História Eu amo você do meu jeito especial - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Toriel
Tags Amor, Asrielxchara, Hentai
Visualizações 54
Palavras 1.770
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Minha primeira fic de Underfell e ainda com um só cap kkkk espero que gostem e comentem!

Capítulo 1 - Capítulo Único- Asriel x Chara


Fanfic / Fanfiction Eu amo você do meu jeito especial - Capítulo 1 - Capítulo Único- Asriel x Chara

Pov Autora

No castelo do Subsolo de Underfell uma menina de 17 anos andava pelo jardim enquanto apreciava as lindas flores douradas, a garota tinha cabelos castanhos curtos com uma franja e olhos vermelhos sangue também possuía uma pele branquíssima sem falar em várias curvas, ela ussva um sueter verde com uma listra amarela no meio também usava um short da cor marrom e em seus pés tinham sapatilhas pretas. 

A garota pega uma flor amarela olha pros lados e come uma pétala 

- Já mandei vc parar de fazer isso - falou uma voz atrás da garota a mesma se virou dando de cara com um dos monstros do subsolo, o mesmo usava a mesma roupa que ela só que invés de short ele vestia uma calça jeans tinha os pelos brancos olhos vermelhos iguais aos dela e tinha 18 anos de idade , ele se aproximava dela já dando pra ver sua cara irritada - será que vc não presta nem pra ouvur concelhos?! -

- Desculpe Asriel m-mas é que... - a garota falava enquanto deixava a flor cair no jardim -

- É QUE NADA! - gritou Asriel assustando a garota , ele respirou fundo - Olha Chara vc já está começando a encher meu saco, se não é para ajudar tbm não atrapalhe! - falou grosso pra ela como sempre e em seguida se virou começando a andar - garota estúpida. - depois foi embora - 

Chara abaixou a cabeça deixando gotas quentes escorregarem por sua bochecha, ela correu para seu quarto ficando lá o dia inteiro

 

 

 

 

 

 

 

 

(...)

 

 

 

 

 

 

 

 

Já a noite

Na cozinha do castelo se encontravam Asriel e sua mãe: Toriel, a mesma fazia uma torta de caramelo com canela enquanto o filho arrumava a mesa

- Asriel meu filho poderia ir chamar a Chara pra mim? - pergunta Toriel enquanto terminava os últimos detalhes da torta -

- Tanto faz - falou colocando as mãos no bolso do casaco verde que agora usava, depois saia da cozinha em seguida subiu as escadas indo para o quarto de Chara, quando iria abrir a porta vê que ela estava encostada e quando iria entrar escutou um soluço e a voz da garota e então parou ficando encostado ouvindo o que ela dizia -

- Snif..... Eu devia ter me matado quando tive a chance..... snif..... Eu não aguento mais! Eu não me encaixo em nenhum lugar! Nem no mundo humano nem no mundo monstro, não tenho motivos pra voltar lá para cima e nem motivos para ficar aqui em baixo ..... Snif.... Pra que viver se a pessoa que vc ama te despreza? Pra que acordar todos os dias se sabe que vai sofrer? Pra que tentar ser feliz se está destinada a eternidade azarenta? Snif..... EU DESISTO! Nunca mais vou sentir nada por ninguém! Eu não sou um cachorrinho pra mandarem sentar que eu sento! Asriel não se importa como eu me sinto.... Snif..... PRA ELE EU SOU APENAS UM ESTORVO! Snif..... - Asriel ouvia tudo com os olhos arregalados, sim, ele a tratava com desprezo mas não por ela ser um estorvo! Asriel sentia lágrimas rolarem por seus olhos mas não fez barulho de choro pois queria continuar a escultando - Chega! Tomei uma decisão! snif..... Depois do jantar quando todos estiverem dormindo vou fugir daqui! Dane-se se um monstro me matar ou estrupar! Pelo menos não vou sofrer tanto quanto sofro aqui snif.... -

Não. Definitivamente não! Asriel não iria deixar isso acontecer! 

Asriel secou as lágrimas e como se nada tivesse acontecido entra no quarto calmo, Chara olha pra ele pelo canto do olho depois volta seu olhar pra frente

- Vc ouviu o que eu falei? - pergunta Chara -

- Sobre? - pergunta Asriel mentindo , no fundo ele queria dar um grande abraço na garota e dizer a ela que ele a amava, mas já tinha um plano em mente -

- ...... Nada, o que vc quer? - pergunta Chara fria coisa que partiu o coração de ambos mas eles se mantiveram firmes - 

- Hora do jantar - falou Asriel e de onde estava pode ver Chara mordendo os lábios, coisa que pra ele foi sedutor -

- Ok, vou tomar banho e depois eu desço - falou Chara ainda sem o fitar -

- Não demore estou com fome - falou Asriel com uma falsa indiferença e logo saiu do quarto indo para a cozinha -

 

 

 

 

 

 

 

 

(...)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Todos já haviam jantado e agora já era 23:44, Chara estava arrumando suas coisas em uma mochila para ir embora mas foi surpreendida quando a porta de seu quarto foi aberta e alguém entrou em seguida sendo trancada

Off Autora

Pov Chara​

 

Eu estava com muito medo, eu sei que disse que dane-se se fosse assassinada ou estrupada mas ainda sim me preocupo pois e se ele matou a mamãe? Ou o papai? Quem vai administrar underground? Asriel ainda não esta preparado e eu como disse vou embora 

