História Etern - TaeGi - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga)
Visualizações 50
Palavras 5.970
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoas bonitas ! , Eu estou aqui para postar hoje uma oneshot que Meu Deus , Gostei muito de escrever .

Com certeza não é meu forte , mas adorei muito escrever sobre esse shipp que para mim é tão maravilhoso , O que melhor que TaeGi ? . Sei que meu padrãozinho é Jikook , mas vamos causar a mudança ai e bora com o casal TaeGi ! . Essa é minha primeira historia com o shipp principal TaeGi , e espero que não seja a última mesmo porque eu amei a escrever ! .

Capítulo 1 - Capítulo Único : Garoto Silencioso


 

 

Deixe-me vagar naquelas lembranças nossas , nosso passado que foi tão lindo quanto doloroso
nossas almas juntando-se uma com a outra , e eu só queria pertencer a ti 

Meu Querido Garotinho de Voz Silenciosa 

Me agarrou como se o destino soubesse que eu iria te amar tão profundamente
queria muito que as pessoas olhassem o quando
você é perfeito 

Queria que as pessoas soubessem de como você me fez 
apaixonar-me perdidamente por ti

Querido Garoto da Voz Silenciosa , Eu te Amo Profundamente
 

 

As folhas das árvores mexiam-se levemente pelo vento cálido da primavera . O Sol dando um calor suave e tranquilo , as pessoas andavam tranquilamente na cidade . A primavera tinha chegado , tranquila e suave como sempre , e uma das pessoas que gostavam da primavera era Kim TaeHyung . 

Com seus 26 anos , ele era um Adulto bastante alegre e gostava de tirar um sorriso de qualquer pessoa seja seu amigo ou não . Para ele , a melhor maneira de melhorar um dia bastante movimentando era com um sorriso enorme e claro sempre o auto-estima bastante elevado para divertir-se em um momento qualquer . O Kim gostava de se divertir e sempre fazia amigos a qualquer lugar onde o mesmo parava , conhecido como o homem de coração cálido na Cafeteria que o mesmo abriu e era bastante conhecida . Além de sempre estar atento com os negócios da sua família , ele poderia disser que era alguém da classe nobre mas gostava apenas de viver rodeado de pessoas tanto humildes como generosas . 

Era terça-feira , e pelo momento estava livre e como sempre decidiu ir a dar um passeio pelo parque ou mesmo pela cidade . Gostava da tranquilidade , e agora que não estava usando o terno que a maioria do tempo usava se sentia livre e fresco . Sentou-se em um dos bancos que ficavam na frente de um pequeno rio de água cristalina podia ver os pequenos peixes dentro da água ao igual de quando os mesmo pulavam e logo voltavam para a água . A visão lembra-lhe de quando era criança , cada fim de semana convencia a sua avó de ir para o parque a brincar consigo ou mesmo para passar o dia cálido no parque fazendo um humilde piquenique baixo de uma árvore . 

Cada amigo que ele fazia , era cada amigo com quem ele brincava nunca deixou ninguém por fora sempre gostará de ter muitos amigos com os quais algum dia ele se juntara feito um idoso a conversar com os outros sobre sua juventude passada . De alguma forma ele pensava que a vida tinha que ser o mais aproveitada possível , pois não sabemos quando Deus nos quer com ele no céu sendo assim um completo conhecido por ajudar outras pessoas , sempre doou dinheiro para o orfanato ao igual que para Hospitais porque sabia que algumas pessoas precisavam mais daquele dinheiro que ele mesmo . Por outro lado , sentia-se satisfeito agora que sua vida estava feita e agora andava tranquilamente por os momentos ele não tinha nenhum problema maior . 

Passou pela escola , ensino-médio e faculdade . Era cada escola diferente que seus pais decidiam que o mesmo frequentasse , mas agradeceu até para Deus que em essas escolas diferentes por fim conheceu a melhor pessoa que esteve em sua vida . Na sua Época de Jovem no Campus , em um simples dia naquele campus conheceu alguém por um acidente . Era quando ele tinha 19 anos , e ainda não sabia nada sobre os sentimentos ou as pessoas que passamos a amar tanto como nossa própria vida . Mas não tudo foi cor de rosa , não tudo foi tão lindo como ele esperou que fosse afinal . Quando dois pessoas se apaixonam uma pela outra faz as dois pessoas feliz ? . Nesse caso , ele teria que cortar isso pela metade . Nunca se sentiu tão culpável e triste com a situação de outra pessoa , ele principalmente se culpava por não enxergar o quanto as pessoas podem chegar a ser tão egoístas e arrogantes

