História Eu em Supernatural - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Abaddon, Amara, Balthazar, Bobby Singer, Castiel, Chuck Shurley, Crowley, Dean Winchester, Gabriel, Lúcifer, Miguel, Personagens Originais, Rowena MacLeod, Sam Winchester
Tags Dean, Sam, Supernatural, Winchesters
Visualizações 33
Palavras 1.358
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi meus amores, como vocês estão ? Espero que bem

LOOKS DOS PERSONAGENS

Júlia-https://pin.it/pzicofo46ajwso

Izabela-https://pin.it/75bizy36az4jsd

Nayla-https://pin.it/ca4zkbmlvvsozb

Sam e Dean-https://pin.it/ctfw5pj6nye46s

Boa leitura ❤

Capítulo 26 - Vibrar é um poder muito poderoso


                                                P.V  DE  JÚLIA 

Nayla levou eu e a Iza para a biblioteca e deixou os rapazes de fora, eu pudi ouvi o Dean resmungando por não participar da reunião 

Júlia- por que não deixou eles entrarem ?- perguntei  apontando para a porta 

Nayla- Por que eu só preciso de duas coisas e também homens fazem muito barulho - falou chegando perto de min e da Izabela que estava do meu lado 

Júlia- Do quê precisa  ? -perguntei confusa 

Nayla- Do viajante dimensional - falou apontando para min - e de um anjo- falou pegando a mão dela e a furo com uma agulha 

Izabela- Au..- falou reclamando da dor 

Nayla- Isso deve servi - falou analisando o sangue na ponta da agulha 

Izabela- Por que fez isso ? 

Nayla- se o meu plano der certo vou precisar de sangue de anjo caido para abri o portal - falou guardando a agulha em um frasco 

Júlia- beleza, e agora ?

Nayla- agora preciso que você faça uma coisa - falou sentando na mesa da biblioteca 

Júlia- O quê ?

Nayla- Você vai vibrar e achar a placa dos anjos 

Júlia- Vibrar ? - Perguntou não reconhecedo a palavra 

Nayla-  Isso que você faz quando tem visões se chama vibrar, É ver através do espaço e tempo 

Júlia- ok , a Izabela tava me ensinando a controlar essas...- parei pensando na palavra certa 

Nayla- Vibrações 

Júlia- isso...mas eu ainda não sou muito boa e não sei se consigo achar a placa 

Nayla- Júlia, vibrar é um poder muito poderoso e você até pode ver através de outras dimensões se quiser, então achar um placa que emiti um poder imeso e que está nessa dimensão não vai ser um problema 

Júlia- tudo bem, eu vou tentar - falei me sentando na cadeira perto da mesa e iza ficou do meu lado 

Izabela- Por que precisa da placa ?

Nayla-Os anjos tem uma lei de nunca poder viajar por dimensões mas tem um feitiço de viajem dimensional na placa  

Izabela-  mas é preciso de alguém para traduzir e o pelo que eu sei não tem nenhum profeta para fazer isso 

Júlia- eu posso fazer isso - falei isso e Izabela me olhou confusa - Eu não te contei Iza mas eu consigo traduzi a placa 

Izabela- Como ? 

Júlia- eu não sei eu só consigo 

Nayla- Isso não importa agora, o que importa é você localizar a placa 

Júlia- ok- respirei fundo fechei os  olhos e concentrei meus pensamentos na placa 

Derrepente eu estou em um salão subterrâneo em Boide um cidade na Califórnia, olho ao redor e reparo no centro do salão uma caixa ernome e em cima dela está a placa 

Júlia- Eu achei - falei sozinha mas sabia que Iza e Nayla podiam me ouvir 

Nayla - ótimo- falou animada 

Izabela- onde você está ?

Júlia-  em um salão subterrâneo em Bodei na Califórnia 

Nayla- está vendo mais alguma coisa ?

Júlia- nada de mais - falei olhando a caixa- só  o salão vazio e uma caixa grande no meio junto com a placa 

Nayla- ok já pode voltar - ela falou eu tirei os meus pensamentos da placa e logo esta de volta a biblioteca 

Izabela- Você conseguiu se concentrar bem mais rapida dessa vez- falou sorrindo colocando a mão no meu ombro 

Júlia- valeu Iza - falei sorrindo 

Nayla- bom...como a gente acabou de voltar de uma viagem vamos sair para buscar a placa depois de amanhã 

Júlia- ok 

Izabela- eu vou avisar para os rapazes o que descobrimos- falou saindo da biblioteca 

Júlia- Nayla você disse que conseguia ver a travez de dimensões 

Nayla- sim e o que tem ?

