História Eternidade - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Alec, Alice Cullen, Aro Volturi, Bella Swan, Caius Volturi, Carlisle Cullen, Charlie Swan, Demetri Volturi, Edward Cullen, Emmett Cullen, Esme Cullen, Felix, Heidi, Jacob Black, Jane, Jasper Hale, Marcus Volturi, Personagens Originais, Renesmee Cullen, Rosalie Hale
Tags Alec Volturi, Cullen, Hibridos, Saga Crepúsculo, Vampiros, Volturi
Visualizações 250
Palavras 542
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Inimigos a vista



Pov Alec Volturi



Estávamos indo para Forks a cidade residência dos Cullen para destruí-los! Pelo menos grande parte deles já  que Mestre Aro queria algo, ou melhor alguém, deles tudo que eu queria era chegar-lá e fazê-los  pagar pelo que criaram! Eu odiei destruí as crianças imortais, e eu achei que ninguém seria louco o suficiente para criar outra mas aqui estamos nós indo destruí mais um clã por culpa de lunáticos como os Cullen qual é o problema com eles afinal? Primeiro o idiota do Edward Cullen inventa de ir até Volterra pra se matar por causa de uma humana , ridiculo e agora isso!



Uma criança imortal. Estávamos  a poucos kilometros de distância de onde eles se encontravam nós esperando é claro, pelo que Demitri disse tinha uns 23 vampiros  lá, nosso número era o triplo seria fácil! Os primeiros a morrer seriam a criança imortal depois o criador em seguida todos os outros as exceções de Aro seriam poupadas.


  Todos os vampiros da Guarda estavam aqui até mesmo as esposas e os anciãos  sem contar nas testemunhas e  com nossos dons perder não é nem uma possibilidade. Fui tirado dos meus pensamentos pelo cheiro doce de vampiros o cheiro dos Cullen e outros nós seguimos até uma clareira coberta pela a neve o cheiro de cachorro molhado me fez emrrugar o nariz incomodado, Mestre Caius ficou tenso lobisomens o assombravam até hoje! Mesmo depois de séculos que ele quase havia sido morto por uma dessas criaturas. O grupo era médio mais tinha vampiros talentosos ali todas as minhas constatações sumiram da minha mente no momento em que a vi uma criança pequena cerca de cinco anos talvez um pouco mais estava nas costas da recém -criada parceira de Edward que por sinal encarava Mestre Aro com atenção enquanto este buscava com o olhar o que ele realmente queria com aquilo, Alice.  Carlislie se pôs a frente do grupo e começou a falar :


- Aro não à crime ... - 

 - Acha que somos cegos nos vemos a criança! -  Mestre Caius interrompeu Carlislie


- Elas não são imortais - . Carlislie disse me chamou a atenção o uso do plural "elas".


Mestre Aro se pronunciou esclarecendo a dúvida que martelava na minha cabeça "elas"?


- Elas Carlislie? -  Aro perguntou


- Sim, elas Aro... - Mestre Caius o interrompeu novamente.  


- Então duas crianças imortais as quais vocês criaram! - Disse Caius em um tom furioso.


Edward tomou a frente de Carlislie falando :


- Elas não são imortais você consegue ver o sangue correndo nelas, os corações! - . Ele disse então eu finalmente a vi a segunda criança  uma menina parecida com a primeira em alguns traços do rosto e tamanho mas com os cabelos em um tom de castanho mogno quase preto que  iam até a sua pequena cintura em ondas graciosas então aconteceu! 


Ela olhou pra mim seus olhos verde esmeralda escuro simplesmente lindos as coisinhas mais lindas que eu já vi parecia que todo o meu ser tinha se despedaçado sido dilacerado tudo que fazia de mim quem eu era se desintegro  e foi como se tudo cada mínimo detalhe da minha existência tivesse se ligado aquele pequeno ser de olhos esmeralda. 


Contínua....



Notas Finais


Desculpem, mas eu curto pausas dramáticas kkk!😁

até o próximo 💖💖💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...