1. Spirit Fanfics >
  2. Eternity >
  3. Epílogo

História Eternity - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Então, esse é o último capítulo, eu espero que vocês tenham gostado dessa história, pois para mim ela foi muito especial. Queria agradecer ao Reino Chansoo que graças a esse desafio me fez tirar esse plot do papel e foi muito satisfatório escrever minha primeira chansoo.

Capítulo 8 - Epílogo


Fanfic / Fanfiction Eternity - Capítulo 8 - Epílogo

EM ALGUM LUGAR DO MUNDO, ANO XXXX

— Pergunta importante — Kyungsoo estava sentado em um banco, seu olhar estava concentrado no do marido, o qual lhe olhava de forma penetrante, afinal de contas, estava pintando um retrato seu.

— O que você quer saber agora? Aliás, fique parado, eu já falei para você — Chanyeol era tão mandão que podia chegar a ser irritante, mas nunca era para D.O. 

— Você acredita em reencarnação? — A pergunta pairou no ar por alguns segundos, o maior deixou os pincéis de lado. 

— Obviamente, pois apenas uma vida nunca seria o suficiente para te amar — Park sorriu, tendo a plena consciência de que daquela vez tudo seria diferente.

O menor saiu de sua pose que tinha sustentado por horas, correu até o seu amado e sentou-se em seu colo, passando os braços em volta do pescoço dele e logo em seguida lhe dando um beijo calmo.

— Você lembra da Grécia? — Mais uma vez Kyungsoo focou seus olhos no do marido, vendo através dele tudo que já tinham vivido. 

— Claro, como poderia esquecer? Foi a nossa primeira vez juntos e durou tão pouco, você me deixou enquanto dormia, isso não foi cortês da sua parte.

— A cortesia sempre foi uma virtude sua, mas eu sinto muito que você tenha que ter se sacrificado por mim tantas vezes. 

— Pelo que eu me lembre quem fez um grande sacrifício no Brasil foi você, não quero que se sinta culpado por nada meu amor — O nariz de Park roçava contra a pele do rosto de D.O, o mesmo recebia tanto aquele carinho quanto o que era feito em sua nuca pelos dedos largos do amado. 

— Você sempre foi minha prioridade, então qualquer sacrifício vale a pena para que eu possa te ter ao meu lado. 

— Suas palavras sempre são lindas, mas seu olhar está me dizendo que você está com medo, então poderia me dizer o que lhe aflige? — Os dedos deslizavam de forma terna na face do menor, Chanyeol era delicado em suas carícias, preocupado com o seu marido.

— Dessa vez conseguimos lembrar de tudo, você acha que é nossa última vida juntos? 

— Eu realmente não sei, mas se for, vamos viver cada dia intensamente e só vou sair do seu lado quando der meu último suspiro de vida.

— Igual na Inglaterra quando você faleceu com 85 anos de idade e me deixou sozinho com a Margot? 

— Igual na Inglaterra, mas dessa vez vou viver até os 95, pode ser? — O maior riu, dando um leve beijo no rosto do menor e logo enterrando o rosto no pescoço dele, fazendo carícias com seu nariz. 

— Eu quero ficar com você para sempre. 

— Então vamos criar o nosso para sempre. 

Nenhum dos dois tinha a certeza de que aquela seria a última vez que se encontrariam, mas tinham a convicção de que se tivessem outra chance, se reencontrariam como todas as outras vezes e se amariam com tudo que tinham, pois aquele era o destino deles. A vida de um estava conectada a do outro e não havia nada que os pudesse separar que não fosse a morte, seria estranho dizer que a famosa ceifadora ao longo do tempo criou um apego por aquelas duas almas, pois, por mais que ela tentasse os separar, sempre os era dada outra oportunidade de se reencontrarem. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...