História Estado Líquido - Capítulo 4


Escrita por:

Visualizações 7
Palavras 2.580
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpa a demora, estou meio gripado mas voltando aos poucos

Capítulo 4 - Isso é tão importante assim?


Skyle ficou olhando para aquela sala com a grande piscina em sua base por um tempo, seus pensamentos corriam como uma correnteza incontrolável…

 

Leviatã Candelária: “Está tudo bem? Parece que você está meio avoado…” - Disse sentindo a presença, seu brilho reluzia em um azul-claro por toda a sala…

 

Skyle: Eu estou só preocupado, o que vai acontecer com você? O que vai ocorrer com a gente? Por que ficar aqui se pode ser livre nos mares infinitos daqui? E qual é o meu propósito, parece que não progredi nada em minha história… - Disse olhando vazio para baixo, suas orelhas abaixadas demonstravam sua tristeza e seu medo…

 

Leviatã Candelária: “Eu escolhi ficar aqui por que você me salvou, é claro que fui imprudente e impulsiva quando deixei a proteção da névoa apenas para te ver, e bem, quando isto tudo acabar você provavelmente irá para casa e eu voltarei a nadar selvagem, mas quem sabe… Não se cobre tanto, o seu propósito será revelado, só tente sobreviver, e não pense que eu não posso sair daqui, eu só não quero, Nise também não compreendeu por que, mas, eu simplesmente não quero te deixar, nunca me senti tão livre…” - Ela repousou sua cabeça no colo de Skyle demonstrando um pouco de afeto…

 

Skyle: Cand… - Respirou fundo… - Eu… Eu acho que precisamos ir mais fundo nisso, se existe alguém que está contando comigo precisamos ser rápidos, mas, não vou te obrigar a me ajudar… Eu só… Preciso de uma ajuda, o propulsor aquático se quebrou em vários pedaços, Nise está consertando mas, preciso ao menos ver aonde estão os sobreviventes… - Disse triste mas sério, ela levantou sua cabeça inclinando seu corpo para o encarar com seus olhos brilhantes…

 

Leviatã Candelária: “Se é isso que quer… Se prepare, não sei se vai gostar do que verá…” - Disse séria e voltou a ficar submersa… Parecia mesmo que tinha algo de errado, algo bem sério, e foi exatamente este pensamento que mexeu na alma de Skyle, o Technocat sentia essa perturbação, como se estivessem conectados, mas já era hora de continuar a jornada, mesmo que talvez quisesse ficar assim pra sempre…

Assim, Skyle preparou suas coisas e como estava sem o propulsor, que estava quebrado, precisou da ajuda da Leviatã para poder se movimentar rapidamente em baixo d’água, a mesma ativou as comportas e saiu, se encontraram do lado de fora e o Technocat se segurou na mesma…

 

Nise: “Estou lhe passando as coordenadas, não deve demorar nadando com ela, mas tomem cuidado, pode ser que os seres vivos no seu caminho não sejam muito amigáveis, tenham cuidado!” - Disse passando as coordenadas… Assim só restou a Skyle e a Leviatã andarem rumo a localização, eles não se falaram durante o trajeto, estava um clima estranho no ar, ou melhor, na água, parecia alguma mágoa, ao suprimido… Foi ai que nesse caminho, Skyle decidiu quebrar o gelo…

 

Skyle: Está tudo bem? - Perguntou olhando a paisagem enquanto a mesma o levava…

 

Leviatã Candelária: “Você sabe que não, você só está tentando quebrar o gelo, eu já vi o que está se passando na sua mente, por que simplesmente não me fala a real…” - Disse telepaticamente… Skyle se sentiu bem culpado…

 

Skyle: Ok, então vou direto ao ponto, eu não tenho poderes telepáticos então me diga: O que aconteceu? É por conta do que eu disse sobre ir embora? - Disse perdido, ele não conseguia entender, ela começou a nadar mais rápido…

 

