História Estrelas sem fim - Capítulo 126


Escrita por: e MyuriMika

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Aventura, Hentai, Overlod, Romance
Visualizações 28
Palavras 3.468
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Seinen, Survival, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 126 - Motanha red lotus



Zaatar usou o teleporte com a roupa dada pela mãe de necatron, era um shorts cinza curto que deixava apertado seu traseiro e ia até seus joelhos, o shorts era justo e feito para fazer exercícios, enquanto a camisa era justa e sem manga

Zaatar usou o teleporte até a casa de necatron, ele tinha avisado ela anteriormente mas ainda assim a encontrou roncando em seu quarto, a casa de necatron foi reconstruia rapidamente, zaatar ficou impressionado com a aparência e imaginou como eles fizeram isso

Diferente de antes a casa era um pouco maior agora e o patio onde ele treinava anteriormente ficou maior também, a madeira do chão foi trocada por uma vermelha enquanto os papeis da parede agora pareciam ser de outra linha já que eram mais grossos

O teto era feito de madeira e as telhas de argila, era uma casa simples sem praticamente luxo algum, a única coisa que chamava atenção era o circulo de metal usado para o teleporte, o santuario da espada e o ninho de peles de animais, que era onde necatron estava dormindo 

Zaatar foi até necatron com olhos frios e olhou para sua situação, ela ainda vestia aquela calça super larga e sua calcinha que parecia mais um conjunto de bandagens estavam a mostra, sua pele dura e branca da barriga e das costas estava aparecendo enquanto tudo que cobria seus seios era um monte de faixas

Ela realmente parecia aqueles gangsters do japão que andavam de motocicleta com tacos de baisebool nas mãos

"Ei necatron... vamos" - ele não queria ser grosso então tocou levemente sua cabeça e empurrou para trás varias vezes


"Ei necatron... acorde... ei ei eu avisei que ia vir.. ahhhhh" - zaatar suspirou e ficou sem saber o que fazer, e ele olhou para aquele umbigo definido e rosa a argolinha era inteiramente rosa, parecia um anél  

Porque era rosa ?

Zaatar extendeu seu dedo com curiosidade ele tocou suavemente o umbigo e girou o dedo em torno da parte rosa 

"O que esta fazendo ya?" - Virando o rosto para a voz infantil que estava em suas costas zaatar olhou para um garoto pequenino com um olhar incrédulo

ele tinha um média 6 anos e estava olhando para ele com curiosidade

Quando esse cara apareceu aqui? Zero nem sequer notificou sua presença

Zaatar sorriu e tirou o dedo do umbigo de necatron e disse

"Estava acordando-a e.. "

"Por isso estava com o dedo no buraco rosa da irmã mais velha?"

"Não é um buraco rosa e não fale assim, as pessoas podem entender errado" - O garoto olhou com um rosto inocente

"Mas é rosa certo?"

"Sim, é rosa, como acordamos sua irmã mais velha?"

"aaaah vamos ver" - o jovem olhou para os lados e caminhou até o templo da espada, e de maneira super assustadora assim que ele encostou o dedo na lamina, necatron abriu os olhos

"Igun, já disse para não tocar nisso" - nacatron falava com um rosto sério enquanto o jovem se escondeu em suas costa

"Sinto muito ya, seu amigo veio e você estava dormindo, ele tava tocando no buraco rosa e.. yaaa" - zaatar acariciou a cabeça do garoto com força fazendo seu cabelo ficar bagunçado

"Que buraco rosa, não diga assim" - ele não queria causar mal entendidos

"Mas o buraco era rosa certo? ya" - zaatar se perguntou se esse garoto era autista, ele olhou para necatron que estava com o rosto vermelho com a mão em sua calcinha 

"Não não é isso que você esta pensando, eu estava apenas tentando te acordar certo?" - zaatar olhou para o garoto com ressentimento enquanto ele disse olhando para necatron e se escondendo em suas pernas, ele parecia ter medo dela

"Sim, certo ele só estava tentando te acordar, mas porque estava com o dedo tão fundo.." - Ele tava fazendo isso de propósito? Não é possível uma coisa dessas 

"Ei garoto" - zaatar perguntou segurando sua cabeça com força

"Sim ya" - o garoto olhou para ele com olhos molhados

"Se ta sendo pago pra fazer isso comigo?"

