1. Spirit Fanfics >
  2. Esquecer - Minsung >
  3. Oneshot

História Esquecer - Minsung - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Eae essa história foi inspirada na da @marii_nuncio.
leiam a história dela  cometem lá:3

https://www.spiritfanfiction.com/historia/drugs-19268963

Capítulo 1 - Oneshot


Fanfic / Fanfiction Esquecer - Minsung - Capítulo 1 - Oneshot

Han andava nas ruas lembrando da cena alguns minutos atrás.


...


- Amor cheg- 


Olhou a cena e o sorriso que tinha no rosto foi desfeito.


- Jisung...não é isso que você tá pensando... - Saio do colo do Homem.


- Ah não é o que tô pensando mesmo...é o que eu tô vendo! Felix eu trabalho o dia inteiro o dia que eu chego mais cedo pra te fazer uma surpresa onde eu iria te perder em CASAMENTO você me aparece beijando o meu melhor amigo?? Caralho eu devo ser muito gostoso,a vida só me fode! - Riu sem humor os olhando. 


- Jisung por favor... eu quero me casar com você... mais eu também gosto do Changbin... isso é estranho e complicado não briga comigo! - Tentou se defender,mas Jisung riu sinico.


- Tá acabado ok? Amanhã eu venho buscar minha coisas. Bênção ao casal. - Jogou uma sacola de chocolate - eram os preferidos do Lee - e saio dali.



...


Ele decidiu que iria na balada que não ia a quase 4 anos - sim ele namorava a 4 anos e iria completar 5.


Ele avistou a balada e lembrou que estava com cara de antecedente de loja. ele tirou a blusa do trabalho e jogou no lixo. - Ele pensava em se demitir,já que Changbin também trabalhava lá, as vezes em horários diferentes e as vezes em iguais. - bagunçou os cabelos e desajeitou a roupa. Estava pronto pra entrar e fingir estar feliz.


Assim ele entrou e foi em direção ao bar. a música estava alta tocava, "drongs" , combinava com a balada inteira que fumava perto da janela e é bebiam adoidados. 


- Uma bebida,uma forte de preferência. - Se sentou pedindo ao barman e foi buscar.


- Uma forte? Não vai aguentar - Riu o cara do seu lado.


- Eu sei. - Respondeu simples pegando e pagando a bebida.


- Então por vai tomar?? - O olhou confuso.


- Esquecer dos problemas. Se pá eu esqueço tudo me jogam pra fora do bar e eu sou sequestrado por um doido por sexo. - Falou irônico.


- Ahhhh... interessante,fala mais de você. 


- Se pá você vai ser o doido por sexo né? - Os dois riram. - Bom eu sai mais cedo do trabalho pra fazer uma surpresa pro meu namorado,EX! ex  namorado. Aí quando eu cheguei em casa ele tava se pegando com meu melhor amigo,agora eu tô aqui pra tentar esquecer. - O olhou. - O que me indicaram de bebida pra esquecer disso? - O olhou rindo e começou a beber sua bebida 


- Olha não sei bebida,mais acho que eu poderia te ajudar,ou tentar. - Disse em um tom malicioso, fazendo o garoto o olhar.


- Olha acho que não... - Riu 


- Olha eu posso me apresentar, Meu nome é Seo Sook,eu tenho 21 e tenho um pau que vai te fazer delirar - Diz e Han caiu na risada - Do que tá rindo? 


- Da sua capacidade de achar que falar ir seu pai é grande vai me fazer acreditar! você é estúpido! - Diz e o menino o olhou indignado 


- Você sabe quem eu sou vadiazinha?! Deve dar pra qualquer um idiota.


- Sook para de perturbar o menino ele disse que não quer. - O barman se manifestou e eu o olhei,ele sim era  bonito,talvez lê conseguisse me fazer esquecer de Felix


- Cala boca Minho! Eu sou rico e lindo, como esse idiotinha não me quer? 


- Simples, tem gente que definitivamente tá pouco se fudendo se você se considera o foda o galã,como ele disse só quer beber. Acho melhor sair de perto dele,se não vou ter que chamar os seguranças que nem da última vez. - O menino bufou e saio.


- Valew por isso. - Sorri pro homem que retribuiu.


- De boas. - Ele apenas virou pra fazer as outras bebidas enquanto eu bebia a minha o olhava. 


Desviei o olhar quando ele percebeu e riu.


- Está me olhando de mais,não achar? - Ele riu divertido e eu sem graça. 


- Desculpa,e que você é bonitinho... - Voltei a beber.


- Também te achei bonitinho, mais deveria estar se divertindo pegando pessoas,esquecendo o que deveria esquecer,não conversando com o Barman sem graça. 


- Você não é sem graça... você parece ser legal o tipo de cara que eu pegaria e me divertiria junto,o cara que por alguns minutos me fez esquecer da desgraça que minha vida tá... - Diz sem graça.


- Você pode ficar até o fim da "festa" agente pode sair depois disso que tal?


- Claro! - Sorriu divertido - Me passa seu número? - Pedi com  pouco de vergonha ainda.

Ele me passou e pediu pra que eu aproveitasse a festa e assim eu fiz. Me divertir e conheci pessoas novas que vou marcar de ver.


[...]


O Bar fechou e eu o esperava sentado em um banco do lado de fora logo vi ele vindo em minha direção.



- A proposta da gente se divertir e pegar ainda tá em jogo?? - Ele pergunta brincalhão e eu assinto






fim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...