1. Spirit Fanfics >
  2. Eu e Meu Capitão >
  3. A briga

História Eu e Meu Capitão - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Oi amorees... olha eu aqui de novo, prometendo postar os capítulos com mais frequência e só volto a publicar depois de 2 meses. Eu não sei nem como vou me desculpar e o quão culpada eu me sinto por ter feito isso com vocês, mas eu tive um bloqueio criativo fudido nesse tempo e não tava conseguindo pensar em nada. Mas hoje eu consegui inspiração escrevi esse capítulo! Eu peço desculpas do fundo do meu coração e eu vou tentar não repetir isso de novo. Fiquem com o capítulo novo, eu amo vocês ❤

Capítulo 15 - A briga


Fanfic / Fanfiction Eu e Meu Capitão - Capítulo 15 - A briga

N Narrando:
Acordei no dia seguinte sentindo o outro lado da cama vazio. Quando abri os olhos lembrei de como foi a nossa noite ontem, cada toque, cada beijo e o amor que compartilhamos um com o outro. Olhei o relógio e já eram 09:30, então peguei uma camisa do Mako e desci para a sala. Encontrei o Mako na cozinha virado para o fogão e senti um cheiro muito bom saindo de lá.. cheguei por trás dele e o abracei encostando a cabeça nas suas costas
-Mako: bom dia meu amor, como você tá?
-(N): bom dia amor :) eu tô bem mas e você? (ele se virou e apoiou as duas mãos na minha cintura)
-Mako: nunca estive melhor (sorriu e começou q distribuir beijinhos no meu rosto) você está bem mesmo? Não se arrependeu de nada... nadinha? (ele procurava alguma pontada de arrependimento em meu rosto e claro, não achou nada)
-(N): (peguei sua mão que estava acariciando meu rosto) você acha que eu me arrependeria de ter passado a melhor noite da minha vida com a pessoa que eu mais amo no mundo? Claro que não :) (Fiquei na ponta dos pés e juntei nossos lábios e depois o abracei e ficamos assim grudados o resto do dia)

{Manhã seguinte}
Depois que passei a tarde de ontem na casa do Mako fui para casa e me aprontei para dormir. Estava mexendo no celular até que recebi uma mensagem do Rin...
MENSAGEM ON:
-Rin: oii N! Como vc tá?

-(N): oii Rin, nossa faz tempo que não recebo mensagem sua haha! Eu to ótima e você?

-Rin: ah sabe como é né, agora que tô falando com a minha melhor amiga tá tudo muito melhor hehe

-(N): bobo :)

-Rin: haha... enfim, não era sobre isso que eu queria falar

-(N): quer me falar o que então? Já me deixou curiosa

-Rin: não é nada demais relaxa haha. Eu só queria saber se você não topa ir no shopping comigo amanhã a tarde, sabe, só pra gente botar a conversa em dia...

-(N): claro Rin! Também tava com saudade de passar um tempo com meu melhor amigo :)

-Rin: aaaa que bom que aceitou! Eu te pego aí amanhã às 17:00 então,  pode ser?

-(N): clarooo! Até amanhã então :)

-Rin: Até :)
MENSAGEM OFF
Acordei cedo e me levantei para tomar café, já pensando em como seria meu passeio com o Rin. Como o Mako não me deu sinal de vida, fiquei de preguiça o dia todo, imaginei que ele tivesse ocupado cuidando dos irmãos então resolvi não incomodar. Às 15:30 subi para meu quarto e comecei a me arrumar, tomei um banho e sequei meu cabelo. Passei uma maquiagem bem leve no rosto, e peguei minha aliança na pia e a coloquei no dedo. Acabei optando por uma calça jeans e uma blusinha preta bem confortável, combinando com minha sandália nova que comprei um tempinho atrás. Às 17:00 em ponto o Rin apareceu em casa, peguei minha bolsa e desci
-Rin: oi baixinha, nossa, caprichou hoje hein hahaha!
-(N): hahahaha idiota, estou normal. E você não pode falar nada, olha só que estilo!
-Rin: hahaha ai N cala a boca vai e vem me dar um abraço (ele abre os braços e me aconchego em seu abraço)
-(N): vamos então? (cruzei meu braço com o dele e saímos)

