História Eu amo você - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - "...mas eu escolhi vir para cá..."



Eu e Taehyung estavamos na pista de dança já tinha um tempo, dançavamos loucamente, ambos bebados. Eu espero de ciração que ninguem me reconheça por aqui. Eu sentia como se estivesse flutuando e os passos de dança saiam naturalmente, senti alguem parar bruscamente e passar a mão por meus cabelos. Abri os olhos novamente e vi Taehyung sorrindo e me encarando, sorri de volta e senti que meu corpo inteiro começava a ser incendiado. Taehyung me beijou e eu perdi o ar, correspondi o beijo assim que consegui raciocinar direito. Era tão natural, era como se eu estivesse beijando alguém que me conhecia fazia anos, eu já fiquei com outros cara antes, mas nada se compara com esse momento. Nem mesmo com o meu ex namorado. Nenhum cara me beijou tão bem quanto Taehyung. Meus pulmões começaram a arder um pouco então eu me afastei, com muito pesar, para poder tomar folego novamente. Estavamos ofegantes e ele me encarava com os olhos brilhando:
-Me desculpa. Eu acho que eu não consegui me segurar.
Ele sorriu de novo e isso foi mais do que eu podia aguentar, voltei a beija-lo e senti novamente aquela sensação agradavel de estar nas nuvens.
**
Abri os olhos e observei, ainda sonolenta, o lugar aonde eu estava. Era familiar, e não demorou para que eu percebesse que era apenas meu apartamento. A realidade caiu dura, eu estava na Coreia mesmo, não fora tudo um sonho. E eu tinha ido para uma balada com as minhas amigas, e tinha conhecido e ficado com Taehyung. Senti um frio na barriga prazeroso ao me lembrar dele, nunca havia me sentido tão bem na minha vida toda. Dei um sorriso bobo e me forcei a sair da cama. Precisava começar a fazer minhas coisas se eu quisesse ter um dia produtivo.
Comecei tomando um banho e fazendo minha higiene, comi cereal como café da manhã. Escovei meus dentes e me arrumei, pretendia dar uma passadinha na agencia para me familiarizar com as pessoas que me ajudariam com a minha carreira a partir de agora. Peguei minha bolsa e a chave do carro, não estava com tanta pressa pois não tinha hora para chegar lá, então acabei passando em uma padaria para comprar os croissant's de chocolate que eu tanto amava e na farmacia para comprar remedio para a dor de cabeça que começava a me incomodar. Mexi um pouco no celular e finalmente cheguei na agencia.
Era tudo muito bonito, desde o saguão até o elevador todo de vidro. Eu estava encantada. Fui conduzida até a sala de uma jovem que parecia estar extremamente feliz:
-Srta. Mills?
-Sou eu mesma.
-Prazer, meu nome é Park Jiam. Estou extremamente feliz de poder trabalhar com você, eu te acompanhava quando você ainda não morava aqui, e assim que chegou a noticia de que você ia se mudar eu não podia perder a oportunidade.
-Fico feliz que você goste do meu trabalho Jiam, não precisa me chamar de Srta. Mills, apenas Sara está bom.
-Certo, você já tem em mente quando deseja começar a trabalhar.
-Assim que possível, eu só peço para que não marque muitas coisas em pouco tempo, eu gosto de ter um tempo para mim. Realmente não me vejo como aquelas modelos que passam todos os dias se obrigando a ir em vários lugares. Gosto de trabalhar bem.
-Você quem manda. Aqui está o meu número, eu ligo para você assim que você tiver trabalho para fazer!
-Certinho, muito obrigada Jiam.
-Sou eu quem agradeço, até mais Sara.
Me despedi dela e deixei a empresa, fui cumprimentada por vários funcionários da empresa. Dobrei o papel com o número de Jiam e abri a bolsa para guarda-lo lá, notei que havia mais um papel amassado, abri para ver o que era. Era o número de Taehyung. Fiquei estática por um momento pensando o que eu deveria fazer, por fim resolvi ligar e agradecer pela carona que ele havia me dado ontem de noite. Entrei no carro para poder ter mais privacidade, e disquei o número não estava com vergonha muito menos com receio, eu não estava fazendo nada de errado:
-Alô?
-Taehyung?
-Sara?
-Parece que você não conseguiu esquecer de mim ainda.
Ouvi sua risada do outro lado da linha:
-Deixa eu te lembrar quem foi que ligou para quem. 
-Eu tenho seu número mas você não tinha o meu, como você sabia quem estava falando?
Ele riu de novo:
-Esta certo, parece que você me deixou apaixonado.
-Acontece, é o efeito que eu tenho.
-O que está fazendo agora?
-Nada, e você?
-Estou só terminando um ensaio, quer se encontrar depois?
-Claro, mas que ensaio está fazend? Não vai me dizer que trabalha como modelo.
-Também, mas eu sou um cantor.
-Você tá falando sério?
-Sim.
-Como eu não te conheço.
-Provavelmente porque você nunca teve muito interesse por música.
-Como sabia disso?
-Tá brincando comigo? Ontem você colocou uma música no meu carro e já foi suficiente para saber que você parou no tempo fazem uns 14 anos.
-Olha aqui, eu sinto muito se antes eu não tinha vida social.
Nós dois rimos dessa vez.
-Quer se encontrar no parque? Dentro de meia hora.
-Pode ser.
-Tchau Sara.
-Tchau Tae.
Desliguei o telefone, eu havia ligado apenas para agradeçer e agora eu tinha um encontro. Acho que eu vou ficar bem aqui na Coreia.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...