História Estereótipos; - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Visualizações 6
Palavras 483
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drabs, LGBT
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi

Capítulo 1 - Freedom


não aguentava mais sair com seus amigos. todas as noites iam para o mesmo local, para o mesmo bar, fazer as mesmas coisas.

 

beijar garotas era chato. tocar-lhe os seios não tinha graça, pareciam bolas enormes e molengas (isso quando não eram minúsculos como caroços de azeitona). não sentia prazer

ao ver meninas rebolarem em seu colo, pelo contrário, sentia-se mal por ver meninas tão desesperadas por algo tão momentâneo. não que não gostasse do ato, Taehyung somente achava que sexo era algo privado, quando se ama e tem certeza do que está fazendo. deveriam procurar um namorado ou uma igreja. Quem sabe Deus não ocupasse esse vazio que elas acham que o sexo ocupa?

 

estava cansado daquele estilo de vida e, às vezes cogitava morar com seu irmão bem-sucedido, quem sabe aprender a ser alguém na vida não o ajudasse em algo, certo?

 

errado. seu estado de espírito somente piorou.

 

dois meses depois de ir para a casa de seu irmão, Taehyung conheceu Jungkook. outro homem, com quem se envolveu e apaixonou-se, mas não é como se o menino mais novo sentisse as mesmas coisas, este que tinha interesse no bom sexo que Taehyung lhe proporcionava, porque ele lhe permitia ser também o passivo, coisa essa que muitos amigos seus diziam que só por ser homem, ele deveria ser o ativo. deveria foder outros caras como se para provar a sua masculinidade ele necessitasse foder ao invés de dar.

 

mas isso não importa, Taehyung gosta dele e pronto.

 

mas falhara nas últimas vezes que tinha tentado chamá-lo para sair, algo diferente que não fosse a cama, o sofá, a cozinha ou o chuveiro. queria beijá-lo de forma doce, demonstrar sua intenção para com este, coisa que Jungkook parecia não notar ou simplesmente ignorar. O que deixava Taehyung particularmente triste e deprimido à ponto de afundar-se no chocolate.

 

sua única escolha e única saída que encontrara foi à de parar de procurá-lo. o que não funcionou piamente, visto que, sempre que Jeongguk o chamava, ele o atendia. como um escravo sexual. deprimente, decadente, horrível.

 

aquilo era estranho e esquisito para seu ponto de vista.

 

voltando para casa em uma terça- feira à noite, frustrado após novamente ter sido negado, Taehyung se permitiu chorar. pois de certa forma aquilo o aliviava, por mais que fosse algo normal e ele não gostasse do normal. “chorar limpa os olhos” era o que sua mãe dizia, apesar de não acreditar verdadeiramente no que a velha louca lhe falava, ele a amava e aceitava o fato de que chorar realmente era bom.

 

e por um instante, ele sentiu falta de todas as mesmices que vivera há apenas dois meses atrás. sair para beber com os amigos da faculdade, beijar algumas meninas aleatórias e simplesmente não ligar para o que fazia.

 

porque no fim, uma dor de cabeça resultado de ressaca doía bem menos do que um coração partido.

 


Notas Finais


eu to meio asdhaisduhadhasd
bjs amo vcs
twitter: @tellmektaehyung


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...