No entanto , O quê pode ser diferente ? , Amar não é errado , então por que as pessoas olhavam o amor dele como um erro ? . Ele não tinha culpa de se apaixonar , isso não é nossa escolha é escolha própria dos sentimentos que cada pessoa tem por si . O Amor tem significados diferentes dependendo de como seja , Familiar , Amizade , Platônico e Correspondido . Nesse caso , ele viveu um pouco de cada coisa com o alguém destinado á ele e tinha certeza que esse amor jamais irá ser esquecido por ele , Sempre foi agradecido e ele estava agradecido de viver aquele amor não foi tão lindo e não foi tão feio , não foi tão perfeito e não foi tão imperfeito , foi apenas amor .

Doce e amargo , como um café , Quando você bebe o café pode sentir-se seu gosto doce delicioso e logo depois sente o gosto amargo que o mesmo também tem . O Amor poderia ser mais doce que qualquer coisa , Pode ser lindo e muito agradável , Porém , Também tem suas partes amargas aquelas partes que você tentaria com tudo evitar . Pode machucar-nos sentimental e psicologicamente mesmo sem nós percebermos , afinal , do quê adianta esconder um amor ? , Esconder sentimentos ? . Não é fácil , não importa o quanto você tente evitar o amor , ele estará de esperando na seguinte esquina . 

E foi assim como o amor chegou na vida de Kim TaeHyung , sem algum aviso e sem nenhuma fala contraria . Apenas foi o começo de um amor silencioso e tranquilo , foi o começo de todo o amor que tem por aquela pessoa tão tranquila e silenciosa que com um minimo movimentar de lábios mudou a sua vida . 

 

Era Segunda-feira , e Taehyung tinha aulas as quais assistir . Não demorou para estar pronto e partir para o Campus , mas de alguma forma se ele não fosse rápido iria chegar atrasado e o que ele menos queria era levar um sermão do professor . Repreendia-se mentalmente por ir a dormir tão tarde na noite passada assistindo series mas de alguma forma para ele valeu a pena . 

Os passos rápidos mostravam o quanto ele estava apresado , chegando a quase correr para estar no Campus antes de que fechassem o portão e ele não possa mais entrar até que acabe umas dois aulas depois e sabia que não só iria levar sermão do professor ou diretor , ele também iria ter uma conversa com seus pais e quem gostaria disso ? , Qualquer pessoa menos ele . 

Só foi dobrar a esquina , ele logo olhou que o portão ainda não estava fechado . Uma onda de alivio passou por seu corpo , e soltou um suspiro longo quando já estava pisando no Campus . Agora andava um pouco mais calmo , mas ainda com o intuito de chegar rápido na sua sala , foi então que seu corpo conectou com o outro que foi ao chão em seguida Taehyung por outro lado apoiou-se na parede para não ir ao chão também . 

Seu olhar foi para a pessoa a qual tinha derrubado , se fosse outra pessoa iria xingar-o ou talvez advertido de ter mais cuidado mas não recebeu nenhum tipo de bronca . Focou sua visão em um par de olhos cor chocolate , brilhantes e esperançosos podia ver-se que estavam um pouco lacrimejados o que os deixavam ainda mais brilhantes . Logo um Garoto de fios pretos estava na sua frente , sentado no chão e mordendo o lábio inferior talvez pela queda que teve . 

As bochechas ganharam um tom rosado , e seu coração começou a bombear rapidamente como nunca fez algum dia . Podia sentir-se nervoso , ansioso , de distintas formas até chegar ao ponto de sentir suas mãos suadas e no momento não sabia como agir sua voz não saía e nenhum de seus músculos tinham movimento para ajudar o garoto . Em um simples instante o par de olhos focaram em si e uma onda elétrica varreu seu corpo por inteiro , seus lábios tremendo e obrigando-se a soltar pelo menos uma palavra e sair daquela batalha interna que o mantinha confuso . 

- M-Me D-Desculpe – As palavras saíram em um fio de voz , mordeu o lábio assim que o garoto tombou a cabeça para o lado e o olhou como uma criança curiosa . TaeHyung engoliu seco , e estendeu o braço oferecendo a mão para ajudar ao garoto a levantar-se do chão . Os de fios pretos aceitou , e juntou a sua mão com a de Taehyung que sentiu levemente a mão fria e pequena do outro e o ajudou a levantar-se .

