História E.t - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Comedia, Jikook, Namjin, Taeyoonseok
Visualizações 24
Palavras 4.052
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Rola amigos! Combustão? Pepinos? (Tentem ler em voz alta)

Sim, eu deveria adicionar mais um cap na Sanatorium Wings, mas minha criatividade está saindo aos poucos, e escola, provas, trabalho, não estão me ajudando.
Então no meio disso sai essa fic, espero que vocês gostem dela tanto como eu.

Um aviso: na história terá partes confusas no começo da leitura, mas vão por mim, ler de trás pra frente ajuda.

Aproveite! :3

Capítulo 1 - Capítulo 1 - Milharais


- Aigoo, isso não foi uma boa ideia... - O rapaz de madeixas vermelhas reclama segurando o braço do namorado completamente assustado. - Yoongi! Vamos voltar!

 

- Não vamos não, eu já falei e eu não vou ficar repetindo. - O azulado respondeu ignorando o namorado que começou a reclamar ainda mais.

 

- Mas eu repito, por que me arrastaram junto em? Minhas séries precisam ser atualizadas... - Outro garoto próximo a eles se pronúncia completamente entediado. - E eu deixei o Kookie sozinho! E se ele morre de solidão?

 

- Eu não vou enterrar ele. - O mais velho entre os dois respondeu irritando o outro mais baixo.

 

Que culpa tinha Jimin por ser arrastado as uma hora da manhã para um lugar abandonado longe da cidade? O loiro mal gostava de sair de casa e deixar seu coelhinho de estimação sozinho, imagine ir pro meio do nada. 

 

E Hoseok se sentia da mesma forma que o outro, se ele pudesse nunca teria aceito aquele acordo com seu namorado.

 

••● Mais cedo naquele mesmo dia ●••

 

Hoseok acordou disposto como sempre, sua energia era invejável naquela segunda feira, estalou suas costas e virou o rosto observando o namorando dormir tranquilamente. Permitiu-se rir mesmo que silenciosamente, olhando o mais velho com a boca entre-aberta, a respiração calma e os cabelos tingidos recentemente de azul bagunçados no topo de sua cabeça se destacando entre o travesseiro branco. Decidiu não o acordá-lo afinal ele não queria morrer tão jovem, Yoongi sempre acordava de mau humor, e foi se preparar indo tomar seu banho matinal.

 

Do outro lado do cômodo era quarto de Jimin, o mesmo estava adormecido num sono profundo, roncava alto e babava pelo canto de sua boca preso no mundo dos sonhos, até que seu coelho pulou em seu rosto o fazendo espirrar e assustando ele que num instante se sentou na cama. 

Jimin nunca conseguia se acostumar com isso todas as manhãs, aquele animal era tão animado e carente que para Jimin dava a vaga lembrança de uma criança, era até mesmo um charme a mais no animal de pelos escuros e olhos vermelhos. 

 

- Aish. Kookie não faça isso! Eu já te falei várias vezes! - Esbravejou segurando a bolinha de pelos pretos na sua frente, o animal abaixou as orelhas arrependido, ele só queria acordar seu dono. - Ah, não faz essa cara, você só me assustou.

 

E assim beijou a cabeça do animal e o colocou na cama indo também tomar seu banho matinal no banheiro de seu quarto. 

 

Os três colegas de quarto eram amigos desde o primeiro ano da faculdade, diferente de Jimin e Yoongi que se conheciam desde pequenos. 

 

Park Jimin era amigo de Min Yoongi desde que fez sua primeira viagem a Busan e acabaram morando lá, conheceu o garoto como seu novo vizinho, na época ele admitia para si mesmo que não conseguiria manter um relacionamento estável com o outro, porém se enganou e em apenas uma semana não se desgrudavam mais. Entretanto nem tudo foi um mar de rosas para os dois, Yoongi sempre demonstrou se sentir atraído por homens e sua família desaprovava e ainda se matem assim, o garoto ao demonstrar isso foi praticamente expulso de casa e foi para muito longe deixando um Jimin sozinho e triste em Busan. 

 

O reencontro dos dois foi digno de uma novela, Jimin estava dormindo tranquilamente em seu quarto até que a janela foi aberta revelando um garoto ofegante e vermelho olhando em sua direção. Foram poucas as palavras usas pelos dois, em poucos minutos já estavam trocando carícias e beijos pela toda cama de Jimin. Eles não namoraram - irônico não? - decidiram manter aquela noite em segredo, foi apenas uma explosão de sentimentos a flor da pele, sendo a saudade e desejo os predominantes. 

