História Estrelas sem fim - Capítulo 252


Escrita por: e MyuriMika

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Aventura, Hentai, Overlod, Romance
Visualizações 27
Palavras 2.892
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Seinen, Survival, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 252 - Dominio de areia



"Esse cara derrotou Riou, não é uma boa" - sarus falava enquanto olhava para o careca com a centopeia na boca com temor

"Idai? Derrotar esse cara é a chance perfeita para chamar a atenção da lider, acabamos de entrar e devemos mostrar nosso valor, além do mais, olha para sua perna, seu corpo está fraco, ele acabou de voltar de uma luta exaustiva, lidar com ele vai ser facil e não se esqueça que estou no nivel 9, não é dificil lidar com ele, mesmo que tenhamos de pagar uma a sua familia chamaremos a atenção para nosso lado, e além do mais, essa vadia é muito nutritiva e pode auxiliar minha evolução"

"Idiota, esse não é o caso, essa garota vale isso? Alem do mais ela nem aceitou ou recusou, vamos decidir de forma comercial igual fomos pedidos a fazer, você não deve se intrometer, você acabou de sair de ser expulso de uma organização por conta da sua violência, tenha calma, seu foco é nos proteger e somente isto, se ela aceitar você pode come-la em uma missão separada mas vamos fazer igual fomos ordenados" - o jovem que iniciou a negociação calou os 3 enquanto sorria 

O careca contorceu o rosto e guardou sua centopeia enquanto um galo muito esquisito subia na cabeça do jovem com os olhos brilhando uma luz dourada

"Acho que devemos deixar vasala decidir" - o jovem disse tirando o contrato padrão que entregou a todos que perderam, a missão dele era coletar o maior numero possivel de individuos que fracassaram, e até mesmo os que cairam no primeiro dia foram convidados o clã entraria em guerra logo

Então ele decidiu resolver isso de maneira pacifica, Melissa era temperamental com erros e ele não queria provocar a furia daquela pessoa 

O jovem mostrou um sorriso gentil e recuou enquanto olhava para garota loira com olhos gentis, ele era algum amante? Foi a primeira coisa que ele pensou pela forma que ele olhou para jovem

Vasala percebeu que a situação estava em suas mãos e acalmou seus nervos, ela recebeu o contrato e começou a lê-lo, e depois olhou para zaatar, o contrato não a dava muitos direitos

Ela receberia comida, água e poderia fazer missões para acumular pontos e trocar por conhecimento, era o acordo dado a todos os servos, mas ela não seria permitida a entrar na torre bruxa para aprender lá de graça, já que isso não movimentaria a economia da guilda

O jovem tirou um contrato de gás mostrando que ele veio do anel externo fazendo o rosto dos quatro se contorcer

Porque esse merda quer coletar servos se ele não é nobre?

Vasala pegou e olhou para o pergaminho e seus olhos ficaram instaveis, ela olhou para zaatar por varios segundos, seus olhos ficaram emocionais

Droga, eles realmente eram amantes 

Essa foi uma falha

Vasala pegou o contrato e entregou para ele e se levantou para ir com zaatar, ela estava mancando devido a lesão causada e seu corpo estava com varias ataduras

*Suspiro*

"Não se pode ganhar todas",- ele pensou enquanto se preparou para sair, ele já foi recusado antes, não foi a primeira vez, ele pretendia ir simplesmente para outro agora, até que ouviu uma flutuação de poder magico vindo do jovem careca 

"O merda"

------------

A luta tinha acabado de terminar quando a comoção começou a acontecer na sala de descanso, por alguns segundos as quatro fontes magicas pararam de emanar ondas agressivas, porém, eles ainda observaram a enfermaria com curiosidade 

Eventos assim aconteceram durante todo o torneio, seja para recrutar membros ou para comprar itens raros que acabaram no estoque, não era algo proibido 

De repente depois de alguns segundos um som de paz 

*DAAANG!!*

Um som de impacto alto soou foi como se uma marreta bate-se em uma bigorna ao mesmo tempo que um objeto cinza voou em alta velocidade da porta da sala de descanso e aterrissou nas arquibancadas intermediarias deixando um rastro de destruição para trás 

Um jovem de cabelos verdes estava com um muro de metal na sua frente totalmente amassado enquanto nas suas costas tinha uma bola de metal parecendo proteger algo, o jovem usou a bengala como ponto de apoio enquanto uma centopeia enorme saia da enfermaria, magos de luz saiam imediatamente do caminho não querendo se intrometer

