1. Spirit Fanfics >
  2. Eu estou aqui com você >
  3. Preparado para te salvar

História Eu estou aqui com você - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - Preparado para te salvar


Fanfic / Fanfiction Eu estou aqui com você - Capítulo 13 - Preparado para te salvar

Zoro ainda estava confuso com tudo que estava acontecendo.

Mihawk caminhou até a poltrona, e se sentou, queria explicar para seu filho, ja que percebeu que o mesmo não estava entendendo.

Mihawk: - eu preciso falar com você sobre isso. 

O mais velho olhou para os três irmãos ali presente, balançou q cabeça em afirmação, os três, entendendo o recado, caminharam até a saida do quarto, entenderam que o pai de Zoro teria que conversar e explicar tudo para o esverdeado.

Assim que sairam, o esverdeado se virou para o pai.

Zoro: - então. - disse encarando Mihawk. - por favor pai, me conte o que esta acontecendo.

Mihawk: - Assim que você saiu de casa, naquele dia, eu fiquei preocupado, afinal, você sempre me dizia para onde ia. - disse cruzando os braços e encarando sério o filho. - eu lembrei que Sanji estava nesse hospital, então vim até aqui em sua procura, mas você ainda não estava ali. Quando eu estava a sair do hospital, vi a garota de cabelos rosas te carregando, aos prantos, naquele momento o desespero me tomou por completo.

Zoro: - eu me esqueci de te avisar, me desculpe. - disse olhando em volta, agora tinha percebido que estava no hospital de Judge. - por favor, continue.

O esverdeado voltou a olhar para o pai.

Mihawk: - sim. - disse tapando o rosto, deixando algumas lágrimas rolarem pelo seu rosto. - fui ao encontro da rosada, ela, de alguma maneira, me reconheceu, fez um sinal com a cabeça para que eu a seguisse, e assim fiz.

O esverdeado nunca tinha visto seu pai chorar, desde o dia que sua mãe faleceu, e isso ja fazia mais de seis anos.

Zoro: - é estranho te ver chorar. - disse sorrindo. - mas não precisa mais se preocupar, estou bem.

Mihawk: - eu sou seu pai, sempre irei me preocupar com você. - disse secando as lágrimas e sorrindo para o filho, mas logo voltou com a expressão séria no rosto - continuando. Quando eu ja estava dentro do quarto com você, na porta, apereceu o senhor Vinsmoke, Reiju ja havia contado a ele sobre tudo, e Judge não queria que seu filho morresse para as mãos de um inimigo, e o resto ja sabe.

Zoro: - sim. - disse em tom triste. - e o que os três que estavam aqui tem haver com isso?

Mihawk: - Luffy estava desesperado, não conseguiu estava conseguindo falar com você, e ligou para mim, eu disse onde estava, e ele apareceu aqui com seus dois irmãos, que o trazerem, depois disso, eu contei tudo, Luffy queria ajudar, mas foi impedido por Ace e Sabo, os mesmos se disponibilizaram a ajudar.

Zoro: - agora tudo faz mais sentido para mim. Isso é a cara do Luffy. - disse sorrindo, lembrando que o amigo faria qualquer coisa por ele. - não quero que o Luffy se machuque, então eu também iria impedir que ele fosse.

Mihawk: - eu sou um péssimo pai. - disse colocando as duas mãos na cabeça. - eu também não posso deixar você ir, e se você se machucar? Ou pior?

Zoro: - não se preocupe. - disse acalmando seu pai. - eu vou ir de todo jeito, eu me sinto culpado por não ter ajudado Sanji, quando ele estava com aqueles três homens malditos.

O esverdeado agora, estava tremendo de raiva, queria matar aqueles homens, e o chefe deles. Mas não podia fazer isso sozinho.

Mihawk: - Judge tem varios homens a seu comando, e também vai até onde Smoker esta, espero que fique tudo bem. - disse forçando um sorriso. - eu vou com você.

Zoro: - nem pensar pai, eu não vou deixar você ir. - disse alto. - não quero que nada aconteça com o senhor.

Mihawk: - mas eu não quero me sentir um completo inútil. - disse cabisbaixo. - se eu não posso ajudar me filho, que espécie de pai eu sou?

Zoro: - não se preocupe pai. - sorriu.- vai ficar tudo bem, eu prefiro que o senhor não vá.


O esverdeado se levantou da cama, sentia um pouco de dor no local onde havia levado o tiro, mas a dor era suportável, foi em direção ao pai, e o abraçou.

Mihawk: - se é isso que você quer, eu não posso fazer você mudar de ideia. - disse retribuindo o abraço. - mas me prometa......

Zoro sentiu algo molhar a roupa de hospital que usava, eram as lágrimas de seu pai.

Zoro: - quer que eu prometa o que? - disse fazendo carinho na cabeça do pai, tentando acalmar o mesmo.

Mihawk: - me prometa que voltar bem. - disse em meio de soluços.

Zoro: - eu te prometo que vou voltar bem. - sorriu. - vou voltar bem, e com Sanji.

O esverdeado voltou para cama, comunicou o pai que ia descansar um pouco, afinal, não tinha muito tempo, dali algumas horas, iria ir em busca do loiro. Mihawk foi para casa, e também foi dormir, tinha passado a tarde inteira, e a noite inteira no hospital, tirou apenas pequenos chochilos la.



Algumas horas depois* 

Estavam todos ali, varios homens de Judge e o próprio Vinsmoke no meio deles.

Sabo e Ace estavam ali perto, com Luffy, tentando acalmar o pequeno para que parasse de chorar, dizendo que voltariam bem.


O pai de Sanji, tinha vários contatos, e conseguia descobrir várias coisas rapidamente, e isso foi de grande ajuda para que descobrissem o esconderijo de Smoker.


Partiram dali, até o local, Roronoa estava inquieto, sentia dor em sua perna, mas tentava não ligar para aquilo. Tinham se passado varias horas desde o acontecimento com Sanji, não sabia como ele estava, não queria pensar no pior, mas ficava pensando na possibilidade de ser tarde demais.


Quando chegaram la, três capangas de Judge foram na frente, arrombaram a porta, e chamaram todos que estavam ali, para que entrassem no local.


Tinham se dividido em grupos, Zoro, Ace, Sabo e mais três homens tinham formado um grupo para ir a caça de Smoker, mas o esverdeado só pensava em ir procurar o loiro, só isso que importava para ele, mas para isso, teria que cortar o mau pela raiz.

Passaram por alguns capangas de Smoker, mas conseguiram imobilizar os mesmo, antes que chamassem a atenção de outros inimigos.



O grupo de Zoro chegou em um sala escura, não era muito diferente das muitas que tinham naquele lugar.

Mas algo chamou atenção dos homens, tinha uma pessoa amarrada ali, estava visivelmente implorando por ajuda, mas não conseguia gritar, pois tinha um pano amarrado em sua boca.


Roronoa não conseguia ver quase nada naquela escuridão, mas conseguiu chegar até a pessoa que estava ali, retirou o pano de sua boca, e logo, reconheceu quem era pela voz.


Perto dali em outro cômodo*

Aquele lugar era um pouco maior que os demais, e era diferente, o grupo que o Vinsmoke mais velho estava, havia chegado ali.

Por ironia do destino, aquela era a sala principal do lugar, a sala do chefe, e o mesmo estava presente no local.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...