 

Jung Hoseok apareceu nas suas vidas como alguém que pulava de para-quedas, dentro da faculdade era o garoto timido da sala até se famializar com os dois e conquistar Yoongi para si, e criaram fortes laços de amizade. 

 

- Vamos Yoongi acorda! - Jimin gritava balançando o outro na cama bagunçando os cabelos azuis dele. - Você disse que ia nos levar hoje! 

 

- Que? Que dia foi isso? - O azulado fala deitando-se de bruços.

 

O loiro não satisfeito com a resposta pula em cima do outro sentando em suas costas e começa a pular em cima do mesmo, o fazendo gritar. 

 

- AAAAAAAAAAAAH! SAI DE CIMA DE MIM CARALHO! 

 

- Só quando você levantar! 

 

- COMO EU VOU LEVANTAR COM VOCÊ FAZENDO PURÊ DA MINHA COLUNA? - Jimin saiu de cima do outro que soltou um alto suspiro sofrido mas também aliviado. - Agora você morre projeto de anão de jardim! 

 

Yoongi se levantou da cama correndo atrás do outro por toda a casa, Hoseok já acostumado com a barulheira que seus colegas de quarto faziam todas as segundas feiras voltava a cozinha o café da manhã, suas rotinas eram as mesmas a exatamente três meses e meio, ambos eram estudantes da mesma faculdade e também muito amigos, então por que não morar juntos? 

 

Assim todos decidiram viver juntos recentemente, eles se cansaram de sair de muito longe para chegar a faculdade e decidiram rachar um apartamento próximo a ela. Apesar de estarem no mesmo lugar, os três estudantes estudam coisas diferentes, Yoongi estudava astrologia no térreo do prédio, Jimin estudava arquitetura no décimo andar e Hoseok estudava dança contemporânea no terceiro andar.

 

Somente nas segundas ambos tinham aulas e poderiam ir juntos para estudar aproveitando a companhia um do outro. 

 

Bom, se nenhum deles demorace para acordar. 

 

- Eu ainda te mato Park Jimin... - O azulado ameaça apontando para o loiro enquanto entrava na cozinha. 

 

- Sonhar não custa nada hyung. - O outro provoca subindo as escadas para pegar seu animal de estimação. 

 

Yoongi revirou os olhos e se sentou na mesa observando o namorado servir o café da manhã, Yoongi sorriu em agradecimento quando o ruivo entregou a ele uma caneca contendo inevitavelmente seu café expresso sem açúcar que bebia todas as manhãs. Pegando uma torrada, o ruivo observou o outro acabar de engolir a bebida e o chamar num gesto de cabeça. 

 

- Hoje é sua vez de levar o lixo. - Disse calmo enquanto prévia a futura reclamação de seu namorado. 

 

- Sempre sou eu que levo esse lixo! Por que você é Jimin não levam também?! 

 

- Jimin cuida da sujeita do Kookie e limpa os quartos, eu cuido da limpeza dos banheiros e do quintal, então por que você não pode cuidar da sala e da cozinha? 

 

- Por que isso é chato! - O ruivo fez manha batendo os punhos na mesa.

 

- Hyung arque com suas responsabilidades, que exemplo você quer dar para mim? - Disse Jimim aparecendo no cômodo segurando aquela bolinha de pelos indo até a geladeira - É só lixo.

 

- Mas eu não quero! - Ele cruzou os braços - Yoongi, vamos fazer um trato?

 

- Que trato? - O outro já perguntou suspirando derrotado.

 

- Leva o lixo hoje que eu faço o que você quiser!

 

- Hmmmmmm! - O mais novo fez um som malicioso olhando os seus hyungs e ao mesmo tempo alimentava seu coelho com uma cenoura.

 

- Calado Jimin! - Aponta o dedo para o loiro que devolveu mostrando a língua - Tudo bem Hoseok eu levo o lixo hoje - O ruivo comemorou - Mas! Você vai fazer o que eu quiser e SEM reclamar!

 

Hoseok apenas deu um aceno com a mão insinuando que havia entendido, mas ele não entendeu quase nada que seu namorado havia dito, ele estava mais animado em não ter que levar o lixo naquela manhã antes deles irem até a faculdade. Aquilo seria uma escolha ruim. (?) 

