1. Spirit Fanfics >
  2. Etheria's Teens Academy >
  3. Foco

História Etheria's Teens Academy - Capítulo 20


Escrita por:


Notas do Autor


Promessa é divida!!
hahaha

Boa leitura <3

Capítulo 20 - Foco


Fanfic / Fanfiction Etheria's Teens Academy - Capítulo 20 - Foco

- Hey, Adora!

Ao abrir a porta, Adora recebeu a gata que entrou no quarto muito empolgada. Se abraçaram e em seguida, Felina puxou a cadeira e sentou-se de frente para a escrivaninha, pegou cadernos e livros e espalhou pela mesa.

- O que deu em você? Sábado? Dez horas da manhã? Normalmente você ainda está dormindo. 

- Estou autorizada pela diretora a te ajudar com os estudos até a próxima prova. - Felina gesticulou, chamando a garota para sentar do seu lado. - Você vai cansar de olhar pra minha cara!

- Você está se esforçando em acordar cedo por mim?

- Faço tudo para te ver feliz, Adora. - a gata corou e pigarreou. - Mas não acostuma.

Felina sorriu, esperando a loira sentar ao seu lado para começarem a manhã de estudos. Adora precisava apenas de uma forcinha para voltar ao foco e conseguir recuperar a nota baixa. A gata sabia muito bem que a garota era muito esforçada. 

- Obrigada por fazer isso para me ajudar. - Adora juntou-se com a morena.

- Não vai achando que será fácil! Te desafio a tirar nota dez. - Felina arqueou a sobrancelha. - Se não eu vou te deixar de castigo. 

O final de semana passou rápido. Adora estava se sentindo muito feliz por ter a gata ao seu lado novamente. Ela nunca pensou que poderia aproveitar o tempo ao lado dela e estudar. Conciliaram tudo muito bem.

No primeiro dia da semana, Felina e Adora desceram juntas e de mãos dadas para tomar café da manhã. Encontraram os amigos no mesmo local de sempre.

- Ah! Olha só se não é meu casal favorito! - Arqueiro levantou na mesma hora para abraçar as garotas.

- Ufa! Parece que tudo voltou ao normal. - Cintilante acompanhou o namorado.

- Pessoal, eu devo desculpas pra vocês. Sumi e não falei nada pra ninguém. - as bochechas de Adora ficaram vermelhas.

- Deixa isso pra lá, Adora! Todos nós passamos por momentos difíceis. - a baixinha sorriu para a amiga.

- Isso aí, galera! Agora eu quero comer. Tô morta de fome. - Felina se sentou, mordendo um pedaço do seu pão.

- E acho que o bom humor da Felina também está de volta! - Arqueiro brincou com a gata.

Felina corou e fingiu não ter escutado o que o amigo falou. Mas realmente seu humor mudou muito desde que ela e Adora voltou a agir normal.

Durante a semana a gata acompanhava Adora durante os treinos de basquete. A final do campeonato se aproximando, assim como as últimas provas. Felina ficava na torcida enquanto a loira treinava e ainda ficava por uma hora ajudando nos estudos. Imaginou o quanto essa rotina estava sendo puxada para Adora.

Não existia descanso em nenhum dia, muito menos passeios nos finais de semana. Essa rotina se manteria até começar as provas finais que eram as mais difíceis. Pelo menos a loira conseguiu tirar notas máximas nos trabalhos.

Adora já estava em seu limite. Já estava escurecendo lá fora e sua cabeça estava a ponto de explodir de tanta informação e pesquisas durante todo o período da manhã. Seus olhos estavam ardendo e as letras começavam a ficar embaçadas. Olhou para Felina e sorriu. Ela estava tão concentrada e tão linda. A loira pegou uma caneta de cima da mesa e riscou o braço da gata. Num impulso, a morena bateu na caneta, a fazendo cair no chão.

- Eeeei! - Felina esfregou sua mão no próprio braço, tentando tirar a tinta da caneta. - Você tá me zuando?

- Felina… Minha cabeça não aguenta mais por hoje.

- Tá desistindo, é?

- Não. Você sabe que eu não desisto. Só preciso respirar um pouco. - Adora deitou sobre seus braços por cima da mesa.

- Beleza. Na verdade tá ficando meio tarde já.

Felina abaixou para pegar a caneta no chão. Adora corou na mesma hora, pois a gata estava com uma regata que deixava seu decote bem aparente. A morena levantou jogando a caneta na mesa e achou graça da expressão que a loira a olhava. As bochechas vermelhas, o sorriso de lado e o desviar de seus olhos denunciaram que a garota olhava para seu colo.

- Desculpe. - Adora ria de si mesma.

- Por que está se desculpando? - Felina sorria, mostrando seus caninos.

Adora afastou sua cadeira e foi de encontro com a morena. Sentou-se entre as pernas de Felina, e a olhou profundamente nos olhos. Ficaram em silêncio durante um tempo, apenas trocando olhares e sorrisos. Adora passeou suas mãos pelos braços caminhando até os cabelos da gata, tirando um arrepio de todo seu corpo. Enroscou os dedos entre os fios curtos, enquanto Felina apertou a cintura da loira contra seu corpo. Iniciaram uma sessão de beijos sedutoramente molhados entre respirações pesadas que ambas estavam.

