História Estrada selvagem - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Resident Evil
Personagens Ada Wong, Chris Redfield, Claire Redfield, Ingrid Hunnigan, Jake Muller, Jill Valentine, Leon Scott Kennedy, Sherry Birkin
Tags Cleon, Valenfields
Visualizações 33
Palavras 1.262
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E ae galera blz ses tão bem porque eu estou bem advinhem vou ter uma folga prolongada e vou poder escrever minhas fics blz então um beijo e um abraço e fiquem com mais um capitulo

Capítulo 3 - Um dia de sangue


Fanfic / Fanfiction Estrada selvagem - Capítulo 3 - Um dia de sangue

Os dias que se seguiram foram bem estranhos, quando Leon chegava perto do fogo o fogo o seguia como um imã atrai o ferro foi bem estranho no começo mais não foi só isso ele começou a ouvir vozes e a falar sozinho e todos se estranhavam com isso até mesmo seus amigos estavam percebendo que ele estava estranho, mais não acaba por ai ele começou a ficar com ódio de tudo qualquer coisa era motivo para ele se irritar, além de que ele começou a gostar mais de roupas pretas de couro e de andar de moto no caso a moto que ele ganhou do demônio com quem fez o pacto, ele estava totalmente diferente, mais tinha uma coisa que ele se perguntava oque ele deveria fazer para ter sua alma, tudo isso seria revelado ao longo dos dias

                                                         1 SEMANA DEPOIS

Leon: Que merda já é dia de trabalho, que desgraça  

Leon se levantou da cama com raiva pois ele teria que ir trabalhar então ele foi se trocou tomou banho se arrumou pegou suas chaves e foi irritado para o trabalho, ligou a moto e saiu a mil por hora na pista estava com muita raiva nada o pararia pois ele estava muito rápido, ele correu na pista um cinco minutos quando chegou deu uma freiada e um giro e estacionou a moto e foi andando zangado para dentro do QG, quando ele entra ele e recebido por Hunnigan

Hunningan: Olá Leon como vai

Leon: Oque você quer

Hunningan: Calma eu não ti fiz nada

Leon: Não me faça perder tempo me diga logo oque quer e de o fora

Hunningan: Nossa seu grosso, enfim você tem uma missão

Leon: Qual é

Hunningan: Achamos mais um Cartel de droga

Leon: Quer que eu faça a limpa

Hunningan: Sim queremos

Leon: Poço matar todos

Hunningan:  Não, não precisamos deles vivos apenas imobilize eles ok

Leon: Hum, me de as cordenadas e eu acabo com esses vaga-bundos

Hunningan: Aqui esta mais espere eu chamarei reforços

Leon: Hum reforços é pros fracos eu do conta sozinho apenas chame os faxineiros para limpar a sugeira

Hunningan: Leon espere você vai morrer

Leon: Não vou morrer mulher, eu não tenho alma

Leon pegou seus equipamentos uma K-47 uma faca afiada um revolver 38  uma 12 e duas desert egles  armas  que ele sabia usar muito bem após ele pegar ele sai de lá montou em sua moto e saiu arrancando dela e foi para o cartel de drogas  ele acelerou tanto que os carros tinham que parar para ele passar e ele saia arrancando e não parava quando ele chega na porta do cartel ele estaciona e desse da moto e saiu andando quando ele chega na porta ele bate espera um pouco e uma fresta abre na porta e dois olhos perguntam

Voz: Tá perdido parceiro

Leon: Tem droga ai

Voz: Tem qual você quer

Leon: EU QUERO SUA ALMA

Voz: AHHHHHHHHHHHHHHHHH

Leon: Sacou a arma na fresta da porta e atirou após isso ele atira na fechadura e chuta a porta, quando ele faz isso ele vé dois bandidos sacando a arma mais el pega suas duas desert egles e despara nos dois que caem mortos no chão, após isso ele anda e surge um na escada que dispara nele mais ele desvia e atira que acerta a cara cheio, ele sobe a grande escada e guarda suas pistolas e pega sua 12 quando ele chega no corredor ele ve uns cinco ele dispara contra eles e eles caem no chão e

