História Eternos Cavaleiros - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Aiolia de Leão, Aioros de Sagitário, Aldebaran de Touro, Camus de Aquário, Dohko de Libra, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Kanon de Gêmeos, Mascára da Morte de Câncer, Miro de Escorpião, Mu de Áries, Saga de Gêmeos, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shaka de Virgem, Shion de Áries, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Andrômeda, Shura de Capricórnio
Tags Ditexmask, Ikkixshaka, Miloxcamus, Seiyaxsaori, Shunxhyoga
Visualizações 20
Palavras 2.662
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Intrigas em relacionamentos acontecem o tempo todo! Confiança é a base tudo. Ikki é uma ave nervosa, e Shaka ama esse amor e essa entrega.

Capítulo 5 - Confiança Plena


Fanfic / Fanfiction Eternos Cavaleiros - Capítulo 5 - Confiança Plena

Confiança Inabalável

Os dias foram passando e os alunos numa corrida descomunal, as notas estariam garantidas de acordo com seus trabalhos e apresentações em equipe e individual. As fofocas começaram rolar soltas, alguns alunos se atirando em cima dos professores, e outros professores safados como Radamantes e Aiacus de Garuda que estavam apaixonados por Milo e Shaka e decidiram conquistar os dois, ou seja, atentar para a sedução. O que não passava despercebido por ninguém, muito menos Camus e Ikki que estavam ficando revoltados, com a audácia dos dois, não eram apenas eles, tinham outros e outras, interessados nos dois mais belos.

Aiacus – precisamos nos juntar para separar o Milo do Camus e eu te ajudo com o Shaka o que você acha perguntou Radamantes?

Radamantes eu amo o Shaka, mais não quero nada forçado, se ele tiver que ser meu, será por conquista, não obrigado. Até por que ninguém é obrigado amar ninguém, o problema é que eu tentei esquecê-lo e não consigo. Respondeu Aiacus triste

Radamantes baixou a cabeça e falou é verdade, estou à beira da insanidade por causa do Milo, mas não quero forçado, eu também quero ele nos meus braços por livre vontade. Mas estar difícil viu!!

O que faremos?

Não podemos esquecer meu caro que somos professores, temos que dar exemplo, aqui está nossa vida, nossa carreira, temos que agir com calma, porém dentro dos princípios entendeu? Falou Aiacos.

Saíram para suas respectivas turmas.

Poderíamos mandar flores e uma declaração – O que acha?

Convidando para um jantar. Sei lá qualquer coisa assim, se eles falarem não agente, ver o que faz depois.

Alô – É da floricultura Star?

Minutos depois - Na sala de aula

As equipes começaram as apresentações:

Ikki ficou com a primeira parte:

Direito Constitucional é o ramo do direito que se dedica à análise e interpretação das normas constitucionais, consideradas Leis Supremas de um Estado soberano e compreendidas como o ápice da pirâmide normativa de uma ordem jurídica e tem como função regulamentar o poder estatal, delimitando-o e garantindo os direitos ...

Pandora, Esmeralda e Freya responsáveis pelo desenvolvimento.

Hyoga finalizou trabalho...

A apresentação durou vinte minutos a equipe foi aplaudida de pé por todos...

O que deixou a equipe feliz, e realizada afinal foi um esforço coletivo.

Arrebentaram – disse o professor Palmer orgulhoso, a verdade é que todos além de muito estudiosos como Pandora, Esmeralda, Freya e Hyoga, o Ikki não queria decepcionar Shaka de jeito nenhum, por isso passou noites e dias se preparando para apresentação, tudo ali era mérito seu e dos outros.

Tudo estava indo bem até alguém bater na porta...

Entrega para o Senhor Palmer – Todos se entreolharam e burburinho começou

Flores para mim? Perguntou surpreso –

Achava que havia sido o Ikki – Sorrio esplendorosamente

Foi receber todo feliz – no entanto o sorriso se desfez no momento que olhou para Ikki que estava com a cara enfezada que parecia que ia ter um treco. Ainda bem apresentou logo o trabalho, caso contrario se fosse depois a nota dele seria abaixo já que não conseguia fazer mais nada alem de sentir raiva e nervoso.

Recebeu o cartão abriu e seus olhos ficaram regalados – O professor ficou roxo, vermelho, amarelo...