"Claro que não ya, estou apenas falando o que eu vi ya"

"Então diga exatamente para necatron EXATAMENTE O QUE VIU" - O garotinho colocou a mão na cabeça ele parecia gostar de receber um cafune forte

"Mama me pediu para acordar necatron agora, já que era a hora do amigo dela vir, quando entrei na porta olhei para você encarando necatron de maneira estranha, você tocou sua cabeça varias vezes, eu tentei entrar mas fiquei com vergonha então me ocultei e me aproximei para ver o que estava fazendo e, seu seu dedo estava" - o garoto começou a falar com vergonha juntando os dois dedos, seu rosto era igualzinho a de necatron e seu cabelo ruivo e ele parecia um tomate já que estava com vergonha 

"Tudo bem, chega ya" - necatron disse se levantando com um rosto vermelho, ela pegou a espada vermelha e colocou em suas costas com a mão direita

"Precisamos ir, eu costumo dormir muito devido ao estresse em meu corpo, vamos logo antes que a primeira casa feche, já é tarde" - zaatar concordou e eles começaram a andar enquanto o pequenino pareceu melhorar um pouco, ele olhou para os lados com curiosidade e correu de volta para mama

"Então, conseguiu Multiplicar?" - zaatar perguntou enquanto necatron parecia um pouco mais longe, era estranho conversar com ela toda vermelha, mas a distancia foi confortável

"Sim ya, é cansativo mentalmente, eu to fazendo o que me falou de sempre usar a magia todos os dias com todos os conceitos antes de dormir ya, mas realmente eu desligo por horas depois, sem falar da dor ya doi muito ya" - necatron falava de maneira traumatica, a escada era grande então mesmo descendo rapido eles ainda podiam conversar

"No inicio é assim mas depois seu cérebro se adequa, a alma é diferente do corpo, você pode usa-la repetidas vezes e fragmenta-la que ela volta depois de uma noite de sono, a dor é temporária mas a vitória é eterna" - ele pensou nesse bordão quando estava nos esgotos, aquela época seu corpo era muito jovem e sempre quando ele entrava em contato com o elemento escuro e com os cadáveres a radiação magica o fazia sentir dores constantemente 

Com dores e mais dores ele superou a dor de ficar vazio e agora mesmo sem nenhum força de alma ele consegue manter a consciência sempre antes de dormir, ele usava sua alma até o ultimo resquicio de energia, todas as noites deixando seu cristal de alma seco e com o tempo ele se acostumou a isso 

"A dor é temporaria, mas a vitória é eterna, hahaha você fala coisas legais ya" - necatron se aproximou um pouco mas seu rosto ainda estava um pouco vermelho, sua risada era desajeitada e zaatar achou bem fofo essa reação

"Sabe, meu pai odeia que eu fique perto de garotos"

"Ele tem ciumes certo?"

"Sim, mas isso é um pouco chato, eu não posso trazer alguem para cá que não seja uma garota que ele faz um inferno, teve uma vez que eu vim com um aprendiz que tentei acasalar e papa o matou, depois de novo e de novo, não importa o que ele fazia ele sempre aceitava sua punição e parecia não se importar o quanto mama o espanca-se"

"Ohh caramba, não sei como estou vivo ainda ahahah" - necatron olhou para ele um pouco animada 

"Papa deixou a montanha e disse que ia ficar em reclusão treinando seu auto controle"

"Ele fez algo ruim?" - necatron olhou um pouco envergonhada para o lado 

"Ya ele brigou com alguem bem mais novo e o machucou, depois disso percebeu o que fez e ficou deprimido, ele não é um homem ruim é só explosivo"

"Entendo, a tantos jovens irritantes por ae que eu até entendo em parte" - zaatar não estava sendo ironico, aquela peste lá em cima era um exemplo puro, o garoto parecia ter um tijolo dentro da cabeça

Mas era talentoso 

Zaatar se surpreendeu com os movimentos do jovem

A família de necatron tinha mais segredos do que aparentava ter 

Eles foram conversando até o final da montanha, foi uma descida de uns 20 minutos aonde eles saltaram vários degraus, seu corpo não estava mais limitado então ele a acompanhou sem problema algum

"Você tem o corpo forte ya" - necatron falava enquanto seus olhos caiam naquelas duas pernas definidas, eles pulavam dez degrals por segundo e ele não sentiu fadiga ou dor nos joelhos até agora

"Gosto de cuidar do meu corpo, diga..todos aqui são ruivos?"