Bandido: Por favor não me mata

Leon: Time to die

Leon atira na cara deles sem dó e nem piedade ele fuzila eles de tiro e continua caminhando até chegar em um corredor longo ele pega sua pistola e atira, quando ele faz isso um homem surgiu com uma arma na mão mais antes de conseguir mirar ele é morto Leon viu uma mão aparecer ele dispara e acerta a mão do bandido que gritava de dor quando ele se aproxima dois surgem com uma K-47 Leon Dispara seis vezes contra eles que acerta o rosto deles após eles caírem ele recarrega e chega perto da porta ele chuta a porta e vé um bando de bandidos drogados e doidos quando eles veem Leon eles falam

Bandidos: E ae bro bora da um rolé chega mais ai

Leon: O único rolé que você vai dar vai ser no inferno

Bandidos: Bora-la bro

Leon: Pegou sua K-47 e atirou em todos os que ele via, ele não tinha dó de ninguém ele atirava e matava todos os que estavam lá seja homem ou mulher drogado ou não ele matava e por alguma razão ele adorava fazer isso após ele fuzilar ele recarrega e pega a munição dos seguranças e sai andando e vé uma porta ele chuta a porta mais uma vez e se depara com dois seguranças drogados falando Leon gardou sua arma e pegou sua faca ele chegou perto dos dois e disse

Leon: Então cade o chefe desse lugar

Segurança: Tá la em sim abro

Leon: Obrigado, a so mais uma coisa

Sefuranças: Oque

Leon: Você são péssimos seguranças hahahahahahahahahaha

Leon esfaqueou os dois na garganta e no peito após isso ele sobe as escadas e vai para uma sala ele chuta a porta e um homem sentado em uma cadeira fala

Homem: Vai se fuder cara tava aberta

Leon: Desculpas ai bro é que eu tava procurando o chefe

Chefe: Esta olhado para ele oque deseja

Leon: Sua vida

Chefe: Oque

Leon pegou ele pela camisa e esmurrou a cara dele com força e bateu ,bateu, bateu e bateu na cara dele e depois ele pega sua arma e diz

Leon: Boa noite

Leon o matou após isso ele pega e guarda sua arma e viu que ensima da mesa havia um maço de dinheiro, ele pega e põem no bolso e depois sai andando até chegar no lado de fora e dar o fora e ir para o QG, quando ele chega todos o olham cheio de sangue ele entra e e senta na sua cadeira e diz

Leon: Que que seis estão olhando

Naquele momento eles voltaram a fazer suas coisas mais Hunningan chega desesperada para falar com ele

Hunningan: E ai como foi

Leon: Todos mortos

Hunningan: Mais eu

Leon: Você sabe qual é a lei da vida Ou você mata ou eles te matam é assim que funciona, mais já chamou os faxineiros para limpar a bagunça

Hunningan: Eu já chamei Leon

Leon: Otimo mais alguma coisa

Hunningan: Não

Leon: Otimo então de o fora

Hunningan: Saio de la triste do jeito que Leon falou com ela, mais isso nem importava para Leon ele não se importava nem com seus amigos mais tudo oque ele fazia era para saciar sua sede ódio, após uns minutos seu chefe chama Leon e ele vai la ver oque ele queria

Leon: Sim oque houve

Chefe: Eu estou impressionado com oque você fez senhor

Leon: Obrigado mais alguma coisa

Chefe: Não tire um dia de folga você merece

Leon: Muito obrigado

Chefe: De nada até amanhã

Leon saia pela porta da frente sem ao menos olhar para traz apenas gardou seus equipamentos e foi embora acelerando com força e nem se quer se importando com oque estva a sua volta, apenas chegava em casa e ia direto tomar banho e dormir pois era a única coisa que ele fazia nos dias, mais enquanto ele descansava outra pessoa ria muito pois viu que escolheu a pessoa certa ,

      


Notas Finais


hum vocês viram que o bagulho ta tenso né oque sera que vai acontecer com nosso agente sem alma em bom esperem que o proximo capitulo ja vai chegar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...