- Você está bem ? - Agradeceu internamente por sua voz normal ter voltado , mas sua pergunta não teve resposta apenas uns olhos curiosos encarando-o . O Garoto apenas assentiu afirmando que estava bem e se curvou logo dando as costas e continuando seu caminho . Taehyung cerrou os olhos , desde que começou a estudar naquele campus nunca tinha olhado em nenhuma parte a esse garoto , rapidamente foi até ele antes de que o perdesse de vista e agarrou seu braço . Por um momento sentiu o outro encolher-se e proteger seu rosto em um sinal de proteção , o outro apenas franziu o cenho em confusão .

- Posso saber seu nome ? - Assim que sua voz voltou a anunciar sua presença , o garoto foi ganhando sua postura e voltou a encarar-o desta vez com dúvida e um pouco ansioso ? . Kim voltou a não ter alguma resposta do garoto , esse apenas se soltou e tirou de sua mochila um bloco de notas e uma caneta , escreveu algo em uma folha que logo foi arrancada e entregada para si . O Garoto guardou tudo novamente e logo deu as costas desta vez desaparecendo rapidamente .

Taehyung com a folha em mãos ainda estava confuso , por acaso recebeu o número do telefone dele ? . Não pensou que os garotos hoje em dia tinham tanta confiança assim . Sua dúvida foi resolvida quando olhou o papel , não era o número de telefone era um nome . 

Min Yoongi 

Esse é o nome do garoto ? . De alguma forma , o garoto era calado e parecia que não era muito de falar . Sua Pele leitosa e bochechas levemente rosadas , lábios finos e rosados , aqueles fios pretos que faziam uma combinação maravilhosa com seus traços delicados . De alguma forma , aquele garoto tinha mexido com algo dentro si que nenhuma outra pessoa fez . 
 

 

Assim que o sinal soou mostrando que as aulas tinham acabo por esse dia , Kim arrumou suas coisas e pendurou a mochila em suas costas e saiu da sala . Decidiu que talvez um MilkShake não fazia mal já que estava indo para casa novamente , não tinha muitos amigos apenas companheiros de sala com que fazia trabalhos ou alguma prova em grupo . Gostava de estar tranquilo , e ele ganhava isso não atrapalhando ninguém . 

Quando já estava saindo pelo portão , viu que alguns alunos faziam uma rodinha clamando por alguma coisa . Talvez fosse a típica briga entre algum valentão e um Humano humilde , ou apenas estavam se divertindo com aquilo , fazer mal a outras pessoas , Mas por que se sentia tão curioso ? . Andou lentamente até aquela rodinha , empurrando um pouco os jovens que ficavam em seu caminho o impedindo de ver , nesse momento talvez seu coração falhou por pena ou simples raiva que estava crescendo naquele momento . 

 

Como a crueldade chegou á essas alturas ? 

 

O Pequeno Garoto que tinha conhecido no andar agora estava apanhando de um valentão da faculdade que estava se gabando na obvia vitoria que tinha , o garoto era muito menor comparado a ele . Não demorou para Kim meter-se naquilo e puxar o garoto para fora daquela rodinha , podia ouvir as reclamações dos outros ao tirar um dos participantes em plena briga . Mas , Ele não iria deixar o garoto apanhar só por diversão dos outros . Em uma das reclamações , ouviu um dos alunos gritar “Cuidado como ele rouba sua voz para ele por fim falar” . 

Ignorou o comentário , apenas continuou a levar consigo o garoto que possivelmente estava chorando já que as fungadas estavam agitadas . Talvez o Milkshake que ele queria ficaria para depois , agora tinha um garoto machucado e certa ideia de levar-o para sua casa e fazer curativos nele . Uma dúvida atravessou sua cabeça , Por que ele estava ajudando o garoto sendo que nem o conhecia direito ? . Ele não parecia daquelas pessoas que gostam de ficar em meio de brigas ou alguma confusão , o garoto era muito calado e até agora não ouviu nenhum som dele . As mãos do garoto tampavam seus ouvidos como se os mesmos estivessem doendo muito . 

Foram poucos minutos enquanto eles andavam pelas ruas , Taehyung abriu a porta a pressas e entrou com o garoto que apenas o deixou sentado no sofá . Deixou sua mochila no chão e passou as mãos por sua cabeça tentando calmar-se e controlar os nervos que sentia nesse momento . Esfregou as mãos em seu rosto e essas voltaram para seu quadril enquanto encarava ao garoto de cabeça baixa . 

