História Eternal Love. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Emma Swan, Milah, Regina Mills (Rainha Malvada), Sr. Gold (Rumplestiltskin), Xerife Graham Humbert (Caçador)
Tags Captain Swan, Horror, Romance
Visualizações 37
Palavras 1.614
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - A tragédia.


Aquela sem dúvidas era a jovem mais bonita,rica,invejada e desejada de Storybrooke.


Aos dezenove anos de idade Emma Swan era considerada uma princesa na cidade pequena Storybrooke,tinha pais maravilhosos,David e Mary eram donos da melhor e maior fábrica da cidade,todas as garotas da cidade queriam ser suas amigas,todos os rapazes queriam se casar com ela.


Mas Emma já tinha entregado seu coração ao seu grande amor,Graham seu amigo de infância iria se tornar seu marido há poucos minutos.


Emma se considerava a mulher mais sortuda do mundo por ter tanta beleza e amor em sua vida.


Seus cabelos loiros estavam soltos e cacheados,seus olhos verdes estavam muito bem destacados com a maquiagem caprichada,seus lábios estavam cobertos por um forte batom rosa.

Seu vestido de noiva era longo com um discreto decote,as mangas eram longas e rendadas.


Mary sua mãe a olhava encantada.



-Nunca houve em Storybrooke uma noiva tão bonita quanto você!A cidade inteira está esperando pelo casamento do ano!.


Emma apenas sorriu terminando de colocar seus brincos de pérolas.


-Tenho certeza que a senhora está exagerando,até parece que eu sou uma princesa!-diz revirando os olhos e sorrindo.


-Você sabe que aqui em Storybrooke não há ninguém que lhe supere em quesito beleza!Está ansiosa para a lua de mel?-pergunta Mary maliciosa.


-Eu estou preparada a minha vida inteira pra esse momento,a carruagem está pronta certo?Não quero que nada dê errado!Essa viagem deverá ser perfeita.


Mary concordou com a cabeça sorridente.


-Está tudo muito bem encaminhado não se preucupe,você terá uma lua-de-mel inesquecível.


-E você Regina?Porque está tão quieta minha amiga?Não está feliz por mim?-pergunta Emma preocupada.


Regina sua melhor amiga sorriu gentilmente.


-Claro que estou feliz apenas estou preocupada..você se lembra que há alguns meses você dispensou e debochou do pobre Neal Cassidy?Acho que você foi um pouco cruel Emma,o rapaz só quis te oferecer uma flor.



Emma riu despreocupada.



-Aquela mal vestido filho de um homem considerado feiticeiro?Eu não tenho tempo para me preucupar com essa gente Regina,aliás eu não me arrependo de ter tratado o Neal daquela forma.


Regina apenas ficou em silêncio incomodada,amava Emma como uma irmã,mas as vezes sua amiga se demonstrava cruel.


De repente David adentrou ao quarto impressionado ao ver a filha.


-Por Deus..você está deslumbrante!Nunca vi uma noiva tão bela!-diz o pai orgulhoso.


Emma sorriu o abraçando fortemente.


-Obrigada papai por tudo que está me proporcionando,graças ao seu esforço eu me tornei tudo que sempre sonhei!Eu o amo muito e a você também mamãe.


Mary e David apenas sorriram enquanto abraçavam a filha.


Regina ainda estava pensando em Neal Cassidy,algo em seu coração doía quando pensava no rapaz,sentia que algo iria acontecer.


Emma se afastou de seus pais gentilmente.


-Agora precisamos ir ou Graham irá pensar que eu o abandonei no altar!-diz Emma divertida.


David apenas ofereceu o braço a sua filha que o aceitou.



Emma era conduzida por seu pai na igreja de Storybrooke.


Todos os convidados sorriam admirados ao ver a beleza da noiva,algumas jovens tentavam esconder a inveja que sentiam.


Mas Emma só tinha olhos para Graham que a esperava no altar sorrindo apaixonado.


Emma também sorria sem esconder o quanto estava feliz,sua vida iria mudar completamente,ela iria se mudar para a Escócia e viveria em um palácio que seus pais adquiriram,iria dar muitos filhos a Graham,mal podia esperar para tudo isso acontecer.