Shaka, receba essas flores como prova do amor que sinto por você, não o conheço a muito tempo, no entanto você entrou em meu coração e minha vida virou um tormento, está cada vez mais difícil me manter diante de você, a minha vontade é te agarrar, beijar sua boca, te provar que sou o homem certo pra você. Aceita jantar comigo? Espero não está causando nenhum problema para você, afinal eu quero apenas que seja feliz, e se acaso eu poder faze-lo feliz para mim será uma honra. Não permita, que eu viva nem morra sem saber o que é beija-lo, toca-lo. Quero você, mas quero conquista-lo de forma limpa.

Ass: Aiacus de Garuda

Os olhos se arregalaram – Ia mandar devolver as flores, porém o entregador já havia ido.

Por Buda – E agora? O Ikki vai ter um troço.

Shaka olhou para o Ikki ele estava tremendo – a raiva era tão grande que Shaka queria ir lá, falar com ele que aquilo não importava, que só amava ele, não havia por que se preocupar! Mas como? Estavam em sala de aula, só poderiam conversar em casa.

Resolveu não da atenção a situação nem aos burburinhos que a turma começou a zoar.

Senhor Palmer – arrebentando corações

Hum que lindas professor – você merece

São lindas, você é mais senhor Palmer

Ikki saiu foi ao banheiro – Bufando -  Seguido por Hyoga que o viu transtornado.

Eu vou matar o maldito que enviou as flores pra ele, gritou entre dentes

Eu vou quebrar na porrada, eu vou espancar, eu vou matar.... Eu vou.... Eu vou...falou enfurecido

Calma Ikki – Você vai ter um troço, e depois o Shaka não teve culpa – Falou o Hyoga

Ikki estava tremendo, Hyoga pegou um copo de água e o entregou

Hyoga abraçou o cunhado – Fica calmo o Shaka vai falar quem foi e depois vocês vão conversar e se acertar Ikki, não adianta culpar ele, você viu a cara dele quando percebeu que não era você que havia enviado?

Vamos voltar pra sala e você não vai fazer besteira – Puxou pelos braços e arrastou o cunhado que voltou relutante.

Shaka – preciso me acalmar, por Buda... Não tive culpa, o Ikki está possesso, preciso conversar com ele - suspirou 

Minutos depois:

Vamos voltar aos trabalhos turma...

As outras equipes começaram a se apresentar e também foram bem aplaudidos.

Hyoga passou um Zap para o Shun

Amor – Você não vai acreditar! Enviaram flores para o Shaka, o Ikki ficou possesso, mas conseguiu se controlar, achei que ele ia voar no entregador e manda-lo enfiar as flores no rabo, ou leva-las de volta.

Nossa Hyoga – meu irmão deve estar muito bravo

Bravo é pouco – ele estar enfurecido

Eu também vi quando o Milo recebeu flores, o Camus estava possesso na sala dos professores.

Que bafo – amor falamos na saída estou em aula – Beijos se despediram...

 Shaka se retirou da sala por alguns momentos levando as flores, foi na sala dos professore e as colocou na água, as deixariam ali para enfeitar a sala, afinal as flores não tinham culpa de nada. Não as jogaria fora.

Ficou surpreso ao ver que também havia outras flores ali – quem as terá recebido? Pensou

Retornou a sala...

 ()()()()()()()()()()()()()()

Minutos antes na sala dos professores

 Milo estava na sala dos professores quando recebeu as flores, olhou para Camus que estava imóvel. Milo ficou surpreso ao constatar que era um admirador, sinceramente quando viu aquelas lindas flores, pensou no Camus, no entanto o Camus sempre tímido, não gostava de demonstrar sentimentos em público e quando recebia flores era sempre em casa. Tem alguma coisa errada – pensou

Abriu o cartão:

Milo, quando olho pra você me faltam palavras, eu estou te amando em segredo, e não aguento mais ter que esconder o meu amor! Eu quero uma chance com você? Topa jantar comigo? Espero não lhe causar nenhum problema, preciso conversar com você, preciso ter saber se tenho alguma chance! Caso não tenha, eu o deixarei... Eu prometo, eu te amo Milo, me deixa provar que posso te fazer feliz...

Att: Radamantes Sparts

Tomou o cartão das mãos de Milo e leu – deu um sorriso debochado e magoado – vou mata-lo maldito Radamantes. Vou lhe dar uma execução aurora e vou fazer um caixão de gelo, miserável. Porque você tinha que se meter com meu marido, por que tinha que atrapalhar nossas vidas - pensou

 Calma Camiie – não fica assim! Eu amo você, desde quando eu te dei motivos para desconfiar de mim? Por favor amor vamos conversar em casa ok? Falou procurando amenizar a encrenca que se meteu mesmo sem ter culpa.

