1. Spirit Fanfics >
  2. Espontâneo >
  3. Espontâneo

História Espontâneo - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Quero, primeiramente agradecer a @NanyKamy por ter betado essa história e a @Min_Ruth, por ter feito a capa e o banner do capítulo, o trabalho de vocês é maravilhoso, meninas ❤️❤️❤️

Boa leitura ❤️

Capítulo 1 - Espontâneo


Fanfic / Fanfiction Espontâneo - Capítulo 1 - Espontâneo

Os moradores carregaram Naruto e todos os outros ninjas pela Vila da Folha, bradando de alegria e agradecimento, além de entoarem um canto, que contava os feitos dos heróis na guerra. 

Ao chegarem no centro da vila, os shinobis se depararam com flores decorando todo um lugar, assim como uma grande mesa de banquete arrumada no meio da rua, em frente à loja de ramen  

"Isso parece estar uma delícia." Chouji disse, já comendo com os olhos. 

"Eu tenho certeza que está uma delícia, tô certo!" Naruto concordou.

Os demais ninjas concordaram e sentaram nas cadeiras disponíveis, antes de agradeceram pela refeição antes de comer. 

Regada de comes e bebes, a comemoração avançou noite à dentro e recebeu trilha sonora de artistas locais. 

Sentado num canto, Shino ouvia a falação de Kiba sobre uma garota da vila, que ele gostava, mas seu foco mudou total quando Tenten levantou, puxada por Ino, que a levou para uma roda, onde outras meninas dançavam.

O movimento do quadril no ritmo da música, os longos cabelos cabelos castanhos, agora soltos, voavam ao sabor do vento, e o conjunto da obra o enfeitiçou, tal qual a mariposa é enfeitiçada pela chama de uma vela. 

Não demorou muito para o Inuzuka se levantar e ir dançar colado em Tamaki, sua namorada, para dançar com o corpo colado ao dela. 

“O Shino não desgruda os olhos de você, Tenten.” Hinata comentou ao notar o companheiro de time com o corpo inclinado para frente, na direção delas. 

“Como você sabe que é pra mim que ele tá olhando.” a Mitsashi se fez de desentendida, antes de suas maçãs do rosto ficarem vermelhas. 

“Ela tá com vergonha!” Ino exclamou mais alto que o normal, fazendo Naruto deixar a rodinha dos meninos e entrar na pista de dança improvisada, a fim de arrancar o copo de saquê de sua namorada. 

“Ino, bora pra casa, você já bebeu demais, loira.” ele disse, antes de virar o conteúdo do copo goela abaixo. 

“É que eu nunca achei que fosse ver a grande Tenten Mitsashi envergonhada por causa de um cara." a loira confessou." Conta aí Tenten." pediu Balançando a amiga levemente pelos ombros. 

"A gente saiu algumas vezes. Eu não quis criar esperanças por causa da guerra iminente e, então, eu achei que era só os hormônios à flor da pele, sabe?" Ela confessou timidamente. 

"Eu duvido que seja só os hormônios." a Yamanaka pontuou, dando um leve empurrão em Naruto para olhar Shino, que estava parcialmente oculto pelas sombras da noite e da fachada da loja de ramen. "Vá lá, o tire para dançar e descubra. Quer dizer,vocês dois não beberam uma gota de álcool, então estão em seu juízo perfeito." incentivou, antes de puxar o Uzumaki para longe da pista de dança. 

"O Shino é um grande cara, Tenten, e Neji sempre fala que você é uma pessoa maravilhosa, então vai lá." Hinata encorajou, dando um sorriso. 

"A Hinata também certa, Tenten. O Shino e o Kiba são ótimas pessoas, eu tenho convivido bastante com eles, desde que ambos integram um time com a Hina. Devo muito ao Aburame por trazer minha Hime segura de todas as missões" Neji, que até então estava quieto,se pronunciou. " E pra aguentar seu gênio tem que ser alguém com uma paciência de Kami-sama." completou antes de levar um leve tapa no braço da noiva e um olhar fuzilante da companheira de time. 

“Certo, vocês venceram, eu vou lá.” Tenten disse, dando-se por derrotada , antes de caminhar até Shino. “Hinata percebeu que você tava me encarando e Ino quis saber o motivo, e eu contei. Sua colega de time disse que você é um cara legal e, tanto ela, quanto Ino e até o Neji me incentivaram a vir aqui e descobrir, se o que a gente teve antes da guerra era só hormônios à flor da pele ou se tem mais.” ela disse de uma vez, antes que perdesse a coragem de falar com ele. 

Shino piscou por trás dos óculos de sol e abaixou a gola da blusa para que a garota visse tanto suas bochechas levemente rubras, quanto o pequeno sorriso que surgiu em seu rosto. 