 

Enquanto a animada discussão pela manhã ocorria naquele planeta, uma espaço nave intergalatica vinha em seu destino a exatamente 16 anos luz. O passageiro já estava prestes a acordar de sua “cama”, o lugar apelidado assim por ser onde ele ficou adormecido por tanto tempo, quando finalmente foi permitido a acordar, o passageiro quase teve um enfarte, o mesmo planejava acordar uns cinco anos luz antes da aterrisagem? Mas seu contador acabou falhando e o acordou no dia exato da sua chegada no planeta, ele estava como costumamos falar: “bem ferrado”. 

 

- O redil iav em ratam! - Ele disse desesperado enquanto mexia no painel da nave, ele precisaria de mais tempo, ele ainda se lembrava das ordens de seu líder o obrigando a ir a Terra, embora ele mesmo achasse esse planeta um tanto inútil também o achava o mais acolhedor entre todos os outro que ele já visitou, e não sabia se ficava alegre ou bravo com tal missão, por que ele tinha um líder tão estranho? 

 

- saM áj? átsE otium odec! - Reclamava enquanto fazia de tudo para adiar sua chegada, mas infelizmente ganhou um curto período de tempo. Ele pousaria na Terra quando anoitecer. 

 

••● ●••

 

No final do dia Yoongi já estava em frente a faculdade encostado em seu carro esperando os outros dois chegarem, ele tinha uma grande surpresa para lhes mostrar, ele levou vários meses para preparar e planejar tudo com antecedência para esse dia - e até agradecia o namorado pra ter feito aquele trato consigo - essa seria sua maior descoberta e queria compartilhar com os mais novos, porém os outros dois não apareciam de jeito nenhum! Paciência era a maior virtude de Yoongi, mas ela já estava se esgotando. 

 

- Finalmente madames apareceram, vamos que sua carruagem está as aguardando. - Ele disse com um tom falso de mordomo e se curvou para os dois que já estavam a sua frente. 

 

- Oh, eu agradeço, vamos capacho abra a porta para mim e meu caro convidado Jung Hoseok. - O loiro disse entrando no clima da brincadeira fazendo também pose esnobe.

 

- Ei , meu namorado não é capacho! - O ruivo disse fingindo estar bravo enquanto sentava ao lado do banco do motorista. - Mas eu gostei de vê-lo tão obediente... - Falou num tom malicioso dando um selar no rosto do azulado. 

- Não se acostume com isso. - Yoongi responde devolvendo o sorriso. 

 

- Uh se os atores pornô já acabaram, eu quero ir pra casa meu coelho deve estar sentindo minha falta! 

 

- Credo Jimin até parece que você faz zoofilia com esse bicho! 

 

- E se eu fizesse Hoseok? - Disse num tom calmo - Qual seria o problema? 

 

- Você não vai transar com esse coelho hoje, nós vamos ir num lugar. - Yoongi se intromete na conversa enquanto olhava para a rua em movimento. 

 

- Mas eu preciso ir pra casa tomar um banho antes! 

 

- E eu quero jantar! 

 

- Aish! Como vocês dois são mimados eu eim! - Yoongi disse já realizando o trajeto até a sua casa. 

 

Depois de acabarem seus afazeres - afazeres que levaram muito tempo por sinal - a viagem se contentou nos dois mais novos questionando por estarem sendo “convidados” para ir fora cidade, o mais velho colocou toda a culpa nas costas do namorado que fez um bico emburrado, mas também acrescentou que ele estava a meses esperando por esse dia e queria que eles fossem junto. Os dos ficaram confusos e só pioraram quando saíram de dentro do carro.

 

Por que diabos estaria num campo de milharais? 

 

••● ●••

 

Jimin e Hoseok param em frente ao carro olhando totalmente confusos e até mesmo irritados com o mais velho que exibia seu incomum sorriso gengival, que estava mirado para aqueles grandes pés de milhos da paisagem. 

 

- Por que essas caras de cu murcho? - Yoongi perguntou quando olhou os outros dois parados atrás de si. 

 

- Hyung, você tinha centenas de bilhões de escolhas para nos arrastar e você escolheu isso? - O mais baixo disse com os olhos arregalados apontando para o campo. 