Camus nada respondeu – apenas virou as costas e saiu...

Milo tentou segura-lo mais só de olhar a face o aquariano – o deixou sair e ficou pensando, o que iria fazer para se acertar com Camus. Não tinha culpa e Camus sabia disso! Porque o estava culpando? Só de ver a cara do gelinho sabia que estava morrendo de ciúmes, isso não deixou de alegrar o coração do escorpiano que sente essa necessidade de se sentir amado a cada dia.

Não posso levar essas flores para casa – se eu levar o Camus me mata

Pediu um vaso a Cirene e as deixou enfeitando a sala dos professores, afinal as flores eram lindas e ele jamais jogaria flores no lixo, mesmo que não fosse de alguém especial, não seria capaz de uma maldade dessas.

Voltaram para a última aula da semana...

Milo seguiu para sua turma...

Camus já havia ido minutos antes...

Minha vontade é ir lá na sala desse imbecil e socar a cara dele até ele precisar de um implante dentário – pensou Camus

Estou muito irritado o Milo não tem culpa – o que faço?

Só quem o conhecia pessoalmente, sabia o quanto era um cara pacifico, em paz, e até brincalhão, quando estava em meio as suas amizades verdadeiras, nesse momento era capaz de exonerar uma fera de 100 cabeças com apenas um golpe

Entrou na sala – Já era conhecido como o lindo bloco de gelo 

Boa noite alunos:

Professor Gelinho chegou respondeu uma aluna eufórica – na verdade Camus mesmo sendo um gelo, as alunas e alunos suspiravam a cada passo que o mesmo dava, um homem culto, inteligente, integro, gracioso e charmoso.

Teste oral agora

Os alunos enlouqueceram – como assim prova surpresa - Olhos arregalados 

E assim os alunos foram chamados um a um – No entanto a turma era boa, se saíram bem.

 Fim de expediente

Shaka estava esperando Ikki, Camus e Milo passaram...

Conseguiu buscar o carro Camus? Perguntou Shaka

Na verdade, o Milo e eu fomos de manhã, no entanto não estava pronto...

Vamos eu levo vocês – estou esperando Ikki

Logo o moreno desceu com as sirigaitas chamando – Ikki bom final de semana.

Esmeralda e Pandora se despediram do colega com um beijo no rosto e um abraço

Isso não passou despercebido por Shaka - Ficou puto e Ikki sabia disso

 Seguiram para o estacionamento calados...

Encontraram Dite e Mask – boa noite pessoal

Jogaram um pouco de conversa fora – e iam saindo quando Mask fala

Estou sabendo que receberam flores – falou Mask sem maldade – mesmo assim levou um beliscão de Afrodite que piscou o olho para Mask – ao ver a cara enfezada de Ikki e Camus.

Desculpou-se o canceriano – É que se alguém mandar flores para você, Dite eu mato...

Falou e saiu – Essa é minha vontade também responderam Ikki e Camus ao mesmo tempo...

Mask – você não foi nada discreto – ralhou o pisciano

Dite eu não falei por mau, fez carinha de desanimo – eu sei amor, é que o Ikki e o Camus estavam enfezados e o Shaka e o Milo não tiveram culpa de receber flores.

Dite – se alguém tentar te roubar de mim, eu mato... Falou Mask nervoso

Se sentia, chateado até pela situação em que os amigos estavam...

Eles que se resolvam – são adultos e não devemos nos meter. Vamos logo pra casa estou morto de fome. Falou o loiro entrando no carro ao lado do seu amor. 

Te amo Mask e sou só seu falou e beijou o Canceriano.

 Indo para casa

Podemos jantar os quatro o que acham?

Nãoooooooo – responderam Camus e Ikki de uma só vez deixando Shaka e Milo mudos...

Então vamos pra casa senhores – Todos calados não sabiam o que falar

Milo e Shaka foram conversando assuntos aleatórios e logo chegaram ao prédio.

Se despediram e seguiram

 Milo abraçou Camus que não se afastou, estava calado porem sabia que o escorpiano, não tinha culpa, iriam conversar e a vida que segue.

