História Está Tudo Bem... - Capítulo 8


Escrita por: ~

Visualizações 122
Palavras 593
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Saga
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi...Thau

Capítulo 8 - Os incomodados que se mudem.


- É... Nós estamos...-Rafael Mormurou fechando totalmente o sorriso do rosto. 

- Que pena que eu não tive um bom começo com ela, nós poderiamos ter sido boas amigas.-Falei.

-Ela é legal...-ele falou forjando um sorriso. 

- Nossa, só isso?-falei levantando uma sobrancelha. -Ela é sua namorada e é só isso que diz dela?

Ele riu pelo nariz:

- Está tudo bem? - perguntei o encarando. 

- É ... eu estou. -Falou. 

Antes que eu pudesse dizer qualquer coisa a porta da sala se abriu.Flavia(sasa) desmanchou o seu sorriso do rosto ao me ver e fez cara de nojo:

-Oque ela faz aqui Rafael? - disse a mesma Me olhando dos pés a cabeça. 

- Bom... Ela e Felps vão passar  um mês e meio aqui em casa. -Rafael disse. 

- Eu não quero ela na minha casa!-disse Flávia com cara de nojo. 

- A casa não é sua... a casa é minha e você mora comigo, então EU decido.-Rafael disse encarando Flávia Que revirou os olhos e foi para o qquarto de Rafael trancando a porta. 

- Sinto muito...Se você quiser eu alugo um hotel e...-Falei mas Rafael me cortou. 

- Nada disso! Os incomodados que se mudem.

- Você quem sabe...-Falei me levantando do sofá.

- Eu vou para o quarto. - Falei. 

Ele concordou com a cabeça.

-Boa noite...-disse ele se levantando do sofá. 

- Boa noite. - disse entrando no quarto e fechando a porta.

No dia seguinte...

Acordei com uma enorme gritariaria ,Rafael e Flávia estavam brigando, e Felipe dormia feito uma pedra.Não pude evitar a curiosidade foi mais forte do que eu, me direcionei até a porta abrindo apenas um pouquinho e pude ver / ouvir claramente os dois brigando na sala :

- EU NÃO ACREDITO NISSO FLÁVIA. - Rafael disse 

-ESSA FOTO...EU...-Flávia tentava se explicar mas Rafael a cortou. 

- VAI EMBORA DA MINHA CASA! 

- Mas...- ela tentou se explicar mais foi interrompida novamente. 

- AGORA!!-Rafael gritou.

- Eu vou mais amanhã eu volto para buscar minhas coisas...-disse Flávia choramingando. 

Ele abriu a porta e praticamente a empurrou para fora do apartamento batendo a mesma e se jogando no sofá enquanto passava uma de suas mãos pelo cabelo mechendo -o impaciente.

Esperei alguns minutos e fui até cozinha passando por Rafael sem falar nada.Esquentei um pouco de café e coloquei em uma caneca de Doctor Woo, fui até a sala e me sentei ao lado de Rafael estendendo a caneca para que ele pegace:

- Sem açúcar, do jeito que você gosta...-mormurei. 

Ele abriu um sorriso e pegou a caneca de minhas mãos:

- Sabe mesmo como me animar..-disse Rafael bebendo um gole de café

- Se você quiser eu... poço te deixar sozinho. - falei

- Não, Por favor fique -Ele disse 

Balancei a cabeça positivamente:

- Eu preciso falar alguma coisa? - disse ele .

- O silêncio é a melhor conversa, se você quiser falar, fale, se vai te fazer bem...-falei o encarando. 

- Você pode contar comigo para o que precisar Rafael...-Falei

Ele sorriu e colocou sua caneca sobre um criado mudo ao lado do sofá:

-Sabe... as vezes eu fico imaginando como seria nossas vidas se  eu tivesse ficado lá em SP. Com você...Vocês-disse ele deitando no sofá e colocando a cabeça sobre minha perna.

- É... com certeza seria bem diferente -Falei enquanto mexia em seu cabelo.

Ficamos sem assunto e o maldito silêncio tomou conta do ambiente enquanto Rafael e eu ficamos nos entre olhando Sem saber oque dizer. 

Rafael levantando a cabeça e me deu um beijo inesperadamente inesperado. 

- Rafael...Você acabou de brigar com sua namorada e ...-Disse e Rafael me cortou me roubando mais um beijo.

Continua...



Notas Finais


Eeeeeeeeee
Eu tive que reescrever esse capítulo 7277297 vezes. Graças a deus está pronto.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...