História Eu fico feliz, você fica feliz - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Mamamoo
Personagens Hwasa, Wheein
Tags Mamamoo, Wheesa
Visualizações 10
Palavras 865
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Shoujo-Ai, Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


só porque não consegui postar capítulo da outra fic, tomem essa delicinha.

Capítulo 1 - Good for me, good for you!


Fanfic / Fanfiction Eu fico feliz, você fica feliz - Capítulo 1 - Good for me, good for you!

  Ahn Hyejin estava sentada em sua toalha, sem muita proximidade das ondas que se esvaíram em espuma.

 Iniciava-se a calma melodia ao seu redor, logo a morena pôde fitar a pequena silhueta que tocava seus tímpanos com notas em perfeita afinação. Certamente a jovem de pele branca igualava-se a um anjo.

Interessada e enfeitiçada pelo som, a mais nova aproximou-se da outra. Cutucou em seu ombro, lhe chamando a atenção.

- Hey, pequenina. O que acha de uma troca? – Em um sorriso felino, a mulher é encarada por uma face confusa. – Eu te dou minha toalha para que possa descansar de suas caminhadas e você me dá seu instrumento para que possa me alegrar com a música. Eu fico feliz, você fica feliz.

Depois de um tempo de confusão, a Jung aceita a proposta. Pega a toalha da cor escarlate, pondo sobre a areia e sentando sobre a toalha. Logo sentia os ouvidos rasgando pelas tentativas falhas de Hyejin de fazer música.

As unhas da mais nova eram tão grandes que era impossível montar os acordes. A mulher tentava, e tentava. Balançava as cordas, e balançava. Daquilo nada saía. Tanto que a que até agora apenas fazia caretas de desgosto se pronunciou.

- Com licença, poderia parar com essa zoeira!? Eu preciso de silêncio para descansar! – A musicista se emburrou para a outra, logo sorrindo. – Sabe, tenho uma proposta. Você me dá seu ukelele para que eu faça música e você se alegre. Eu fico feliz, você fica feliz.

A que possuía mais melanina acena frenética, rapidamente entregando o instrumento de cordas.

A dona de uma covinha única começa a tocar, logo a dona de uma característica pinta inicia uma dança ritmada.

- Isso! Dance, dance! Eu não sei dançar, ver você assim me alegra! Dance que lhe entrego minha concha da sorte. Eu fico feliz, você fica feliz. – A jovem entrega uma concha de cores estranhamente vibrantes.

Ela obedeceu. Hyejin dançou. Dançou para Wheein, com Wheein. Rodopiava em passos leves na ponta dos pés, segurando nas mãos do anjo que moldava as ondas sonoras ao seu favor até mesmo na sua forte risada.

- Deixa que eu ande contigo? Você toca para mim e eu danço para você. Eu fico feliz, você fica feliz. – Encarara os olhos tão profundos que lhe faziam perder-se.

Em um aceno positivo a pequena concordou, sendo surpreendida pela mulher que a enrolou na toalha e a puxou para seu colo, carregando-a como noiva pela extensão de seu mundo coberto de finos grãos de areia.

Após algum tempo se conhecendo melhor, ambas decidem ter uma pausa para descansar. A maior deita sobre a areia pura e a outra estende o pano que lhe foi presenteado ao seu lado, deitando e apoiando sua cabeça no peito nu da companheira. Acabaram por dormir.

Ahn acordou com Wheein tocando, assim sorrindo. Levantou e varreu a areia de seu corpo com as mãos, indo até a outra que estava de costa para ela, abraçando seu corpo com delicadeza. O momento foi demorado e agradável, tendo como estampa as bochechas rosadas de ambas. O sentimento que ali florescia como um lírio delicado em meio a tantas rosas era belo. As duas sentiam uma a outra com o mais sincero diálogo, esse que ao menos possuía palavras pronunciadas.

Voltaram à caminhada embaraçadas, muito pouco olhando uma a outra. A morena jogava seu objeto de sorte para cima, até que o mesmo caiu e se perdeu em meio a areia. A Jung ria da que jogava os grãos para todos os lados, até que encontrou o tão desejado.

Ao anoitecer, elas dividiam a toalha, sentadas enquanto encaravam o céu escurecer e a lua surgir no grande espelho do oceano.

Em meio a pensamentos, Hyejin fitava a linha do horizonte com um sorriso bobo.

“Por que precisaria de uma toalha? A areia é fofa o suficiente para ser minha cama. E um instrumento? Wheein toca melhor que qualquer um. E essa concha da sorte...”

Torna o olhar para a mais velha, estendendo-lhe o punho cerrado, depositando a pequena concha na palma de sua mão.

- Te presenteio com minha sorte. Presentear alguém que gosto me faz feliz. – Recebe o olhar surpreso como resposta, que se transforma numa feição que transbordava carinho.

- E eu te dou as estrelas e a lua, que nos iluminam em nossos carinhos sem toques.

- Para você eu dou o mar, que reflete toda a sinceridade de nossas palavras.

- Então agora são teus todos os sussurros do vento, que te dizem que sinto muito, sinto tudo.

- Aceitaria, então, meu mais verdadeiro ato? – Quando perceberam, estavam se encarando em uma proximidade considerável, tanto que os hálitos quentes se misturavam e os dedos entrelaçavam nos fios da nuca uma da outra.

No aceno de confirmação, as duas já se viam nos lábios uma da outra, em leves selares que se transformavam no beijo que esperavam. Tão inocente como o dia que tiveram. Dia esse que foi o melhor de todos.

- Eu te dou minha paixão, você me retribui. Eu fico feliz, você fica feliz. – E é a frase que silencia o resto da noite e que define o resto de suas histórias.


Notas Finais


eu me empolguei e saí do rumo. ok. isso que dá escrever ao som de ANAVITÓRIA.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...