História Eternidade - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Afton, Alec, Alice Cullen, Aro Volturi, Bella Swan, Benjamin, Caius Volturi, Carlisle Cullen, Charlie Swan, Demetri Volturi, Edward Cullen, Eleazar Denali, Emmett Cullen, Esme Cullen, Felix, Garrett, Heidi, Irina Denali, Jacob Black, Jane, Jasper Hale, Kate Denali, Leah Clearwater, Marcus Volturi, Nahuel, Paul Lahote, Personagens Originais, Peter, Renata, Renée Dwyer, Renesmee Cullen, Rosalie Hale, Royce King II, Sam Uley, Seth Clearwater, Stefan, Tânya Denali, Vladmir
Tags Alec Volturi, Cullen, Hibridos, Saga Crepúsculo, Vampiros, Volturi
Visualizações 689
Palavras 762
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá 💖

Capítulo 4 - Gêmeas



(POV ANABELLE)



Eu estava deitada na minha caminha escutando o leve som da chuva batendo no telhado e nas árvores que cercam a propriedade dos Cullen e o chalé da minha família, papai estava comigo! Toda noite um deles colavam a mim e a Ness pra dormir em quartos separados, eu não suportava ou melhor não suporto o cheiro do cachorro e ele vivi grudado na minha irmã. O cheiro do cachorro não me deixava dormir então pedi ao papai ou melhor implorei pra eu ter meu próprio quarto, claro que eu vou as vezes pro quarto da minha irmã mais velha quando to com medo, papai me contava uma história  que eu não prestava a menor atenção a Nessie já tinha me contado, ela é uma ótima irmã mais velha. 


Fui tirada dos pensamentos pela voz aveludada do papai abri meus olhinhos esmeralda pra fitar meu papai que me olhava com seus olhos dourados, graças ao fato dele e da mamãe terem ido caçar ontem, ele olhava-me desconfiado, fiz minha melhor carinha de inocente e usei a voz mais meiga e fofa do meu arcenanal e perguntei .


- Que foi papai? - Ele sorriu pra mim com cara de "nem vem pequena pensa que me engana " eu odeio essa cara .


- Que foi? Pensa que eu não sei que a senhorita está  só vingindo dormir mocinha!  - Disse ele todo espertalhão a mais isso não fica assim. Fiz o biquinho da dinda e disse o mais carinhosa e fofa possível.



- Mas papai eu tava dormindo sim o senhor que me acordo  com essa sua voz de anjo! - Ele bufou e arrumou melhor o edredom ao meu redor


- Vou fingir que acredito nisso pequena!  - Exclamou se levantando e me deixando com meu olhar pidão e biquinho ele me olhou desconfiado e perguntou.


- O que a minha filinha caçula quer humm mocinha? -


- Papai eu posso dormir com o senhor e a mamãe hoje? - Ele pareceu pensar e sorriu torto pra mim como eu amava aquele sorriso lindo.


- Tudo bem mas só hoje entendeu mocinha?! - Balancei a cabeça possitivamente um monte de vezes antes de me jogar encima  dele .



- Obrigado, obrigado, obrigado o senhor é o melhor papai do mundo inteirinho, o senhor sabê o quanto eu te amo? - Perguntei a ele que negou com cabeça me afastei dele e estiquei meus braçinhos o máximo que pode e falei :


- Ummmm montão assssssimmmmm muiiiiiiiito meeeeeesmo! - Ele sorriu e me pegou no colo como se eu fosse um bêbezinho e falou:

- E eu te amo um milhão de vezes mais pequena! - Eu o abracei pelo pescoço e seguimos  pro quarto dos meus pais.


Onde encontramos mamãe e Ness prontinha pra dormir, eu fiquei chocada, Que traidora!. Fiz biquinho e escodi meu rosto no pescoço do papai que tentou, sem muito sucesso, me deitar na cama eu continuei no mesmo lugar mais parecendo um estátua até ouvir a voz doce da mamãe


- Oque foi querida? - Me verei um pouco pra olhar pra traidora que se intitu-la minha irmã gêmea, me virei para olhar pro papai e disse; ou melhor murmurrei.


- Mudei de ideia! Quero dormir no meu quarto longe dessa traidora! - Papai arregalou os olhos  e perguntou.


- Como assim traidora filha? - Olhei para Nessie que me olhava se fazendo de inocente e perguntei direto pra dito cujo traidora.


- Oque você tá fazendo aqui? - Papai e mamãe olhavam de mim pra ela e  eu com um expressão emburradissima e ela com cara de ponto de interrogação me respondeu como se fosse óbvio.


- O mesmo que você Ann! - 


- E  sem me chamar?! Isso não é coisa de irmã mais velha! - Falei ainda emburrada  e ela abaixou a cabeça  e disse. 


- Desculpe!  Eu pensei que você já tava dormindo! - murmurou ainda de cabeça baixa, eu como boa irmã que sabe perdoar pedi pro papai me coloca na cama eu me aproximei dela e abracei e disse.


- Tudo bem você não fez por mal eu te desculpo! - Quando nos separamos papai e mamãe olhavam para gente que nem dois bobos parecia até que queriam chorar perguntei pra eles :


- Querem abraço também? -  Perguntei abrindo meus bracinhos e olhando pra Nessie que abriu  os braços também sorrindo pra eles que se entreolharam e asentiram vindo nos abraçar murmurando um "Nos amamos muito vocês". Depois de um rodada de abraços eu e Nessie dormimos abraçadas. 





Notas Finais


Cap bem bobinho, mas eu achei legal colocar ele, sinto muito qualquer erro,


Até o próximo!♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...