Júlia- isso quer dizer que eu posso ver meus pais ?

Nayla- sim - ela folou e eu me animo com a notícia- Você quer vê eles ?

Júlia - sim muito 

Nayla- ok então, você vai precisar de muito mais concentração 

Júlia- beleza- falei e fechei os olhos 

Nayla - concentre todos seus pensamentos nos seus pais 

Ela disse e eu fiz e do nada estou no salão onde tudo começou no salão da minha festa oq ue era estranho pois isso havia acontecido a 5 semanas, olho para a mesa central e vejo minha mãe guardando os pratos e o meu pai chega ao lado dela 

Mãe- oi amor - falou dando um selinho nele e eu sorri ao ver a cena 

Pai- oi - acariciando as costas dela

Mãe- Você viu a Júlia ? - falou colocando o último prato dentro de uma caixa de papelão 

Pai- Não, quando foi a última vez que a viu ?

Mãe- vi ela a uns 5 minutos mas queria que ela tirasse a última foto no final da festa - quando ela falou 5 minutos me assustei afinal eu estava fora faz 5 semanas 

Pai- ela deve está com as amigas por aí, o aniversário é dela meu amor então não vamos ficar enchendo o saco dela para ela tirar foto 

Mãe- É você tá certo 

Pai- eu sempre tô- falou deu mais um selinho nela, adoro ver esse jeito apaiconado deles mas me descomcentro e volto a estar na sala e deixo uma lágrima cair 

Nayla-o que houve ?

Júlia- nada - falei enxugando a lágrima- por que para meus pais eu só fiquei fora 5 minutos sendo que eu passei 5 semanas fora ?

Nayla- bom...deve ser por causa que cada dimensão o tempo passa diferente 

Júlia- Entendi - falei triste 

                            P . V  DE  DEAN

Estava eu, Castiel e Sam na sala nervosos por não está participando da conversa das meninas até que a porta da biblioteca abre e vejo Izabela saindo 

Dean- até que fim a reunião das mulheres terminou- felei bravo 

Izabela- não enche Dean

Dean- Vocês pelo menos conseguiram alguma coisa ?

Izabela- sim, para fazer o feitiço precisamos da placa dos anjos que esta em Boide e vamos lá depois de amanhã 

Dean - que bom pelo menos isso...cade a Júlia ?

Izabela- esta lá dentro junto com a Nayla

Depois que ela falou Júlia e Nayla aparecerão na porta saindo da biblioteca e Júlia parecia triste

Nayla- por hoje a gente já  conseguiu bastante coisa 

Castiel- Que bom

Sam - bom...A Iza fez uns sanduíches mais cedo para quando vocês chegarem, vamos comer? - falou indo para a cozinha junto com Castiel, Iza e Nayla assim ficando só eu e Júlia na sala 

Dean - não vai ir comer ? 

Júlia- Eu tô sem fome, eu vou para o meu quarto- falou indo e foi em direção ao próprio 

                          P. V   DE  JULIA 

Eu estou deitada da minha cama com a barriga para cima quase chorando até que escuto a porta do quarto se abrindo e quando olho vejo que é o Dean e ele está com uma bandeja com um sanduíche em cima 

Dean - oi - falou com um sorriso meigo 

Júlia- eu disse que não estou com fome - falei seca para não chorar e o sorriso meigo dele mudou para expressão de preocupado 

Dean- o quê houve, jú ?- falou deixando a bandeja em cima do criado mudo e sentou ao meu lado na cama 

Júlia-nada 

Dean- não mente para min - falei serio agradando a coxa dela 

Júlia-A Nayla me ajudou a usar minhas visões para ver meu pai e minha mãe 

Dean- mas então por que tá triste ?

Júlia-por que vê eles me fez senti muito mais saudade e outra coisa é que eles nem se quer notaram que eu sumi 

Dean- por que ? 

Júlia- para eles só estou sumida 5 minutos - falei chorando 

Dean- não fica assim, pelo menos eles  não estão preocupados com você 

Júlia- É- eu me levantei e a beijei  - quando eu ficava triste no meu mundo eu sempre via Supernatural para ver você e me animar e agoara você pode me animar pessoalmente 

Dean- Ainda bem - falou e eu dei mais um beijo nele

Júlia- vamos dividir esse sanduíche?

Dean - vamos mas a parte maior fica para min - ele falou e eu ri 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Foi isso obrigada por lerem o capítulo e até amanhã 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...