- Eu vou procurar a caixa de curativos fique aqui , Entendeu ? - Mais uma vez que Taehyung esperou pela resposta do garoto , mas só ganhou silencio por uns segundos . O Silencio era constrangedor , mas em um breve instante o Garoto apenas assentiu curto , Kim suspirou um pouco frustrado por não ter alguma resposta clara por parte do garoto e foi até o segundo andar a procurar a bendita caixa de curativos .

Se sentia um pouco irritado por não ter uma resposta bastante clara de parte do garoto , apenas silencio e se ele respondia é por ações e não por falas . Mantinha-se calado , e se fosse outro jovem no minimo estaria resmungando pelos machucados que tinha pós a briga . Ficou se joelhos e olhou para baixo da cama , pegou a pequena caixa de curativos que escondia ali , logo de passar a morar sozinho sempre tinha que tomar cuidado com qualquer coisa ou seus pais iriam voltar a ter a ideia de ele voltar a morar com eles . 

Voltou para a Sala , o Garoto ainda estava sentado no sofá olhando os cômodos com aqueles olhos chocolate curiosos . Taehyung não evitou sorrir um pouco , mas logo tirou o sorriso e sacudiu a cabeça . 

- Voltei Min Yoongi , vou fazer curativos em você – Ajoelhou-se na frente de Min e abriu a caixa , o outro apenas o encarava sem alguma expressão apenas aqueles olhos curiosos que acompanhava tudo o que ele fazia . Aquele momento foi muito mais que silencioso , para outros poderia até ser desconfortável mas para Taehyung de alguma forma o silencio passou a ser tranquilo e confortável . Quando terminou ficou encarando fixamente o outro , que apenas quebrou aquele transe desviando o olhar e pegou a mochila dele procurando algo e Kim permaneceu no mesmo lugar .

- Obrigado – Estava escrito em uma letra bonita e grande na folha do bloco de notas , O Garoto mostrava aquilo com a cabeça um pouco abaixada e os braços estendidos e suas duas mãos segurando o bloco .

- Por que você não fala ? , não é mais fácil ? - Questionou Taehyung e o mesmo percebeu como o Garoto a sua frente travou por um momento , pequenas fungadas se fizeram presentes . Min voltou a escrever algo no bloco , mas parecia que estava fazendo isso com um peso nas costas . O Bloco voltou a ser mostrado dessa vez com uma frase diferente , mas essa simples frase fez a Taehyung sentir que tudo desmoronou dentro si e sentiu um pouco de pena pelo garoto .

- Desculpe , eu não posso falar porque tenho problemas com as minhas cordas vocais eu sou mudo – Talvez agora tudo tinha uma resposta pela qual o garoto não podia disser nenhuma palavra ou expressar algo que ele sentisse , poderia até ser que o garoto sentia vergonha por não ser como a maioria das pessoas que tinham o dom de falar já ele não tinha .

- Oh , M-Me Desculpe eu não sabia … Mas , Por que você tampou os ouvidos ? , Você está com dor de cabeça e ainda não me disse ? - A voz de Taehyung saiu em um tom desentendido e um pouco indignado . O Garoto apenas assentiu e voltou a escrever algo no bloco de notas e logo já estava mostrando a seguinte frase que ele tinha escrito .

- Esse é outro problema , eu tenho ouvidos sensíveis não posso ouvir algo com alto som ou minha cabeça começará a doer bastante – Agora realmente uma pessoa bastante delicada e sensível estava a sua frente machucado , machucado por pessoas arrogantes e ignorantes que tem o orgulho por cima da dignidade . Talvez se sentiu um pouco irritado pelos outros fazerem isso por causa de uma deficiência ou para divertir-se machucando outras pessoas , tinha muitas maneiras de divertir-se nessa vida mas machucar uma pessoa não é uma diversão . Taehyung ficou surpreso quando o garoto tirou algo de seus ouvidos e mostrou , pareciam um par de fones mas eram diferentes .

