História Estou com você - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Babilônia, Glória Pires, Thiago Martins
Personagens Glória Pires, Personagens Originais, Thiago Martins
Tags Babilonia, Gloria Pires, Thiaglo, Thiago Martins
Visualizações 121
Palavras 1.326
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura ❤

Capítulo 28 - Você não existe


Fanfic / Fanfiction Estou com você - Capítulo 28 - Você não existe

-O que acha dessa?

-Meu amor! Cê tá muito maravilhosa! -sorrio que nem bobo

-Você disse isso desde a primeira roupa Thiago! - ela diz olhando pra mim através do espelho

-Mas a culpa não é minha se você fica linda em todas meu amor!

-Que bobo! -ela riu

Fazer compra com mulher demora pra caralho. Mas cada vez que Gloria sai de dentro do provador, eu não sei o que me surpreende mais, a roupa ou a beleza dela. Jamais me imaginei aonde estou agora, e o melhor, com Gloria Pires mermão. É muito o amor da minha vida. Passamos umas três horas entrando e saindo de lojas, mas foram horas ótimas, com ela tudo até de mais chato fica bom. Eu sei, tô um bobo apaixonado, mas nunca fui tão feliz. É lógico que comprei umas duas camisas pra mim, por pressão dela que não queria ser a única a comprar. Ri muito disso. Gloria tá tão feliz com tudo que vem acontecendo, e se ela tá feliz, é o suficiente pra mim tá também.

Depois de uma compra demorada, a fome bateu forte e a gente vai atrás de algum restaurante. No caminho a gente para pra tirar fotos com as pessoas que nos barravam. Gloria é sempre muito simpática com todos, é aquela pessoa generosa, sem individualidade nenhuma, um exemplo de mulher.

-Você quer comer o que? -pergunto enquanto ainda andávamos procurando um restaurante

-Pra falar a verdade, tô com uma vontade de comer um hambúrguer, com uma porção de batata fritas sabe? Isso sim!

-Tá falando sério? - pergunto rindo e desacreditando

-Claro que tô Thiago! Mas só hoje!

-Então se a gente vai botar pra lascar, vamo pedir uma coca bem gelada?!

-Ótimo! - ela ri

Caminhamos até o fastfood, pedimos nossa comida e enquanto não chegava a gente conversava. Nunca faltava assunto entre a gente. Cada vez que a gente conversava, descobríamos algo novo um do outro. O celular dela toca, ela olha o olha o e revira os olhos. Pergunto quem era.

-Não era ninguém não amor.

-Pra você ter feito essa cara? Tem certeza?

-Era só o Orlando enchendo meu saco! Nada demais.- ela tenta se desvincular do assunto

-O que esse cara quer? Você ainda conversa com ele?- pergunto já meio sem paciência

-Amor...Não é bem assim! A gente conversa por conta das crianças. Só isso. Querendo ou não, temos isso, e apenas isso, interligando a gente.

-hmmm! -dessa vez eu pego meu celular

-Não fica assim vai... Você sabe que ele não tem mais importância pra mim.-ela pega minha mão

-Eu sei, só não gosto desse cara te atormentando Gloria.- pronuncio

-Esquece isso meu amor. Hoje, é só eu e você! Não deixa ele atrapalhar nosso dia não... -ela fala de um jeito tão doce que era impossível resistir

-Ta bom! Você tem razão! -sorrio cedendo

-E você? Agora que não temos nada a esconder, planeja me beijar mais público?- ela sorrir mordendo o lábio inferior

-Lógico que sim, posso dá mole não. Já pensou no monte de cara que tá me invejando nesse momento e querendo a minha mulher? Você é minha! Só minha!- ela ri com a graça

-Então pra deixar bem claro pra todo mundo, vem cá, me beija...-ela me chama baixinho e aproximando nossos rostos

Colei minha boca na dela, num selinho demorado e com um toque suave. Ela sorrir e eu cesso o beijo lhe dando mais um selinho. Nossos lanches chegam e nos servimos.

-Nossa senhora! Tinha esquecido como isso é bom! -ela suspirou

-Faz tanto tempo assim que você não come batata frita?

-Muito, muito tempo! Tô proibida de comer fritura! Se meu personal descobrir, rum.

-Por isso que é bom!

-Verdade!- ela riu e eu ri junto

O dia foi tão bom que passou muito rápido, quando vi já era tarde e eu precisava tá cedo na casa de shows. Antes de irmos tirei uma foto dela  sem que ela percebesse e postei no insta com a seguinte legenda: "Não só a tarde, mas a vida toda❤." Entramos no carro e fui deixar Gloria em casa. Por mais que passássemos a tarde juntos, era chato o momento em que a gente se despedia, mas hoje, o que consolou era que também passaríamos a noite juntos. 

