História Estranho Garoto de Olhos Escuros - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Jungkook, Romance
Visualizações 474
Palavras 1.794
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


FANGINE

ㅡ Aceito sugestões .

ㅡ Críticas .

ㅡ Algumas coisas nessa história não existem, nome de pessoa, nome de livros ou lugares .

ㅡ Entre outros .

Boa leitura .

Capítulo 4 - Uma Ótima Idéia



Faziam horas que Jungguk estava sentado olhando para o nada, digamos que ele estava pensando em como falar com a menina. . . Já foram tantas idéias, por exemplo: Jungguk ir lá na floricultura, comprar uma rosa ou algo que meninas gostem ou talvez um chocolate para o mesmo ir comendo no meio do caminho.  Pensou também em arrumar a casa toda dos pés à cabeça, mas não! ele nunca faria isso! . Também pensou em comprar uma boneca, mais Jungguk não gasta seu precioso dinheiro com porcarias de bonecas sem graça, prefere gastar com relógio tipo o Rolex ou roupas da Cucci, entre outros. O mesmo já estava com dor de cabeça imaginária de tanto pensar. O mesmo até mesmo pensou em fingir que estava doente para a mesma não brigar com ele. 

ㅡ - O que eu faço ? ㅡ resmunga. Me levanto e fico passeando pelo quarto, vou até a sacada para ver o que ela me oferece...Que ótimo!  um jardim e uma droga de piscina!  Pera... Piscina?!

ㅡ - Você é um gênio Jungguk!  ㅡ Corro para fora do quarto e em seguida para o jardim. Lá vejo uma churras... Dane-se!  Lá eu vejo aquele troço que faz churrasco!  Vejo o local e parece perfeito para fazer as pazes... Piscina, ar livre, flores, só faltava o chocolate, e mais alguma coisa..., Você é burro ou o que Guk?! lógico que falta o churrasco DEMENTE! .  Corro para dentro de casa tão apressado que caio de cara no chão. 

ㅡ - eu estou bem! ㅡ digo para mim mesmo ㅡ

Volto a correr, quero dizer..., andar até a geladeira para ver se tinha churrasco, e para a minha surpresa tinha, Ótimo, seu plano é perfeito! Pego o churrasco e corro para o lado de fora, sim eu corri, lógico que minha cara está doendo mais....   eu   ia  dar  uma  resposta mais não tenho nenhuma momento..., foda-se. 

Enfim! 

ㅡ - Irei  fazer  o  MELHOR  churrasco para aquela...   aquela...    aquela  idiota!  eitha merda eu falei alto demais!  ㅡ murmurou Jungguk  ㅡ

Coloco as carnes naquele troço, depois de... um bom tempo tudo estava cheirando, arrumo a mesa e sigo para a piscina, chegando lá eu coloco o meu dedo do pé cuidadosamente para ver se a temperatura estava boa. Jungguk você é muito dramático. 

Acabo de me lembrar que eu não tenho roupa de banho, sigo para o meu quarto e procuro uma roupa, interessante, agora que percebi que não estou usando minhas roupas, eu sai de casa sem mala, e essas roupas de homem na gaveta? Minha boca se formou um " O " perfeito..., aquela idiota tem namorado? e já dormiu com ele?! ela... Olho para a porta e para as roupas três vezes... 

ㅡ - Ela... ELA NÃO É VIRGEM?! ㅡ percebo que gritei ㅡ porra Jungguk!  só faz besteira né ?! ㅡ me xingo baixo batendo a mão em minha cabeça ㅡ seu demente! 

Descido procurar uma bermuda havaiana escura, de preferência uma marrom, mas só encontrei uma preta, visto ela é procuro uma regata cinza, que dessa vez encontro, visto a mesma e já estava pronto .

Vou até o quarto da mesma e abro a porta, ouço o barulho do choveiro senso ligado, corro para o guarda roupa da menor procurar um biquíni para a mesma vestir, a primeira coisa que acho é uma saída de praia branca, tinha um biquíni floral, biquíni cropped e um fio dental..., floral, cropped ou fio dental? deixo de lado o fio dental e escolho o floral, o mesmo era beje com algumas flores, ouço o choveiro sendo desligado e pego ligeiramente a saída de praia juntamente com o biquíni,coloco em cima de sua cama e corro para a porta e fecho ela cuidadosamente. 

ㅡ - Ufa!  ㅡ solto o ar ㅡ

Desço as escadas e vou ver como está a carne .







