História Estranha Pensante - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Pensamentos, Segredos Mais Profundos
Visualizações 6
Palavras 467
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Cuidado.
Pode conter algum tipo de coisa que você não gostaria de ver, que talvez fique encrustado no seu cérebro e não saia nunca mais!
Tem certeza que vai seguir em frente ?

Capítulo 1 - Má Pessoa


Sai de casa pensando se eu sou uma boa pessoa, enquanto andava pela rua e olhava os carros, sempre estava pensando, sempre as imagens vinham em minha cabeça.
- Será que eu sou uma boa pessoa? As vezes eu gosto de ajudar os outros, mas tem vezes que eu só quero ver algo de ruim acontecer, as vezes eu digo "boa sorte" e penso "tomara que morra".. é verdade.. talvez no fundo eu seja uma má pessoa.. talvez não precise ir tão fundo assim.. 
Os pensamentos fluíam com facilidade, era sempre assim, as vezes estava quieto, na minha mente, mas eles vinham para me fazer rir ou refletir, as vezes me deixavam tristes e por aí vai.
Peguei um ônibus ainda pensando se eu era uma boa pessoa.
- Será que sou uma boa pessoa ? por que estou me perguntando isso ? será que eu quero me convencer de que sou uma boa pessoa? as vezes eu vejo uma pessoa na rua, as vezes não é bonita, eu sinto coisas no meu corpo, vontade de fazer coisas.. isso é certo? as vezes imagino a pessoa passando a língua por meu corpo, isso me excita e depois me enoja mas isso é coisa para uma boa pessoa pensar? as vezes eu penso em morte.. eu me assusto com meus pensamentos.. 
Reflito tudo isso em apenas 30 segundos, minha mente é rápida, ela me prega peças. 
- E se aquela pessoa tentasse alguma coisa comigo ? Eu mataria.. eu tenho uma caneta na mochila .. podeira enfiar em seu olho.. rasgar sua pele.. colocar minhas mãos em sua boca e rasgar... ou enfiar a caneta em seu umbigo.. ia ser fácil de entrar ? Se eu colocasse e subisse.. rasgaria sua pele até..... MEU DEUS, O QUE ESTOU PENSANDO? 
Viu, ela me prega peças.
- Hmm queria comer um hamburguer... como será que eles fritam a carne ? a chapa não tem óleo.. eu já vi .. será que alguém já se queimou ? deve ser horrível.. a mão da pessoa grudada na chapa.. saindo fumaça.. sei lá.. eca.. haha 
Chego ao meu destino, o metrô, ainda pensando em muitas coisas.
- Olha.. está parado lá em baixo.. o metrô deve ser muito pesado, com certeza estouraria a cabeça de alguém se passasse por cima.. nossa, deve ser uma dor tremenda, não é? é... 
Um homem se senta ao meu lado, ele olha estranho para mim.
- Ou.. sai dai.. ta olhando o que ? ele deve estar pensando em algo errado .. talvez em meu corpo.. odeio quando fazem isso.. tenho vontade de arrancar a pele da pessoa.. deixar só os músculos expostos.. a carne pulsante, sangrando.. talvez desse para ver os vasos sanguíneos.. 
Chego a estação de destino.
- Eu com certeza sou uma má pessoa..
 


Notas Finais


Não vou me desculpar por nada nessa história.. eu avisei !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...