David deu um beijo no rosto da filha e a entregou ao genro.


-Cuide bem de minha princesa ou terá que se ver comigo!-diz o homem divertido.


-Pode deixar que eu foi cuidar muito bem dela!-diz Graham segurando as mãos da noiva.


O padre entregou dois cálices de água para os noivos que beberam tentando conter a emoção.


-Estamos aqui reunidos para celebrar o casamento de duas pessoas que se amaram desde crianças,eu me lembro bem dos olhares apaixonados que Emma dava a Graham nas missas,o amor entre esses dois jovens sempre foi tão belo e contagiava a todos ao redor!Emma Swan você aceita Graham como seu marido?Promete amá-lo e respeita-lo pelo resto de sua vida?-pergunta o padre sorridente.


-Nessa vida e em todas que virão,eu prometo e o aceito como meu marido!-diz Emma sorrindo.


-Graham Humbert você aceita..



Graham porém arregalou os olhos gritando de dor enquanto caía lentamente nos braços da noiva.


Sangue escorria dos lábios do rapaz que se debatia desesperado.


Emma chorava sem entender o que estava acontecendo.


Graham acariciou o rosto da noiva enquanto morria lentamente.


-Eu te amo Emma e eu prometo..iremos nos reencontrar novamente!-diz o rapaz fechando os olhos lentamente.


Emma chorava beijando os lábios do noivo sentindo uma dor insuportável no coração.


Não conseguia acreditar que Graham estava morto,e com ele todos os seus sonhos.


Mary tentou se aproximar da filha que a empurrou bruscamente.


Regina percebeu Neal Cassidy saindo da igreja coberto com um capuz.


Após alguns minutos Emma se levantou com o vestido sujo do sangue de seu noivo.


Todos os convidados a olhavam preocupados,mas Emma apenas saiu da igreja correndo segurando o buquê de flores.


A noiva caminhava pela cidade vazia pois todos estavam em seu casamento.


Emma chorava borrando toda a sua maquiagem,era uma visão assustadora,seus cabelos estavam sujos de sangue,assim como seu vestido.


A noiva caminhou até o famoso "penhasco dos desesperados" onde muitas pessoas se jogaram,Emma lembrou que antes costumava criticar essas pessoas,mas agora ela compreendia o motivo dessas pessoas terem feito isso.


A noiva chorava sentindo que já não havia motivo para viver,havia perdido a pessoa que mais amava,não via direção para a felicidade,não percebia uma luz no fim do túnel,não havia nada.


Emma se jogou naquela penhasco em direção ao mar pretendo colocar fim em sua vida,escutando os sussuros de várias almas que gritavam angustiadas.


Naquele momento ao cair no mar e bater a cabeça contra várias pedras ela não pensou em nada,apenas fechou os olhos pretendendo enfim descansar.


A noiva fechou os olhos mergulhando na escuridão sombria que lhe buscava lentamente.




Cinquenta anos depois.



Muitos anos se passaram após a morte de Emma Swan mas muitas pessoas ainda comentavam sobre a trágica história da noiva suicida.


Após a tragédia seu pai David adoeceu e morreu meses depois,Mary ainda estavam viva,embora muito idosa,quase completando seus noventa anos.


Regina sempre guardou um segredo:ela era uma bruxa,e usou seus poderes para se manter jovem,teve um filho Henry que tinha quinze anos.


A cidade se desenvolveu e cresceu atraindo muitos visitantes.


Um deles era Killian Jones um homem de vinte e oito anos que nasceu em Storybrooke,mas foi embora com a família dias após o nascimento.


Mas agora Killian retornou a cidade juntamente com sua noiva Milah,decidiram se casar na cidade natal do rapaz.


Após descerem do carro uma mulher se aproximou do casal.


Regina tinha a aparência de uma mulher de trinta e dois anos.


-Olá soube que são visitantes de Storybrooke,meu nome é Regina Mills sou a prefeita da cidade!-diz a mulher sorrindo.


