavras e percebem uma névoa cinza escura indo em direção a Akaza. Após a névoa tocar nele, ele imediatamente solta Shinobu e começa a gritar em desespero

Akaza-NÃO!! NÃO!! EU NÃO SOU O CULPADO!! - Dizia em completo desespero e medo

Shinobu olha surpresa, mas ela não é burra e aproveitou essa brecha para tirar ele é Hidetaka dali. Ela corre até o garoto, o coloca nas costas e corre, passando por Akaza que ainda gritava de medo e desespero 

Sem tempo para perguntas Shinobu corria em sua velocidade máxima...

-3 horas depois, 8:21 da manhã-

O sol da manhã já havia nascido e ambos, Shinobu e Hidetaka, estavam numa casa no meio da mata, afastada de onde Hidetaka vivia. Shinobu cuidava dos ossos quebrados de Hidetaka

Shinobu-Ara, ara, para um garotinho você tem um corpo bem definido - Dizia enfaixando o menor

Hidetaka não respondeu

Shinobu-É falta de educação não responder uma dama - Dizia de forma doce, ainda enfaixando o menor 

Enquanto ela cuidava do garoto, sentiu seus cabelos molhados, ela olhou pra cima e percebeu que o albino estava chorando

Hidetaka-Eu fui um inútil, como sempre - Shinobu olhava intrigada - Não consegui mover um músculo pra ajudar eles... Não consegui mover sequer um dedo... - Hidetaka dizia com raiva de si mesmo. Apertando os punhos a ponto de começar a escorrer sangue deles - Eu só fugi... Fugi que nem a porra de um covarde! 

Shinobu repentinamente para o trabalho de enfaixar o garoto e olha pra baixo

Shinobu-Seu estúpido... - Sua voz não estava doce como sempre, mas sim raivosa

Hidetaka-O-Oque!? - Perguntava com também raiva - Você ao menos sabe como eu me sinto!?

Shinobu-Sim eu sei! Eu sei exatamente como você se sente!! - Dizia olhando pros olhos do rapaz, que ficou surpreso - Mas também sei que sua família não iria querer que você fica-se se remoendo!! Eu sei que sua família iria querer que você continua-se seguindo em frente!! Afinal foi por isso que eles se sacrificaram certo!? Se você não seguir em frente... Você será um verdadeiro covarde!

Hidetaka abaixa a cabeça envergonhado. Shinobu tinha razão

Shinobu-Agora deixa eu terminar de te "consertar"...

Após algum tempo, Hidetaka estava completamente enfaixado. Os donos da casa levaram eles até um quarto para ambos dormirem. E assim foi feito

-4 horas mais tarde, 11:11 da manhã-

Shinobu e Hidetaka já haviam acordado e se alimentado. E agora ambos estavam no lado de fora da casa, que logo a sua frente tinha uma trilha 

Hidetaka-Então e agora? - Perguntava olhando pra mão enfaixada 

Shinobu-Não é óbvio? - Perguntava com uma voz doce olhando para o garoto 

Hidetaka-Não..? - Perguntava confuso

Shinobu-Você vem comigo...

Hidetaka-Pera... Quê!? Porquê!? - Pergunta ainda mais confuso 

Shinobu-Não vou deixar você voltar. Você pode morrer se ficar por lá...

Hidetaka-Mas e os corpos da minha família!? 

Shinobu-Acredite em mim, ele provavelmente já foram devorados! Agora vamos! - Ela pega na mão do garoto e começa a andar

Hidetaka sem muitas opções segue com a Hashira para a sua casa...

-3 horas depois, 14:34 da tarde-

Hidetaka passou por vários locais nas costas de Shinobu. Até finalmente chegar num local muito bem escondido. Onde tinham algumas casas com dois ou mais andares

Shinobu-Chegamos... - Ela passa por um portão com Hidetaka nas costas e logo em seguida o coloca no chão 

Shinobu-Não saía de perto de mim! Não importa a circunstância

Hidetaka apenas obedece e fica do lado dela até chegar na casa que aparentemente era a principal. Até chegar lá várias pessoas olhavam para ele com estranheza por conta da aparência peculiar de Hidetaka. Após chegar na porta da casa, Shinobu bate três vezes seguidas na porta

Ela é atendia por duas crianças, uma com cabelos brancos e a outra com cabelos pretos. Elas tinham olhos exatamente iguais, roxos com aspiras brancas no meio. Elas também usavam quimonos extremamente iguais, pretos com flores vermelhas 

Shinobu se ajoelha e abaixa a cabeça em sinal de respeito e começa a falar

Shinobu-Eu queria convocar uma reunião com o mestre e os outros pilares

???-Qual seria o motivo senhorita Shinobu? - Pergunta de maneira doce a de cabelos pretos