Leviatã Candelária: “Não sei, entende, isso é… Muito novo para uma servente, nós Candelárias somos uma espécie servente, bem, éramos, se eu não fosse o último exemplar… Mas eu não achei que eu pudesse…” - Disse e parou deixando Skyle bem preocupado… - “Você está certo, você não pertence a este planeta, eu não deveria ser tão boba achando que você ia ficar aqui, temos que te ajudar rápido…” - Disse telepaticamente com um tom de tristeza, Skyle irracionalmente se soltou se deixando levar pela corrente, a mesma percebeu e parou o encarando…

 

Skyle: Eu nunca estou certo de nada! Pode me falar a verdade, o que houve! Se não nenhum de nós vai sair daqui hoje! - Cruzou os braços e ficou bem sério, suas pupilas dilataram… A mesma pareceu movimentar a água ao redor meio agressivamente em sinal de protesto…

 

Leviatã Candelária: “Certo, eu… Eu… Meio que não estou preparada para te perder… Não agora! Todos que eu conheci me deixaram! E logo… Minha rainha… A Imperadora dos mares… A qual leva todo o DNA de todas as espécies vai morrer… Mas antes ela precisava da sua ajuda para a libertar de uma armadilha… Mas, assim que você terminar ela vai te mandar de volta para casa, mas… Eu gosto de você… Eu me senti finalmente importante, ainda mais quando você me salvou em vez de me deixar para morrer… Você arriscou sua vida por mim… Isso apenas aumentou meus sentimentos por você… Entende?” - Ele a abraçou mesmo sendo bem menor que a mesma, a luz interna dela ficou os iluminando… Foi nessa hora que algo ocorreu, uma rede foi lançada amarrando os dois…

 

Skyle: Nise! Estamos presos! Consegue detectar o que foi isso?! - Se comunicou…

 

Nise: Parece que um veículo bem grande jogou uma rede e prendeu vocês! Eles estão puxando! - O sinal começou a falhar até cair… Ao passar um pouquinho, eles estavam já dentro do veículo que parecia uma embarcação feita com sucatas de naves… No interior uma tripulação meio estranha rindo deles…

 

???: Ora, ora, ora… Hoje a pesca foi realmente bem farta! Mais um integrante da esquadra da união galática! E uma rara Leviatã Candelária! Os contrabandistas vão pagar bastante pelo couro e pelos escravos! - Disse um ser humanoide, ele tinha um chapéu para esconder parte de sua cabeça aonde máquinas se conectavam ao seu olho direito, sua pele tinha uma cor branca com um cabelo artificial marrom, suas roupas eram diferentes das dos demais, que eram feitas de retalhos… - Podem pegar e prender com os outros! A Leviatã pode ficar no meu aquário! - Ordenou, Skyle e a Leviatã ainda tentaram lutar contra isso mas foram desacordados por tranquilizantes, a última coisa que ele viu foi o capitão pisando em sua cabeça…

 

Horas depois, Skyle acordou em uma cela, a sua volta, haviam alguns fursonas da patrulha Taurina vigiando a espera de que retomasse a consciência…

 

Tess: Parece que a bela adormecida finalmente resolveu acordar, comandante Tess da patrulha Taurina… - Disse estendendo a mão… - Qual sua patente Soldado? - Ela tinha uma pelagem bege e dois chifres, era uma fursona de uma espécie parecida com uma vaca, mas, com características humanas e um visor, seu uniforme na cor vermelha e preta com o símbolo de sua patente não deixavam dúvidas de que era a capitã daquela divisão…

 

Skyle: Eu era um Soldado da Patrulha ZETA, mas agora como sou o último sobrevivente, acho que sou capitão… - Aceitou o cumprimento… - O que aconteceu? Eu recebi sua mensagem há alguns dias, mas, só agora pude vir aqui…

 

Tess: Bom, após cairmos, tivemos que procurar um novo abrigo, afinal nossa capsula estava afundando, e predadores estavam nos caçando, então começamos a nos aventurar, e um a um fomos capturados por esse trapaceiros, o líder deles é procurado pela união estelar, um androide contrabandista chamado E-45, eu descobri isso ao usar o scanner antes de ser capturada, por falar nisso, teve mais algum outro sinal? - Disse interessada…

 

Skyle: Bem, de outros sobreviventes não, mas, eu tenho comigo uma androide chamada Nise e eu… Bem, digamos que eu tenho uma amiga que eles capturaram e eu sou capaz de matar por ela, dito isso, acho que Nise deve estar preparando algo, mas, precisamos escapar daqui… - Explicou…

 

Tess: Me parece que temos um jeito de escapar mas, não um plano… - Nisso Skyle retirou do seu bolso a única coisa de que não abria mão nunca… - Como você está com essa faca aqui?!

