História Eu gosto dele? - SasuNaru. - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Visualizações 48
Palavras 921
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, LGBT, Luta, Magia, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura! owo

Capítulo 4 - Madrugada agitada.


Fanfic / Fanfiction Eu gosto dele? - SasuNaru. - Capítulo 4 - Madrugada agitada.

Sasuke: O que está fazendo, seu idiota? 

Gritei, após ser colocado à força sobre o colo do Naruto. Quem ele pensa que é? Fechei o punho, preparado para dar um soco na cara dele. Foi quando ele segurou a minha mão, impedindo-me. 

Naruto: Não faça isso nunca mais. 

Sasuke: Isso o que? 

Naruto: Me deixar duro e fingir que nada ocorreu. 

Nesse momento, abri um sorriso de lado, enquanto deslizava um dos dígitos pela camisa do mais novo. 

Sasuke: Você gostou, foi? 

Naruto: Para, Sasuke. Se for pra fazer de novo é melhor calar a boca.

Sasuke: Não sei do que está falando.

Ele revirou os olhos. Eu quero deixá-lo louco, até implorar pela minha boca. E vou ceder? Óbvio que não.

Naruto: Você vai terminar o que começou ou não? 

Sasuke: Eu não comecei nada...

Sussurrei, enquanto rebolava 'discretamente' sobre o caralho do mais novo, podendo ouvir um arfar arrastado. 

Naruto: Por que está fazendo isso? Pretende ser fodido ou não? 

Sasuke: Eu não vou ser fodido por você. Eu sou hétero.

Naruto: E por que está rebolando em mim?

Sasuke: Estou? 

Nesse momento, forcei minha bunda contra o membro do garoto, esfregando-a ali. Não demorou para este soltar um rouco gemido, fazendo-me esboçar um sorriso largo em meu rosto. 

Naruto: Sasuke... Me ajuda, só hoje.

Sasuke: Por que não faz sozinho? 

Naruto: Por que eu faria sozinho se tem um gostoso rebolando no meu pau?

Sasuke: Não seja por isso, Narut... 

Eu me preparava para me levantar do colo dele, quando este inverteu as posições, me jogando para trás e ficando por cima. 

Naruto: Eu não vou deixar fazer isso novamente. 

Sasuke: Se você me forçar a algo eu vou lhe denunciar. 

Naruto: Vai dizer que não quer? 

Sasuke: Já disse. Não vou ser fodido por você. 

Ele suspirou. Se ergueu, mantendo-se sentado na cama. 

 — Sasuke off — 

 — Naruto on —

 Droga, Sasuke... Você é irritante. 

Me levantei sem olhá-lo, antes de adentrar no banheiro do quarto. Assim que fechei a porta, abaixei as vestes, liberando meu caralho que doía por estar levantado. Logo, comecei uma leve estimulação na glande, até que ouvi o barulho da porta se abrindo. 

Naruto: Estou me masturbando, não está vendo? 

Sasuke: Uhum. 

Naruto: E o que está fazendo aqui? 

Sasuke: Bom... Você quer gozar, não quer?

Ele perguntou, fechando a porta enquanto vinha em minha direção. 

Sasuke: Deixa que eu faço isso por você. 

 Que garoto bipolar... Não irei reclamar, tsc.

Após falar, Sasuke retirou minha mão de onde estava, colocando a dele. Senti uma fricção gostosa ali, me fazendo arfar de modo disfarçado. 

Sasuke: Eu disse que não iria ser fodido por você... Mas não disse nada sobre isso. 

 Ele dizia enquanto aumentava a velocidade. Eu encarava sua boca a todo momento, enquanto mordia meu inferior. 

 Naruto: Sa-sasuke... 

Sasuke: Hm?... 

Naruto: Deixa eu sentir sua boca... 

 Ele se aproximou do meu ouvido, antes de sussurrar. 

Sasuke: Eu não irei lhe dar esse gostinho. 

Ele é um desgraçado... Mas um desgraçado gostoso pra caralho. 

 Após segundos, ouvimos batidas na porta do banheiro. 

 Jiraya: Naruto! Está aí? É urgente! 

Naruto: E-ero-sennin? 

Sasuke: Ih, fud... 

Tapei a boca do Sasuke, antes de pedir para que não parasse. Mas o maldito teve a ideia de ajoelhar e colocar a boca na cabeça do meu pau. Eu obviamente me segurei para não gemer, principalmente quando ele começou a chupar... E ele faz super bem, apesar de ter sido a primeira vez. 

 Jiraya: O roteiro do meu livro... Sumiu! 

 Naruto: Veio aqui p-pra isso? Deve estar em algum lugar, s-sei lá!

 Jiraya: Por que está gaguejando?

 Naruto: A-ah... E-eu? Não! 

 Disse, enquanto agarrava os cabelos do Sasuke com uma das mãos. Ele ia e vinha de uma forma extremamente excitante, me fazendo arfar de um modo mais alto.

  Jiraya: Está me escondendo algo?

 Naruto: Ero-sennin! Já sei onde estão seus roteiros!

 Jiraya: Onde, onde? 

 Naruto: Er... N-no escritório da vovó Tsunade... Em meio aos papéis

 Jiraya: Certeza? 

 Nesse momento, Sasuke deixou meu pau entrar em sua boca por completo, antes de retirá-lo dali e passar a lamber a cabecinha de maneira lenta. 

Naruto: Vá logo, Ero-sennin! Eu t-tenho certeza! 

Jiraya: Okay! 

Quando ouvi os passos indo além da porta, pude soltar o ar que prendia, junto com um gemido arrastado. Sasuke olhava para mim enquanto me chupava, o que me deixava mais excitado que nunca. Meu ápice estava próximo, então pedi para que Sasuke fosse mais rápido. 

Ele obedeceu, o que me surpreendeu um pouco, pois era muito teimoso. Eu estava preparado para soltar aquele jato de porra, quando ouvi da boca dele. 

Sasuke: Goza na minha cara, Naruto-kun... 

Porra, Sasuke! Por que você tem que ser assim? 

 Me perguntei em meio aos meus pensamentos, mas logo saí de meus devaneios quando Sasuke retirou a boca do meu pau. Masturbei-me um pouco mais, até sentir o gozo sair, caindo diretamente no rosto do mais velho. Fechei meus olhos, respirando fundo. 

Sasuke: Você gostou, não foi? 

Naruto: Se você não me chupasse na hora errada...

Sasuke: O arriscado é sempre o melhor. 

Naruto: Baka..

 — Naruto off — 

 — Sasuke on —

 5:30 AM_

Acordei. Naruto está dormindo, obviamente. Só sabe fazer isso. Nem acredito no que fiz ontem, acho que o sono me consumiu. 

 Andei para fora da casa dele, sem deixar de vestir minhas roupas que já haviam secado, pois as coloquei no pequeno varal, de madrugada. Assim que me aproximei de casa, após uma boa corrida, avistei um bilhete embaixo da porta. 

O peguei, abrindo-o, e lá dizia...


Notas Finais


Vou começar o outro logo logo, só devo terminar alguns trabalhos...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...