"Sim ya, abaixo da montanha há varias cidades sobre controle com outras etinias mas nenhum tem permissão para subir se não abrir os portões, a maioria das pessoas não podem sobreviver ao veneno natural da montanha"

"Portões?"

"Sim, você vai entender" - necatrom apontou para um portão de ouro enorme, não tinha muro em volta era apenas um enorme portão, se podia passar pelos lados então zaatar se perguntou seu propósito 

"Esse portão é o que separa os niveis de classificação, há vários deles ya, aqueles que não tem sangue real se por algum milagre conseguir permissão para subir a montanha deve abrir os portões para receber mais direitos" - necatron olhava para ele com curiosidade enquanto zaatar olhava o portão com os olhos brilhantes

O portão dourado tinha 25 metros de puro metal e nele tinha vários nomes 

"Sempre que se abre um portão com sucesso o nome é gravado no mesmo, e ficara para sempre na montanha ou até a red lotus cair"

Eles continuaram descendo, zaatar e necatron desceram com uma velocidade incrível e pareciam duas manchas descendo a escada, zaatar viu vários e intermináveis portões de prata de bronze e o ultimo foi de pedra, depois do ultimo tudo que tinha era uma estrada de terra que ia até as cidades locais que ficavam em torno da montanha

Esse portão tinha cinco metros e necatron falou com uma voz entediada

"Abra-o e vamos acabar logo com isso" - zaatar se aproximou e tocou, a extremidade do portão tinha um suporte verde e vermelho, ele não conseguia mover o suporte verde mas o vermelho o respondeu, qual era o conceito por trás disso?

"Hmm isso é pesado"

"Sim ya, mas eu sei que pode abrir"

"Você é uma curiosa"

"Eu preciso saber a força das pessoas a minha volta e você apesar de ser um mago tem um corpo forte, mama disse para não tentar me aprofundar nos segredos dos outros então eu fiz"

Zaatar agradeceu mentalmente e colocou a mão nas duas portas do enorme portão a sua frente zaatar encaixou seus dedos nas esferas vermelhas, colocando a perna para frente ele fez um rosto sério e seus músculos se contrariam com força estufando ainda mais em sua roupa 

*CHIIIIIIIIIIIII

Sua pele parecia inteiramente vermelha quando ele abriu o portão e passou por ele, a parede parecia ser encantada então assim que ele concluiu, uma pequena gota do seu sangue foi tomada pela esfera vermelha da porta na sua palma

Zaatar olhou para o leve buraco em sua mão com um rosto complicado e o sentia se recuperando

"Vamos, a cada dez degraus você vai encontrar uma casa" - eles começaram a subir enquanto zaatar calculava o peso daquela porta

Uma tonelada inteira 

Nada com menos de cinco dígitos de força passava por aquela porta e ele provavelmente ficaria por um tempo preso a segunda que era uma das portas de bronze

Sua força agora estava em 6.5, a próxima porta estipulando um padrão deve estar em torno de 10 digitos ou 8 digitos de força, mas ele sentia que tinha algo mais por ae

"Agora você recebeu o titulo de guarda, se você não abri-se o portão você iria ficar nas vilas em torno da montanha"

"Entendo, como vou para casa daqui?"

"Vamos ficar aqui"

"Vamos?"