- Isso te permite a não ouvir muito bem né ? , Tem alguma outra maneira de comunicar-se ? - Taehyung já estava sentado no chão curioso com o caso do garoto que tinha conhecido nesse dia , além de que não podia falar os ouvidos dele eram tão sensíveis que tinha que usar um aparato de fones que de alguma forma abaixa o som das coisas tornando-os suaves e bastante baixos . Por primeira vez nesse dia um sorriso brotou nos lábios alheios , esse era fraco mas os olhos chocolate exalavam esperança , O Garoto apontou para si mesmo e logo junto as mãos e encarou a Taehyung nos olhos . O Maior tombou a cabeça para o lado confuso pela ação do garoto .

- Já entendi que tem outra comunicação mesmo , pena que eu não sei esse idioma de sinais – Um suspiro saiu de parte do garoto que deixou o aperto de suas duas mãos que voltaram para suas coxas ainda assim o sorriso fraco estava presente nos lábios do mesmo era como se ele por fim estivesse sentindo alguma parte de aceitação sobre o problema dele . Kim se sentiu um pouco triste ao não entender o que queria expressar o garoto com aquele sinal , mas queria saber muito qual era o significado disso . Coçou sua nuca um pouco descontraído e voltou seu olhar para o Min .

- V-Você gostaria de assistir series comigo ? , Estou sozinha nessa casa enorme e queria um pouco de companhia , Claro se não é muito , Meu Deus Desculpe-me de ser tão mal educado , Eu sou Kim TaeHyung  – Taehyung repreendeu-se internamente por não apresentar-se em todo aquele momento em que estiveram conversando e assim que falou seu nome estendeu seu braço para ter um aperto de mão com o Min . As bochechas do outro ganharam um tom rosado e os olhos curiosos se abriram em surpresa como se falaram a maior coisa nesse momento para ele que levou seu olhar para a mão de Taehyung , levantou sua mão de vagar e junto com a de Kim que sorriu quadrado . Yoongi sorriu desajeitado , Porém sincero .

Esse dia ele fez seu primeiro amigo . 
 

Com o tempo os dois foram , claro sempre conhecendo várias coisas dos dois de vagar já que Yoongi ainda não se acostumava ao ter amigo tão perto de si e Taehyung ainda não se acostumava com o silencio de Yoongi . 

Infelizmente , o Bullying que faziam no garoto silencioso continuou só que dessa vez era controlado por Taehyung que simplesmente ignorava os outros garotos que implicavam com ele por causa de estar perto de Min . Porém cada dia que se passava um novo sentimento crescia , cada emoção parecia alimentar sua alma até ficar satisfeita e ainda assim recebia muito mais que isso .

Algumas vezes levava o garoto para sua casa a assistir suas series favoritas , mesmo que tenha que abaixar o som a companhia de Min Yoongi era melhor que tudo , para ele . 

Cada dia aprendendo cada coisa que Min Yoongi gostava , e o principal era Café americano . Todos os dias ele tinha que ter seu americano , e Taehyung fazia questão de dar-lhe o que ele queria mesmo que Yoongi insistisse que não precisava comprar . Kim brincava com o garoto , algumas vezes escondendo-se dele ou simplesmente falando para o mesmo que não podia ouvir ele , o outro sabia que era apenas brincadeira do outro para irritar-o . Taehyung nunca sentiu seu coração tão cálido e satisfeito pela sensação gostosa que sentia cada manhã ao ter que voltar para o Campus e ficar com Yoongi . 

Tudo foi bom até aquele dia . 
 

 

Uma chuva acompanhava o dia , por algum simples acaso Yoongi teve que ficar na casa de Taehyung já que a chuva não parava ainda e estava ficando tarde não poderia voltar para sua casa . Os dois estavam assistindo um filme qualquer e um trovão soou e o garoto em seguida tampou seus ouvidos rapidamente , Kim se assustou e se sentou na cama imediatamente olhando se o garoto estava sentindo alguma dor . 

- Yoongi , você está bem ? , Sente alguma dor ? - Taehyung colocou suas mãos por cima das mãos pequenas e antes gélidas do Min , que apenas assentiu . Kim suspirou e acolheu o mesmo em seus braços balançando-se e esfregando as costas do mesmo .

- Calma Yoongi , tudo vai ficar bem ! . Entendeu ? - Suavizou sua voz para também não machucar a audição sensível do outro , que apenas assentiu . Kim segurou o rosto de Yoongi e limpou as lágrimas que desciam e molhavam suas bochechas , sorriu levemente e os olhos chocolate agora ficaram presos nos seus . O Clima antes frio , agora tudo estava cálido a sua volta , Taehyung aproximou-se levemente e pousou seus lábios nos alheios em um simples toque , sentiu com os braços de Yoongi caíram aos lados de seu corpo nesse momento tudo parecia ser eterno o toque foi retribuído timidamente por Min , mas não demorou muito como eles pensavam apenas se separaram ao ouvir o grito cheio de indignação e raiva .

