1. Spirit Fanfics >
  2. Eu cansei desse mundo real... (BTS) >
  3. Eu não aguento mais

História Eu cansei desse mundo real... (BTS) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem, quis fazer algo diferente e deu nisso espero que gostem

Capítulo 1 - Eu não aguento mais


Fanfic / Fanfiction Eu cansei desse mundo real... (BTS) - Capítulo 1 - Eu não aguento mais

•SN ON•

As pessoas me falam que o sofrimento é um face que ele não dura pra sempre, mais eu não entendo por que o meu sofrimento não some não vai embora. . . Por que sou o meu dura tanto tempo, já são 6 anos da minha vida...dês de que meu pai se foi quando eu tinha 12 anos, hj eu só sou uma garota de 18 anos com uma depressão profunda....

No meu quarto

Sn estava ouvindo música, algo que era muito comum, pós o lugar ondeela mais ficava na casa era no seu quarto, eu estava ouvindo "Trevor Daniel - Falling". até que alguém bate na porta e já até imagino quem seja... 

- Dar pra abrir essa porta, filha? * pergunta do outro lado da porta*

- Claro mãe* digo indo abrir a porta*

- Eu e seu pai vamos sair* diz ela com um sorriso*

- Ele não é meu pai... * digo isso baixo* quer que eu vá com vc * fiquei com um pouco de esperança pra ouvir um sim*

- Nao, só vim avisar mesmo, * diz ela desfazendo o sorriso*

- Mais pensei... 

- Arrumar a casa, se eu chegar e não tiver nada limpo vc ja sabe em* diz ela virando as costas e saindo*

- Tchau... 

É assim que  minha mãe me trata que se eu fosse um nada,por que você teve que parte papai, sinto tanto sua falta, meu pai morreu me protegendo, pulou na frente de uma bala por mim...Queria ter morrido naquele dia no lugar do meu pai, meu pai era o único que me entendia, agora eu não tenho ele e mais ninguém... 

Naquele momento eu fechei a porta encostei minha costas na porta e escorreguei até o chão e fiz oq eu sempre faço chorar, fiquei a tarde toda no meu quarto minha cabeça tava quase explodindo de tanta dor que eu tava sentindo, levantei com um pouco de dificuldade por ter ficado no mesmo lugar por muito tempo,fui na minha gaveta e peguei uma foto do meu pai, estávamos brincando de pega-pega, aquela era a última foto da casa do meu pai as outras minha mãe queimo, falando que a dor iria sumir mais rápido se esquecessimo ele, beijei aquela foto e abracei ela com força e chorei ainda mais.

 - P-por que...você teve que ir Papai... * digo entre soluços*

•SN OFF•

°Autora-chan on°

A garota depois de um tempo levanta com outro olhar, ela limpa suas lágrimas e vai até a cozinha pega uma faca...

- Papai... Me perdoar. . . Acho que não vamos nos ver... 

A garota com a foto ainda em uma das mãos ela olha pra aquela com um certo amor.

- Aah...papai eu te amo tanto...eu só to fazendo isso pra mim livra dessa dor...voce sabe que essa dor não vai embora...ela não some...talvez se eu morre...eu não precise mais sofre...*diz a garota dando um beijo na foto e a colocando em com da pia, agora ela encarava a faca...*

Ela a proxima a faca do seu braço só que ela não conseguir... Ela começa a tremer e a chorar ainda mais, então ela pega a foto e a coloca no seu peito e passa a faca rapidamente no seu pescoço. 

°Autora-chan off °

•SN ON•

Eu acordo com um barulho de trovão bem alto, tava chovendo passo a mão no meu pescoço e vejo que só foi um sonho...

- Vocês voltaram pra mim atormentar foi... Pesadelos... * digo pra mim mesma*

Levanto e olho pela janela no meu quarto e vejo que já está de noite e que a chuva está muito forte. Volto a olhar a foto que estava em minha mão e fico a encarando...

 - Poderia ter sido eu naquela noite... 

Volto a olhar pena janela e vejo o que o parece ser um garoto alto e muito bonito, no meio daquela tempestade, fico encarando por alguns segundos até que ele some, em um pisca de olhos...

- Só posso ta vendo coisas... 

Vejo minha mae chegar, e vou abrir a porta. Ela estava bebeda igualmente meu padrasto... Odeio isso

- Mãe você está bêbeda de novo... Deixa eu te ajuda... 

- Não preciso da sua ajuda... Meu amor pode me ajudar, não mesmo meu amor* diz ela olhando pro meu padrasto*

- Claro meu amor... Vamos pro nosso quarto* diz ela fazendo uma carade safado*

- Vamos... * diz ela beijando ele*

Eu estava quase me retirando dali até que eu sou impedida. 

- Pra onde vc ta indo sua inútil...?* pergunta minha mãe*

- Eu so quero ir pro meu quarto sera que eu posso? * digo olhando nos olhos delas querendo chorar*

- Só isso que você sabe fazer, ficar naquele quarto chorando, você é uma inútil mesmo viu, por que você não morre igual seu pai, vai ser um peso a menos pra mim... * diz ela seria*

Quando ela disse aquilo, não aguentei mais ficar naquele lugar e sair dali correndo e chorando pra fora de casa. 

"Por que você é tão inútil?"

- Eu queria ajudar... 

"Você só sabe chorar"

- Eu...Eu só queria... Um abraço seu...mãe

"Por que você não morre igual seu pai"

- Eu queria ter morrido... Não quero viver... Eu não aguento mais... 

As palavras dela se repetia na minha cabeça... Continuo correndo sem um direção, eu não sei pra onde eu estou indo... Só sei que eu tava correndo em um asfalto sem fim é a chuva só piorava, olho pra trás é vejo a cidade bem longe... Caiu no chao por não aguentar mais, estava fraca não tinha comido nada hj... 

- Droga, por que vc tem que ser tão inútil sn... * digo isso sentada no asfalto chorando muito* Quem vai reparar minha lágrimas nessa chuva... Quem vai notar em mim... Oq é isso?

Eu encontro o que parecia ser um coração Negro. 

- Parece meu coração...* eu do um sorriso fraco, e decido colocar esse colar* 

Levanto e começo a andar, tava vindo um caminhão em minha diracao queria deixar ele passar por cima de mim, mais eu sair da frente e pulei no meio de uma floresta, começo a andar essa Floresta a dentro e caio no chão por conta da fraqueza. . . Até que eu vejo um garoto. . . 

- O que uma garota como você faz aqui? 

Desmaio 

•SN OFF•





Continua.... 







Notas Finais


Iai oq vcs acharam desse fanfic? Querem continuação?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...