História Eu escolhi você - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Hoseok, Imagine, J-hope, Romance
Visualizações 17
Palavras 1.097
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Policial, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá, boa leitura.

Capítulo 18 - Namsan Tower


Fanfic / Fanfiction Eu escolhi você - Capítulo 18 - Namsan Tower

Me separei de seu abraço e o encarei, ele continua lindo, não mudou nada, toquei seu rosto, seus cabelos. Olhei em seus olhos, tentando falar alguma coisa, mas era pronunciado.

-S/N!? _Sua voz estava fraca, sua pele sem aquele tom coradinho em suaa bochechas me cortavam o coração.

-Hoseok, como senti a sua falta. _Falei com a voz embargada pelo choro recém parado.

-O que você está fazendo aqui? _Ele parecia meio perdido.-Eu iria te encontrar daqui a algumas horas.

-Hobi..Bom, é que você sofreu um acidente.-Como vou contar que ele ficou 4 anos anos em coma!?-Quando você estava voltando.

-Disso eu lembro,mas por que você está aqui? E por que você falou para as enfermeiras que era minha médica sendo que você não terminou sua faculdade?

-Depois do seu acidente, você fi..._por um momento eu dei graças a Deus alguém me interromper por entrar na sala, mas logo após me arrependo por ver de quem se trata.

-O que voce está fazendo aqui, e por que expulsou as enfermeiras? _Noah pergunta com a voz um tanto altereda.

-Sou a médica do Hoseok. _A cor do homem muda drasticamente para um tom pálido.-E se me der licença, eu preciso cuidar do meu paciente.

-Você só pode estar brincando, quem falou pra você vir aqui pra cuidar do meu filho?

-Não te interessa, peço que o senhor se retire dessa sala imediatamente enquanto ainda me resta paciência. _Hoseok olhava tudo com um ar de ingenuidade.

-Você acha que é quem para falar assim? Presta atenção! Você não passa de uma garotinha mimada e irritante! Impossível negar que é filha da sua mãe.

-Lava a boca para falar da minha mãe! Graças a Deus eu puxei a ela e não a certas pessoas ignorantes que não tem caráter.

Vejo ele levantar a mão, fecho os olhos a espera dela atingir meu rosto mas não acontece. Jungkook segurava seu braço o olhando com fúria. Um olhar do  mais novo que nunca foi presenciado por mim.

-Você não a ouviu dizer para sair?

-Eu sou o pai dele não vou a lugar algum!

-Pode até ser mas aqui nesta área quem manda é o médico portanto se retire, ou será necessário chamar os seguranças?

Ele parece se endurecer com as palavras de Jungkook e logo em seguida se retira batendo os pés igualmente a uma criança birrenta que não conseguiu seu pirulito

-S/N Lee quer falar com você... _ele se aproxima e fala mais baixo_ - Deixe essa parte de contar oqe houve com ele para a psicologa, ela chegará logo.

-Ok. Volto logo Hoseok. _ele simplesmente concorda com a cabeça, se deitando na cama parecendo totalmente atordoado com tudo o que acabou de acontecer.

                  ~~~~~~~~~~

Café era a única coisa que estava me mantendo em pé hoje, já perdi a conta de quantas vez e a vim nessa sala hoje.

-Como foi a conversa com o Lee?

-Nem te conto Kook_ sento na cadeira desanimada. -Lee disse que vou ter que passar o caso do Hobi para outro doutor.

-Por que isso noona? _ele caminha calmamente até a máquina pegando um café americano.

-Por que retardado do Noah "exigiu", disse que não queria ter o filho dele entregue nas mãos de uma médica sem experiência. Arrgh que ódio dele.

-Que cara idiota. Mas uma coisa que eu não entendi.

-Hm?

-Quando eu cheguei na sala vocês pareciam discutir um assunto íntimo...

-Ah...o Noah ele... Era meu pai.

-Perai....... Você namorou com o seu irmão?!!

-Fala baixo Jungkook!

-Desculpa, me falaa.

-Claro que não. O Noah abandonou eu e minha mãe quando eu era criança, e veio a calhar dele casar com a vizinha da minha tia, mãe do Hobi.

-Então, ele é seu pai e padrasto do Hoseok?

-Exato.

-Ufa... Pensei que tinha cometido inses...

-Tu é doido!? Mas tenho uma favor para te pedir...

-Diga noona? Sabe que faço tudo pelo seu sorriso.

-Pode se responsabilizar pelo caso do Hobi? _ele suspira pesadamente, o que me entristece totalmente. - Por favor Kookzinho, você é o médico que mais confio e...

-Ei, S/N. Eu nao falei nada.

-Então?

-Eu aceito.


                      ~~~~~~~~~~


Horas, dias, semanas, meses se passaram até Hoseok sair totalmente de seu trauma. Eu até acompanhei o início de seu tratamento, mas quando a psicóloga contou o que houve ele pediu-me um tempo para colocar os pensamentos em ordem.

E eu o respeitei, mas confesso ter me magoado um pouco. Será que ele se esqueceu de mim? Será que sente o mesmo que eu? Incrível como a longo de 4 anos eu não consegui me envolver com cara algum. Minha tia sempre me arrumava encontros a cegas mas nunca deu certo, eu sempre dava uma para os caras terem uma impressão ruim de mim. Seokjin foi um grande amigo para mim. Quando estava com inicio de depressão ele fez de tudo para não me deixar cair em total vegetação, me alegrava somente com aquela sua risada de parabrisa enferrujado. Confesso ter saudades do meu amigo. Jiyoon, Yoongi e Taehyung me deram um super apoio também e por falar neles, nem devem saber que o amigo está vivo. Já Namjoon... Esse me ignorou totalmente desde o pedido de namoro do Hobi.

Mas o que mais me magoou hoje foi saber que Hobi recebeu alta e saiu do hospital sem nem se quer me dar um tchau.

Ligação

-Oi tia?

-Oi minha querida, pode dar um pulo em Seuol hoje?

-Hoje?

-Sim, é urgente. Preciso te contar uma coisa.

-Ok tia já acabei meu plantão.

-E amanhã é final de semana mesmo, traga roupas, Izy está morrendo de saudades.

-Eu também estou. To indo em casa molhar o corpo tia. Tchau beijos.

-Beijos e não demore.

Eu já pretendia visitá-las esse final de semana, mas não na sexta a noite. Minha tia é doida.

Quando pego o táxi para a casa dela recebo uma mensagem da própria.

"Me encontre no Namsan Tower"

O que será que minha tia vai fazer lá? Um lugar para casais. Quando digo que ela é doida.

Bom é a tia que Deus me deu como uma segunda mãe, então não posso reclamar. Chego no local mas nem vestígio da minha tia. Observo os cadeados e lembro-me de quando Hobi me trouxe aqui. Consigo identificar nosso cadeado e vejo o papel onde escrevi a uma frase que não foi real... Abro o papel lendo minhas próprias palavras "Nunca me deixe". A curiosidade para abrir o papel do Hobi me bate, e o que eu faço? Exato. Abro. Meu coração acelera, minha visão fica embaçada por conta das lagrimas que estou tentando, a todo custo não as deixar cair, e solto o ar que nem sabia que estava segurando.


Notas Finais


Eita qq será que ta escrito? Descubram no próximo cap. Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...