- O quê está acontecendo aqui ?! - Yoongi voltou a tampar seus ouvidos e Taehyung tinha seus olhos abertos em surpresa ao ser pegado selando os lábios de outro garoto , por seus pais . Não sabia como reagir ou mesmo falar algo , não queria contrariar e disser que não foi o que ele queria , sua mãe estava com uma expressão de raiva e enquanto seu pai estava realmente surpreso pelo o que aconteceu em sua frente . Kim engoliu seco não sabendo como lidar a situação mas sua matriarca foi mais rápido e puxou o garoto de seus braços e logo o frio voltou a seu corpo . Tudo estava parecendo confuso , como seus pais chegaram em plena chuva ? . Parecia que sua vida tinha mudado para uma câmera lenta , Sua mãe gritava perto do ouvido de Yoongi que estava desesperado ao sair do alcance da outra e logo ninguém estava no quarto apenas ele .

Voltou na realidade e ainda a gritaria não tinha cessado , assustado saiu daquela cama e correu até o andar de embaixo . Agora a mãe dele tinha os dois aparatos especiais de Yoongi na mão da mesma , que dava queixa de que o mesmo não queria ouvir nada do que ela estava falando e logo não estava Yoongi mas naquela sala . 

- Filho , Por que você deixou ele fazer isso ?! - Agora a mulher reclamava a sua frente , e logo seu foco voltou e fechou os punhos sentindo a irritação crescer dentro de seu peito junto com o desespero . Ele não podia deixar que seus pais desprezassem a alguém tão especial quanto Yoongi , ele não podia deixar-o sozinho baixo de uma forte chuva que chegaria a fazer o garoto ficar doente e isso pioraria as coisas para ele .

- Você é louca ?! , Por que tirou ele de aqui ?! . Essa é minha casa , e por enquanto que seja minha eu tomo as decisoes aqui ! . Não era para você tirar ele de aqui , e não era para tirar os fones especiais dele ! . Se eu souber que ele teve alguma complicação com a audição dele , eu juro que não vou te perdoar essa – Logo de sua fala sair com toda a sua irritação , pegou um guarda-chuvas e saiu para fora de casa sem ouvir nenhuma outra palavra de sua mãe . Procurou por Yoongi , e o achou logo de passar para a outra rua , sentiu-se culpável por o mesmo agora estar baixo da chuva , molhado e maltratado pelos pais do Kim , ele prometeu que o iria proteger de qualquer coisa mas falhou em torno de seus pais . Correu até onde estava o mesmo e o puxou para ele , podia sentir o corpo do mesmo tremer e ainda tinha suas ambas mãos tampando seus ouvidos e podia ver um pouco de sangue pingando . Desesperou-se nesse momento e começou a andar rapidamente até o hospital mais cercano que tinha .

Tudo foi minha culpa 
 

Taehyung esperava impaciente na sala de espera do hospital , assim que chegou e disse o que estava acontecendo logo já estavam atendendo a Min . Se sentia uma pessoa miserável , culpável , e além de sentir vergonha e raiva de sua própria família maltratar a alguém que era tão especial para ele , desde que o garoto especial entrou em sua vida tudo mudou para melhor até o que aconteceu agora . Não queria olhar para a cara de seus pais por raiva , não queria olhar para a cara de Min Yoongi porque se sentia culpável e a pior pessoa na face da terra . Seus sentimentos estavam em uma confusão , e seu coração não parava de bater tão rápido . O que o seu coração tratava de disser exatamente ? . 

O Amava ? . Claro que o amava , o amava como um irmão . Mas porque tão forte ao chegar ao ponte de querer beijar-o ? , ao principio Yoongi estava um pouco afastado e ele era quem corria atras do mesmo para ter uma conversa e virar bons amigos . Colocou as mãos em seu rosto contendo um grito frustrado , por que tudo agora parecia estar desmoronando ? . Foram exatamente 3 meses junto com Min Yoongi , se sentia tão completo e agora tudo parecia rasgar-se na metade e quebrar-se até não ter nenhum pedaço . 

