1. Spirit Fanfics >
  2. Étoile Rouge (marauders era) >
  3. O véu da estrela

História Étoile Rouge (marauders era) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


☾︎ Boa leitura ☽︎

Capítulo 4 - O véu da estrela


☆ Pov's Sirius Black☆

Nunca tinha visto uma transferência pra Hogwarts. E ser ela é ainda mais incrível. Giselle Roux, deve ser francesa. Todos estão olhando fixamente para ela e não é pra tanto, está demorando na seleção das casas. 

- GRIFINÓRIA 

Veio até a nossa mesa, e James  logo puxou assunto. Depois tenho que agradecer porque isso facilita meu flerte. 

- Olá, sou James Potter e esses são...

Mas será que ela ainda lembra de mim? Só nos vimos uma vez e nem nos apresentamos. Se bem que sou lindo, como ela iria esquecer?!

- Olá, você me é familiar...eu te conheço de algum lugar?- Aí sim, fui perfeito! Nem muito específico nem desinteressado.

-Acho que não.

Como assim? Tudo bem que eu quase derrubei a garota no chão no meio do Beco Diagonal mas...o que está acontecendo comigo?Eu já falei com muitas garotas antes. Não tenho porque ficar tão desconcertado, até parece o James com a Lily. 

☆ Pov's narradora☆

"Uma luz verde atingiu uma pessoa e esta caiu delicadamente em algo como um véu. Um véu da morte."

Semanas se passaram e essa não era a primeira vez de Ella sonhou com isso. Na verdade os sonhos se revezavam neste ou um em que uma mulher tinha uma risada estridente e maléfica gritava que matara alguém. 

Tomou um banho frio e já era 6:00 da manhã. Lily logo acordaria e iria pra Comunal. Seus dias se resumiam em aulas (suas melhores matérias são poções e transfiguração) e conversar com além das meninas, Remus Lupin. Descobriu que o garoto é adorável e muito gentil, o "maroto" (como eram chamados) que mais tinha conversado. Potter era engraçado, jogava quadribol e levava inúmeros foras de Lily no mesmo dia (Ella ainda acha que eles vão se acertar um dia). Nunca conversou realmente com Pettigrew, na maioria das vezes ele fazia alguma piada sem graça ou batia palmas para as pegadinhas de Potter e Black. Por falar nele, inicialmente parecia interessante para Ella. Talvez a forma como se conheceram e reencontraram lembrasse seus livros de romance ou ele simplesmente lembrasse um cantor de uma banda de rock. Mas Ella mudou de opinião, os flertes aleatórios ou piscadas no jantar não eram tão fáceis de se interpretar para a garota. 

É uma aluna estudiosa, se esforçava e é inteligente, mas adivinhação definitivamente não é sua matéria favorita. 

A professora magra, com cabelos armados e óculos que faziam seus olhos parecer ter o dobro do tamanho rodava pela sala, lendo as xícaras dos alunos. 

- Você vai se resfriar senhorita Roger... oh você vai arrepender de fazer o que pensa! 

Ao se aproximar da xícara de Ella deu um grito:

- Oh! Oh pobre criança! Viu o véu da estrela! É terrível ver alguém que tem tanto carinho ser acolhido no véu da morte. 

Ella ficou sem reação. Marlene, ao seu lado, ficou com os olhos arregalados. Até os marotos que conversavam a aula inteira se calaram. Dentre todas as previsões ruins que a professora fizera, aquela era a única que envolvia a morte.  


Notas Finais


Esse foi nosso capítulo semanal!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...