História Esse é o meu jeito! - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Ficção Adolescente
Visualizações 7
Palavras 1.340
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 13 - Julia?


Fanfic / Fanfiction Esse é o meu jeito! - Capítulo 13 - Julia?

*Terça-feira*

 Luana narrando: 

 Acordo cedo e vou ao meu closet e pego uma calça preta com alguns detalhes rasgados, uma blusa branca com a estampa do Mickey mostrando o dedo do meio e um tênis cano alto. Vou para o banheiro e tomo um banho bem rápido. Saio do banheiro só de roupas íntimas e me visto. Desço as escadas e fui direto para a cozinha. 

-Bom dia pai -dou um beijo em sua bochecha 

-E onde está a mamãe? -pergunto 

-Bom dia, ela ainda está deitada. -diz enquanto toma um gole de seu café.  

-Estranho, ela não costuma a acordar tarde. Eu não sei como você consegue beber isso. -digo me sentindo enjoada só de olhar para o café. 

 -É eu também acho estranho. É bom, eu não entendo porque você não gosta de café. 

-Hum, que horas são? 

 -6:45h. 

 Subi as escadas correndo sem falar nada, fui direto para o quarto do Leon. 

 -Leon? -bati algumas vezes na porta. 

-Olha, aprendeu direitinho né?! -diz o Leon sorrindo ao abrir a porta. 

-Vamos logo ô babaca. 

 -Vamos branquinha. -(ele me chama desse apelido ridículo porque ele me acha branca, e muito) fala enquanto me leva até a porta com a mão em volta do meu ombro. 

 Fomos o caminho inteiro escutando e cantando músicas no carro. Quando chegamos eu me despedi e fui para dentro do colégio. Entro e vejo o Davy sentado em um banco. Vou em direção a ele e lhe dou um abraço. 

 -Tudo bom Davy? -pergunto ao lhe abraçar. 

 -Tudo, e você? 

 -Tudo. 

 Ficamos conversando um tempo até que o sinal toca e nós fomos para a sala. A professora de português se chama Marilene e ela parece ser bem legal. Depois de alguns minutos de aula, chega uma garota atrasada, e a voz dela me parecia ser bem familiar. 

 -Oi professora, desculpa o atraso. Posso entrar? 

-Claro, pode entrar Julia. -(Julia?) -Tem um lugar vazio bem atrás da Luana. 

 A garota entrou na sala e olhou para mim, e fez uma coisa que a julia (minha antiga amiga) fazia quando ficava surpresa, colocava a mão na nuca e olhava para baixo. Que saudade. Ela sentou bem atrás de mim e depois de um tempo me cutuca e me entrega uma folhinha escrita: 

Qual o seu nome? 

 Eu achei estranho por que a professora tinha comentado meu nome.  

Luana Lima, seu nome é julia oque?? 

 Devolvo a mesma folha. E não demora para ela me entregar novamente. 

 Julia Queiroz, eu acho que te conheço. 

 Olho com os olhos arregalados para trás e vejo que ela estava me olhando. 

 -Julia? -pergunto quase gritando, acho que alto o suficiente para a professora ouvir. 

 -O que foi que aconteceu Luana? -pergunta a professora e todos ao redor me olham. 

 -N-nada.... Eu só estou perguntando para a Julia sobre a matéria, eu não entendi direito - digo e ela parece não acreditar 

 -Isso você poderia me perguntar depois da aula -"é.... Agora ela me deixou sem saber oque dizer" -Vamos continuar a aula -"salva pelo gongo"

 Me viro para trás e pergunto para ela 

-Você se lembra de mim? 

 -Claro, como eu iria esquecer minha melhor amiga?! -Ela sorri.

 Me viro para frente e começo a pensar em tudo. Sei lá.... Eu me senti tão bem ao ouvir a Julia dizer isso. O resto da aula de português se passou bem rápido. Quando tocou para o intervalo eu fiz sinal para a Julia e para o Davy para que eles esperassem. Esperamos todos da sala sair. 

 -Vocês não vão para o intervalo? -pergunta a professora ao pegar seu material. 

 -Agora não, já, já a gente vai prof, vamos estudar um pouquinho. -digo com um sorriso irônico. 

 -Não precisa mentir para mim Luana, assim que saírem da sala fechem a porta. -disse autoritária, mas ao mesmo tempo com um sorriso. 

Assim que a professora saiu da sala eu corri até onde a Julia estava e a abrasei praticamente me pendurando nela. 

-Que saudade Jujuba Azeda. -Disse rindo. 

 -Eu também estava com muita saudade minha Lua. (Esses apelidos são por causa das nossas inicias.) 