Depois de ter tomado banho, vou para o guarda roupa para escolher uma roupa leve, não me lembro de ter bagunçado as minhas roupas, olho para a cama e vejo a minha saída de praia e o meu biquíni floral.

ㅡ - Ele está pretendendo algo, que cheira a ...ㅡ espio a janela olhando para baixo da onde vinha o tal cheiro ㅡ churrasco... Vamos ver se isso irá dar certo ㅡ visto o biquíni e a saída, penteio os meus cabelos e o amarro para trás, dessa vez não é um rabo de cavalo e nem um coque, me olho no espelho e vejo que ficou bom. 

Saio do meu quarto, desço as escadas e vou aonde o cheiro estava. 

E lá estava o garoto, colocando cuidadosamente os filés de carne em um dos prato de vidro na pequena mesa de madeira. 

ㅡ - Olá ! vem, sente - se! ㅡ o mesmo me chama  ㅡ

ㅡ - E lá vamos nós ㅡ murmurou a pequena Sn ㅡ

Já sentada na cadeira, percebo que o mesmo usava uma bermuda preta e uma regata cinza, digamos que combinou com o maior 

ㅡ - Ainda não me apresentei, meu nome é Jeon Jungguk!  ㅡ o mesmo estica sua mão ㅡ

ㅡ - Yang! ㅡ aperto a mão do mesmo ㅡ

ㅡ - Yang o que? 

 ㅡ - Yang, Chan Yang ㅡ sorrio para o mesmo que também abre um sorriso ㅡ

ㅡ - YangYan ㅡ disse baixo ㅡ

ㅡ - O que?

 ㅡ - O que?  não!  eu só fiz um apelido para você, nada demais...

ㅡ - Uhum. 

Ficamos nos encarando sem dizer nada durante dois minutos 

 ㅡ - Me desculpa!  ㅡ os dois falam se olhando ㅡ  

ㅡ - Me desculpe por entrar assim em sua casa, me desculpe por ser grosso e me desculpe por te encher! ㅡ Jungguk tinha um olhar de arrependimento ㅡ

ㅡ - Me desculpe por jogar o copo de suco em sua cara, me desculpe também por ser rude com você .

ㅡ - Eu aceito suas desculpas ㅡ novamente se olham ㅡ

ㅡ - Que tal... sermos amigos, tipo, recomeçar? 

ㅡ - Concordo Jungguk! 

ㅡ - prove a carne, por favor! ㅡ ele avisa ㅡ

ㅡ -  ㅡ olho para a carne e volto meu olhar sobre ele ㅡ Tem veneno?  ㅡ ele ri com a pergunta ㅡ 

ㅡ - Não, não tem!  ㅡ abre um sorriso ㅡ

Coloco a carne em minha boca e mastigo, estava saborosa e não estava seca, olho para o mesmo que também estava comendo. 

 ㅡ - Eitha!  esqueci de pegar o refrigerante, um minuto!   ㅡ ele corre para dentro de casa casa e volta com um refrigerante ㅡ pronto! ㅡ ele também trouxe dois copos de vidro, ele coloca o refrigerante nos dois, pego o copo e bebo ㅡ

depois te comer, foram à piscina, os dois começaram a brincar de jogar água, Yang estava cansada, por isso ficouna borda da piscina, Jungguk ficou nadando de costas na água. 

Yang tinha uma mania de ficar sentada no fundo da água e depois quando a falta de ar batesse ela subiria para a superficie. Jungguk continuava a nadar de costas. 





Que água refrescante! ainda bem que a Yang fez as pazes comigo, agora tudo está em paz, me sinto aliviado.  Corre uma idéia em minha cabeça, nada de idéia ruim, se acalme. Pensei em mais tarde passear pela praça junto com a Yang..., paro de nadar .

ㅡ - Yang! ㅡ vejo que ela não estava lá ㅡ Yang? 

 ㅡ - Chamou? ㅡ ela sai de baixo da água ㅡ

ㅡ - Sim!, eu pensei em mais tarde saímos para a praça. 

ㅡ - Parece bom! 










Acabamos de chegar da praça, comemos vários salgados e doces, Yang estava em seu quarto e eu na sala, era por volta das meia noite se não me engano. Subo as escadas e vou para o quarto da Yang, ela estava lendo.

ㅡ - Yang? 