"Sim, mama pediu para que eu fica-se aqui e te acompanha-se quando você vie-se, quando estiver pronto vou dar sua ombreira, lembre-se de cuidar" - eles subiram os degraus e pararam de frente a uma casa simples, aparentemente ele iria ganhar algo sempre que abri-se uma porta, isso era interessante

Parecia com a casa de necatron e nada mudava com a única diferença que a maior parte do dojô foi usado para construir uma casa, apenas metade do dojo estava livre para uso enquanto a outra parecia estar habitando pessoas

-Tock tock 

Assim que a porta foi aberta zaatar se deparou com homem uma mulher e duas crianças o esperando

Eles pareciam jovens de 18 a 19 anos, era uma fámilia nova

"Yoo, a quanto tempo pequena, como está sua mãe?"

"Esta bem, esse trouxe um amigo, ele veio fazer o teste" - o homem balançou a cabeça com um sorriso, ele parecia não se importar, isso provavelmente era uma tradição importante então eles respeitavam

"Vieram muitos hoje?" - perguntou necatron

"Apenas algumas crianças do portão de ouro, a maioria foi espancado e voltaram para suas casas, alguns até queriam uma segunda rodada e apanharam novamente" - aparentemente as crianças do topo não recebiam vantagem das outras e isso era bom para o desenvolvimento geral 

"Ei necatron, e se a população se expandir muito como vocês fazem?"

"Hmm geralmente isso não acontece ya, você vai entender no futuro"

"Você deseja desafiar minha casa jovem?" - o homem perguntou com uma voz séria

"Sim, claro, se possível" - zaatar coçou a cabeça e deu um sorriso gentil enquanto foi encarado dos pés a cabeça pelo casal que pareceram não colocar muita fé

"Não o subestime apesar da idade ya, ele abriu o portão de pedra antes de vir para ca" - o rosto do homem ficou um pouco sério depois de ouvir isso

"Ele já chegou a metade de um núcleo de força?"

"Não tente entende-lo ya, esse cara é estranho ya" - o homem se sentou com uma espada fina em mãos e depois suspirou, zaatar percebeu que apesar de ter 19 anos o homem tinha duas ombreiras elas pareciam grossas em seus ombros

"Pegue mamom" - ele falou para mulher do seu lado ele saiu com um rosto gentil e 10 minutos depois um rapaz veio até ele, o jovem tinha uma ombreira e seus cabelos ruivos estavam amarrados em uma trança

"Prazer em vê-la princesa necatron" - o jovem parecia um pouco emocionado fazendo zaatar e necatron ficarem um pouco constrangidos pela emoção em seus olhos

O jovem olhou para os lados até que seus olhos cairam sobre ele 

"Vou lutar contra ele? Não é injusto?"

"Não, vamos começar logo, já é quase dez horas e precisamos dormir" - o jovem foi até uma parte separada do dojo e pegou um conjunto de duas espadas

Ele jogou uma para zaatar e assumiu uma posição, necatron se sentou perto do dono da casa enquanto eles assistiam os dois no meio dojo em silencio

O rapaz preparou uma barra estocando para frente, ele parecia querer acabar com isso rapido 

"Romper defesa!" o jovem usou uma habilidade de ki enquanto zaatar estava com as duas mãos segurando a espada e observando em silencio 

Lento

Lento demais

Porque esse cara é lento assim?

Zaatar percebeu que ele tem uma força bruta ridicula, apesar de ser menor que a de um furius pesado era muito útil

Zaatar não sabia se isso era devido a suas experiências constantes de batalha, mas ele poderia ceifar a vida desse jovem na sua frente agora, o rapaz estocou para frente enquanto sua lamina era inundada por uma aura de ki azul, mas ao mesmo tempo em que seu movimento foi obvio deixou tantas aberturas que chegou a ser decepcionante

Como ele deveria lidar com isso ?

Zaatar contraiu seus musculos, enquanto assistia a tragetória da espada vindo até ele, o centro de gravidade desse cara não era bom então ele decidiu usar isso 

Assim que a espada chegou a 10 centimetros do seu rosto ele tinha tomado sua decisão e rapidamente abaixou seu corpo desviando da aura azul, zaatar abaixou todo seu corpo e sua mão esquerda tocou o chão e contraiu em um angulo estranho quando a espada já tinha chegado onde ele estava 

Sua espada levemente tocou no ombro do jovem e parou do lado do seu pescoço a aura azul de ki acertou a parede e criou um buraco de 3 centimetros enquanto o jovem que estava com as duas mãos erguida com a espada para frente olhou para baixo e viu aquela pessoa toda torta