“Eu não sou muito de falar sobre sentimentos, ou sobre qualquer outra coisa, de forma geral, você sabe bem disso.” ele começou a dizer. “Mas eu quero que você sabia que eu realmente gosto de você e da sua companhia, além disso, estou disposto a ver onde isso levará a gente.” Shino confessou e Tenten viu ele ficar ainda mais vermelho. 

Em resposta à confidência, a kunoichi estendeu-lhe a mão, num convite mudo para dançarem, que foi aceito prontamente. 

(...)   

“Sinho.”ela gemeu enquanto ele abriu suas pernas e correu seus dedos até os lábios da sua boceta em um triângulo para espalhá-los.

O Aburame se inclinou para frente e respira profundamente seu perfume antes de abrir a boca e cobrir sua vagina com ela. Seu gosto açucarado de canela bate na língua masculina, e ele era como uma criança provando seu primeiro rolinho de canela — e ele sentira tanta falta daquele gosto nos últimos tempos era impossível mensurar com precisão. Saboreando cada centímetro dela, sugando seus lábios e depois seu clitóris. Movendo-se para baixo e lambeu dentro dela, então, voltando para sua delicada joia.

“Olhe para mim.” Shino rosna.

Tenten abriu os olhos, dando-lhe uma visão de seu peito subindo e descendo enquanto ela tentava recuperar o fôlego. Ela segurava os lençóis e suas pernas estão tensas enquanto fica lá e pegou o que lhe dava. 

“Me veja comê-la.” o ninja exigiu, chupando-a em sua boca e gemendo com o sabor feminino.

       Ela moveu seu olhar até onde a boca masculina boca está, e seu queixo caiu, fazendo seus lábios formarem um círculo perfeito.

Shino adoraria enfiar seu pau entre eles, mas estava ocupado banqueteando-se com a melhor refeição que já colocou em sua própria boca. 

“Isso é tão bom.” ela gaguejou enquanto ele passava seus dentes pelo clitóris dela, depois de ter colocado as coxas femininas em seus ombros.

“Isso?" a voz masculina pergunta ao empurrar dois dedos dentro dela e sentir sua vagina incrivelmente apertada. “Como você está tão molhada aqui?"

“Não tenho você já faz bastante tempo, senti saudades.” ela geme enquanto Shino encontrou seu ponto G e esfrega.

Tais palavras o fazem parar seus golpes e se inclinar para olhar para o rosto dela.

“Como?” ele questionou, sentindo uma esperança de um futuro juntos aquecer seu peito.

“Eu senti saudades.” Tenten repetiu. “Por favor, não pare, Shino. Eu estou muito perto.” lamentou enquanto revirava os quadris em um convite silencioso.  

As palavras femininas morrem quando o Aburame bombeia seus dedos dentro e fora dela e colou sua boca de volta no clitóris dela. De repente, ele era uma maldita máquina de fazer sua boceta gozar tantas vezes quanto possível.

“É isso aí. Bem aí, Shino.” 

Colocando o antebraço em seu quadril para segurá-la enquanto seu quadril começa a sair do fulton. 

O rapaz fez o corpo feminino aguentar enquanto esfregava o ponto G com mais força e agitava sua língua rapidamente contra seu clitóris.

Tenten gritou seu orgasm o escorrendo como mel pelos dedos masculinos e ele bebeu-a. O doce sabor de canela encheu a boca do Aburame. 

O ninja queria virá-lá ,puxar seus quadris para cima e enfiar cada centímetro de seu pau inchado dentro dela. 

Em vez disso, se concentrou no prazer de sua parceira e se certificou de que ela sentia cada onda de seu orgasmo quando isso a atingiu. 

         Quando Tenten estava completamente mole embaixo dele, Shino deu um último beijo no topo de sua boceta e subiu pelo corpo feminino.

Os lindos olhos castanhos femininos estavam semicerrados e seu corpo estava torcido, mas sua mão alcançou o pau de seu companheiro, que gemeu em resposta.

     Shino sentiu capa parte do seu pênis ser acariciado pela mão feminina, a qual alternava movimentos lentos e rápidos, conforme ia concentrando o próprio chakra na mão. Isso só fez o Aburame jogar a cabeça para trás antes de começar a fazer o movimento de vai e vem contra o punho dela.

 Não demorou muito para ele chegar ao limite e gozar nos dedos dela, antes de cair ao seu lado no colchão, pois já estava no limite antes da kunoichi masturbá-lo. 

Shino puxou-a para cima de si e ambos dormiram com o desejo espontâneo de que queriam estar juntos todos os dias de suas vidas dali em diante. 

 


Notas Finais


E aí? Que tal minha primeira ShinoTen?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...