Camiie você não pode ficar com raiva de mim, eu te amo Camus, quando vai aprender que eu não quero outra pessoa? Que eu só tenho olhos pra você amor? Falou fazendo beicinho e beijando – o aquariano retribuiu o beijo e não falou nada apenas pegou o loiro e abraçou fortemente.

Eu confio em você Milo, realmente não a motivos para brigarmos...

Falou enquanto preparava os sanduíches – Você quer suco de que?

Laranja por favor e logo estavam lanchando e conversando.

Eu só fiquei chateado – O Radamantes sabe que você é meu marido e porque fez isso?

Amanhã conversarei com ele – pedirei explicação e se ele não me pedir desculpas eu vou quebrar a cara dele, e vou fazer um caixão de gelo e o prenderei em uma esquife de gelo. Falou Camus sério. Milo o beijou e foram dormir.

Amor deixa que eu converso com ele - Pediu Milo - por favor confie em mim

Milo seduziu e o Gelinho não aguentou, se amaram com paixão, Milo estava feliz nunca presenciou tanto ciúmes vindo de Camus então no fundo, no fundo estava amando. Porem não queria mais confusão falaria com Radar assim que chegasse na faculdade, na primeira oportunidade iria conversar e acabar com os desentendimentos.

 Ao entrar no apartamento Shaka fechou a porta e abriu os braços para o moreno, que se deixou abraçar. O beijou e disse Ikki vamos conversar eu não quero maus entendidos, você sabe que eu não tenho culpa – falou se desculpando de algo que ele mesmo nem tinha culpa.

Pegou o cartão e mostrou para Ikki que leu – enfurecido – Eu vou matar esse verme gritou entre dentes – ele vai me pagar... Falou socando o vento...

Amor para com isso não vamos brigar ok – Falou tão amável, beijando Ikki não resistiu aprofundou o beijo – quem aquele maldito pensa que é, para querer tirar o Shaka de mim? Depois de tanto sofrimento esse cara vem para querer atrapalhar nossa felicidade, eu não vou deixar. Aprofundou mais o beijo e já ia pegando o loiro levando pro quanto, quando o mesmo falou que estava com muita fome. Ikki se controlou também estava com muita fome - Sorrio e colocou no chão - vamos jantar amor então.

Vou preparar os sanduíches e você prepara suco combinado? Falou o loiro com um sorriso, e o moreno retribuiu com um sorriso amável.

Amanhã conversarei com ele Ikki – eu prometo – Falou o loiro

Tudo bem amor – é melhor você falar mesmo antes, que eu perca a minha paciência com aquele imbecil.

Você fica tão lindo com ciúmes – falou e beijou o moreno

Eu, eu não estou com ciúmes – retrucou o moreno cruzando os braços...

Shaka deu um sorriso meigo e disse que bom então amor

Eu não estou com ciúmes eu estou morrendo de ciúmes – gritou o moreno e o indiano o abraçou, e disse confie em mim, você não corre nenhum risco. Eu sou seu Ikki será que não ver isso, será que você não percebe que eu também sou louco por você??

Que cada vez que a Esmeralda e Pandora ficam atrás de você eu enlouqueço – Vontade de mandar aquelas duas para um dos seis mundos, no entanto eu tenho que entender e ter calma, você é lindo Ikki e atrai muitos olhares, o que acha?? Que eu também não sinto ciúmes, que eu sou de ferro?? Não sou, o que temos que fazer é não dar confiança para intrigas.

O que temos vai além de qualquer coisa, o que sentimos é maior e mais forte que até a própria morte Ikki.

Nosso amor vem de outras vidas! Lembra?

Temos que confiar um no outro OK

Promete? – perguntou o loiro – prometo respondeu o moreno com um lindo sorriso.

Acabaram o lanche e foram pro quarto - 

Ikki pirou o cabeção quando viu aquele Deus indiano deitado com os lindos cabelos espalhados pela cama, vestindo apenas uma boxer branca, com cara de safado e chamando com dedinho. Aqueles olhos tão lindos e tão escuros estavam mostrando o quanto o loiro queria pra si, e o moreno não perdeu tempo, se jogou no braços do seu amor e se amaram por toda noite até os corpos caírem exaustos e assim dormiram abraçados, Shaka deitado no peito de Ikki que o abraçava com devoção.

Continua...


Notas Finais


Ainda bem que Radar e Aiacos se apaixonam e param de atentar nossos amigos... rsrsrs
Espero que gostem desse capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...