História Estranho Garoto de Olhos Escuros - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Jungkook, Romance
Visualizações 371
Palavras 1.103
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


FANGINE

ㅡ Aceito sugestões .

ㅡ Críticas .

ㅡ Algumas coisas nessa história não existem, nome de pessoa, nome de livros ou lugares .

ㅡ Entre outros .

Boa leitura .

Capítulo 5 - Felizes


06:09 . manhã 


Um silêncio perturbador estava presente naquele quarto, só a respiração dos dois se podia ouvir.  A mesma pensava no dia anterior, como pode acontecer tudo rápido, um simples beijo, simples toque, tudo isso a fez querer mais.  Levantando silenciosamente para não acorda-lo, fez a pequena Yang, pegou roupas limpas e seguiu para o banheiro.  Depois de tudo, a mesma estava limpa e vestida, uma roupa normal ela usava, um short e uma blusa sem manga, pegando seu celular, a mesma saio daquele cômodo, seguiu para a última porta do corredor à esquerda. Entrando no mesmo,começou a dançar uma música de  estilo calmo mais profundo.

Lie 

É interminável, mesmo se eu tentar fugir

Eu caí em uma mentira

Pego em uma mentira

Por favor, encontre o eu que era inocente

Eu não consigo fugir de dentro dessa mentira

Por favor, devolva o meu sorriso

Pego em uma mentira

Liberte-me desse inferno

Eu não consigo escapar desse sofrimento

Por favor, salve o eu que está sendo punido

Deseje-me

O eu que está perdido e desviado

Deseje-me

Eu fui assim todos os dias

Eu me sinto tão distante

Você sempre aparece no meu caminho

E eu repito novamente


Com barulhos vindo da porta, eu me desconcentro. Indo em direção à mesma, abro a porta e me deparo com:

ㅡ - Jungguk. 

ㅡ - Bom dia Sn, música bonita, posso entrar?  ㅡ abro passagem para o mesmo ㅡ

Fecho a porta. Nos sentamos no chão frio sem dizer nada, outra música toca, era a única coisa que estávamos ouvindo. 

ㅡ - Fui eu que compus essa música ㅡ ele fala ㅡ com meu pai ㅡ seu semblante estava triste. Vejo uma lágrima caindo de seus olhos escuros. Por impulso, o abraço. O mesmo chorava de soluçar. Depois de um tempo, tento sair do abraço que dei, o mesmo apoiou seus braços em mim, impedindo que eu fosse embora. ㅡ

ㅡ - Fique aqui, está confortavel ㅡ e assim ficamos durante pouco tempo. Me desprendo dele  ㅡ

ㅡ - Vamos sair ? ㅡ o mesmo fala quando estou prestes a passar pela porta ㅡ

ㅡ - Sim, mais, vamos pra onde? 

ㅡ - nada demais, só andar mesmo. 

.

.

.

9:25.Noite 


Já estávamos na rua, como sempre movimentada, mais não chegava a ser lotada. Estava com um vestido azul claro, que combinava com o dia e a noite. Me distraí na hora em que começou a tocar a música Daydream de Hoseok.     Será que ele ainda lembra de mim?    Eu era um incômodo para ele? Nós éramos tão felizes quando pequenos... Ele me falou que ia compor uma música que falava sobre Sonhar Acordado... Aquele sorriso lindo que eu via quando saíamos para brincar na praça... Ele se distanciou de repente... Sempre soube que era um incômodo para ele.     Se ele se afastou de mim, com  o  Jungguk  não  seria  outra  coisa. 

ㅡ - SN!  ㅡ Ouço alguém gritar, provavelmente Jungguk ㅡ

ㅡ - OLHA POR ONDE ANDA VADIA!  ㅡ um carro passa em frente a mim,  percebo que estou na rua. No impulso dou um passo para trás pelo susto. Tropeço e caio no chão ㅡ

ㅡ - Yang, você está bem? ㅡ o mesmo me ajuda a levantar ㅡ

ㅡ - AONDE VOCÊ ESTAVA ?  ㅡ o mesmo recua ㅡ HEIN?! ㅡ 

ㅡ - Eu...estava olhando uma loja .