Era alguem com uma linhagem completamente desperta

Ao mesmo tempo que a centopeia saiu o jovem de cabelos verdes saltou para trás novamente deixando um rastro de sangue roxo saindo das pernas, em seguida criando varias camadas de metais com pinos em seu corpo parando, a força, o sangramento, os pinos cobriram boa parte do seu corpo mostrando que ele provavelmente sofreu danos severos

A centopeia tinha varios metros de altura e cobriu o jovem de cabelos verdes o olhando de cima

"Ei, aquele ali não é zaatar.. o que ele tá fazendo lutando com alguem que está no liminar para o primeiro escalão? Ele é louco? Aquilo é quase um feitiço inato completo" - um dos jovems falava enquanto as pessoas olhavam com curiosidade 

Zaatar olhou com os dentes serrados enquanto parecia surpreso com a força da centopeia, a criatura começou a emanar uma nuvem acida por todo seu corpo enquanto se erguia vorazmente, demorando alguns segundos para se manifestar completamente nas arquibancadas enquanto parecia querer comer zaatar com os dentes afiados e brilhantes

Nesse tempo Zaatar jogou quatro bolas de metais em direções diferentes da arena, as bolas tinham quatro membros e tinham formas estranhas, e quando a criatura se aproximou, seu corpo brilhou cinza e ele apareceu onde uma das bolas tinha pousado ao mesmo tempo que a centopeia se chocava a onde estava sua localização e engolia uma bola de metal

Em seguida, sem vergonha alguma, zaatar se afastou e começou a parecer pensar com olhos frios ao mesmo tempo que parecia começar a cantar algo estranho 

As pessoas observavam aquelas runas vermelhas saindo do seu corpo e a energia de alma se concentrando enquanto dois anéis vermelhos começaram a crescer nas suas costas, os anéis pareciam aoreolas e tinham uma densidade enorme de particulas do elemento fogo, sem medo algum a centopeia veio novamente

Curiosos e ao mesmo tempo espectativos com o que aquele cara iria mostrar pela quantidade de poder magico reunido ali, os jovens que estavam contando suas apostas observavam com sorrisos no rosto

*DAANG!

A centopeia se chocou em direção do jovem mas de repente um muro dourado dividiu ambos tomando a forma de um prato lentamente enquanto começou a se tornar areia e voou para cima em direção a um humanoide

"Parem com isso, quem te deu ordem para atacar um participante?" - Olhando par acima a centopeia se contorceu e lentamente começou a encolher tomando a forma de um jovem nú e careca, que cobriu seu corpo com um manto 

Em cima da onde os dois colidiram flutuando no ar tinha uma garota com um terno apertado de espadachim no corpo e um rosto moreno, seus olhos eram dourados e ela tinha adornos de ouro por todo corpo

A garota olhou para zaatar com os olhos interrogativos

"Pergunte para ele mesmo, afinal, foi ele que atacou" - Melissa olhou para enfermagem e um jovem com um manto branco saiu parecendo respirar pesadamente de nervosismo

Ele fez um sinal com o dedo fazendo parecer algum codigo entre eles e a jovem suspirou cercando o careca em uma cupula de ouro em seguida os três emitiram uma luz dourada e se retiraram usando algum teleporte elemental

Zaatar segurou a bengala com força e depois de olhar para dentro da esfera metalica suspirou de alivio e saiu imediatamente entrando na outra enfermaria

Um rastro de sangue profundo foi deixado por onde andava 

Os olhares curiosos seguiram zaatar até a enfermaria enquanto começaram a tentar deduzir o que aconteceu, geralmente essas lutas não eram interrompidas, mas o proprio lider da organização entrou no meio

"Ei, aquela melissa tem aprontado novamente? A guilda deneris quase nunca se envolve em problemas, mas quando envolve é algo grande, eles estavam brigando por um item raro ou algo do tipo?"