Felina delicadamente levantou a camiseta da loira, tirando-a e jogando-a para o lado. Aquele corpo em sua frente era irresistível. Apertou a cintura da loira e beijou seu pescoço e seu colo, enquanto Adora acariciava seus cabelos e mantinha seus olhos fechados sentindo todas as sensações gostosas que começavam a invadir seu corpo. 

Levantando do colo de Felina, a loira segurou nas mãos da pequena, fazendo com que ela se erguesse também. Uniram seus corpos em um abraço caloroso e juntando seus lábios uma vez mais. A loira guiou a gata até que a encostou na parede. A beijava sedenta, enquanto a respiração de ambas ficava descompassada. Subiu suas mãos pelo corpo da gata, retirando a regata e contemplou aquela beldade morena. Respirou pesado, pois ela não usava sutiã. Delicadamente levou suas mãos aos seios de Felina e tocou aquela pele pela primeira vez, fazendo com que a garota soltasse um gemido manhoso.

- Adora…

- Felina, tudo bem...? - a loira corada falava rouca, enquanto olhava para a pequena.

- Sim…! - a gata enlaçou o pescoço da garota.

Adora beijou os lábios da garota enquanto massageava os seios pequenos, e Felina mantinha os gemidos baixos e manhosos. A morena passeou com suas unhas afiadas nas costas de Adora a deixando uma leve marca, fazendo a loira contrair o corpo de leve. Soltou o fecho do sutiã, o deslizando pela pele da garota. Após retirá-lo por completo, deixaram que seus corpos se tocassem daquele jeito pela primeira vez. Pele com pele. Felina fechou seus olhos para sentir aquele momento único.

- Felina… - Adora manteve o corpo colado com o da garota, enquanto beijava seu pescoço. - Vamos pra cama...?

- Era o que eu ia te falar agora, idiota… - a voz de Felina saia rouca.

Adora soltou a garota, caminhando até a cama. Antes de se sentar, apreciou o corpo de Felina enquanto tirava sua calça. Aproveitando, também tirou seu shorts e sentou-se na cama em seguida. A morena sentou entre as pernas da garota, fazendo com que a loira abraçasse seu corpo, distribuindo beijos no colo e entre os seios. Adora percebia que o corpo da garota estava correspondendo bem suas carícias, pois a cada beijo sua pele arrepiava. Aproximou-se lentamente do mamilo enrijecido, passando seus lábios molhados por toda a extensão daquela pele. Felina jogou sua cabeça para trás, deixando seu corpo livre para a garota, sentindo sensações novas, inclusive um formigamento em seu ventre. A loira apertava os quadris enquanto brincava com sua língua na pele sensível da morena, sentindo seu próprio corpo pedir por mais. A gata estava maluca para poder provar o corpo de Adora. 

Se entreolharam por um momento, ambas com as bochechas coradas e sorrindo, com as respirações pesadas. Muitas coisas passavam por suas mentes. A amizade desde criança, a briga, o retorno. As coisas aconteceram de um jeito diferente, mas o destino fez com que se encontrassem novamente e agora estavam ali, tão entregues uma para a outra.

Felina deitou a garota e ficou por um momento acariciando e admirando todos os detalhes do corpo. Desenhou com seus dedos delicadamente nas curvas, o abdômen definido, enquanto prestava a atenção nas expressões que Adora fazia. Sorria sexy, mostrando seus longos caninos durante a sessão de massagens nos seios da loira. Abaixou seu rosto, beijando os seios, sentindo o mamilo enrijecido com seus toques. Lambeu toda a extensão da pele e sentiu as mãos da garota apertar forte sua cintura e deixando um gemido escapar. 

Adora guiou a morena para deitar de frente para ela. Queria muito aproveitar o momento olhando em seus olhos. Felina deitou na mesma altura que a loira, corada.

- Felina… Eu amo você. - Adora acariciou o rosto da morena com a ponta dos dedos.

- Sua boba... ! - Felina sorriu, enquanto passava suas unhas levemente na cintura da loira. - Eu também amo você.

Adora acariciou as costas da gata, e apertou suas curvas, fazendo a garota suspirar. Felina deixou seu corpo solto e livre para que a loira a tocasse, deitando e afundando suas costas no colchão. Na mesma hora a garota entendeu o recado. A morena estava totalmente entregue a ela. Uniram seus lábios num beijo calmo mas cheio de vontades. Adora acariciou todo o corpo da pequena e suas mãos estavam trêmulas. Encostou sua testa na de Felina a olhando profundamente em seus olhos coloridos, que tinham um brilho lindo. Lenta e sedutoramente, desceu sua mão até o ventre da morena. Pousou seus dedos por um momento e a olhou novamente e, desta vez, encontrou o sorriso mais lindo e nesse momento teve a permissão para a sua próxima ação. Levou seus dedos dentro da calcinha da morena e encontrou a garota muito excitada. Mexeu seus dedos levemente em seu ponto sensível enquanto observava as expressões que ela fazia. Via seu peito subindo e descendo num ritmo acelerado a cada movimento de seus dedos. Felina estava tão molhada que a loira sentiu um tesão invadir seu corpo em vê-la tão entregue para ela. Beijou os lábios da garota e foi correspondida na mesma intensidade, movimentando suas línguas. Adora pressionou a entrada da garota e introduziu seu dedo, viu Felina apertar seus olhos. Vagarosamente começou a se movimentar dentro dela, deixando a morena mais relaxada. Beijou seu pescoço, deixando caminhos molhados enquanto ouvia a garota gemer em seu ouvido. Felina arranhou as costas da loira, e deixou uma marca consideravelmente vermelha, enquanto sentia seu corpo tremer e suas pernas inquietas.