Até que pensou o que realmente estava acontecendo . Apaixonou-se por um Garoto , Um Homem , Alguém do Sexo Masculino , Do mesmo sexo que ele . Estava quebrando os padrões da vida e de seu País , além disso , o garoto não podia falar e sua audição era muito sensível que qualquer som alto demais o machucaria . Era como se um boneco de porcelana estivesse em suas mãos e que qualquer movimento brusco iria quebrar-o em pedaços , Por que tinha que ser tão difícil ? . A Sociedade em seu País não iria aceitar seu amor pelo outro , e sua família iria dar as costas para ele e talvez tirar o sobrenome do mesmo para que nenhum membro passasse vergonha ao ter um integrante da família que ama a outro garoto . 

Kim Taehyung não se arrependia . Tudo menos se arrepender de conhecer a esse garoto , de apaixonar-se por ele , ou de sonhar em ser feliz com ele em um futuro nem muito cercano e nem muito longe . Cada ser humano tinha suas escolhas , Deus provavelmente criou tudo para o Homem e a Mulher serem o único casal , Mas Taehyung estava disposto a mostrar para Deus que um Garoto pode amar verdadeiramente a outro Garoto . Estava disposto a mostrar outro casal para o Deus que sempre está vendo seus filhos na terra , Amar não pode ser um erro . 

Amar a Min Yoongi não é um erro 
 

- Responsável por , Min Yoongi ?

- Eu – Em questão de segundos já estava na frente do doutor com o coração batendo rapidamente em desespero e assustado pela situação em que possa estar agora Yoongi . Além de carregar um peso nas suas costas , que era a culpa que sentia sobre o ato que fez sua mãe em casa .

- Bom , O Garoto pelos momentos agora está bem . Mas tenha mais cuidado , ele passou um tempo sem os aparatos auditivos e isso fez sua audição complicar um pouco , agora ele terá que realmente ter muito cuidado e se a sua situação piorar ele pode ficar surdo – Se antes se sentia culpável , agora se sentia um Monstro . Yoongi sempre ficava cabisbaixo por não ter o dom de falar e agora estava quase perdendo o dom dele ouvir .

- Posso ver-o ? - Foi respondido apenas com um aceno de cabeça , lembrou-lhe quando conheceu a Yoongi e ainda não sabia do que o mesmo sofria . Foi até o quarto indicado pelo doutor , Yoongi encarava suas mãos , seus olhos vermelhos ao igual que o nariz que mostravam que ele derramou lágrimas e as pequenas e curtas fungadas eram baixas . Aproximou-se do outro de vagar e de cabeça baixa logo sentando-se em uma cadeira .

- Desculpe-me Yoongi , é tudo minha culpa – As palavras foram cortadas pelo dedo que pousou em seus lábios com carinho . Encarou com todo o peso do mundo em suas costas aquelas íris achocolatadas e o olhar tão doce e tranquilo que transmitia Min , o mesmo retirou o dedo de seus lábios e logo apontou para seu próprio coração , depois apontou para Taehyung e logo as mãos de Yoongi se direcionaram para seu lado esquerdo do peito que era o lugar do coração . Kim por outra parte ficou confuso , não sabia o que agora estava tratando de expressar , Yoongi sorriu e retirou as mãos de seu peito e movimentou seus lábios tratando de formar uma frase silenciosa , o maior ficou surpreso e seu coração pulou uma batida não tanto por Yoongi querer falar algo diretamente para si , e sim pelo significado grande que tinha aquela frase silenciosa .

Eu te Amo 
 

Um sorriso largo brotou nos lábios de Kim , que podia sentir suas bochechas serem molhadas por suas lágrimas . Mesmo com o que aconteceu , Yoongi de alguma maneira sorria para ele tão sincero e cálido . Aquele momento que foi totalmente amargo estava passando a ser doce e cálido como Min Yoongi é . Seu peito estava preenchido de tanta alegria e seu sorriso mostrava isso claramente , aquele sorriso era o motivo dele estar disposto a lutar por esse amor que muitos acham proibido . 

Taehyung iria mostrar para o mundo o quanto ele ama esse garoto silencioso . 
 

Com tudo , a luta por aquele amor não foi fácil . Rejeição era o primeiro que eles tinham que lutar , Kim Taehyung era um jovem apaixonado disposto a lutar com qualquer coisa só para ser feliz com Yoongi . Alguns membros de sua família ao igual que a família se Yoongi estava em contra de aquilo , Mesmo assim os dois continuaram olhando para frente a procura de seu futuro juntos . Em algum tempo Yoongi infelizmente teve uma complicação com sua audição , e Taehyung nunca deixou de ficar de seu lado . 