"É, aquele cara estava no limiar para o primeiro escalão, ele provavelmente encontrou algum ingrediente que seria útil e zaatar também e acabou dando nisso, mas se ela não intervi-se ele estaria morto agora, eu fiquei mais interessado naquelas runas elementares que vi se manifestando em seu corpo, ele parece ter mais trunfos do que aparenta"

"Se aquela porca não tive-se se intrometido poderiamos ter visto" - comentarios parecidos começaram a acontecer enquanto zaatar entrou rapidamente na enfermagem e tirou o corpo de neptune da bolsa negra

Ele serrou os dentes e começou a comer seu corpo desesperadamente enquanto vasala olhava para o buraco em seu corpo com os olhos arregalados

O corpo de neptune fedia, a energia de morte estava sendo emanada aos montes, mas zaatar comia como se fosse a refeição mais saborosa do mundo, ele arrancou as asas, pernas e os orgãos, devorando de maneira desesperada enquanto fazia um rosto aliviado quando uma camada escura cobriu seus ferimentos

Zaatar conseguiu criar 7 camadas de metal antes da colisão vir até seu corpo, aquela criatura destruiu as 6 deixando apenas meia camada que o impediu de ter ferimentos piores

Mas mesmo assim o dano de impacto que ele levou não foi pouco, ele não queria fazer isso, mas usar a essencia escura do corpo de neptune foi o metodo mais rapido que ele encontrou para parar seu sangramento interno, ele arrancou as partes mortas da pele de neptune que eram grotescas e fedidas e passou pelo seu corpo enquanto se alimentava 

Ao mesmo tempo que Evans aparecia usando algum tipo de teleporte e ia para seu corpo derramando aqueles feijões novamente em sua boca

"Você tem que brigar com tudo?" - Evans disse enquanto olhava para seu corpo e ao ver que não tinha algo sério pareceu se soltar completamente

"Teresa estava tendo uma reunião lá em cima e tive de participar, aquilo surpreendeu a todos" - ele olhou para vasala e fez um rosto desconfortável

"Vale a pena?"

"Para minha pesquisa sim, não posso gerar outra pessoa como ela do zero, e além do mais eu cheguei atrasado e se não fosse mais agressivo ela teria assinado e eu teria de me virar nos trinta depois"

"35 cristais magicos" - Evans estendeu a mão falando o preço dos feijoes e zaatar colocou 3 cristais intermediarios e cinco inferiores em sua mão


"Vou ficar com você na area comercial agora, agora falta apenas 5 lutas de qualquer forma, mas você fez bem desviando daquela greve usando a substituição elemental, se você tive-se tentado atacar ele teria te dividido em dois, vamos, você precisa de mais repoulso agora, seu corpo está totalmente fadigado" - zaatar guardou o corpo de neptune na bolsa novamente, ele comeu boa parte, mas sua linhagem estava armazenada na cauda, o corpo era apenas o corpo de um cadaver cheio de particulas negativas, zaatar tinha olheiras profundas nos olhos enquanto parecia lento, seu corpo passou por tanto processo de recuperação que ele estava realmente sonolento, hoje foi, de longe, um dia cansativo 

"O que houve com Teresa?" - zaatar perguntava enquanto Vasala segurava o dragão nos braços e o seguia pelas costas, para ela agora zaatar se sacrificou por ela e seu coração estava em confusão 


Eles nunca conversaram muito, mas o valor que ele demonstrou a ela foi enorme 

E tudo que seu contrato pedia era silencio e lealdade, ele não a restringia em nada, vasala o olhou com curiosidade, sempre foi ela que protegeu os homens e nunca o contrario, mas dessa vez esse cara realmente pulou em um ninho de cobras 

Será que esse tempo todo ele gostava dela e nunca tinha dito por vergonha? Vasala começou a ter pensamentos gananciosos, afinal, porque alguem a trataria assim?

Zaatar e Evans não voltaram para plataforma, eles foram até a area comercial e se sentaram para comer algo, enquanto isso, dentro de uma sala privada no decimo quinto andar do coliseu

"O que houve lá embaixo peão 32" - Melissa não lembrava do nome desse subordinado e apenas deduziu quem ele era pela marca do peão em seu manto 

Seus subordinados recebiam nomes de peça de xadres conforme subiam de posto ou seu valor aumentava e esse era um recem recrutado de um ano atrás, um peão que chegou a 32 posição 

O jovem abaixou a cabeça e disse

"Tivemos um desentendimento no recrutamento por um espadachim, porém no meio da nossa discordia eu propus decidir com o individuo que estava sendo contratado e o jovem aceitou normalmente deixando nas mãos da garota, até ai estava tudo bem, o espadachim decidiu ir com ele, e eu simplesmente guardei o contrato assim como pediu e decidi ir para o outro da lista que tinha perdido na rodada passada quando.. ele atacou os dois e começou isso, primeiramente ele queria brigar mas.. eu intervi falando que deveriamos resolver de forma pacifica" - Melissa olhou com um olhar rancoroso para o jovem careca de joelhos que olhava para o peão com hostilidade, se não fosse pelas correntes de ouro em seu corpo com runas de restrição ele provavelmente teria atacado

