1. Spirit Fanfics >
  2. Esperança >
  3. Esperança

História Esperança - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Oie eu domorei eu sei não desistam de mim ksksk

Capítulo 5 - Esperança


Fanfic / Fanfiction Esperança - Capítulo 5 - Esperança

Uma noite de pesadelos e agonizante então assim que o sol começou a nascer eu desisti de voltar a dormir, acordada e nem um pouco disposta tento tomar um banho gelado pra ver se me animo o que ajudou um pouco, começo a fazer um café preto bem forte e logo aquele cheiro de café preenche a casa, fecho os olhos e quase consigo ouvir os passos apressados da Hanabi vindo roubar a primeira xícara de café, os meus olhos embaçam e tenho que respirar fundo para nenhuma lágrima escapar. O pergaminho que o Hokage-sama me deu explicava que Hanabi havia entrado em uma batalha com um poderoso ninja em um determinado momento ele a atacou deixando ela inconsciente, meu pai quando viu Hanabi imaginou que ela estivesse morta ele então enfurecido partiu pra cima deste ninja que mais tarde derrotou mas durante a batalha ele foi seriamente ferido, não resistiu ao ferimento, fico a me perguntar será que ele tentou lutar pela vida ou simplesmente pensou "perdi minha filha mais novo, não quero viver para saber da perda da mais velho" porque sejamos sinceros meu pai não acreditava que eu voltaria da Guerra viva, e de fato não era pra mim ter voltado. Livres lágrimas corriam pelo meu rosto me apressei em enxugá-las, agora não é momento para chorar tenho que me arrumar para encontrar Hanabi no hospital.


Caótico, e assim que tudo tem sido nos últimos dias, era um caos total na Guerra, mas agora no corredor do hospital onde fecho os olhos e escuto em agonia passos de enfermeiras apressados, gemidos, gritos e choros de dor, meu coração se agita dentro do peito, eu apenas queria fechar os olhos e escutar um silêncio tranquilo, não quero mais sentir dor, não quero mais ver mortes, afinal a Guerra acabou mas ainda sinto que estou lutando pela paz.

-Sakura-chan!?.

-Hina!?.

Hinata está a alguns passos de mim sua expressão denuncia que não era a primeira vez que ela estava me chamando.

-Sakura-chan está tudo bem? Eu vim ver a Hanabi sabe me dizer onde é o quarto dela? 

Pergunta Hinata sobre o meu estado com certa preocupação, eu não a culpa minha aparência deve passar uma péssima impressão, emagreci alguns quilos estou com orelhas debaixo dos olhos, minha pele deve estar amarelado devido ao baixo nível de vitaminas no corpo pois não ando comendo muito bem, mas descarto sua preocupação com um aceno de cabeça e foco em lembrar em que quarto está Hanabi.

-Hina se não me falhe a memória, Hanabi está no terceiro andar na sala A5, quer que eu a acompanhe?.

-Se não for um incomodo adoraria que me acompanhasse.

-Não é incômodo algum.

Começamos a caminhar até o elevador que nos leva ao terceiro andar, assim que a porta do elevador se abre eu vejo ele e de repente eu não me sinto aflita, cansada ou desanimada eu me sinto aquela velha Sakura que não conhecia a Guerra e nem a dor que vem depois dela, um meio sorriso brota em meus lábios.

-Naruto-kun.

Escuto Hina chamá-lo com carinho me lembrando dos sentimentos que ela guarda por ele, lembro de tudo que ela já fez em nome desse amor, assim como o que ela perdeu, foi tentando salvar o Naruto que ela perdeu o Neji, em advertência lembro-me; o preço por um intenso amor e uma imensidão de dor.

Naruto agora explica que estava acabando de fazer alguns exames para a cirurgia.

-Imaginei que você soubesse Sakura-chan.

Diz Naruto.

-Eu sabia que faria exames hoje eu queria estar aqui quando fizesse, porém ando muito ocupada com tantos pacientes.

Digo com certo desânimo apenas de pensar no longo dia que tenho pela frente.  

-Eu espero que reserve um horário para mim na sua agenda, quero você comigo na cirurgia.

Diz Naruto colocando sua mão em meu ombro instintivamente coloquei a minha mão por cima da dele e apertei com ternura, dizendo com convicção 

-Estarei ao seu lado.

Ele com um sorriso largo diz.

-Como sempre esteve.

Eu me permito sorrir tão abertamente quanto ele.

Mas o momento se perde quando escuto a porta do elevador abrir e vejo Sasuke.


Estou ao lado de Sakura que está conversando com a Naruto, não consigo prestar muita atenção, estou olhando cada porta para ver se acho a da Hanabi, hum não, aquela também não, nem essa, hum ali!! Achei, penso que o correto seria me despedir de Naruto e Sakura mas meus pés já estão traçando o caminho até a sala, agora que estou de frente para a porta tento me acalmar mas sei que uma tarefa impossível, minha respiração está desregulada e minhas mãos trêmulas, hoje terá uma grande homenagem aos mortos da Guerra meu maior medo que Hanabi seja mais um deles. 

-Não sabe abrir uma porta Hyuuga?

