História Eu e você na saída! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Chanyeol, D.O
Tags Chansoo
Visualizações 112
Palavras 998
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Único


Desde o começo das aulas, Kyungsoo vinha reparando nas coisas ao seu redor. Não tinha muito amigos, muito menos gostava de interagir com a sua turma, porém algo, ou melhor , alguém havia prendido sua atenção.


E talvez, não da melhor forma possível.


Park Chanyeol era o garoto que ocupava sua mente. Esse, além de viver o encarando, fazia questão de cochichar algo no ouvido de seu amigo moreno sempre que o via em algum lugar. Aquele poste não tinha nem a decência de disfarçar, estava sempre o encarando rindo e cochichando algo, que obviamente era sobre si.


Como de costume, Kyungsoo chegou um pouco mais cedo que o normal, andou calmamente até sua sala e sentou em seu lugar de costume , bem afastando dos outros alunos. O tempo passou e só então o garoto se ligou que naquele dia da semana, quarta-feira, sua  turma não tinha aula no primeiro tempo.


Até pensou em dormir um pouco mas logo desistiu ao lembrar da maldita porta que ao ser aberta podia ser ouvida do outro corredor. 


E falando da maldita...


Ao ouvir o gritos de socorro da porta, Kyungsoo rapidamente a olhou, querendo saber quem já havia chego.


Para o seu azar, era ninguém mais , ninguém menos que Park Chanyeol.


Esse, assim que entrou, desejou um baixíssimo "bom dia" que talvez nem o próprio tivesse ouvido e se sentou em uma das carteiras. 


Vendo que não havia muita coisa para fazer, Soo abaixou sua cabeça, apoiando-a em seu braço. Qualquer um que o visse acharia que estava dormindo pela forma calma e quase imóvel que estava. Porém o que ninguém sabia era que ele  além de estar acordada, sabia que o Park o encarava durante aquele tempo todo.


Aquilo havia o deixado mais irritado que o normal, sem pensar suas vezes , o menor entre os dois se levantou e caminhou pesadamente até o mais alto, o assustando.


— Eu e você, na saída! — Disse ao chegar perto do outro que o olhava assustado e confuso. Chanyeol apenas concordou acenando com a cabeça e saiu correndo da sala em seguida.


O mais alto só apareceu novamente na sala quando o segundo tempo começou e com Jongin ao seu lado, Chanyeol não ousou encarar o menor durante o restante da manhã.


Se Kyungsoo soubesse que chamar o outro para uma briga fosse o fazer parar de encará lo de uma forma estranha, teria feito isso antes.


O período de aulas seguiu mais tranquilo que o normal, Jongin apenas ria as vezes da cara de seu amigo  enquanto este apenas olhava para o seu caderno nervosamente. Kyungsoo já estava quase desistindo da idéia, deixar o outro daquele jeito parecia ser castigo suficiente.


O alarme que anunciava a pausa para o intervalo tocou, Chanyeol praticamente saiu correndo da sala, deixando seu amigo para trás e seus colegas de classe confusos.


Kyungsoo continuou no mesmo lugar , não queria  enfrentar todo aquele tumulto nos corredores e principalmente na lanchonete ,sua mãe, sabendo disso, sempre deixava um lanche preparado para o filho. Soo comia seu sanduíche tranquilamente e sozinho, era raro ter alguém na sala sem ser ele. Assim que terminou seu lanche ,se levantou para jogar o papel em que seu delicioso sanduíche estava enrolado, andou preguiçosamente até a lixeira e jogou seu lixo ali, ao se virar acabou esperando em alguém.


— Desculpa, eu não te vi! Me desculpa! — Pediu desesperado.


— Tudo bem! — Kyungsoo nem olhou para ver quem era, apenas voltou para seu lugar , ao se sentar , olhou para frente e percebeu que quem havia esbarrado em si era a mesma pessoa que o encarava agora. Chanyeol ao perceber que Kyungsoo também o encarava, virou-se para frente quase que imediatamente.


E novamente as aulas seguiram tranquilas até o término das mesmas.




Novamente o sinal tocou mas agora anunciando o término das aulas.


Como sempre fazia, Kyungsoo esperou que todos saíssem da sala, Chanyeol havia feito o mesmo.


"Vai dar tudo certo, boa sorte!" Jongin havia dito para o amigo antes de sair e deixar o outro sozinho na sala com Kyungsoo.


Depois que todos saíram, Chanyeol foi até onde Kyungsoo estava parado e mesmo muito nervoso e sem jeito lhe perguntou :


— Aqui ou lá fora ? 


Sua respira foi um simples lá "lá fora".


Os dois saíram sem dizer nada, nem pareciam que iam brigar.


Chanyeol só conseguia lembrar das palavras de seu amigo :


"Apenas o jogue na parede , assim não terá como fugir!"


Ao chegar no lado de fora Kyungsoo parou no mesmo lugar que sempre esperar sua mãe, retirou sua mochila e a colocou no chão, estava pronta para falar algo mas Chanyeol foi mais rápido, o jogando na parede e...


O beijando?


Por que aquele garoto estava o beijando se claramente havia o chamado para brigar?


Um simples encostar de lábios havia deixado o mais baixo totalmente sem jeito. Estava vermelho de vergonha, não sabia o que fazer.


—P-po-por que você me... me beijou? — Perguntou confuso.


— Não era isso que você queria ? — Perguntou confuso e um pouco menos nervoso.


—Não. Eu... — Kyungsoo não sabia o que dizer.


— Então para que me chamou?


— Eu apenas queria te bater por ficar me encarando o tempo todo... — Respondeu envergonhado.


— Desculpa, eu não sabia que você percebia... — Respondeu sem graça e passando a mão pela cabeça em sinal de nervosismo.


— Por que faz isso ? — Perguntou baixinho, estavam próximos o suficiente para que o outro pudesse ouvir .


— É que... eu acho você muito fofo. — Sorriu ao dizer.


Os dois se encaram por mais um tempo, Chanyeol iria o beijar novamente caso a mãe de Kyungsoo não tivesse chego e buzinado.


— Eu e você amanhã de novo? — Chanyeol perguntou sorrindo para o mesmo.


Kyungsoo apenas se desprendeu rapidamente do maior e pegou sua mochila, se preparou para correr mas ao olhar novamente para o outro, desistiu, respondendo um simples "uhum" com direito a um beijo em sua bochecha.







Um te pego na saída, pode não significar a mesma coisa para outras pessoas.


E foi graças a esse erro de interpretação, que Kyungsoo deu seu primeiro beijo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...