1. Spirit Fanfics >
  2. Eu, ela e eles >
  3. Declarações?

História Eu, ela e eles - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Volteiii, tem mais 3 hoje💕

Capítulo 15 - Declarações?


Fanfic / Fanfiction Eu, ela e eles - Capítulo 15 - Declarações?

Cimtinuamos nossa brincadeira até umas 16:00 e nossos pais entraram nela também, foi divertido as pessoas adoraram tanto que várias fizeram o mesmo, eu e o pessoal ficamos na praia nossos pais foram pro hotel porque iriam jantar fora e eu e meus amigos também só que seria mais tarde, então agora estamos aqui esperando o pôr do sol

- aah eu estou morta de cansada -- Letícia disse sentando na canga que estava na areia

- ai, eu também, tô toda dolorida -- Lya disse fazendo cara de dor e tocando nas costas

- eu sei disse porque eu também tô -- Luis disse rindo

- ei que tal fazermos uma caminhada até o pôr do sol? -- mau deu a ideia, nosso plano estava entrando em ação

O plano era tentar deixar a Lya e o Luís sozinhos por isso iamos nos dividir em duplas

-que tal fazermos assim, vamos em duplas pra se conhecer melhor sabe -- eu disse dessa vez e vi Lya sorrir e Luis também

- quais serão as duplas? -- teresa pergunta aflita

-bom pode ser, Maurício e Tainá, Mario e Letícia, teresa e gustavo, Lya e Luis e eu e Miguel-- todos se olharam sorrindo e aceitaram

- amiga, vem aqui-- Lya me chama longe do pessoal

- que foi?

- isso é plano seu né? -- disse desconfiada

- aff, esqueci que você me conhece muito bem

- sim amada, mais obrigada, eu adorei -- ela disse sorrindo

- sério?

- sim, bom vamos indo

- claro

- vamos então? -- mau disse

- claro, cada um vai pra um lado--eu disse apontando

-ok --disseram em coro

Fomos seguindo caminhada, eu mais Miguel e o spike claro fomos andando

Permanecemos em silêncio e o spike caminhava ao nosso lado

- então, é...porque depois não vamos comprar uma coleira pro spike? -- Miguel disse meio nervoso

- adoraria, vamos no meu carro --eu disse animada e ele riu

- claro -- rimos

- ei, será que posso te chamar de algum apelido? -- eu disse curiosa, afinal eu tava sentindo algo por ele

- claro, mais qual? eu não tenho.. -- disse pensativo

- posso chamar você de mi? -- eu disse envergonhada

-adorei, é fácil, pequeno e fofo -- ele disse olhando pra baixo

- é mesmo -- eu disse sem graça

-olha lá, que lindo -- eu apontei pro sol que começava a se pôr

-verdade, é muito bonito-- ele disse sentando na areia enquanto admirava o sol, e eu sentei ao seu lado

Ficamos admirando o sol e brincando com o spike mais em silêncio

-ei, você acha que o Luis e a Lya podem dar certo -- ele disse pensativo quebrando o silêncio

-bom...se eu acho? Eu tenho certeza que sim, nós nos conhecemos desde qie nascemos e eles sempre foram muito unidos, afinal ele gosta dele e é recíproco, eu acredito que quando a reciprocidade tudo dá certo, porque os 2 fazem valer a pena juntos -- eu disse sorrindo e Miguel me olhava sorrindo

- eu concordo com você, você é muito inteligente -- ele disse olhando a água

-obrigada, digo o mesmo de você-- eu disse olhando pra ele

- que nada, não sou tanto assim -- ele disse rindo

- ah você é sim, você é gentil, fofo, alegre e sempre encanta todos com sua esperteza e com seu sorriso, além de ser muito intleigente, eu lembro de quando você ajudava os meninos a estudar pra prova e eles sempre se davam bem, você é sim muito inteligente mi -- eu disse sorrindo

- ah eu lembro mesmo, sinto saudades daquela época, obrigada Mari -- disse sorrindo

- denada, eu também sinto saudades, ainda mais de poder brincar, bagunçar e não ter tantas responsabilidades --eu disse pensativa

- é, verdade -- disse pensativo

- uhum

- Mari-- disse me olhando

- oi

- você gosta de alguém? -- nessa hora meu coração acelerou, eu não podia dizer pra ele que eu tô sentindo algo justamente por ele, até porque ainda estou meio confusa

- eu? n-n-não, porque? --eu disse meio que gaguejando e ele riu

- por nada, só curiosidade -- ele disse sorrindo

- mais, e você? Gosta de alguém? --eu disse curiosa

- eu? Bom, eu acho que eu não só gosto como eu estou me apaixonando de verdade por uma pessoa -- disse sorrindo e meu coração gelou

- ah sim --eu disse meio cabisbaixa, não seu por que, aaaah esse garoto ta me endoidando

- em falar em gostar,você ainda senti algo pela tonia? -- eu disse curiosa

A tonia era a namorada dele que eu já mencionei, ela era linda, era daqui da europa mesmo ela ajudava ele na oficina com os meninos ela entendia bastante do assunto, ela morava em frente a casa dele e então eu sempre via ele indo pra casa dela ou ela indo pra dele, isso me incomodava, mais como eu disse eu aprendi a esquecer isso

- ah tonia? Bom, a tonia foi uma garota que eu gostei de verdade, mais depois que terminamos por mais que eu tenha sofrido, eu aprendi que quando se existi amor as pessoas não vão simplesmente embora como ela fez, além de que ela me traia -- disse meio triste

- ela te traia? eu não sabia sinto muito -- eu disse tentando ajudar, afinal a tonta aqui que começou isso

- não tem problema eu já me acostumei com isso

- respondendo sua pergunta novamente, eu tô sim gostando de alguém e como você também disse eu to me apaixonando de verdade por essa pessoa -- eu disse sorrindo

- sério? Nossa que bom, fico feliz por você!, mais quem é essa pessoa -- ele disse curioso

- essa pessoa ela é incrível, e por mais que temha sofrido por um tempo não deixou de ser gentil, fofa, educada e aacima de tudo, sincera, ela só não está aqui no hotel como ela também está nesse exato momento sentada ao meu lado numa praia falando sobre a vida -- nessa hora ele arregalou os olhos e sorriu

- bom, a pessoa que eu gosto é maravilhosa, eu já gostava dela a anos mais eu nunca tive coragem de dizer o que sinto, mais atualmente ela tem me deixado cada vez mais apaixonado pelo seu sorriso, carisma, elegância, atitude, olhar e eu só sei que a amo profundente e nunca quero deixar ela, ela é uma garota linda e tem uma personalidade divina, ela está numa praia em cabourg sentado ao meu lado sorrindo ao me ver falar dela porque ela já sabe que é ela -- eu ri do final e depois sorri

- que lindo --eu disse olhando pra ele

- eu sei, obrigada --ele disse debochando

- debochado -- eu disse empurrando ele

- linda -- ele disse e eu olhei surpresa

-ah qual foi? Tu já sabe que eu gosto de você e você gosta de mim -- disse tocando na ponta do meu nariz e eu dei risada

É, acho que amar não é uma escolha, mais sim uma surpresa



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...