 

- Sinto muito Yoongi mas dessa vez eu concordo com o Jimin. - O ruivo disse se aproximando do garoto mencionado. 

 

- Minha escolha não foi atoa só para a informação de vocês dois. - Ele fala lançando um olhar de raiva para eles - Eu não passei meses esperando por essa grande oportunidade da minha vida para vocês ficarem reclamando não. Vamos! Vai ser divertido! 

 

Os dois se entre olharam se perguntando internamente se aquilo realmente seria uma boa ideia. Essa não seria a primeira vez que foram obrigados a acompanhar seu hyung em uma das suas "viagens astrológicas", eles ainda se lembram das grandes furadas e enrascadas que se meteram quando o acompanharam.

 

Eles quase foram presos quando invadiram um terreno de um K-Idol para simplesmente esperar uma queda de meteoros que iluminaria o planeta. Claro que eles não queriam ir, era muito arriscado, mas acabaram por ceder pela fala mansa do mais velho.

 

Resultado? Passaram a noite inteira dentro da delegacia e no final Yoongi não pode registrar o tão esperado momento da queda dos meteoros.

 

- Vaaaaamooos! - Ele insiste num tom birrento.

 

Os mais novos suspiraram e acompanharam o azulado que andava com um semblante totalmente satisfeito e animado, entretanto o mesmo teve que aguentar as reclamações seguidas de avisos para ele “Se isso der errado é tudo culpa sua!” “Se tomarmos um tiro de um fazendeiro maluco eu juro que te estrangulo! ” e mais e mais ameaças dos mais novos.

 

••● ●••

 

Durante esse tempo o nosso passageiro continuava a traçar uma boa maneira de chagar a terra, ele sabia que se caísse em terras muito populosas a sua missão estaria em grande risco. E por isso tratou logo de esquecer de ao menos tentar se contatar com sua base e iniciou a busca por um terreno vazio, porém próximo ao seu alvo.

 

- aiéroC od luS? - Tentou pronunciar o nome do local - eceraP res mu ragul omlac...

 

Olhou para a pequena tela de seu monitor que agora indicava com precisão as coordenadas de sua aterrisagem, ele iria pousar em um campo aberto e bem longe de qualquer civilização possível desse pequeno pedaço do planeta.

 

Mas quando finalmente pensou estar tudo nos conformes ele sentiu sua pequena nave balançar com uma grande brutalidade o fazendo cair no chão. Levantou sua cabeça assustado e só piorou quando vou as luzes vermelhas e o alto som de que algo estava errado, muito errado.

 

- saM ueq agord! - Reclamou quando viu o aviso na tela: Um pedaço de meteoro havia atingido uma das turbinas da nave.

 

Ele poderia sair e concertar mas já estava em órbita e faltavam poucos minutos para seu pouso. O mesmo apenas pode torcer para que nada desse de errado na sua aterrisagem.

 

••● ●••

 

- Aigoo, isso não foi uma boa ideia... - O rapaz de madeixas vermelhas reclama segurando o braço do namorado completamente assustado. - Yoongi! Vamos voltar!

 

- Não vamos não, eu já falei e eu não vou ficar repetindo. - O azulado respondeu ignorando o namorado que começou a reclamar ainda mais.

 

- Mas eu repito, por que me arrastaram junto em? Minhas séries precisam ser atualizadas... - Outro garoto próximo a eles se pronúncia completamente entediado. - E eu deixei o Kookie sozinho! E se ele morre de solidão?

 

- Eu não vou enterrar ele. - O mais velho entre os dois respondeu irritando o outro mais baixo.

 

Que culpa tinha Jimin por ser arrastado as uma hora da manhã para um lugar abandonado longe da cidade? O loiro mal gostava de sair de casa e deixar seu coelhinho de estimação sozinho, imagine ir pro meio do nada. 

 

E Hoseok se sentia da mesma forma que o outro, se ele pudesse nunca teria aceito aquele acordo com seu namorado.

 

O caminho em que percorriam estava cada vez mais escuro e cheio de mato, quase não andavam por lá, e Hoseok que não era nenhum cavaleiro de armadura dourada andava segurando o braço de seu companheiro que insistia para que ele andasse mais rápido, caso contrário eles perderiam a sua surpresa. 

 

- Acelerem os passos aí seus molengas! 

 

- Eu estou o mais rápido que posso! - O menor disse começando a ficar bravo. 

 

- Rápido se não nos vamos perder!