 

Skyle: Fale baixo, eles não acharam por alguma razão, mas, esta faca de sobrevivência já me fez grandes favores… - Disse olhando para o objeto com cuidado…

 

Tess: Bom, podemos tentar cortar as barras, mas, não garanto que vai funcionar… - Assim, Skyle começou a cortar as barras, mas isso ainda demoraria um pouco…

 

Skyle: Me de cobertura, me avisem quando alguém entrar… - Disse sério e concentrado… - Nós vamos escapar!

 

Enquanto isso, nos aposentos do capitão havia o aquário aonde ele guardava as formas de vida valiosas para venda…

 

E-45: Sabe, fazia tempo que não pescávamos uma Leviatã Candelária, isso logicamente só me da mais lucro pelo valor que vou te vender… - Dizia olhando o aquário… - Tenho associados que adorariam o seu couro e sua energia vital para armas, ele está bem no meio de uma guerra e seus engenheiros não sabem o que está dando de errado no projeto, deve ser por isso que ele mata sempre os engenheiros dele, é, nem todos tem uma vida fácil, como se eu ligasse, posso continuar cobrando mais e mais pelo lucro! - Bateu forte no vidro com sua mão metálica… - É uma pena que eu não possa te ouvir implorar por misericórdia, você não pode se comunicar telepaticamente comigo, isso é bem irônico, não vou poder ouvir seu doce sofrimento! Eu bloqueio seus patéticos sinais! - Foi ai que uma explosão ao longe foi ouvida e os alarmes tocaram… O androide tocou em sua cabeça para a comunicação… - Bando de incompetentes o que foi agora!? Os prisioneiros escaparam?!

 

E-J67: “Não senhor! Tem alguma coisa vindo! O casco da embarcação está comprometido! É algo que não vimos antes! Parece que…” - A comunicação falhou nesse momento e ficou apenas com o barulho de estática…

 

E-45: E-J67 responda! - Sem resposta… - Arg! Cambada de incompetentes de ferro velho! Você fique aqui! Eu vou resolver está situação eu mesmo! - Disse saindo correndo, a Leviatã pareceu sorrir…

 

Enquanto isso na cela, a explosão foi ouvida…

 

Tess: Acho que isso foi a sua amiga! - Disse se levantando após o tremor na embarcação…

 

Skyle: Pode apostar! - Nisso ele finalmente cortou as barras… - Vamos! Ela não pode estar longe! - Abriu passagem liderando, com toda aquela agitação de invasão os androides nem sequer pensavam em patrulhar o estado dos prisioneiros, seria bem pior perder a embarcação… Assim, eles puderam ir rumo ao convés para ter uma visão melhor do que estava ocorrendo, e de fato, Nise havia conseguido os localizar, a mesma tinha vindo com um novo invento, um submarino improvisado das sucatas coletadas antes, não podendo ir muito fundo mas, eficiente para a situação… - É o seguinte, vocês vão até a Nise e digam que eu os mandei, preciso voltar! Deixei uma coisa importante para trás…

 

Tess: Isso é tão importante assim pra você?! - Perguntou séria enquanto acontecia um fogo cruzado…

 

Skyle: Mais que a minha própria vida! - Disse e voltou correndo…

 