Makoto Narrando:
Hoje eu acabei ficando o dia todo ocupado, tive que ajudar meus pais com os móveis novos que comprarmos uns meses atrás e não consegui falar com a N. Só espero que ela não tenha ficado brava ou preocupada comigo haha... pra compensar resolvi ir ao shopping comprar um buquê de flores pra ela, então troquei de roupa e saí. Só que para minha surpresa, assim que entrei no shopping vi a N na entrada do cinema. Quis fazer uma brincadeira com ela, mas quando eu vi ela estava com o... RIN???? O que esse cara estava fazendo com a MINHA namorada???? E porque os dois estão sozinhos? Uma onda de raiva e tristeza passou pelo meu corpo, não acredito que ela está saindo com ele... depois de tudo que a gente fez. Eu tentei ir falar com ela, mas antes que eu desse qualquer passo eu o vi se ajoelhando na frente dela e entregando um anel.... aquilo foi demais, a partir de hoje acabou. Fui para casa com os olhos cheios de lágrimas e me tranquei no quarto,  sem querer falar com ninguém...

N Narrando:
Assim que chegamos, fomos direto ao cinema porque estava passando um filme que nós dois queríamos muito assistir. Enquanto a gente tava na fila pra comprar os ingressos, eu estava distraída brincando com a aliança no meu dedo e ela acabou caindo no chão.
-Rin: opa! Pode deixar que eu pego (ele então se abaixou e ficou de joelhos na minha frente)
-(N): obrigada Rin, mas levanta logo se não vão achar que você está me pedindo em namoro haha
-Rin: uma pena que não é verdade ;( (dei um tapa em seu braço) Ai! Eu tava brincando haha, nossa seus tapas doem não me lembrava disso hahaha
-(N): hahaha desculpa
Eu não sei o porquê mas eu senti que tinha alguém nos observando... olhei pros cantos do shopping mas não achei ninguém... estranho. Deve ter sido só impressão :) Bom, depois que compramos os ingressos fomos pegar pipoca e refri. A gente assistiu o filme e ele foi incrível! Depois a gente deu umas voltas nos shopping e ficamos conversando basntante. Quano olhei no meu celular já eram 20:00 e resolvi ir embora.
-(N): Rin eu já vou indo ok? Quero dar uma passadinha na casa do Mako antes de ir pra casa, pra ver se ta tudo bem com ele :)
-Rin: tudo bem baixinha, mas não quer que eu te acompanhe?
-(N): não precisa :) mas sério, obrigada por hoje, eu realmente precisava fazer isso de novo (o abracei)
-Rin: eu que agradeço pequena! Volta com cuidado viu? (deu um beijo na minha bochecha)
-(N): pode deixar :) Tchau Rin! (dei as costas e fui embora)
No caminho pra casa do Mako fiquei pensando o motivo de ele não ter me falado nada, o porquê de ele ter dado essa sumida. Só espero que não tenha sido nada demais. Quando cheguei em frente a casa dele e quem atendeu foi sua mãe
-Sra. Tachibana: oi N querida! Como você está?
-(N): olá Senhora Tachibana! Eu estou bem e você? Ahn... o Makoto está? :)
-Sra. Tachibana: ah imaginei que veio vê-lo... mas olha querida, ele voltou de casa com uma cara fechada e se trancou no quarto. Ele diz que não quer falar com ninguém... você sabe se aconteceu alguma coisa?
-(N): (um calafrio percorreu minha espinha) nossa... eu realmente não sei de nada Sra. Tachibana. Me desculpe
-Sra. Tachibana: não há problema querida. Que tal você subir pra tentar conversar com ele? Quem sabe ele te escuta :)
-(N): claro, com licença. (ela abriu passagem pra que eu entrasse e subi as escadas dando de cara com a porta de seu quarto fechada. A abri lentamente e estava tudo escuro e ele estava deitado na cama, de costas pra mim)
-Makoto: eu já falei que não quero falar com ninguém mãe! (ele disse num tom seco e se virou) N??? Ah é você... o que está fazendo aqui?
-(N): (abri um sorriso) Amor que bom que está acordado. Fiquei preocupada porque você não me mandou mensagem nem nada... (fui em sua direção  lhe dar um abraço, mas o mesmo se desviou) Mako o que é isso? Porque está desviando?
-Mako: não quero falar com você (ele falava seco e não olhava para meu rosto em momento algum)
-(N): Makoto o que deu em você? Você nunca me tratou desse jeito o que tá acontecendo?
-Makoto: e ainda se faz de desentendida? Me poupe dos seus teatrinhos N, você sabe muito bem do que estou falando (sorriu cínico e aumentou seu tom de voz)
-(N): (aquela atitude me irritou) olha me desculpa mas eu realmente não faço ideia do que você está falando...
-Makoto: você acha que eu não perceberia?
-(N): perceberia o que???
-Makoto: para de fingir que não sabe N! Isso está me tirando do sério
-(N): eu pararia se eu soubesse coisa que NÃO está acontecendo no momento! O que você não perceberia???? (ambos aumentaram o tom de voz, estávamos quase gritando)
-Makoto: que você saiu com o Rin hoje à tarde e nem sequer me avisou!!!!
-(N): (por um momento tudo pareceu parar ao meu redor. Eu não acreditava no que estava acontecendo na minha frente) eu não acredito. Makoto você está assim comigo por causa de ciúmes do RIN??? 

