História Esquece! Não vou te chamar de oppa! - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT), Stray Kids
Personagens Chenle, Doyoung, Haechan, Hansol, Jaehyun, Jaemin, Jeno, Jisung, Johnny, Jungwoo, Kun, Lucas, Mark, Personagens Originais, RenJun, Taeil, Taeyong, Ten, Winwin, Yuta
Tags Felix, Stray Kids
Visualizações 22
Palavras 2.055
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpe por qualquer erro ortográfico, eu sempre reviso mas de vez em quando passa alguma coisa ^-^

Capítulo 2 - Tipo assim?


Min Soo corre ate o seu quarto e pega o seu celular

Cara da voz pornográfica - Online

Felix, o que foi isso?

21:03

Cara da voz pornográfica

Eu escutei os seus gritos

Estéticos, eu beijo tão mal

Assim?

21:04

Não foi isso é que eu fiquei

Surpresa ;u;

21:04

Cara da voz pornográfica

Kkkk, ei me diz, o que o

Jisung disse depois?

21:04

Ele ficou putasso

Mas eu nem dei bola

21:05

Cara da voz pornográfica

Sabe o por quê?

21:05

Nope.

21:05

Cara da voz pornográfica

Ele te ama mas não sabe,

Juntar vocês dois vai ser

uma das minhas prioridades

21:06

Ah mas eu te amo agora

você vai me abandonar

Assim? Kaskask

21:06

Cara da voz pornográfica

Olha você não fala assim se

não eu me apaixono e ai eu vou

ter que ajudar a garota que eu gosto

com outro cara que não ta nem aí

pra ela.

21:06

Bem vindo ao clube hyung.

21:06

Cara da voz pornográfica

Akdkakdk.

Min Soo eu tenho que entrar

em casa depois eu te chamo, ok?

21:07

Ok cara da voz pornográfica, tchau.

21:07

Cara da voz pornográfica

Tchau tampinha.

21:07

Ela larga o celular e vai para a sala onde todos os garotos olhavam pra ela.

─ E ai vai explicar? ─ Jaemin disse a olhando

─ Jaemin devolve o meu pirulito ─ Chenle disse sorrindo

─ E o meu Oreo. ─ Renjun

─ Me trai e nem fala comigo por cima. ─ Jisung diz

─ Ah Jisung me poupe do seu ciúme barato que você nem se importa. ─ ela responde

─ Toma distraído. ─ Jeno diz

─ Você tá me traindo na cara dura. ─ Mark diz e faz bico

─ Awn meu amor não fica assim eu nem to namorando com ele, vem cá ─ Ela abraça Mark que mostra a lingua para Jisung.

─ Agora pronto. ─ Jisung se senta ─ Mas mudando de assunto, vocês viram como ela olhou pra mim? Eu senti como se fosse explodir

─ Aish que péssimo gosto Jisung. Vamos dormir gente, circulando. ─ Yukhei diz e todos fazem fila para escovar os dentes e vão para os seus quartos

─ Aish. ─ Min Soo entra no seu quarto, troca de roupa e se deita até que escuta um trovão seguido de uma chuva forte ─ Ok… 3… 2… 1… e… ─ Ela escuta alguem bater em sua porta ─ Bingo. ─ ela fala baixinho

─ Soo-Ah, deixa eu dormir com você hoje? ─ Era Jisung, e ela podia apostar que ele estava com sua roupinha de pato e seu travesseiro azul

─ Calma. ─ ela abre a porta ─ Entra.

─ Obrigado, você sabe que eu não gosto de trovões ─ ele entra com a cabeça baixa e ela ri, o garoto estava exatamente como ela tinha imaginado, normalmente ele dorme só de cueca e não vê problema algum em aparecer assim no quarto de Min Soo mas o clima estava muito frio que o obrigava a usar roupas quentes ─ Não ria de mim!

─ Você já pensou como vai ser a sua vida quando você me abandonar? Sabe se a Yen Hee vai fazer carinho em você e dizer que esta tudo bem quando trovejar? ─ Ela disse enquando senta na cama

─ Eu vou te levar aonde eu for, eu não sei viver sem você. ─ Jisung deita em sua cama ─ Deita aqui ─ Ele bate em um lugar perto dele

─ Você tem que parar de falar assim, parece que estamos juntos ─ Ela se deita um pouco mais distante de costas pra ele

─ Mas eu te amo, só não da forma que as pessoas querem. ─ Ele diz e escuta mais um trovão e se encolhe bruscamente, ela respira fundo se vira pra ele e senta na cama logo bate em seu colo

─ Eu sei que não vai dormir assim ─ Ele logo entende e coloca a cabeça em seu colo, ela começa a acariciar seus cabelos enquanto canta uma música

─ Min Soo… ─ Ele diz com a voz meio rouca devido ao sono ainda com os olhos fechados e ela profere um "Hm." ─ Somos amigos… certo?

