História Esse não sou eu. - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Chouchou Akimichi, Chouji Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Juugo, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Mitsuki, Naruto Uzumaki, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shino Aburame, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Boruto, Hinata, Hokage, Kibahina, Naruhina, Narusaku, Naruto, Sakura, Sarada, Sasukarin, Sasuke, Sasusaku
Visualizações 210
Palavras 1.356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


aaaaaaaa depois de muito tempo voltei;-;

Capítulo 7 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction Esse não sou eu. - Capítulo 7 - Capítulo 7

O sol foi avistado pelo povo de Suna, que aos poucos saiam de suas casas e seguiam sua rotina.

Em quanto isso no conselho da vila estava agitado, queriam anunciar de uma vez o isolamento que Suna passaria por algum tempo, mas não sabiam se esperavam alguma notícia das outras vilas. O conselho não havia gostado muito da ideia e dizia que Konoha estava fazendo tempestade em copo d'água. Estavam esperando o Kazekage para tomar uma decisão final e quando viram que o amanhecer se fez, se preocuparam pois o mesmo não havia chegado.

- Ele me pediu para vir na frente e avisar o conselho, disse que ainda tinha coisas para resolver por isso demoraria mais. – Kankuro disse tentando acalmar os membros do conselho. “Droga Gaara, o que está fazendo de tão importante para deixar essa situação para depois?”

- Devemos agir de imediato! Se esperarmos mais, o fugitivo pode se infiltrar em nossa vila sem notarmos.

- Bobagem, devemos deixar isso de lado, temos outros problemas, Konoha não pode simplesmente nos obrigar a agir de acordo com seus problemas e preocupações.

- O Kazekage está demorando, se isso era tão urgente para nos levar à isolar a vila, por que não veio logo?

- Será que algo lhe aconteceu?

Os conselheiros discutiam entre si, em quanto Kankuro apenas desejava que seu irmão voltasse logo e que estivesse seguro.

/ / / / / / / / / /

Konoha, uma cidade que é cheia de vida ao amanhecer. Na casa dos Uchiha que na maioria das vezes era quieta e silenciosa, estava mais agitada por conta da presença de Sasuke, a mais nova se alegrava com a presença de seu pai enquanto Sakura tentava fingir que não se importava se ele estava ali ou não.

- Mãe, eu já falei para a senhora que eu e o Boruto não temos nada! Coloque logo isso na sua cabeça!

- Eu já tive a sua idade Sarada, não me venha com essas. – disse a mais velha para a filha que estava vermelha de vergonha.

Sasuke ouvia tudo com calma, porém estava começando a ficar incomodado, podia não parecer, mas tinha certos ciúmes da filha, como qualquer pai teria.

- Sasuke diga algo! Vai aceitar nossa filha tendo um caso escondido?

- Eu tenho que ir, Kakashi-sensei disse que tinha algo para falar comigo. – disse se levantando da mesa em que tomavam o café.

- Você sempre me ignora! – disse a rosada ficando emburrada como uma criança.

- E eu tenho uma missão com meu time!

Sarada se levantou e saiu em disparada na frente do pai, ainda estava com vergonha, ouviu a mãe dizer para ter cuidado e apenas respondeu que teria, mesmo que não precisasse pois a missão não seria nada demais.

Em quanto Sasuke colocava seus sapatos, Sakura se aproximou colocando os dela.

- Vou te acompanhar, mesmo estando de folga hoje do Hospital tenho que sair um pouco de casa! – o acompanhou.

Ficaram em silêncio, era raro conversarem em quanto estavam sozinhos, sempre acabava em briga.

Sakura estava nervosa, mesmo não querendo, ainda tinha certos sentimentos pelo marido, era quase inevitável, porém nunca ia compreender o porquê dele nunca ficar.

- Mesmo com toda essa confusão acontecendo, depois disso você vai embora não é?

- Tenho coisas para fazer Sakura, já falamos sobre isso. – ele se manteve calmo.

- A sua família é menos importante que essas drogas de jornadas que nunca te levam a lugar nenhum?! – gritou o puxando braço.

Novamente estava jogando suas frustrações em uma discussão que não traria nenhuma solução.

“ Foram anos sozinha, solitária, minha salvação foi a Sarada, ela deu luz aos meus dias, porém ela também precisava de você, ela precisava de um pai assim como eu precisava do meu marido, mas você nos deu as costas como sempre, isso nunca vai parar de me ferir...”