ㅡ - Fala Jungguk  ㅡ ela fecha o livro e olha para mim se levantando ㅡ

ㅡ - Eu...posso dormir com você? ㅡ a mesma pareceu pensar ㅡ

ㅡ - Tá... Acho que sim, já estava indo dormir mesmo. ㅡ ela fala se sentando na cama ㅡ

ㅡ - Sobre o que é esse livro? ㅡ  me sento também ㅡ

ㅡ - É sobre uma garota de vestido amarelo que sempre ia todas as vezes para um pequeno jardim de rosas, mas ela não percebe que no meio das rosas sempre haviam margaridas ㅡ ela abre um sorriso ㅡ

ㅡ -  Deve ser bom ㅡ ela   concorda ㅡ

ㅡ - Yang... ㅡ percebo que estou perto demais dela, seu perfume tomou conta do ar novamente, estamos nos aproximando mais e mais.

 Essa   boca   rosada   tem   gosto  de   que? 

ㅡ -    Jung-jungguk ... ㅡ a mesma fala,  percebo que sua respiração estava pesada ㅡ


Toco a sua cintura levemente a trazendo para mais perto, quando percebo já estava por cima da mesma segurando um de seus braços pelo pulso, sentia sua respiração,   provavelmente ela também sentia a minha, nossos lábios já estavam encostados  esperando  um selar,  talvez mais   que  um  selar, um  beijo, suponho. 

Junto nossos lábios...e como imaginava, seu  sabor é  doce como mel, é  doce  como  seu  cheiro.

 Invés de darmos um selar,  nossas bocas já estavam em perfeita ordem, ouvia pequenos barulhos de nossos lábios se tocando, e a respiração da menor cada vez mais pesada, puxo a cintura da mesma ficando colada ao meu peitoral, suas mãos em meu pescoço fazendo carinho significava que estava gostando, a maldita falta de ar vem, colamos nossas testa e respiramos fundo até nos acalmar.


ㅡ -  Jung-Jungguk ...   ㅡ beijo novamente a menor ㅡ


Eu precisava de mais, precisava novamente ter que sentir seu gosto, eu gostava daquilo, gostava de seu cheiro...,  e de seus carinhos, trouxe a menor para o meu colo ainda a beijando, aquela  sensação  ficava  cada vez maior, a mesma  começou a alisar meu cabelo e em seguida começou  a  arranhar  levemente minhas costas, o que  me causou um arrepio, coloco  minhas mãos  sobre a cintura  da  mesma  a  apertando, aquilo era bom, meu corpo ficava quente, sentia a respiração da menor acelerada, nossas línguas pareciam dançar, aquele beijo calmo era a única coisa que precisava e queria naquele momento, subo minhas mão para a pele da garota, o que a fez ficar arrepiada com o meu toque, não queria achar o fecho de seu sutiã, e sim só tocar sua pele, assim como a mesma ainda fazia, provavelmente estava vermelho as minhas costas, deito a menor ficando por cima dela, ainda em um beijo calmo e suave, novamente a falta de ar veio, me deitei ao seu lado e a puxei de lado, beijei a sua testa, a mesma ficava fazendo desenhos por cima da blusa .

ㅡ - Desculpa, eu precisava. ㅡ sussurro para a mesma que agora se aconchegada em meu peitoral ㅡ

ㅡ - Só durma Yang..., só durma. ㅡ aliso seus cabelos até ela dormir, e eu também ㅡ





Notas Finais


Continua?

desculpa pelos erros eu fiz apressada esse capítulo, desculpa pelos erros que estão ainda de vir.

Acho que esse capítulo foi
bom... Será ?

Olha minhas estrelas, eu gosto de quando vocês escrevem nos comentários, mais não um "Continua" sem graça (digo mesmo ^^ )

eu gosto quando vocês me dão alguma idéia,na verdade eu gostaria. gosto de comentários grandes, queria que vocês me dessem um motivo para continuar a história...

Como lá em cima eu sempre coloco :
" ㅡ Aceito sugestões e etc"


~ desculpa se fui rude, precisava falar ~

A verdade é que eu TENTO TENTO TENTO TENTO TENTO fazer uma Fangine ( acabei de inventar a mistura de imagine e fanfic, PALMAS PARA MIM! )

Eu tento fazer uma Fangine boa e interessante para o público ver ( lógico )

Eu gosto muito de escrever mais eu acho que não sou tão boa assim, sei que preciso melhorar, melhorar bastante, até me dá vontade de excluir todas as seis ou é sete ou é oito histórias que tenho, que no caso algumas não são fanfic, são desabafos e histórias originais .

Se vocês curtem esses tipos de histórias, vai lá ver.

Espero que tenham de verdade gostado da Fangine.

Quem sabe, até amanhã ^^


ㅡ 아인다 이러이 .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...