- Q-quem está aí? - perguntei mas ninguém respondeu - Responda! - ordenei -

- Vc não acha que está muito tarde para gritar não? - pergunta a voz do escuro mas.... Espera um pouco! Essa voz.... -

- Asriel? O que faz aqui? - perguntei, peguei minha mochila e escondi em baixo da cama - 

- Vim te explicar uma coisa: - ele se aproximou de mim mas quanto mais ele se aproximava pais eu recuava até minhas costas baterem na parede perto da janela que estava aberta, a luz da lua iluminava o rosto de Asriel e eu pude ver uma mistura de desejo/tristeza em seu rosto - Vc é minha.-

Após ele falar isso atacou meus lábios em um beijo feroz e rápido segurando minha cintura com força , quando percebi já tinha cedido passagem pra sua língua invadir minha boca deixando um gostinho maravilhoso de menta e torta de caramelo com canela, sentir sua língua enroscando e deslizando sobre a minha era uma sensação que queria sentir faz tempo! Após um tempo nós nos separamos pois já não tinhamos ar nos pulmões, ele enterrou o rosto no meu pescoço onde lambeu um local e em seguida deu um chupão que certamente ficaria roxo igual uva amanhã

- A-A-Asriel! - tentei empurrar ele mas ele era mais forte e a única coisa que fez foi me prensar na parede com força - 

- Fique quieta. - ordenou e voltou a me dar chupões e mordidas, ahh aquilo estava tão bom mas eu não podia deixar continuar se não iríamos acabar fazendo..... "Aquilo" -

- Asriel m-me solta! Não podemos! - tentava o empurrar mas não davs certo ele já não tinha mais sua sanidade e agora tentava tirar a minha ,coisa que estava quase conseguindo -

- Não podemos mas queremos - falou ele e eu abaxei a cabeça -

- Não, vc só está tentando brincar comigo! Como sempre! - falei e comecei a chorar novamente. Chorona? Não, não sou chorona só tenho sentimentos que podem facilmente afinal..... Ninguém é feito de pedra certo? Asriel levantou meu queixo e me fez fitar seus lindos olhos rubis -

- Eu não brinco com vc, eu só amo vc do meu jeito especial - falou ele e em seguida me beijou e feliz devolvi o beijo agarrando seu pescoço -

A​sriel me levou até a cama onde me deitou ficando em cima de mim ainda me beijando com fervor e luxúria, nos separamos por causa da falta de ar e Asriel foi até minha orelha direito lambeu ela e em seguida mordeu a parte de cima me fazendo gemer baixo, resolvi também me diverti um pouco revertir as posições e comecei a cavalgar em seu membro já duro fazedo-o gemer rouco , comecei a beijar seu pescoço enquanto ainda cavalgava mas ele inverteu novamente as posições ficando novamente em cima ele tirou seu casaco me fazendo olhar seu tanquinho perfeito, Asriel beijou meu pescoço enquanto eu puxava seu pelo das costas ,que a propósito é muito macio, Asriel tirou minha blusa me deixando só mente de sutiã e minha mini-saia enquanto eu só fiz esconder meus seios ainda cobertos pelo sutiã 

- Não faça isso, quero ve-los - falou Asriel me fazendo corar então ele pegou meus braços e tirou eles da frente de meus seios - são lindos - ele tirou meu sutiã e abocanha o seio direito enquanto apertava o esquerdo com força -

- Ah! - gemi alto, aquilo era tão bom! Asri em seguida trocou de seio abocanhando e chupando o esquerdo enquanto apertava o direito -

Após deixar meus seios rígidos e inchados o albino tirou minha mini-saia junto a calcinha mas eu não aguentei e escodi minha intimidade com as mãos 

- Já pedi para vc parar com isso não foi? - pergunta Asriel com a cara fechada -

- S-sim mas.... - ele me cala com o dedo indicador - 

- Confia em mim? - pergunta e eu assenti corada - então prove - ainda excitante tirei minhas mãos da intimidade e vi um sorriso de canto do lábio em Asriel ,CONVENCIDO!!! Ele desceu até minha intimidade e a beijou -

- Uhm! - gemi alto apertando seus ombros -

Asriel então se preparou para me prenetar mas antes me deu um beijo transmitindo confiança 

- Vou tentar ser gentil ok? - perguntou -

- O-ok! - confirmei e logo ele começou a entrar e foi como se tivessem me rasgando por dentro e logo senti sangue saindo de mim, aí meu Deus! Ele rompeu meu hime - A-Asriel! Tá doendo!!! - eu já estava chorando de dor -

- Calma, vai passar - falou ele ainda entrando em mim e quando entrou completamente esperou eu me acalmar, depois de uns segundos a dor virou prazer e logo rebolei em seu membro pedindo por mais ele logo entendeu o recado e começou a ir com mais força e eu já gemia descontrolada por tanto prazer -

- Ahhh! Uhm... - era tão bom! Mas logo comecei a sentir que meu corpo estremecia - A-Asriel eu vou.... Ah! - gozei e após alguns segundos foi a vez de Asriel que logo deitou em meu lado suando e com a respiração descompassada assim como eu -

- Vem - ele me abraçou e nos cobriu com o lençol - 

- Asri - o chamei -

- Uhm? - ele me fitou -

- Eu te amo - falei corada e Asriel beijou minha testa -

- Tbm te amo, mas do meu jeito - falou e depois disso dormimos tranquilamente juntos -


Notas Finais


Obrigado Deus por acalmar e perdoar meu coração pecador!
Bye Bye!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...