- Da última vez que brigamos eu disse que depois que você fosse embora, não voltasse mais e eu continuo com isso, se você for embora não quero que nem fale comigo, deixarei você ver a nossa filha, porque mesmo assim ela precisa do pai. Mesmo que o pai não dê a mínima para ela.

- Eu me importo muito com vocês! Não sabe o quanto, porém tenho coisas a fazer que são tão importantes ainda! Tente entender! Se quer a separação, eu já disse que aceito, mas entenda que eu me importo sim. Agora preciso ir. – Ele andou rápido, se mantinha sério.

Sakura tentava segurar a raiva, porém antes dele se distanciar gritou.

- Vá embora e fique com o que te mantem longe, seu idiota!!

Começou a andar rapidamente pela vila, precisava ir para algum lugar aliviar a tensão que estava sentindo.

Ela amaldiçoou Sasuke milhares de vezes e nunca cansaria, mesmo que o fosse mínimo o sentimento que guardava por ele, ainda trazia muita dor, talvez já estivesse acostumada com a situação.

Lágrimas já desciam pelo seu rosto inchado, em quanto andava apressada, tentava inutilmente secar o rosto.

- Sakura-chan?!

Aquela voz seria sua salvação? Quem diria não é? Sakura sorriu minimamente antes de olhar para trás e encarar o melhor amigo que a encarava preocupado.

- Já faz uns dias que não nos vemos né? – Ela o encarou, ele franzia o cenho preocupado e confuso.

- O que houve com você? – Ele ignorou a saudação da mesma.

- Apenas mais um dia comum em que a realidade bate a porta!

- Sakura-chan, me conte direito! Eu estou preocupado!

- Não foi nada demais, nada que já não tenha acontecido. Briguei com Sasuke, novamente.

Antes dela notar, ele já havia a abraçado fortemente, carinhosamente sussurrou no ouvido da rosada que tanto admirava:

- Vai ficar tudo bem Sakura-chan...

Ela sorriu.

- Obrigada, Naruto... Ah! Mas me diga, como sabia onde eu estava?

Ele ficou um pouco a frente e coçou a cabeça tentando lembrar.

- Eu estava com Hinata, ela havia sido chamada pelo Kakashi-sensei, então a acompanhei, foi ai que eu vi você passando de longe e então te segui.

- Enten-... – foi interrompida.

- Naruto! Deuses, achei você! – Era Shikamaru, que parecia ter corrido meia maratona de tão vermelho que estava.

- Precisamos de você urgentemente. – se aproximou do loiro e sussurrou em seguida – O kazekage desapareceu repentinamente, recebemos notícias de Suna. Queremos saber se você sabe de algo.

Sakura que acabou por ouvir partes do que ele disse ficou espantada, mas não tanto quanto Naruto, que logo respondeu Shikamaru quase gritando:

- Devemos procura-lo rápido! – Antes que pudesse correr para ir atrás do Kazekage, Shikamaru o segurou.

- Você é a última pessoa que deveria ir atrás dele, se já tentaram te matar ou qualquer outra coisa! Por que não fariam de novo?

- Naruto. – Sakura se intrometeu. – Shikamaru têm razão, você já foi vítima e não deve se arriscar, ele está fora da vila, pois se estive dentro já o teriam encontrado! Se ele está fora, é mais um motivo para você ficar aqui. Você sabe que Kakashi-sensei logo vai tomar sérias medidas contra essa situação.

- Sakura têm razão, apenas nos ouça Naruto. Vou para um reunião e vim te chamar para ir comigo, Sakura está convidada também.

- Claro que vou! – A garota logo se dispôs.

Olharam para Naruto que começou a fazer uma grande cara de dor, ele começou a sentir como se uma faca cortasse o seu estômago. Colocou quase seu estômago para fora, se sentia tonto, Sakura o segurou juntamente de Shikamaru que o levaram para o hospital.

/ / / / / /

Estava de noite e Sasuke estava no quarto em que Naruto fora colocado, estava inconsciente porém os médicos disseram que não era nada sério. Sasuke o encarava sério.

- Então é isso...

Encarou algo em específico que o deixou um pouco agoniado. Na sua última viagem, havia descoberto muitas coisas, segredos do Clã Otsusuki que ninguém suspeitaria que existisse.

Mas não poderia falar nada, não havia como provar e também estava em perigo. Não sabia se as informações que tinha o ajudavam ou só pioravam a situação.

- Isso com certeza só piora tudo.


Notas Finais


Gomen gomen gomen, espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...