─ Claro hyung. ─ Ela diz gentilmente enquanto continua a acariciar seus cabelos até que ele durma ─ Eu vou sempre ser a sua melhor amiga hyung.

─ Min Soo… Min Soo? Min Soo! ─ Renjun entra e começa a balançar Min Soo até que a garota acorta ─ Você dormiu assim? ─ Aponta para a garota que estava sentada com as costas na cabeceira da cama

─ A-ah minhas costas. É que o Jisung… ─ Min soo olha para o garoto ainda dormindo e apertando sua cintura ─ Renjun…

─ Parece que você gosta de sofrer. ─ Renjun diz puxando Jisung

─ Olha só como ele é fofo dormindo ─ Ela começa a observar Jisung

─ Jaemin plano 2 ─ Renjun diz e Jaemin entra carregando Min Soo e a jogando no sofa, logo depois a joga seu uniforme

─ Veste estamos atrasados. ─ Ele diz e ela vai para o banheiro se trocar e escovar os dentes, lava o rosto e desce

─ Ah… ─ Ela desce e se senta na mesa para comer ─ Xiu… Mark hyung… pode me dar o leite da geladeira? ─ Ela diz sonolenta enquanto segura o cereal

─ Que horas você foi dormir? ─ Mark diz a encarando enquanto aponta para o leite em sua frente.

─ Ah… ─ ela pegando leite ─ Eu dormi logo…

─ O problema não foi que horas, é que ela dormiu sentada ─ Jeno diz enquando pegou o leite da mão de Min Soo e colocou em uma tigela para a garota

─ É que o Jisung estava com medo então eu fiquei com ele ate ele dormir. ─ ela disse enquanto via o garoto aparecer na cozinha, ela disse coloca cereal no leite e começa a comer.

─ Eu não estava com medo… só não queria dormir sozinho ─ Ele disse tomando café

─ "Soo-Ah… eu posso dormir com você hoje? Você sabe que eu não gosto de trovões" ─ Haechan imitou Jisung que deveria ter escutado pois o seu quarto era logo ao lado.

─ Aish! ─ Jisung ficou emburrado

─ Você tem que ensinar tudo para a Yen Hee, Min Soo ─ Chenle disse bagunçando os cabelos da garota ─ Como ele gosta do café, qual o filme preferido, o que o faz chorar, a sua cueca preferida, etc. ─ Chenle a fez perceber como ela sabia coisas sobre o garoto, como era duradouro, e como ela teria de abrir mão de tudo isso

─ Você sabe a cueca preferida dele? ─ Jeno pergunta

─ É aquela preta da Calvin Klein, ele vive falando isso… ─ ele havia dito isso 2 vezes em 4 anos mas ela ainda lembrava

─ Eu nunca ouvi ele dizer isso. ─ Renjun diz e todos os garotos concordam menos o Chenle e o Jisung

─ Eu falei isso ha 4 anos. ─ ele diz

─ eu lembrei porque nos dois estavamos lavando roupa e ela comentou enquanto jogava enquanto cutucava a cueca para que ela caisse na maquina ─ Chenle disse

─ Então vamos? ─ Yukhei diz se levantando e todos concordam

A caminhada foi breve, todos estavam sorrindo menos Min Soo, apenas uma coisa rodava a cabeça dela "Que o inferno começe" ela dizia a si mesma mentalmente. Foi tanto tempo pensando nisso que quando ela voltou a realidade estava na frente da escola, logo viu Felix sorrindo esperando o sinal. A primeira coisa que ela faz é abraçar o garoto que logo retribui

─ Hyung eu não quero fazer isso. ─ Ela diz ainda no abraço

─ Ele quer que você o ajude? Ai nossa esse garoto é mau. ─ ele responde encurtando os olhos para Jisung. ─ Por via das duvidas você tem que fazer, pois quando estiverem juntos você vai ser algo para se vangloriar

─ Você é muito otimista hyung. ─ ela sorri e o sinal toca

─ Eu até te levaria na sala mas… ─ ele levanta o indicador como se esperasse algo e 2 segundos depois Jisung aparece, segura a mão dela e a leva para a sala.