 

Na Saúde e Na doença , Taehyung sempre esteve com ele . 

 

Os dois se formaram , conseguiram na meta de um de seus objetivos mas ainda eles tinham outros . Taehyung ganhou o apoio de seu pai , e também de sua avó , por incrível que pareça seu pai estava ali apoiando seu amor enquanto sua mãe estava contra disso . Mas para ele aquilo era mais que suficiente , queria mudar-se de País com Yoongi para ter uma vida fora daquele País que os consideravam uma aberração . Taehyung não se importava se teria que trabalhar até a que derramasse a última gota de suor , ele sempre iria fazer-o por Yoongi . 

Na Pobreza e Na Riqueza , Taehyung sempre irá estar com ele . 

Assim passaram a morar em Estados Unidos , e por incrível que pareça lá ninguém os considerou um aberração ou fora do padrão típico do mundo . Foram considerados como eles eram em verdade , Pessoas . Yoongi mesmo que fosse sensível e não pudesse falar , ele tratava de expressar para o Kim o quanto ele estava agradecido e feliz por estar junto a ele , mesmo com que tudo não fosse cor de rosa ou lindo demais . Para ele era Amor Sincero . 

De tudo o que aconteceu , as coisas estavam indo para melhor . O Dia em que Taehyung aprendeu o idioma de sinais ficou muito feliz por agora poder saber o que queria expressar Min Yoongi . Mesmo que fosse silencio , era muito verdadeiro . Os sentimentos eram verdadeiros . Assim que falou para Yoongi que o amava em idioma de sinais o outro apenas derramava lágrimas com um largo sorriso , foi o dia de seu aniversário de namoro . Quando Taehyung decidiu mostrar um dos lugares mais bonitos que conheceu na cidade em que estavam morando , foi o dia que ele pediu em casamento a Min Yoongi nesse dia o mesmo parecia querer gritar algo e Taehyung queria muito ouvir as palavras silenciosas do seu amado . 
 

 

Agora que passaram anos depois de toda aquela luta , depois de tantos altos e baixos eles conseguiram chegar a mostrar o amor que tanto crescia no peito deles cada dia . Tudo valeu a pena para os dois , qualquer desafio que a vida colocava no meio deles , eles faziam questão de superar com o rosto em alto e de mãos seguradas . 

O Amor deles foi tão cálido , quanto verdadeiro

Taehyung sentiu uma presença de seu lado e logo sua mão foi segurada por outra mais pequena . Sorriu largo e olhou para seu lado , o seu sorriso era retribuído pela pessoa que mais amou . Os lábios finos ganharam movimentação mais uma vez como se estivesse gritando , porém não evitou sentir seu peito ser preenchido de amor mais uma vez . 
 

Espero que seja eterno , Eu te amo Kim TaeHyung . 


Notas Finais


Realmente , Gostei muito de escrever essa fanfic(oneshot) , Me inspirei muito nesse tema porque , temos uma sociedade bastante preconceituosa , eu quero expor para essas pessoas que todas as outras pessoas com distinta orientação sexual , ou com deficiencia também são muito importantes e especiais ao igual que as outras pessoas . Acontece que muitos excluem as pessoas com deficiencia tipo "Ae ele não pode falar , não se junta com ele" , "Ae ele não pode andar , para que brincar com ele?" . Eu vou disse uma coisa : Não seja tão preconceituoso meu querido amigo .

Essas pessoas é um ser humano também , ela pode sentir tristeza , amor , qualquer sentimento ao igual que todas as pessoas . O mesmo acontece com as que tem diferente orientação sexual , meu querido amigo , todos somos iguais porém com escolhas diferentes , é por isso que cada um tem sua vida própria , para ter suas escolhas próprias . Cada pessoa se sente feliz fazendo cada coisa diferente da outra , ou estar com uma pessoa da mesma sexualidade , Meu Caro deixa a pessoa ser feliz e não se mete na vida dela apenas para estragar a felicidade alheia .

Como eu já disse , somos seres humanos iguais , porém com escolhas diferentes e essas escolhas tem que ser respeitadas ! , ao igual que aquelas pessoas que não podem fazer o mesmo que a maioria das pessoas , já seja : Olhar , escutar , andar ou falar . Elas também merecem muito respeito .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...