Esse cara era problema, sua raça era completamente agressiva e não era a primeira vez que isso acontecia, ele foi expulso de  varias outras guildas por esse tipo de comportamento intolerante, ela decidiu dar uma chance quando ele se inscreveu, devido a sua força, alguem do nivel nove era alguem forte no anel iniciante, ainda mais com uma linhagem de combate como a dele 

Mas dessa vez ele realmente fodeu seus planos 

Ele não só passou uma imagem horrivel como a fez parecer um lider incompetente que não sabe lidar com seus subordinados, além do mais, ela gostou daquele cara pois eles tinham domínios parecidos, ele a lembrou dela quando ela começou, apesar dos seus métodos serem completamente diferentes eles são anomal ou parecidos 

Melissa pode controlar o ouro usando a areia, por isso ela teve uma familiaridade pois ela não lutava de maneira muito diferente que a dele

Melissa observou por vários segundos o jovem careca

Sua mentalidade era completamente perturbada e ele era controlado por sua linhagem 

Quando a linhagem estava muito impura, ela tentava assumir os instintos do portador, e ele tinha a mesma agressividade e a fome de uma centopeia do plano do esquecimento, e a falta de controle de uma, para iniciantes isso era comum, e gerava efeitos negativos no corpo, porém, que poderiam ser resolvidos mais a frente 

Mas esse cara a fez parecer uma estupida e uma falha na frente de todas as gulldas superiores

"Parece que vou ter de colocar critérios mais altos ao adquirir recrutas" - Melissa pensou enquanto seu cetro de ouro batia no chão, fazendo a janela de vidro a onde estava ser coberta por uma camada de areia protetora

O jovem tentou lutar para sair, mas a areia se moveu no ar criando varias espadas que o cravaram no chão, as espadas emitiam um brilho verde e atravessaram todos os pontos cruciais da sua linhagem o impedindo de usar 

Cada espada tinha runas de selamento esculpidas, elas, de solidas se tornaram areia e entraram nas feridas enquanto areia dourada entravam pela sua boca e nariz, invadindo seu mundo cognitivo e esmagando seus três corações 

Seu feitiço inato era completamente superior ao desse cara e quando ele lutou emitindo nuvens de fumaça corrosiva ela o cobriu com varias porcentagens de areia criando uma cupula de ouro, areia dourada pingava do caixão enquanto uma corrente saia do seu cetro e terminavam de mata-lo lá dentro 

"Agora, como resolver isso hmm.." - Melissa observou o cadáver a dentro e sua areia começou a drenar seu sangue amarelo o fazendo pingar em uma bacia que criou dourada

"Não vou abaixar minha cabeça e recompensa-lo, não posso mostrar fraqueza ou ele não vai me respeitar e vai achar simplesmente que sou um oportunista, eu pretendia conhece-lo quando isso acabar antes dele sair com sua familia, mas.. oh merda, porque tem que ser assim?" - Melissa queria conversar com zaatar e pelo menos conhece-lo 

Ela achou que foi o destino eles usarem magias e dominios iguais sem falar que ela gostava do seu jeito despreocupado e da forma como ele agia de maneira simples, Melissa suspirou e decidiu pensar em algo enquanto dispensava o peão 

Melissa aprendeu a nunca subestimar os novatos, nem mesmo os do anel externo, ela sabia que se os lideres magos enviaram eles para cá é porque eles eram algo, melissa suspirou internamente enquanto se levantou da sua cadeira e voltou para suas amigas usando o teleporte

Elas se olharam de suas cadeiras e falaram de forma curiosa

"Ei melissa o que foi aquilo lá embaixo, hmm?"

"Não é nada, apenas um dos meus juniors causando problemas, tenho que tornar o critério para inscrições de iniciantes mais rigorosa e começar a ver os históricos, dessa vez quase fui multada pela organização"

"Hm? Ele atacou um participante?"

"Sim, apenas uma  das batatas fritas" - ela não podia falar que foi zaatar agora, ou elas iriam começar a se mover para atrai-lo, todos queriam um extrator de linhagem como aquele para ter laços bons, afinal, só tinha ganhos ter o contato de um extrator na ala dos iniciantes
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...