-Nem ouse se afastar de mim de novo minha vaca desnutrida. -digo ao largar ela. 

 -De onde vocês se conhecem? -pergunta o Davy.

-Nós morávamos em São Paulo, e eu me mudei para o Rio a alguns anos. -explica a Julia. 

 -Tô morrendo de fome, vamos comprar algo na cantina? -pergunto passando a mão em minha barriga. 

 -Me diga uma novidade. -diz a Julia com um sorriso bem sarcástico.

 -Vamos logo. -os puxo para fora da sala. Enquanto andava até a cantina, uma garota esbarra em mim. Quando olho para ver quem é, vi uma garota loira parada na minha frente e do seu lado estava uma ruiva. 

 -Você não olha por onde anda, não garota? -diz a loira quase gritando.

 -Calma tá, foi só um esbarrão. -levanto a mão em sinal de trégua. 

-Típico de pessoas do seu tipo. -fala esnobe. 

 -Olha, eu estava tentando ser legal até agora. Vai se fuder, foi só um esbarrão. E na real, foi você que esbarrou em mim. -a loira oxigenada sai pisando forte. 

-Ela é sempre assim? -pergunto. 

-Olha desculpa ela, prazer, meu nome é Bruna. -diz a ruiva. 

 -Prazer, Luana. Essa daqui é Julia e ele Davy. -digo tentando ser simpática.

 -O Davy eu já conheço. -diz ela sorrindo. 

-Bom... Tchau, eu vou atrás dela.

 -Este pequeno acontecimento só serviu para aumentar a minha fome, vamos logo comprar alguma coisa. -digo. 

 Fomos para a cantina e eu comprei Doritos e um refri.

 -Você nunca faz dieta? -pergunta o Davy. 

 -Primeiro: eu não preciso de dieta. E segundo: foda-se dieta. Juba vamos para minha casa hoje? -pergunto para a julia.

 -Claro. Nós ficamos conversando um pouco. Depois do intervalo nós fomos para a quadra onde seria a nossa aula. Foi legal a aula de educação física. Depois da aula eu, o Davy e a Julia ficamos conversando em frente a escola. 

 -Olha, amanhã eu não vou poder vir. Eu e meu pai vamos ver alguns negócios da família. -diz o Davy e eu assento. Depois de um tempo o meu pai chegou e eu e a Julia nos despedimos do Davy e fomos para a minha casa. Quando chegamos em casa eu fui direto para a cozinha. 

 -Você realmente está com fome? -pergunta a Julia surpresa.

 -É claro que sim. Olha, 50% de mim é feito de comida ou "fome", e os outros 50% é feito de sono. -disse e ela ri.

 -Você não é normal. -disse rindo.

 -Obrigado pelo elogio. -disse e peguei um pote de Nutella na geladeira -Você quer? -pergunto.

 -Não, brigado. 

 Eu à levei para conhecer o meu quarto e todo o resto da casa. Depois ficamos conversando sobre coisas aleatórias. 

 -Você já namorou? -pergunto para ela. 

 -Não, eu não encontrei alguém que eu gostasse realmente. Os caras de hoje em dia estão mais interessados no corpo ou na beleza, e não param para pensar no amor. -disse ela meio cabisbaixa. 

 -Nossa, que filósofa. -falei debochando e ela me mostrou a língua. -Você sabe que eu te amo né!? -disse a abraçando. 

 -Eih Luh, você quer jogar comigo? -diz o Leon ao entrar no quarto. -Hum..., não vai me apresentar a sua amiga?! -pergunta com um sorriso malicioso. 

-Não precisa, você já conhece ela. -digo e a Julia só nos observa. 

 -Acho que não, eu me lembraria. -disse e se aproximou de nós.

 -Sério que eu mudei tanto assim? -diz a Julia. 

 -Como assim? -pergunta ele confuso. 

-Essa é a Julia seu boboca. -digo e ele parece surpreso. 

 -Julia, peraí... Agora eu fiquei mais confuso. -nós rimos da situação. Nós explicamos tudo para ele e depois ficamos mais um tempo conversando até que meu pai chegou em casa. Eu fui até a casa da Julia para saber onde é. Ficamos mais um tempo conversando. Depois eu fui para casa, tomei um banho e fiquei conversando com a minha mãe sobre tudo que aconteceu. Depois de um tempo eu fui para o meu quarto e dormi.  


Notas Finais


É eu sei.... O cap hj está bem sem graça. É pq eu estou com um bloqueio criativo e não consigo pensar em nd para o livro. Mas eu vou tentar compensar no próximo cap. Votem e comentem... Por favor. Bjs!!. 😙😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...