História Esskeetit. - Capítulo 13


Escrita por:

Visualizações 62
Palavras 691
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hi bitch, como vocês estão?

AVISOS:

- Insinuação de sexo contínuo.

- Insinuação de armas.

- Drogas lícitas.

- Diálogo informal, gírias e palavras de baixo calão.

Obs: vai relatar o mundo atual e acontecimentos reais. (quase reais pois essa é uma história de ficção).

Capítulo 13 - Porra.


Fanfic / Fanfiction Esskeetit. - Capítulo 13 - Porra.

Lil Pump

...

Victoria foi minha ex, a primeira namorada e a última, mesmo assim me arrependo, vadia. Ela me traia com rapper's no começo da minha fama e eu que não sou cuzão a usei diversas vezes quando eu estava no auge. Ela pedia desculpas e até chorou arrependida, mas isso é passado pra mim, apesar de eu nunca ter esquecido ela. 

Ri de lado e pensei no que ia falar, talvez pela primeira vez em toda a minha vida.

— Uma vadia Jessi, uma vadia. 

— Mas quem é ela? 

— Uma amiga talvez. — ri alto fazendo Jessi ficar puta.

— Entendi. — falou ela se calando.

— Quem encheu sua cabeça de bostas? Aquelas putas do estúdio? 

— Ninguém.

— Imaginei que fosse elas. 

— E quem são elas?

— Virou FBI porra? Para de perguntar.

— Eu vou descobrir quem é Vic! — finalizou ela.

— Que se foda Jessi. Tá com fome? 

— Não.

— Mas eu tô. — estacionei o carro no drive thru do McDonald's.

Bolei um baseado e fumei ali mesmo. 

— Você não cansa? 

— Do que? — perguntei.

— Af. 

— Me chupa Jessi.

— Sério? Aqui? Agora? 

Eu tinha falado na esportiva, mas se ela levou a sério... Eu sou o Lil Pump caralho.

— É, aqui e agora! — respondi.

Ela começou a me beijar, deixei pois não estava excitado ainda. Foi um beijo quente e excitante. Ela abriu o zíper da minha calça, e colocou sua mão no meu pau, que já estava dando oi.

Fez movimentos de vai e vem que me deixou louco, logo peguei no seus cabelos e insinuei o ato, e ela o abocanhou. Apesar de não ser experiente ela me tirava suspiros e alguns gemidos baixos. 

— Senhor? — a garota do drive thru encarou a cena.

— Sim? — falei soltando a fumaça no rosto dela.

— Os seus lanches. — disse a atendente corando.

Peguei os lanches e coloquei nos bancos de trás, mais pra frente paguei e dei partida pra casa, e Jessi ainda continuava me chupando.

— To fazendo direito? — ela levantou a cabeça com a boca toda molhada.

— Continue baby. 

Fomos a metade do caminho todo com ela me chupando, eu acabei gozando na boca dela e empurrei a cabeça dela pra baixo pra que ela sentisse todo o meu gosto, ESSKEETIT.

Vi ela engolindo e ainda sim fazendo cara de safada, oque me deixou totalmente satisfeito.

— Tô com fome. — disse ela pegando os lanches.

Eu sorri de canto como resposta, comemos o lanche no caminho e chegamos em casa.

...

Fodemos até meu pau da game over e puta que pariu que menina filha da puta, ela fazia eu chegar aonde nenhuma vadia havia feito, nem mesmo a Vic. 

Tomamos um banho quente, escolhemos um filme e ficamos na sala assistindo com pipoca.

Eu chapado e ela mais ainda, dávamos altas risadas com o filme. Fiquei reparando nela rindo e sorrindo, como ela é gostosa e olha que nem tô me referindo ao corpo dela.

— Você é linda. — falei. 

— Que? — disse ela rindo.

— Você é linda. — repeti.

— Porque ta falando isso? 

— Porque eu quero.

— Cala boca, você tá muito chapado.

— Vai se foder então. — resmunguei.

— Quero agradecer pelo dia de hoje, sério, me diverti. — falou manhosa.

— Ótimo, vou dormir.

— Me dá um beijo de boa noite? — pediu ela.

A encarei e por um minuto pensei "que porra é essa?" 

— Vou dormir. — falei frio e subindo.

Entrei no meu quarto e me deitei, como eu posso ser tão cretino? Eu me odeio.

...

Algumas semanas se passaram e por algum motivo Jessi ficou distante de mim, e eu dela.

Era a semana que o Smoke ia fazer turnê na Geórgia e eu só queria descanso, ultimamente estava usando droga demais que só me fazia dormir pelos cantos.

Jessi escolheu ficar disse que tinha coisas pra fazer e pra mim tanto faz.

E Kathy havia ido pra boate do Charles e agora morava em um apartamento perto daqui.

...

Casa vazia, resolvi fazer algumas coisas que eu sempre fazia que era jogar jogo de basquete, e logo chega uma mensagem no direct do Instagram, por algum motivo isso me chama atenção e faz eu pausar meu jogo.

Porra, era a Vic?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...