- Adora… Não para... Eu… - Arfou começando a sentir espasmos em seu corpo. - Eu vou…

Adora voltou a olhar dentro dos olhos da morena, enquanto seus dedos não paravam. Felina sentia que não comandava mais o seu próprio corpo, sentindo um espasmo atrás do outro. Sua respiração descompassada e as gotas de suor que formavam em sua testa mostravam que ela já estava no ápice de sua excitação. Adora nunca imaginou que teria Felina assim em seus braços. Afastou a franja molhada de suor e ainda mantinha os dedos trabalhando, voltando a beijar a garota. A morena mexeu seu quadril enquanto respirava descompassada. Não aguentava mais. Em um gemido entre os lábios de Adora, se desmanchou, sentindo seu corpo todo relaxar nos braços de sua amada.

Ficaram durante um tempo trocando olhares, sem dizer nenhuma palavra. Aquele momento único seria guardado eternamente em seus corações.

- Tá tudo bem? - não sabia muito bem o que falar. Mas queria saber como foi a experiência da pequena.

- Tá tudo ótimo, sua boba.

Felina sorriu e a abraçou. Ela não queria ser a única a sentir aquelas sensações. Queria que Adora soubesse como foi tudo foi tão bom. Aproximou-se dos lábios da garota, e sorria enquanto a beijava, subindo em cima dela. A loira se surpreendeu com o ato da pequena, e sentiu as mãos dela passearem por seu corpo. Sentiu uma sensação que não conseguia explicar e nem mesmo raciocinar, quando a morena levou seus dedos no ponto sensível de Adora, fazendo movimentos circulares. Felina gostou de ver a expressão de tesão na loira e continuou deslizando seus dedos até encontrar sua entrada. Adora ofegou quando a morena entrou dentro dela, gemendo manhosa e olhando para os olhos coloridos da garota que amava. Sentia-se extremamente molhada quanto mais os dedos da garota mexiam. Quanto mais a morena investia, Adora apertava sua cintura, chegando a deixar a marca de seus dedos na pele, e Felina gostava disso. A loira já estava em êxtase quando jogou sua cabeça para trás, deixando seu pescoço livre para a gata. Felina sugou aquela pele, deixando uma leve marca, e mantinha seus dedos dançando dentro de Adora, enquanto a garota gemia e arfava e não aguentava mais aquela sensação. Seu corpo se movia, suas pernas tremiam, até que sentiu seu ventre pulsar e se desfez, soltando os braços abertos na cama.

- Felina… - Adora passava as mãos em seus cabelos.

- Não precisa falar nada. Eu sei que se falar algo vai sair alguma besteira.

A gata riu e deitou no peito da garota, se aconchegando. Adora sorriu e a abraçou, deixando seus corpos relaxarem juntos. Dava para ouvir apenas as respirações e os batimentos dos corações acelerados. A loira beijou a testa da pequena enquanto acarinhava os cabelos curtos.

- Eu nunca vou esquecer esse dia, Felina. - beijou carinhosamente o canto da boca da garota. - Somos duas malucas.

- Por que malucas? - Felina afundava o rosto no pescoço da loira.

- Fizemos amor na cama da escola. Teremos muita história pra contar. - a loira riu, acariciando os braços da gata.

- Tinha que ser a certinha pra pensar nisso agora, né? Você é uma idiota mesmo.

- Felina… Fica comigo hoje…? Não vai pro seu quarto, por favor.

- Mas, Adora… E se a diretora descobrir? - a gata olhou para a garota.

- Ela não vai saber. Estamos estudando tanto, nossa… Nunca aprendi tanto na vida.

- Cara… Você é ridícula!

Passaram algum tempo conversando e trocando carícias. Seus corpos estavam exaustos depois de tudo o que aconteceu. Aquela noite apenas fecharam seus olhos, dormindo abraçadas sem pensar em mais nada, apenas que elas se amavam. 

 


Notas Finais


Ai ai... Estou in love <3


*** Não sei se alguém notou, mas mudei a classificação da minha fic. Não tinha intensão de fazer a primeira vez dela mais detalhada do início, mas achei que mesmo sendo algo simples era melhor ficar dentro da classificação correta para cenas de sexo. ****

Genteeeeeem... Fiz de tudo para que esse capítulo saísse bem fofo!!! Espero do fundo do coração que tenham gostado.
Aguardo o feedback de vocês!!!

Obrigadaaaa!!

Beiju da Moni :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...