1. Spirit Fanfics >
  2. Eu enfrentaria o mundo por você >
  3. Happy birthday, little brother

História Eu enfrentaria o mundo por você - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Bom, sorry pelo sumiço e pela att curta, mas a aula ead ta ACABANDO comigo. Espero que gostem.

Beijos, boa leitura.

Capítulo 16 - Happy birthday, little brother


Pov Lu

Corria para que tudo ficasse pronto a tempo. Valerio e nosso pai haviam saído, não sei por quê, mas aproveitei esse tempo para preparar alguma coisa de aniversário para meu querido maninho, que completaria 19 anos em algumas horas. Comecei a ficar preocupada, paranoica e milhares de outras coisas, mas eu me acalmei ao receber uma mensagem dele. 

Maninho

Ei.. tá fazendo o que?

Tô fazendo nada kk

tá demorando tanto por quê?

Papai usou o pretexto de que queria conversar comigo, de homem pra homem, mas na verdade me arrastou para um prédio, e está agora falando com um corretor. Ele viu o anúncio na internet e está a fim de comprar pra abrir a  tal filial... Acho que ele não quer que você saiba, porque poderia achar que ele não liga para você.

Entendi

Faz sentido

Bom, trate de voltar logo..

Já estou com saudades

Você tá é mimada...

Dormindo comigo na mesma cama

Vou acabar mal acostumada.

Eu não me importo de pular a sacada toda noite.

Claro, para que papai um dia nos pegue

Te mande pro Chile

E eu nunca mais consiga te ver

Estamos indo embora. Chego em 15 minutos, maninha.

Não deixa o papai entrar no quarto com você

Invente que estou dormindo

Por que?

Lu?

Merda

O ignorei, indo conferir mais uma vez tudo, recebendo uma foto da entrada do hotel alguns minutos depois. Corri até o banheiro, retoquei meu batom vermelho e fiquei atrás de uma parede, esperando-o entrar. Ouvi-o se despedir do nosso pai na porta e a abrir.

- Lu? – murmurou, o som da porta fechando atrás dele.

- Finalmente. – murmurei, me revelando, vendo um sorriso brotar em seus lábios. Se tem uma coisa que eu sei que deixa Valerio maluco, essa coisa é lingerie. E, bom, talvez eu tenha passado na frente de uma loja de lingeries super linda alguns dias atrás, e tenha comprado algumas coisas especialmente para ele.

- Qual o motivo dessa recepção tão calorosa? – perguntou, tirando o casaco um pouco molhado de neve, ficando apenas de calça jeans e camisa.

- Vai reclamar? Porque se for, eu posso ir direto para o banheiro, colocar uma camisa velha e shorts de moletom.

Ele sorriu, me estendendo a mão.

- Você ainda assim estaria linda.

Sorri e o beijei, deixando que ele nos guiasse até a cama, onde caimos logo depois, seu corpo por cima do meu.

- Temos duas horas. -  murmurei, o virando na cama.

- Duas horas pra que? - perguntou, me fazendo revirar os olhos.

- Para de ser curioso, e aproveita. 

Me sentei em seu colo, puxando seu tronco para cima, onde ficamos nos beijando, minha cintura sendo esmagada por suas mãos. Bom, o que aconteceu depois, fica em off... mas saibam que a gente aproveitou muito essas duas horas.

---------------------------------------------------------------------

23:57

Valerio narrando

Batidas na porta fazem com que eu e Lu paremos de nos beijar. Ela levanta com um sorriso maroto na cara, coloca minha camisa, jogada na ponta da cama, e se levanta, sem se importar em estar nua da cintura para baixo. Ela abriu a porta, colocando apenas metade de si para fora, conversando com alguém. Logo eu ouvi a porta ser fechada, e Lu voltar, trazendo com sigo um carrinho de coisas, o que me fez sorrir.

- O que é tudo isso?

- Uma festa exclusiva, para você, aniversariante.

O sorriso se expandiu mais em meu rosto por ver que ela se preocupou em preparar algo para mim.. 

- Você realmente pensou nisso tudo?

- Val, é só comida kk

- Não, Lu.. eu sonho em passar meu aniversário assim contigo desde os 16. Valeu a pena esperar todo esse tempo, porque agora eu tenho você inteira para mim. 

Ela sorriu, os olhos cheios de lágrimas. Estendi meus braços e ela correu para mim, ficando ali por não sei quanto tempo. 

- Feliz Aniversário, amor. 

Ela nos separou apenas o suficiente para me beijar e eu sorri. 

- Melhor aniversário ever. - murmurei, acariciando seu rosto.

Ela riu, parecendo lembrar algo.

- Você gritou a mesma coisa para mim pelo telefone no seu aniversário de 18, no meio de uma balada, completamente bêbado. 

Eu ri. Sequer me lembro daquele dia direito, porque eu bebi para caralho com os meus amigos, mas eu sabia que tinha ligado para ela.

- É porque eu não sabia como era passar essa data nos seus braços. Agora eu sei.

Ela abriu um sorriso doce, angelical, e me beijou. Definitivamente, o melhor aniversário. 


Notas Finais


Ai gnt, desculpem pelo corte bem bosta da hot, mas é que eu n to mt no clima de escrever hot, mas queria postar logo a att pras coisas começarem a andar pra valer... vcs não fazem ideia do que espera vcs kakaka.. eu vou assustar mt gente, mas vocês vão entender a importância de tudo que vai acontecer..

Beijos, até!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...