-Te pego as 20:00?

-Não amor, não quero te atrapalhar, você precisa se preparar eu sei. - ela ajeitava a gola da minha camisa - Eu vou de táxi mesmo.

-Ahh não! Nem pensar, eu venho te buscar. -contesto

-Mas Thiago, você...- antes que ela pudesse contrariar de novo, eu a falo com um beijo profundo, explorando toda sua boca e termino-o mordendo seu lábio inferior. Ela permanece de olhos fechados e um meio sorriso no rosto, ainda estasiada com o momento.

-20:00 então né? -falo baixinho, beijando seu pescoço o tocando com a ponta da língua.

-Nem se eu quisesse conseguiria recusar agora! - ela rir - Vou está pronta então! - ela me dá um selinho e sai do carro

-Te amo pequena!

-Também te amo!- ela solta um beijo de onde estava

Assim que ela tá mais longe pisei fundo dando uma queimada de pneu. Gloria toma um susto, olhei pelo retrovisor e ela olhava com a mão na cintura em sinal de negação. Quase morro de rir. Fui pra casa, tomo um banho e não demoro pra me arrumar, gostava de me sentir a vontade no palco. Peguei o celular e conferi se estava tudo certo para mais tarde. Entrei no carro e fui para casa de shows escutando umas boas músicas. No caminho mando mensagem para Gloria, pedindo para que ela levasse um biquíni. No começo ela ficou intrigada, mas disse que levaria. Acontece que eu esperei justamente o dia em que os filhos dela não estivessem em casa pra ela não usar de desculpa depois.

Era por volta de 18:00 e ensaiamos até às 19:30. Tomei uma água e fui buscar Gloria. Como não era longe dali, não demoro pra chegar. Parei em frente e buzinei. Quando ela abriu a porta, quase tenho um treco. Ô mulher linda mermão!! Ela tava vestida com um macacão preto, os cabelos caídos por sobre os ombros, usando brincos longos que só destacavam mais a beleza dela. Saí do carro num pulo e a abracei em volta da cintura enquanto ela se aconchegava nos meus braços. Segurei seu queixo e lhe dei um selinho. Só de saber que vou passar a noite com ela. Entramos no carro e seguimos caminho. Meu carro não tem marcha, então fui a viagem toda com uma mão no volante e a outra segurando a dela. Ela mexia no celular. 

-Quando você tirou essa foto amor?? -ela perguntou olhando-a

-Ahh você tava tão linda que não resisti! -sorrio 

-Só vi agoraa! -ela riu e leu a legenda em voz alta. - A vida toda com certeza meu amor! - ela faz carinho na minha mão me olhando

Sorri e lhe dei um selinho rápido. Foi tão bom escutar aquilo. Amo essa mulher. Como jamais amei outra. 



***



-Ah meu amor... Foi tudo lindo! Que show maravilhoso!!

-Mereço uma recompensa então né? -falo puxando ela

-Lógico que merece! Vem aqui...- ela entrelaça por volta do meu pescoço seus braços e a gente se beija. Nunca vou me cansar desses lábios.

-Eu vou só tirar algumas fotos com a galera e a gente já vai tá bom?

-Ta bom! Só não dá mole pras gatinhas tá Thiago!

-Cê tá com ciúmes?- pergunto querendo rir

-Não! Só que eu vi elas ali loucas por você enquanto você tava lá em cima todo lindo.

-Nenhuma delas chega ao seus pés. -ela sorriu se rendendo

Gloria disse que me esperaria no carro então tentei ser o mais rápido possível e depois de uns vinte minutos eu consigo escapar. Entrei no carro e liguei o motor.

-Aonde vamos? -ela pergunta curiosa

-Você vai ver! -ligo o ar-condicionado e saímos

Logo logo ela percebeu que o lugar era mais afastado.

-Thiago cê tá me assustando!- ela diz em tom de brincadeira

-Chegamos! - desligo o carro e ela olha ao redor.

Saio do carro e ela sai logo em seguida.

-Vamos ficar aqui? -ela fala vindo até mim

-Não! É ali que vamos ficar! -aponto

Ela me olha e sorrir já entendendo.

-Você não existe...


Notas Finais


E aí? Aonde acham que ele levou ela? Quero ver se alguém acerta! Obrigada por lerem seus lindoxxx❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...