Tess: Te saúdo soldado… - Fez um símbolo de continência… - Ok! Patrulha Taurina! Precisamos sair deste fogo cruzado e chegar ao outro lado! Vamos dar cobertura uns aos outros, e não se esqueçam! Nenhum soldado fica para trás! - Disse inspiradora, de fato seria uma tarefa meio complicada, pois imaginem androides que nem loucos atirando armas de choque na esperança de acertar uma outra androide no outro lado do campo de batalha, mas, a determinação de Skyle sobre voltar para buscar o que lhe era muito importante, mesmo que arriscasse a sua própria vida, parecera se espalhar pelo resto dos sobreviventes que agora se esgueiravam deitados aproveitando-se da proteção oferecida pelas paredes agora extremamente retorcidas… Enquanto que Skyle se infiltrara na sala do capitão, agora, pode ver a Leviatã feliz em revê-lo…

 

Skyle: Eu disse que ia voltar pra te buscar! - Disse perto do vidro, agora vamos te tirar dai… - Disse procurando alguma válvula de escape, mas, quando achou uma alavanca que parecia dizer “Ejeção de Emergência”, algo passou queimando por sua perna esquerda logo abaixo de seu joelho, o choque foi tão forte que o mesmo não teve tempo de falar um pio…

 

E-45: Vejam só, e não é que a curiosidade realmente matou o gato? - Disse sorrindo com uma arma em suas mãos apontando para o Technocat que agora revia mais uma vez a cena de seu sangue se esvair de seu corpo e se concentrar em uma poça vermelho vinho… - Eu estava indo ajudar os incompetentes da minha tripulação a combater está invasora imunda, quando lembrei que isso acabou de acontecer horas depois de te capturar… Foi ai que eu entendi, o gatinho miserável chamou por ajuda, e agora, não só perdi milhões em ouro, como também perdi parte da minha tripulação e meu navio, haha, alguém vai ter de pagar com a vida por isso, e esse alguém é você! - Ele ia atirar…

 

Nise: Parado ai forasteiro! - Disse em um tom de piada, estava segurando o que parecia ser uma pistola elétrica… - Se você não largar a sua arma agora e se render, eu atiro! Ele é o meu mestre, e é meu dever pelas leis da robótica o proteger! - Nisso se fez um silêncio até que o E-45 começou a rir como se tivesse sido a melhor piada do mundo…

 

E-45: Então você segue essas leis idiotas? Escute aqui sua torradeira barata de segunda mão! Eu não vou me render apenas por que você está com uma arminha dessas, até parece que você chegaria perto de me ferir! Se me der licença, tenho que executar um felino ao qual vou tirar a pele e usar como roupa! Se ficar quieta, posso te transformar em uma geladeira ou invés de te destruir! - Disse zombando… Nise atirou no aquário… - Haha, eu disse que uma lavadeira metida a tanque como você nem iria… - Nisso o mesmo notou algo molhado, a água salgada do aquário estava caindo no mesmo… - Droga, meus… Mecanismos perfeitos…!

 

Nise: Não é aprova d’água não é mesmo sua maquininha de passar cartão? Eu notei isso pela sua péssima qualidade de peças, você é feito de lixo, nem mesmo foi revisado, claro, te derreteriam e te usariam para criar dez de você em ótimo estado e mais eficientes! Agora, se me da licença… - Deu o empurrão final o derrubando no chão… - Uma máquina superior aprova d’água como eu tem negócios a fazer! - Disse rindo da cara do mesmo e pegando Skyle no colo…

 

Skyle: Você foi incrível Nise! - Disse meio contente apesar da dor… - Puxe aquela alavanca e deixe o resto comigo e com a Candy, os sobreviventes precisam de você no seja lá o que for aquilo que você construiu, não julgando, só é estranho… - Ela o olhou zombadora…

 

Nise: Em casa eu cauterizo seu ferimento, vai ser extremamente encantador… - Fez graça e puxou a alavanca… Assim um alarme foi disparado e o vidro do aquário começou a se partir com o mal funcionamento, assim como o resto do navio em si… - Boa sorte! - Foi indo enquanto tudo ficava inundado… Assim, a Leviatã pode o puxar para perto enquanto o mesmo a segurou para fugirem dali, com seu capacete, não precisou prender a respiração desta vez, assim todos escaparam deixando uma embarcação que já era feita de sucata antes, pior ainda, afundando, no oceano…


Notas Finais


Espero que esteja bom


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...