-Meu nome é Killian nasci em Storybrooke,mas recentemente decidir voltar a cidade para me casar com minha noiva Milah!



-Sejam bem-vindos posso acompanha-los em uma mansão bastante histórica?


Killian e Milah apenas concordaram com a cabeça seguindo a prefeita.


Regina acompanhou o casal até a mansão da família Swan.


A mansão era antiga e permanecia desocupada,Regina prometeu que ninguém jamais iria se mudar para aquela casa.


-Era a mansão de uma família muito importante para essa cidade,a família Swan que atualmente tem apenas dois membros,Mary que está bastante idosa e Neal filho dela.


Killian porém não ouvia nada que a mulher falava.


Na parede da sala casa mansão havia um quadro de uma jovem lindíssima.


Killian não soube explicar o motivo,mas ao ver aquela jovem sentiu seus olhos se encherem de lágrimas,seu coração acelerava ao olhar naqueles olhos verdes.


Regina se aproximou sorrindo tristemente vendo aquele quadro.


-E essa era a filha de Mary a famosa "noiva suicida",ela se jogou de um penhasco há cinquenta anos atrás,no dia de seu casamento seu noivo morreu,dizem que ela era a garota mais bonita de sua geração!-diz Regina tentando disfarçar a emoção.


Killian apenas assentiu com a cabeça ainda mexido.


-Mas porque essa garota sendo a mais bonita e rica da cidade se matou?Que drama!-diz Milah gargalhando.


Regina lançou um olhar frio para a mulher.


-Acho que devemos ir embora,já está anoitecendo e meu filho está em casa sozinho.


-Claro vamos!-diz Killian ainda olhando o quadro.


Milah porém puxou o noivo enquanto saíam da mansão.



O penhasco dos desesperados continuava sendo o lugar mais temido de Storybrooke,algumas pessoas diziam que a noite as almas suicidas caminhavam chorando arrependidas pela sua decisão.


Uma mulher que um dia foi considerada a mais bela abriu os olhos verdes.


Emma Swan tinha os cabelos sujos de sangue,os olhos verdes agora estavam fundos e inexpressivos.


-Ele está de volta..Graham retornou!-diz a noiva novamente desperta.


Emma conseguiu nadar o mais rápido possível.


Chegando ao topo do penhasco encontrou um homem.


-Rumplestiltskin..o que aconteceu?Porque trouxe meu espírito de volta?Como ousa atrapalhar o descanso dos mortos?-pergunta a noiva com uma voz assustadora.


-Ora..ora..não dizem que as almas sempre saem para chorar a noite?Apenas lhe diz um favor.



-Seja específico.



-Há muitos anos atrás antes da sua morte,todos descobriram que Neal foi o assassino de seu noivo.


Emma queria sentir ódio mas permanecia ainda inexpressiva,seu corpo se movia,mas sua alma estava morta.


-Seu filho morreu?Espero que ele esteja no inferno sendo escravo dos demônios!-diz a noiva friamente.



-Meu filho te amava demais e quando soube de seu suicídio ele se entregou aos cães famintos que o devoraram em questão de minutos.



Emma abriu um sorriso sinistro.



-Ele teve o que mereceu agora me diga o que você quer?Como eu retornei?-perguntou friamente.


-Antes de Neal morrer eu prometi que lhe traria de volta,Graham retornou no corpo de outro homem,e agora você está morta,mas sua alma ainda está aqui esperando pelo seu eterno noivo,que está noivo de uma bela mulher.


Emma abaixou a cabeça angustiada.


-Por favor me deixe descansar em paz,seu filho destruiu a minha vida.


-Não,foi você que acabou com a vida de Neal,e agora você está de volta,mas não pode expressar sentimentos,e terá que ver seu amor se casar com outra,e quando esse dia chegar eu vou me assegurar que você vá sofrer eternamente junto com Neal!Agora ande noiva fantasma você está de volta.


Emma apenas continuou andando pela floresta,disposta a encontrar a reencarnação de seu antigo amor.







Notas Finais


Então o acharam pessoal?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...