ㅡ - EU PODERIA TER ME MACHUCADO SÉRIO E VOCÊ ESTARIA EM UMA MERDA DE LOJA?!

ㅡ - PARE DE GRITAR! ㅡ ele se descontrola e  me segura ㅡ

ㅡ - SAIA DE PERTO DE MIM! ㅡ fala a garota.

ㅡ - CHEGA!  ㅡ a mesma fala e sai andando para outro lugar. Jungguk segura fortemente o braço da garota e a arrasta para casa ㅡ 

ㅡ - PARE DE GRITAR YANG!

ㅡ - ME SOLTA JEON JUNGGUK! 

Vizinhos olhavam para ver o que estava acontecendo.   A garota se debatia nos braços do mesmo mais não conseguia sair ㅡ

Jungguk fecha a porta ainda segurando a menina.  A mesma pisa no pé dele e tenta correr, ele segura firmemente os dois braços da menor  .

ㅡ - SAIA DAQUI! VOCÊ ESTÁ ME MACHUCANDI ㅡ fala ela ㅡ PARE DE ME SEGURAR SEU...ㅡJungguk aperta mais forte os braços na mesma ㅡ

ㅡ - SEU O QUE YANG?! ㅡ a mesma cospe no rosto de Jungguk que imediatamente joga a menor no chão gelado, já por cima da garota, ele ainda segurava seus braços, o mesmo se aproxima mais de seu rosto e sussurra lentamente e calmo em seu ouvido: ㅡ

ㅡ - Não me cuspa!  ㅡ o jeito de falar do maior assustou a mesma que começou a chorar ㅡ

Jungguk saio de cima dela e seguiu para o seu quarto como se nada tivesse acontecido.

A menor subiu também, com um chute em sua porta seguido por um palavrão a mesma corre com dificuldades  para a rua. 

.

.

00:00

Já estava tarde e frio naquela hora.

A mesma entra em um beco pouco iluminado, sentindo um cheiro de maconha na hora.  A menor é jogada pra parede, uma figura de um homem que não sabia identificar. 

ㅡ - Baekhyung? 

ㅡ - Acho que se enganou dessa vez garotinha ㅡ a mesma tentou fugir ㅡ

ㅡ - Daqui você não sai! ㅡ o mesmo coloca sua mão em sua cintura trazendo você para mais perto. obviamente você tentava de todas as formas sair daquele beco mau iluminado ㅡ

ㅡ - Não faça isso, ele já está cordado ㅡ se referia ao volume em sua calça roçando  em seu íntimo ㅡ

ㅡ - Me deixe ir, por favor  ㅡ a mesma fala sem esperanças ㅡ

ㅡ - Vamos brincar... É melhor. ㅡ o mesmo começa a dar chupões em seu pescoço, ele desce a mão da garota até a suas calças para a mesma sentir o volume. O garoto pega a mesma pelo colo e coloca as suas pernas na sua cintura fazendo suas intimidades roçarem mais forte ㅡ

ㅡ - Por favor... ㅡ a mesma sabia que ia acontecer de qualquer jeito ㅡ

ㅡ - Qual é flor.. vai ser rápido. ㅡ o mesmo abaixa as alças de seu vestido distribui beijo naquela parte, sua mão "acariciava" o seu seio esquerdo coberto pelo tecido de seu sutiã, os únicos gemidos que saiam de sua boca eram para mandar ele parar. ㅡ

O garoto começa a simular estocadas, suas intimidades roçaram ainda mais.  A pequena sabia que o que iria acontecer não era nada bom. Dessa vez as simuladas de estocadas ficavam cada vez mais forte. O mesmo coloca ela no chão e dá um beijo bruto na mesma, seus lábios já estavam roxos assim como as marcas que ele deixou. Você recusava, mais ele dava tapas fortes em sua coxa. 

ㅡ - Se você não me beijar, irei fazer você gemer ㅡ sussurra no ouvido da mesma a deixando com um certo medo 




Notas Finais


A criatividade voltou ;-;

Fim.

Por hoje é só ( literalmente ) estou com sono ;-;

Talvez <- amanhã tenha mais..

ㅡ 아인다 이러이 .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...