─ Você vai mesmo tira-la de Jisung? ─ Renjun diz colocando a mão na costa de Felix

─ Vocês é que são burros, se o Jisung não tiver um "concorrente" nunca perceberá que está apaixonado por ela. Para ele vocês não são uma ameaça a melhor amiga dele, na mal o Jaemin que as vezes ta dando em cima dela ─ Felix diz indo para sua sala que era a mesma de muitos dos garotos, eles olham para Jaemin indignados

─ Que foi? ─ ele diz indo para a sua sala

─ talarico. ─ Jeno diz indo para a sala.

─ Ok Min Soo… que o teatro começe. ─ Min Soo fala pra si mesma, respira fundo e puxa uma cadeira para o lado de Yen Hee, o professor de inglês não tinha chegado então assim como ela pretendia todos estavam conversando, ela se senta ao lado da menina que estava passando maquiagem. ─ Oi… Yen Hee ─ Ela sorri

─ Oi Min Soo. ─ Ela se olha no espelho do pó compacto ─ Como vai? ─ "nada bem pois o garoto que eu gosto me mandou vir aqui fazer com que você goste dele"

─ Otima ─ Ela sorri ─ O que você acha do meu hyung?

─ Hyung? Ah sim, esqueci. Mas qual?

─ Você gosta de algum? ─ Ela pergunta

─ O Jisung tem sido um fofo comigo mas, eu tenho uma queda… quer dizer um penhasco pelo Jaemin. ─ a vontade da garota era de rir, ela estava tentando fazer a garota se apaixonar pelo amor da propria vida mas ela estava apaixonada por outra pessoa parecia um fluxo infinito. ─ Mas vocês sempre estão tão juntos… ele namora com você? ─ e agora o que fazer?

─ A-ah… S-sim... ─ ela disse gaguejando tanto que até ela acreditou.

─ Ah desculpa não quero ser talarica, bem… quer me sobrou foi o Jisung, não é? Ele e bem fofinho ─ A Min Soo queria dizer "VOCÊ ESTÁ TRATANDO O MEU HOMEM COMO RESTO?" mas apenas sorriu

─ Eu sempre achei que vocês formariam um atimo casal… ─ Não, definitivamente ela não achava

─ Eu nunca parei pra pensar… mas agora me parece uma boa ─ "Ah você ta de brincadeira com a minha cara!"

─ Com certeza… ─ Jisung olha para Min Soo fazendo um sinal positivo com o polegar e ela retribui. ─ … Eu quero me matar

─ Você disse algo? ─ Yen hee guarda duas maquiagens

─ Vocês dois, eu quero juntar. ─ Ela responde e o professor entra. Min Soo vai para o seu lugar

As aulas passaram rápido, mas não para Min Soo que estava com sono por ter dormido sentada acariciando Jisung para que ele dormisse. Já era hora do lanche, todos tinham saido da sala menos Min Soo que colocou sua cabeça na mesa

─ Oi criança ─ Escutou a voz de Felix ─ Como foi?

─ Pessimo, hyung, foi pessimo. ─ ele sorri da fala da garota e puxa uma cadeira para o seu lado ─ Primeiro, eu estou namorando com o Jaemin… AH HYUNG ELA NEM GOSTA DELE O QUE EU VOU FAZER? ─ Ela se revolta

─ Não sei pequena, só sei que ─ Ele coloca um suco e um biscoito na mesa, eram os preferidos da garota ─ Jisung sabia que eu iria te ver então mandou eu entregar isso a você, respectivamente dessa marca. Nota: ele ficou putasso quando soube que eu iria te ver com você sozinha aqui ─ ele sorri, acaricia seus cabelos e sai

─ JAEMIN HYUNG! ─ Ela grita enquanto abre o biscoito. ─ Aish vou ter que ir atrás dele ─ ela se levanta com o lanche em mãos ─ JAEMIN HYUNG! ─ as pessoas começam a rir do jeito que ela o chamava mas ela realmente estava pouco se fodendo

─ Oi meu amor ─ Ele diz na praça de alimentação onde ela o encontra

─ A gente ta namorando. ─ Ela diz enquanto come

─ Oi? ─ Ele ri da ação repentina da garota

─ QUE? ─ Jisung diz comendo um sanduíche

─ É para a Yen Hee

─ Por que? ─ Jisung pergunta

─ Por que ela acha que você gosta de mim ─ a garota mentiu para não magoar o menino ─ Jaemin, tem que ser o mais realista possível ok?

─ Tipo assim? ─ Jaemin começa a se aproximar da garota vagarosamente


Notas Finais


Hmm... pelos meus calculos... me parece que o Jaemin está com fogo no rabo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...