Shinobu-Eu trago comigo um possível membro da família Tadekaia

As duas surpresas, mas não demonstrando, olham para o Hidetaka

???-Certo quando chegar a hora nós avisaremos - A de cabelos brancos fala também de maneira doce

Shinobu-Certo, muito obrigada - Após a fala a de cabelos pretos fecha a porta

Shinobu logo em seguida se levanta e olha para o garoto. Que claramente não estava entendo nada

Hidetaka-Oque minha família tem de tão importante? - Perguntava olhando para a mais velha 

Shinobu-Você irá descobrir. Agora vamos, a qualquer momento o mestre nos convocará 

Os dois passaram esse curto tempo de espera juntos. Os dois não diziam uma palavra ao outro. 

Após dois minutos todos os Hashiras foram convocados. Então Shinobu imediatamente foi para o local, levando consigo Hidetaka

Após chegarem viram mais oito pessoas. Todas enfilheiradas uma do lado da outra. Quando Shinobu chegou com Hidetaka todos olharam surpresos. Alguns não demonstravam mas estavam

???-Então era verdade... - Dizia um homem dono de um rosto pequeno e pele clara. Seus olhos possuem uma cor, majoritariamente, azul-escura gradiente, só que mais clara na parte baixa; ademais, não possui tanta vivacidade em seu olhar. O cabelo dele é totalmente preto, sendo também bem comprido e desorganizado. As madeixas são amarradas como um rabo de cavalo, tendo a testa coberta com uma franja e nas laterais mechas medianas e desregulares. O homem possui uma expressão séria e serena. Ele utiliza o uniforme padronizado da milícia dos matadores de demônios, sendo uma vestimenta completamente preta, de gola alta e abotoada, além de um cinto claro ao qual segura uma espada. A indumentária é semelhante ao gakuran (um uniforme escolar do Japão), mas nas canelas ele utiliza forros afivelados no tom branco. Tomioka usa conjuntamente um haori com dois lados diferentes sobre os ombros, ou seja, enquanto na parte direita da peça é sem detalhes e de cor vermelha-escura essa era a cor predominante em todo o seu haori, a do lado esquerdo da veste do Pilar da Água, a coloração é um verde e amarelo com laranja, possuindo um formato geométrico. Essa padronização da parte esquerda era todo o design do haori usado por Sabito, o amigo morto de Giyū. Provavelmente, para levar, de alguma forma, o parceiro consigo, o caçador fez a junção dos dois tecidos em uma única peça.


???-Ele é tão fofinho!! - Dizia uma garota de estatura mediana e um porte físico bem-desenvolvido, apresentando coxas grossas e seios volumosos. A sua pele é clara e suas sobrancelhas são escuras, enquanto seu cabelo, diferentemente do casual, é comprido e rosa, sendo dividido em duas partes com tranças que têm a cor verde — para ser mais exato, da metade para baixo, o que acaba chamando também a atenção por causa dos seus lindos olhos cor de esmeralda. Além do mais, há algumas mexas longas que ficam sobre a sua testa, mas não chegam a fazer algum tipo de franja. As suas vestimentas são parecidas com as dos demais pilares, pois veste uma blusa preta de mangas compridas e uma saia da mesma cor que, obviamente, deixa as suas coxas à mostra. Ela também usa uma blusa branca (que mais se parece a uma jaqueta) de mangas longas que chegam a seus pulsos. A vestimenta se assemelha bastante com um hakama, que é basicamente uma saia junto de um kimono

Os outros não falavam nada apenas olharam para o garoto

Após alguns segundos aquelas mesmas garotas apareceram numa varanda a frente dele

???-Peço o silêncio de todos porfavor - Começa a de cabelos pretos

???-O senhor Oyakata está aqui - Termina a de cabelos brancos

Após a fala a de cabelos pretos traz um homem cego, com cabelos até os ombros, com a metade pra cima do rosto coberta por uma espécie de "mancha" roxa e veias visíveis, usando um quimono branco, calças pretas e meias pretas

Na presença do homem todos os Hashiras se curvam. Hidetaka estava sem entender absolutamente nada

???-Olá a todos... - Começava o homem - Imagino que todos saibam o porquê dessa reunião... - Ele olha para Hidetaka - Estamos aqui para discutir sobre...


???-O grande poder da família Tadekaia

Informações conhecidas até o momento: Hashiras. Os Pilares (Hashira) São os nove espadachins mais poderosos do Corpo de Demon Slayers. Como tal, eles são os soldados de elite mais graduados da organização, cada um deles desempenhando um papel central


Notas Finais


Respondam a pergunta :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...