-Makoto: se você chama isso de ciúmes então porque ele fez ISSO na frente do cinema??? (ele pegou seu celular e me mostrou uma foto que havia tirado minha e do Rin no cinema justo no momento em que ele pegou minha aliança no chão) Você pensa que me engana N? Eu sei muito bem o que ele fez nessa foto e que você aceitou o pedido
-(N): Makoto você tem algum tipo de problema na cabeça??? A aliança que está na mão dele é a MESMA que VOCÊ me deu no MEU aniversário. Esses seus ciúmes consegue te deixar tão cego a ponto de achar que estou te traindo com o Rin?
-Makoto: faça-me rir N eu sei que o Rin sempre foi apaixonado por você, dá pra ver pelo jeito que ele te olha
-(N): (suspiro) olha Makoto eu realmente não quero brigar com você, mas as coisas ficarão bem complicadas se continuar assim
-Makoto: admite logo N. Você também sempre teve uma quedinha nele vai! Você só está me usando pra fazer ciúmes nele, pra depois sair correndo pros braços daquele babaca e me deixar aqui sozinho!
-(N): (aquilo foi a gota d'água) COMO É? VOCÊ AINDA TEM CORAGEM  DIZER ISSO NA MINHA FRENTE? Tudo bem eu admito, o Rin SEMPRE foi completamente apaixonado por mim mas eu o rejeitei e sabe porque? (minha voz estava embargada por conta das lágrimas que se acumularam nos meus olhos) sabe porque?? Porque eu estava e sempre fui apaixonada por VOCÊ! Eu passei minha melhor noite ontem com VOCÊ! Eu me ENTREGUEI a você e te dei todo o meu amor e carinho! Mas pelo visto você ja esqueceu de tudo não é mesmo? (lágrimas já começavam a escorrer no meu rosto)
-Makoto: (ele ficou um bom tempo em silêncio e pude ver uma lágrima escorrer em seu rosto) me desculpe N. Mas eu só acredito no que eu vejo. E pelo que eu vi mais cedo, está tudo bem claro. (ele disse em um tom muito baixo)
-(N): (eu apenas fiquei em silêncio e o encarando. Era isso mesmo que ele iria fazer??) tudo bem Makoto. Já que é assim... eu acho que nenhuma memória nossa valeu a pena pra você. E acho que perdi a vontade de construir novas memórias com você. Quem sabe algum dia você vá me entender e compreender que tudo que eu disse aqui não passa da mais pura verdade? Mas por agora, você é infantil demais pra enxegar isso (retirei a aliança do meu dedo e a deixei do seu lado na cama) Adeus Makoto (virei as costas e fui andando lentamente, ainda esperando que ele se arrependesse, mas nada  aconteceu. Dei uma última olhada pra trás e fui embora)
Depois que saí da casa do Mako, corri em direção à minha que não era longe, abri a porta, joguei meus sapatos e bolsa em algum canto e subi para meu quarto. Ao chegar, fechei a porta e deixei a tristeza me consumir por completo e a única coisa que eu sentia naquele momento eram as lágrimas escorrendo pelo meu rosto e uma dor no peito que com certeza não passaria tão rápido. Eu só queria chorar, chorar e chorar, as lembranças que tive com ele vinham à minha cabeça o tempo todo e aquilo me entristecia ainda mais.
Após mais ou menos 2 horas em que fiquei sentada no chão com a cabeça entre as pernas, me levantei e fui tomar um banho pra relaxar os nervos. Debaixo d'água aproveitei e deixei o resto de lágrimas que tinham em meu corpo caírem. Saí do chuveiro e coloquei meu pijama, deitei em minha cama e adormeci. Era isso. Nossa história tinha acabado ali. Foi bom enquanto durou. Mas agora eu tinha que seguir minha vida sozinha, sem ele e ele sem mim...

Continua...


Notas Finais


Confesso que me doeu bastante escrever essa briga kk mas ta ai.
Me desculpem mais uma vez pelo sumiço, mas espero que tenham gostado. E podem ficar tranquilos, eles não vão ficar assim :)
Um beijo no coração de cada um amp vocês demais, até o próximo capítulo! ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...