Pergunta o Uchiha que está ao meu lado vendo eu enfrente a porta sem coragem para abri-la, ele sem cerimônia alguma se aproxima mais e abre a porta com certa irritação, eu respiro fundo e entro enfim, é a primeira vez que vejo Hanabi depois de ir para Guerra, ela está com um semblante tranquilo parece adormecida, pensar assim até me trás uma certa paz, mas assim que lembro da realidade a paz se esvai, ela não está dormindo, está em coma, e sabe-se lá quando vai voltar, queria pedir para ela voltar para casa para o lar dela, mas seria patético pedir que ela volte para essa realidade onde o seu pai está morto e seu clã destruído a sua única família agora seu eu é não sei se é o suficiente para que ela volte. Um barulho me tira de meus devaneios e o Uchiha que está sentado na maca, o barulho que escutei foi a porta se abrindo e entrando uma enfermeira de longos cabelos âmbar e belos olhos verdes, ela faz uma série de pergunta para o Uchiha, eu não me permito distrair com isso, mantenho meu foco em Hanabi seu semblante tranquilo me acalma e fico por alguns minutos ali aproveitando. 

-Ok acabamos por aqui.

Escuto a enfermeira falar ,me viro para porta a tempo de ver o Uchiha colocando de volta a blusa que havia tirado e eu nem notará.

-Pode ir agora para sala A10 no final do corredor para terminar os seus exames.

Termina de dizer a enfermeira, o Uchiha lança um olhar a mim ele deve ter notado que olhei o seu abdômen sem escrúpulos mas também como não olhar havia tantas cicatrizes, algumas eram profundas simples jutsu médicos não ajudariam mas outras qualquer um poderia curar porque ele as carrega.


Depois daquele dia que Naruto me acompanhou até a ala médica onde eu estava passando as noites ele foi relatar isso a Kakashi que mais tarde me enviou uma carta dizendo que tomou a liberdade de mexer uns pauzinhos e me dar um simples apartamento não muito longe do hospital, eu não estava em posição de recusar, agora me encontro no meio da minha sala onde só tem uma poltrona e um criado mudo. Foi um longo dia no Hospital meus pés estão latejando e tudo que eu mais preciso é um banho quente, senti aquela água quente no corpo os músculos relaxando, e por mais relaxante que fosse o banho minha mente continuava a ser um emaranhado confuso de exaustão e dor, hoje terá uma homenagem aos mortos da Guerra, depois do banho devidamente vestida para o ocasião espero por Naruto,Hinata e Sasuke.

-Sakura-chan!.

Grita Naruto na esquina de casa, desque eu voltei pra Konoha e descobri que perdi tudo, ver o Naruto me acalma, porque ele também perdeu tudo mas foi capaz de se encontrar, de ser feliz e fazer os pessoas felizes, ao olhar para o Naruto eu encontro calma e esperança, então quando ele se aproxima da entrada da minha casa agitando o braço em um aceno exagerado eu lhe abro um sorriso gentil e digo.

-Oie Naruto e bem vê-lo de novo, Sasuke, Hina e bom revê-los também.

Estamos agora todos a caminha do memorial, quando chegamos encontramos Ino, Tenten, Shikamaru, Chouji,  Rock Lee, Sai e o Kakashi, ver todos reunidos novamente me traz uma nostalgia, a Ino está linda vestindo um vestido preto longo com um corte na perna, Sai com sua postura dura, olhar desinteressado e silencioso passa uma presença misteriosa que parece encantar a Ino, outra pessoa que se destaca e a Tentei, o que chamou a atenção e que hoje ela não está com aqueles coques laterais como de costume, seu cabelo está solto preso apenas por um rabo de cabelo frouxo assim como o Neji amarava, ela sorri educadamente mas está explicito em seu semblante que ela sentiu profundamente a perda de Neji, assim como a Hina que aliás está usando um vestido de um tom de azul tão escuro quanto seus cabelos longos que se acemenham com o céu noturno, a cada movimento seu vestido parece refletir o céu, ela parece diferente sua presença não e mais pasada despercebida muito pelo contrário sua presença e mercante assim como homem de presença dominante e arrogante que se encontrava ao seu lado, Sasuke parecia a propria escuridão com seu terno que delineava seu corpo, e aqueles olhos negro e selvagens, mas minha atenção foi capturada por um loiro que usava um terno que vestia seu corpo de forma bela, ver o aqueles olhos azuis e limpidos em contraste com aquele terno escuro era uma combinação de tirar o fôlego.

-Sakura, Hyuuga Hinata, eu poderia falar com vocês por um instante.

Nós duas nos entreolhamos e nos afastamos do pessoal junto a Kakashi.

-Eu gostaria muito que vocês oferecessem algumas palavras esta noite.


Hyuuga Hinata

Eu sei que não ficamos imaginando como as pessoas que amamos vão morrer, é algo que vamos encarar só quando chegar a hora, e está hora chegou, hoje temos que encarar que eles se foram… e não vão voltar. Eles morreram por você, pela pessoa que está à sua direita e também pela pessoa à sua esquerda, por cada um de nós, e por cada um deles que temos que viver, temos que honrar as suas mortes e viver da melhor forma possível


Sakura Haruno 

Dor, e um sentimento que todos nós compartilhamos nesta noite, a perda e perpétua e logo a dor também será sentiremos essa dor todos os dias da nossa vida, eu sei não é algo bom de ser dito mas e a verdade… mas temos que ter esperança. Esperança que um dia essa dor se torne suportável, esperança que um dia conseguiremos voltar a sorrir e sermos felizes, eu quero acender uma chama por mais fraca e pequena que seja, de esperança mas que um dia ela se transforma em chama.


Notas Finais


Espero que tenha gostado deixa o feedback


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...