 

- Vamos perder o que?!

 

- Uma queda d-

 

Um alto estrondo fez com que a fala de Yoongi fosse cortada, Hoseok se encolheu e tapando os ouvidos e fechando os olhos enquanto os outros deram um pulo, os três se assustaram com o enorme clarão e a forte ventania que quase os derrubaram. Yoongi nem deu a oportunidade para ser acompanhado e saiu em disparada entre as folhas procurando o local daquela grande explosão. Jimin acabou se deixar por influenciar e foi na mesma direção que seu hyung, entretanto acabou deixando um ruivo totalmente assustado para trás e totalmente indefeso.

 

- Gente? Gente! - O ruivo gritou olhando para os lados - Onde vocês estão?!

 

Mesmo assustado ele começou a correr pelo matagal procurando pelos dois, Hoseok sentia o peito doer pela pequena corrida e seu rosto ser atingido algumas vezes pelas folhas porém ele não fazia ideia para onde ele estava indo, manteve seus olhos fechados durante todo o trajeto.

 

De repente um som estranho o fez empacar, seria um dos dois? Hoseok juntou um pouco de coragem e foi em direção ao som. 

 

- Wooow... - Ele disse deslumbrado com uma espécie de bola de metal. - Isso é um meteoro? 

Hoseok se aproximou da grande bola de metal cauteloso, esticou seu braço pata que pudesse tocá-la , mas quando sentiu a ponta de seus dedos na superfície um som de algo destrancando e uma grande quantidade de fumaça no ar foi o suficiente para ele se jogar para trás num grito e cair sentado no meio do chão. 

 

Mais sons estranhos ele pode ouvir, parecia algo molhado, gosmento até, o ruivo forçou sua vista dentro da fumaça densa e pode ver uma grande silhueta refletida na bola metálica, seus olhos quase saltaram para fora das órbitas.

 

Aquilo não era humano.

 

- iuqA ecerap ratse oizav...

 

O som de uma voz grossa e baixa foram captados pelos ouvidos do ruivo e a silhueta que por um momento era estranha se tornou humana fez com que Hoseok totalmente assutado acabar por desmaiar sem ver quem ou o que era. 

 

Nosso viajante não poderia estar mais frustrado com sua chegada porém tentava ser positivo - apesar do pouso ter sido um dos maiores fracassos de sua vida - ele deslizou para fora da sua nave já esperando pelo óbvio:

 

Todos seus instrumentos para a missão estavam quebrados.

 

E pior: haviam humanos por perto.

 

O mesmo tateava seu corpo em busca do pequeno dispositivo de formas que seu líder havia lhe entregado, seu líder tinha dito que já estava programado no dispositivo a sua nova aparência para conviver entre os humanos sem levantar suspeita. O passageiro sempre achou os humanos um dos seres mais bonitos dessa pequena galáxia, então não haveria problemas em “vestir-se ” como um deles.

 

Somente alguns toques no botão e seu corpo começou a tomar forma, criando mais massa física, alguns pelos estranhos, e sua visão se ampliou diante aquele lugar que estava. Ele sorriu satisfeito com o trabalho de seu líder, ele era um “humano” perfeito, mas estranhava aquela roupa tão esquisita em seu corpo e uma brisa na sua região mais baixa. 

 

Um barulho parecido com um pof! Foi o suficiente para que o viajante se colocasse em alerta, será que fora visto por algum dos humanos? Esperava que não, e se sim, somente que do estivesse nessa forma, fez seu dispositivo tomar a forma de uma pulseira e a deixou em seu pulso. Caminhou um pouco sobre a estranha vegetação terráquea e sentiu algo e macio sobre aquilo que julgava ser seus pés.

 

- hhhhhA! - Era um humano - euq roP ele átse odiac on oãhc? 

 

Um chute de leve. 

 

Outro chute. 

 

Nada. 

 

Então ele resolveu o arrastar até um tipo de planta bem alta com folhas no topo e apoiar o humano lá deixando ele sentado. O viajante permaneceu apoiado em seus calcanhares olhando o humano, ele era sem dúvidas bem atraente, ele gostou principalmente da cor avermelhada dos cabelos do mesmo. 

Não resistindo ele começou a tocar os fios do humano adormecido. 

 

- oãS solep soicam... - Disse com um sorriso no rosto. 