Seus olhos seguiram sua mão e passaram pela lamina

A ponta triangular da espada estava encostada em seu pescoço afundando levemente em sua jugular

"Chega, você venceu" - o homem olhou para zaatar com um olhar curioso e depois que os dois guardaram suas espadas o homem perguntou com um olhar astuto

"Diga, porque você ficou nessa posição passiva?"- zaatar podia só ter desviado indo para frente iguai fez com o furius leve mas ele decidiu ficar no lugar

Ele não sabia mais não matar alguem lutando se ele fosse para frente seu corpo instintivamente iria atravessar a lamina no pescoço do garoto

Era como se fosse um instinto natural que aquele lugar deu ao seu  corpo, então além de movimentos de matar ele não sabia fazer mais nada, mesmo que ele tenta-se pegar leve em sua força, ainda assim ele poderia causar danos permanente nesse jovem 

"Não quero parecer arrogante é que, ele ficaria mal se eu o machuca-se seriamente, não estou acostumado a lutar de outra forma então se eu fize-se o que pretendia ele provavelmente não moveria seu braço esquerdo nunca mais" - o homem pareceu perceber isso, ele não sabia o que falar enquanto olhava para aquele jovem com o rosto embaraçado 

"Diga, como você aumentou dois atributos ao mesmo tempo acima dos 3 dígitos? Você é jovem e sua força já e boa, mas sua agilidade não fica atrás, que tipo de treino você fez para estimular dois núcleos de uma vez?"

"Treino? Err . eu sou um knight" - o homem o olhou por vários segundos com um rosto branco ao ouvir isso 

A familia que parecia querer começar a falar ficaram em silencio e observaram seu corpo enquanto o jovem que usou o movimento de ki estava com o rosto suado, zaatar removeu a espada e abaixou a cabeça em comprimento 

"Esse garoto despertou como um knight nessa idade? Você o conhece de onde lady necatron?" - o homem disse, ele parecia curioso 

"Na guilda, ele é um mago" - zaatar aturou outra onda de olhares enquanto o homem parecia que teve uma faca atingindo seu coração 

"V..V...Você pretende desafiar outras familias da escada?"

"Sim, eu pretendo enfrentar uma por dia"

*Suspiro*

"Tudo bem, você passou no teste da minha casa e eu reconheço você como um de nós" - zaatar ficou alguns segundos conversando com o homem, aparentemente eles estão casados a 1 ano apenas, o líder dessa família era um jovem talentoso e por isso não foi expulso da montanha 

Todos os jovens que não conseguiam abrir o portão de pedra até os quinze anos eram expulsos da montanha e enviados para viver nas cidades comuns, então era por isso que a população não se expandia muito, necatron era portadora daquela espada vermelha que aparentemente era algo especial

Mas que foi mantido em segredo dele, aparentemente necatron pode explodir sua força de alguma forma e até romper o portão de ouro, por conta disso ela foi mantida lá em cima mas.. que tipo de preço ela teria que pagar para conseguir 40 digitos de força? Zaatar estava cada vez mais curioso sobre os segredos desse lugar, depois de sair da casa do homem os dois começara ma subir e zaatar percebeu que ainda tinha mais 2 horas para ficar aqui

"Necatron, vamos para a área de treino, eu quero ver os movimentos de espada para praticar"

"Hooo, tudo bem" - necatron começou a falar mais no caminho, mas zaatar achou algo interessante vindo dela 

Necatron estava prestes a subir para o nível 3 assim como todos do grupo com apenas samuel que ficou um pouco atrasado 

Não é como se ele não estive-se a subir para o nivel 3 então quando ela perguntou ele disse que estava perto, mas na verdade era só ele terminar de analisar o melhor método para criar seu cristal de energia repositora que combinassem com seu dominio de metal

zero estava trabalhando para adequar o melhor método a ele e ele queria algo que no futuro pude-se integrar e melhorar seu dominio de metal

"Que desculpas eles vão dar quando todos subirem de nível?" - zaatar pensou enquanto eles subiam para o topo novamente
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...