 

Hoseok sentia um delicioso cafuné em seus cabelos e por um curto momento lembrou-se de sua mãe quando o colocava para dormir. Sorriu se aproximando mais da pessoa que o tocava, como um gatinho recebendo carinho do dono. 

 

- Mamãe...? - Ele abriu os olhos lentamente vendo uma silhueta a sua frente. Mas aquilo não parecia ser uma mulher, muito menos sua mãe, quando a sua visão finalmente ficou nítida, o ruivo segurou um grito. 

 

TINHA UM HOMEM NU NA SUA FRENTE! 

 

- seõçaduaS onamuh! - O homem estranho - e incrivelmente sexy - disse animado com um grande sorriso estampado no rosto. - ueM emon é-

 

- AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! 

 

O homem deu um pulo para trás ficando de pé com uma expressão confusa. Quando ele tentou se aproximar novamente Hoseok ameaçou dar outro grito. 

 

Afinal quem iria querer uma - grande - parte íntima de um desconhecido indo na direção de seu rosto? 

 

O passageiro estava mais confuso do que o próprio humano, levou um tempo até ele perceber que tinha esquecido de ajustar o aparelho tradutor que tinha recebido. Fez um sinal para o outro aguardar e pós os dedos na sua orelha onde o aparelho estava. 

 

Ou deveria estar.

 

- saM euq aderem! - Ele começou a tocar - lê-se espancar - sua orelha. - oãããããN! 

 

O homem nu começou a pular com os olhos e os punhos fechados denunciando sua frustração por algum motivo que o ruivo não consegue entender. 

 

- eplucseD rop et ratsussa, ue em omahc-

 

- Seu tarado! Fique longe de mim! - O ruivo se levanta pegando algumas pedras e se põe pronto para o ataque. 

 

O tarado em questão engoliu seco. Pelo visto a tão palavra “tarado” não era uma coisa boa na terra. 

 

- saM ue ós-

 

Hoseok não lhe deu chance de responder e taco com bastante força uma pedra na testa do tarado que caiu inconsciente no chão. Ele se sentia magoado por ferir um estranho mas seu bem-estar vem em primeiro lugar. 

 

- Hoseok! Cadê voc- WOOOW! 

 

O loiro aparece de repente do meio do matagal erguendo as mãos em defesa ao ver o outro homem caído perto de Hoseok. 

 

- Então você curte sexo ao ar livre hyung? - Hoseok sentiu seu rosto esquentar com a fala e o sorriso malicioso do outro, levantou a mão para o alto raivoso pronto para atacar uma das pedras em Jimin - C-calma! Antes de me matar, quem é esse cara?! 

 

- Eu não faço a mínima ideia! Ele que brotou do nada falando comigo numa linguagem esquisita! 

 

- E por quê ele tá desmaiado? 

 

- Eu taquei uma pedra nele. - Os olhos de Jimin ficaram arregalados ao ouvir a frase. 

 

- Mas hyung! E se ele for filho de algum fazendeiro rico dessa região? Não temos dinheiro para pagar nenhum advogado! 

 

A expressão de Hoseok se tornou preocupante após ele perceber esse fato. Já havia problemas demais na sua vida e um processo não seria nada bom em acrescentar. 

 

- Aigoo! E agora?! 

 

- Vamos embora e deixá-lo aí como se nada tivesse acontecido. 

 

A ideia de Jimin foi o suficiente praticar convencer o ruivo. 

 

- Não! Não podemos deixar ele aqui! - A voz de Yoongi que logo foi reconhecida pelos dois soou próxima a eles. - Vamos, me ajudem a levar ele pro carro! 

 

Os dois não entendem o motivo da tamanha pressa do azulado. 

 

- Por Que vocês ainda estão parados aí?!

 

- E por que você quer levar um tarado pro nosso carro?! - Hoseok respondeu no mesmo tom.

 

- Primeiro: o carro é meu, segundo: tem uns caras armados aqui!! 

 

Ok, na palavra “armados” os dois foram imediatamente ajudar Yoongi, e conseguiram chegar até o carro em segurança, jogando o corpo do desconhecido no banco do passageiro e finalmente escaparam por muito pouco de problemas.

 

Mal sabiam eles que estavam carregando um bem maior. 

 


Notas Finais


E aí, conseguiram?
Não foi tão difícil assim. Logo logo vocês pegam o jeito!

Espero que tenha gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...